Volta ao Brasil – Explicações Gerais

Ciao a tutti

Como jà havia anunciado aqui em nosso blog, tomei a decisao de retornar ao Brasil. Vou expor abaixo os motivos: (com acentos)

No segundo dia na Itália percebi que não conseguiria concluir minha prática de cidadania neste momento por uma razão muito simples: as coisas estão tão bagunçadas que a primeira orientação que recebi DO OFICIAL DO ANAGRAFE foi esperar a bagunça passar.

Vejam bem: não estou aqui dizendo que eu tinha que voltar. Poderia acontecer que após alguns dias as coisas voltassem ao normal. Ou simplesmente poderia demorar semanas ou até meses.

Pra minha felicidade o oficial foi sincero: eu poderia estar com todos os documentos em ordem, com a residência confirmada e etc. MAS SEM UM PERMESSO VÁLIDO NÃO PODERIA SEQUER COMEÇAR OS TRÂMITES LEGAIS.

O bom é que em nenhum momento ele foi pessimista ou tentou me dissuadir. Pelo contrário: me indicou formar de conseguir residência, onde comprar comida, como proceder com várias coisas.

Segundo ele, as coisas provavelmente voltarão a ser como antes: com os permessos diretamente na questura.

E mais: NÃO EXISTE -sempre segundo ele – NENHUMA HIPÓTESE DE SER DADO DECLARAÇÃO ALGUMA PELO COMUNE DIZENDO QUE ESTÁ VERIFICANDO OS DOCS – COMO ALGUNS SUGERIRAM, POIS MESMO QUE ESTA DECLARAÇÃO FOSSE DADA, A MESMA NÃO TERIA VALIDADE ALGUMA, POIS NÃO TRATAR-SE-IA DE DOCUMENTO OFICIAL.

A idéia talvez tenha sido de boa fé, mas não deixa de ser o famoso “jeitinho brasileiro” com o objetivo de burlar as leis já estabelecidas. E é preciso lembrar que esse tal “jeitinho” sempre foi veementemente condenado nas comunidades pelos nossos amigos que residem na Itália já há algum tempo.

Fiquei triste? Nem um pouco!

Pior seria se eu conseguisse alugar um imóvel, houvesse dado entrada no permesso e, depois dos tres meses de espera eu descobrisse que mesmo assim não seria possível a entrada dos docs.

SOBRE PROTESTOS DE BRASILEIROS E MOBILIZAÇÕES EM GERAL

Desculpem-me a franqueza:

Não faz a menor diferença os esforços que vocês vem fazendo para mudar as coisas. Protestos na Itália se fazem indo às ruas e não enviando emails ou faxes. Tenho certeza que, se estes forem lidos, no máximo servirão como papel de rascunho.

Eu descobri que BRASILEIROS sequer existem nas estatísticas italianas. Do total de imigrantes no país, os brasileiros correspondem a pífios 1,25 por cento. São 30375 brasileiros num contingente de 2.402.157 de pessoas. Portanto, caso alguma coisa venha a mudar, será por conta dos albaneses, romenos e marroquinos que juntos compreendem mais de 70 por cento da população straniera na Itália.

Portanto, não devemos ser ingênuos e imaginarmos que faremos alguma diferença. Pelo contrário: devemos torcer para que os cidadãos dos países acima consigam fazer barulho suficiente para mudar esse parâmetro que está hoje configurado.

A boa notícia é que os sindicatos africanos, as representações de classe e outras entidades já começaram a sua própria mobilização em prol da revogação do processo como se encontra. Inclusive os primeiros dados já saíram onde mostram que milhares de cidadãos estão já com seus permessos vencidos pois deram entrada desde novembro e apenas algumas centenas receberam os mesmos.

Repetindo: PERMESSO VENCIDO = SEM CONDIÇÕES INÍCIO DO PROCESSO

Obviamente que já pode me conhecer um pouco sabe que eu não me darei por vencido. Voltei, mas não desisti. Pelo contrário: esta situação apenas me deu mais forças para poder continuar a batalha.

E o mais importante nessa minha primeira parte da Saga é que eu pude ver de perto diversas coisas, ter MEU PRÓPRIO PONTO DE VISTA e agora, eu posso discutir sobre diversos assuntos que eu não opinava por falta de desconhecimento

Com certeza a partir de agora serei mais ativo nas comunidades “virtuais” colocando-me a disposição dos amigos e tentando de alguma forma dirimir as dúvidas que povoam a cabeça do povo.

Continuo postando aqui pois tenho ainda milhões de coisas a escrever – de custo de vida na Itália a mercado de trabalho – mas já posso dizer com certeza que, uma vez na Itália confirmei ainda mais minhas crenças de que o Brasil está a milhões de anos-luz longe de ser uma simples civilização organizada.

Avante, como já dizia o “filósofo”, pois atrás vem gente (que não seja de Trento)…

  • Alessandra

    Oi tenho umas dúvidas estou morando aqui na Itália a 5 meses três de casada mas o meu permesso di soggiorno nao está pronto, quero volta ao Brasil de férias fica 1 nesta e volta Volterra problema em ir pro Brasil e volta sem ter o permesso definitivo em mãos e não consigo ter residência sem o permesso pode me ajudar?

    • Fabio Barbiero

      Olá Alessandra

      Se efetuou o permesso, não saia do país até que ele seja emitido.

      Abraços

  • Ciao Fabio,Fiquei um tempo sem ler seu blog e hoje tomei um susto quando vi que vc retornou ao Brasil.Acho que vc tomou a melhor decisão e como vc mesmo disse, voltar agora não significa o abandono do sonho.Tenho certeza de que logo vc estará de volta e continuo desejando muita força e felicidades pra vc!

  • Wagner Maiolino (Ork

    Mas, Saga, to meio surpreso com teus motivosPois o PDS estar confuso, um caos, já era sabido de TODOS. Não é nenhuma novidadeE a estória da declaração de vista nao poder ser emitida, sempre foi alertado, que há os comunes que não emitem