A Declaração de Hospedagem

A dichiarazione di ospitalità (em português declaração de hospedagem) é um documento importantíssimo a quem vem à Italia realizar o processo de cidadania.

Com ele, garantimos que não teremos problemas na imigração, pois com este documento, declaramos que seremos hospedados na casa de alguém!

Se trata de um documento bem simples, onde constam basicamente os seguintes dados:

  • Seu nome, data e local de nascimento, e número do seu passaporte brasileiro;
  • Os dados do proprietário do imóvel, juntamente com o endereço do imóvel;

Porém atenção: muitos confundem a declaração de presença com a carta-convite – este último documento não é necessário para nós, que vamos à Italia obter o reconhecimento da cidadania italiana com todos os documentos traduzidos e legalizados em mãos.

A carta-convite (em italiano lettera d’invito) é um documento completamente diferente, que deve ser autenticado pelo comune italiano e é utilizado normalmente quanto um estrangeiro que vive legalmente na Italia vai receber um familiar, também estrangeiro.

E para que este último não tenha problemas na imigração, eles fazem este documento, onde se comprova que o imóvel onde este cidadão vive tem condições higiênico-sanitárias para receber mais uma pessoa.

Portanto não confundam os documentos – para nós, cidadãos italianos nascidos no exterior, que viajamos à Italia para o reconhecimento, basta a declaração de hospedagem, que sempre deve ser apresentada juntamente com a fotocópia do documento de identidade italiano da pessoa que vai te hospedar.

O MODELO DA DECLARAÇÃO DE HOSPEDAGEM


 

Dichiarazione di Ospitalità

Pisa, 05.09.2015

La sottoscritta Paula da Silva Sauro, nata a Milano il 24/06/1963, italiana, residente a Pisa (PI), in Corso Garibaldi 1800, con carta d’identità n. 1234567 rilasciata dal Comune di Pisa il 04/08/2006

DICHIARA

Che ospiterà presso la propria abitazione il Sig.re Fabio Barbiero, cittadino brasiliano nato il 16/07/1976 a Sao Paolo – Brasile, con passaporto n. AB 123456 valido fino al 13/05/2007.

Il Sig.re FABIO BARBIERO dovrà provvedere al proprio vitto con i suoi mezzi di sostentamento.

In Fede

(assinatura do proprietário do imóvel)

Paula da Silva Sauro


Basta substituir as partes em negrito pelos dados reais, pedir para a pessoa que vai te hospedar assinar, escanear e te mandar por email.

Ao recebe-lo, você deverá imprimir tanto a folha quanto a fotocópia do documento de identidade italiana da pessoa.

Traga estes documentos na sua bagagem de mão, juntamente com os seus documentos traduzidos e legalizados para a sua prática de reconhecimento.

Ao passar pelo controle de imigração, caso o policial pergunte onde você vai ficar, basta mostrar a carta.

IMIGRAÇÃO VS RESIDÊNCIA

Outra coisa bastante importante e que preciso deixar claro é que a dichiarazione di presenza não substitui nenhum documento e/ou se refere ao pedido de residência no comune.

Este documento serve única e exclusivamente para que você não tenha problemas com a imigração.

O documento correto para a solicitação da residência é o contrato de aluguel ou então a cessione di fabbricato, que você pode entender melhor como ela funciona lendo este artigo.

Qualquer dúvida sobre os procedimentos aqui descritos, é só deixar um comentário 😉

96 Comentários


  1. Olá Fábio, primeiramente obrigada de verdade pelo seu trabalho! Adoro fiz minha cidadania em 2007/2008 não tinha conhecimento do seu site e canal no YouTube, e agora já passei pra várias pessoas, pois é muitoooooo bom mesmoooo!
    Agora falando de mim! Já li vários artigos aqui, mas num encontrei infelizmente nada parecido com meu caso que é:
    – tenho cidadania italiana desde 2008
    – filha italiana
    – me casei na Itália com um brasileiro 2008
    – morei e tive residência na Itália até 2013
    – cancelaram minha residência, marido e filha em 2013 pq teve um senso aqui na Itália, e eu já estava no Brasil e não tinha conhecimento da AIRE
    – retornei com toda família agora em março 2018
    – estou refazendo minha residência, filha e filho que nasceu no Brasil
    – meu marido está com permesso por motivo filho italiano vencido desde 2013
    – me deram um prazo até fim de maio para fechar o processo de residência, assim com o stato de famiglia, identità das crianças, para poder solicitar um renovo di permesso para meu marido.
    – temos que ir pra Inglaterra até fim de maio por motivos particulares
    – se ele for só com a ricevuta de permesso, assim que eu fizer a Aire lá na Inglaterra, e visto para trabalho pra ele de lá, consigo dar entrada na cidadania italiana dele na Inglaterra pelo consulado italiano por termos mais de 9 anos de casados?
    – é por ele ser brasileiro e eu italiana, mesmo tendo casado só na Itália, preciso transcrever meu casamento no Brasil tbm pra solicitar a cidadania dele ou não é necessário ?

    Obrigadaaaaaaaaaaa pelos arquivos cheios de conteúdos verdadeiros e que ajudam da vero pessoas que nem falam italiano!!!!

    Responder

  2. Boa tarde Fabio, aqui gostaria de saber se essa declarazioni di ospitalita tem algo a ver com o pedido de residencia?Grato pelo seu trabalho e atenção.O mundo precisa de mais pessoas como você.

    Responder

  3. Oi Fábio, estou aqui na Itália com permesso di sogiorno per studio. Meu permesso está sendo realizado em Siena, mas me mudei para Padova e é aqui que farei minha cidadania. Eu ainda estou escrita em meu curso em SIena e vou para lá para os exames, que é o exigido pela universidade. Você acha que posso ter algum problema na Questura no momento de declaração de hospedagem ou no processo de residência por meu permesso estar ligado à outra cidade?

    Responder

  4. Ola Fabio, tudo bem ?
    Minha dúvida é a seguinte, tenho pesquisado bastante sobre esse assunto e não encontro maiores informações.
    Sobre a carta di ospitalitá. por quanto tempo é possivel ficar hospedada na casa de um italiano que me convidou ? Qual o tempo máximo permitido?
    obrigada

    Responder

  5. Ola Fábio
    Caso eu não tenha ninguém que me forneça Dichiarazione di Ospitalità o que devo fazer?

    Responder

  6. Nesse caso só vou mudar o negrito o nome do meu marido …o resto deixo kkk fica Fábio Barbeiro rsrsrs

    Responder

  7. Boa tarde! Estou indo para Italia no próximo ano estudar mestrado e já possuo cidadania, porem meu passaporto não ficara pronto a tempo, então estou precisando passar por todo o processo de visto de estudante. Um dos documentos da lista para conseguir o visto é a Declaração de hospedagem, voce saberia me dizer se esse modelo serve? Pois ja consegui local para ficar.

    Responder

  8. Ola a todos! Gostaria de saber se com uma carta d’ospitalita de uma casa de vacanza tipo bed and breakfast posso fazer o processo de cidadania italiana. Caso contrario teria algum site para indicar para encontrar casa além do airbnb? obrigada

    Responder

  9. Olá Fabio, parabens pelo Blog, tem me ajudado muito no meu processo de reconhecimento de cidadania italiana. Eu estou já com todos os documentos em mãos, já traduzidos e apostilados, agora estou planejando minha viagem e estadia e é onde fiquei com uma dúvida. Eu encontrei um flat que faz contratos mensais ou semestrais, mas fiquei com dúvida se posso declarar esse flat como endereço oficial na comune, você poderia me ajudar?

    Responder

  10. Ola Fabio parabens pelo canal esta nos ajudando muuito! Meu marido vai a Italia fazer o reconhecimento da cidadania e ele tem uma prima que ja reconheceu cidadania e reside la.. Ela vai hospeda-lo e gostaria de saber se ele tem que alugar uma residencia ou pode dar entrada se ela declarar que ele reside na casa dela? Desde ja agradeco! Abracos

    Responder

    1. Olá Telma tudo bem?

      Se ele será hospedado por um familiar, bastará utilizar um documento chamado “cessione di fabbricato”, no Sagabook eu explico melhor sobre ele 😉

      Responder

  11. Oi Fábio, bom dia
    Meu esposo obteve a cidadania italiana através do consulado no Brasil, já traduzimos e apostilamos nossa certidão e entregamos ao consulado no Brasil, ele já possui o passaporte italiano em mãos. Estamos na fase final de conseguir uma casa em Roma para nos hospedar e retirar o restante da documentação dele para posteriormente dar entrada em meu permesso, essa declaração de hospedagem serve para utilizar no comune na hora de fazer a carteira de identidade italiana e demais documentos dele ?

    Responder

    1. Olá Bruna tudo bem?

      Neste caso não, seu marido e você devem alugar um imóvel que comporte a inserção de ambos como residentes, e somente após a entrada no imóvel e a passagem do vigile, é que ele poderá te dar qualquer tipo de permesso di soggiorno, ok? Abs

      Responder

  12. ola Fábio! vou a Itália a turismo,vou ficar na casa da tia do meu marido ela não me mandou a carta convite ,se ela mandar esta declaração de hospedagem servira pra mim já que é uma viagem a turismo ?o no meu caso é melhor reservar um hotel? essa declaração de hospedagem é só pra quem vai requerer cidadania ?

    Responder

    1. Olá Cakau

      Esta carta é para garantir que ninguém tenha problemas na imigração, portanto convém que a tia do seu marido faça pra você sim

      Responder

  13. Oi Fábio!
    Assim como a Flávia Prado, gostaria de confirmar se entendi corretamente o procedimento a dichiarazione di ospitalità.
    A fim de requerer a cidadania, em posse da dichiarazione di ospitalità, não é necessário apresentar ao Comune um contrato de aluguel. Correto?
    No entanto o proprietário italiano que irá me hospedar precisa assinar uma declaração de que está ciente do meu pedido de residência e precisa apresentar sua fotocópia do documento de identidade italiano.
    É isso mesmo?
    Grata,
    Gabriela

    Responder

    1. Olá Gabriela absolutamente não!

      A declaração de hospedagem serve apenas para que a pessoa não tenha problemas na imigração, não é utilizada no momento da solicitação da residência e por isso não substitui nenhum documento ou contrato, ok? Abs

      Responder

      1. Olá Fabio, td bem?! A reserva de um hotel oi Airbnb,substitui a declaração de hodpedagem?
        Pois se não conseguir fechar um contrato de locação ainda no Brasil, será necessário algumas noites de hotel.
        obrigada

        Responder

  14. Olá Fábio, boa noite!
    Pode me ajudar em uma questão?
    Estamos a procura de um imóvel para locação e pesquisando aqui no MinhaSaga verifiquei que está cada vez mais dificil pra alguém de fora alugar correto? Verifiquei também que para solicitar residência é necessário um contrato de 12 meses.
    A declaração de hospedagem substitui o contrato?
    Achamos algumas opções pelo AirBnb, mas não saberia como legalizar através desse tipo de locação.

    Obrigada!

    Responder

  15. Olá Fábio. Antes de qualquer coisa, parabéns pelo seu trabalho no MinhaSaga. Tens me ajudado muito nesse projeto de reconhecimento da cidadania italiana da minha esposa.

    A minha pergunta é a seguinte: Minha esposa e eu iremos para a Itália no início do ano que vem para reconhecer a cidadania italiana dela. Nossa intenção é ficar na Itália nos próximos anos. Em relação à declaração de hospedagem, é válida somente para ela, ou eu, que não tenho descendência italiana, posso ser incluído nessa declaração? Caso não seja possível me incluir na declaração de hospedagem dela, como devo proceder?

    Muito obrigado pela atenção!

    Att.
    Eduardo Prestes

    Responder

    1. Olá Eduardo procure o vídeo no nosso canal do Youtube onde eu explico porque cônjuges não devem vir à Italia junto com o requerente, lá eu explico os motivos, ok? Abraços

      Responder

  16. Olá Fabio, hoje resido na itália regularmente. Tenho cidadania e vivo com minha familia aqui. Meu irmão e minha cunhada (que tem cidadania italiana) virão me visitar, eu preciso fazer alguma declaração de hospedagem pra eles? ou como cidadãos não teriam problema? Obrigado.

    Responder

    1. Olá Marcelo se a visita for por um período menor do que 30 dias, não há necessidade. Lembrando que a cessione di fabbricato é feita apenas para hospedagem de cidadãos estrangeiros, ok? Abraços

      Responder

      1. Obrigado pelo retorno Fabio. Eles são cidadãos italianos (já tem passaporte italiano), mas acha prudente eu fazer uma carta a punho e mandar pra eles? para acompanhar o desembarque?

        Responder

  17. Boa noite Fábio!
    Estou me programando para ir para Itália para fazer o reconhecimento da cidadania. Tenho um amigo que tem um apartamento e disse que me empresta, só que irei ficar sem ele lá, pois ele mora aqui no Brasil. Nesse caso só a Carta di Ospitalità resolve ou o que tenho que fazer? Muito obrigada,

    Responder

    1. Olá Renata, atualmente os comunes estão exigindo uma declaração do proprietário, onde ele autoriza o requerente a solicitar a residência. No seu caso é importante que ele verifique com o comune onde tem o imóvel para saber como proceder, pois se ele por exemplo estiver inscrito no AIRE, como fará para dar a declaração ou ainda como comprovar junto ao comune que o imóvel tem condições de “abitabilità”, ok? Abraços

      Responder

  18. Ola Najla tudo bem?

    Não sei como responder esta dúvida, pois não conhecemos aquela região e também não conhecemos nenhuma agência imobiliária por lá. Sugiro que você procure no google.it por “affitto casa peschiera del garda”. Abraços

    Responder

    1. Ola, Fabio

      Muito grata pelo caminho, informo que ja fiz.
      Abs, Najla

      Subject: Re: Comment on A Declaração de Hospedagem

      Responder

  19. Boa tarde, preciso de uma informaçao!
    vou visitar meu noivo e ele fez a declaração assinada para que eu possa mostrar na imigraçao. o problema é que ele me mandou por correio e nao sei se chega a tempo para a viagem. Deve ser apenas o original ou posso levar a copia escaneada?? Obrigada

    Responder

    1. Olá Bruna

      Dependendo do tipo de documento, é sim necessário ser original, não sei de qual documento se trata. Abraços

      Responder

  20. A data tem que ser no dia que eu vou viajar? Pode ser a data de 1 semana antes?

    Responder

  21. Olá Fabio, tudo bem? Primeiramente quero parabenizá-lo pelo seu blog, é muito informativo!
    Estou com algumas dúvidas, espero que possa me responder. Eu cheguei em Roma há alguns dias, e irei ficar 5 meses, com visto de estudante e estou hospedado em um quarto B&B, que foi reservado pelo pesquisador responsável aqui do instituto. Dei entrada no permesso, e mês que vêm quero mudar para um lugar maior, então vi no airbnb um apartamento maior e conversei com a proprietária do local sobre a locação do imóvel. Como procederia essa locação, você sabe me dizer se precisa de algum documento, visto que o permesso ainda não saiu, e outra coisa, minha esposa e meu filho de 9 meses virão em novembro a Roma como turistas, e ficarão até o meu retorno para o Brasil, 30.01.16, então a declaração de hospedagem deverá ser feita pela proprietária do imóvel, ou poderia ser feita pelo pesquisador responsável do instituto, uma vez que não tenho um documento aqui na Itália? VoCê saberia me dizer se preciso de algum documento adicional para ser mostrado aqui na Itália, já que o bebê está viajando somente com a mãe? Muito obrigado, um abraço

    Responder

    1. Olá Alex, por aqui tudo jóia!

      A locação é apenas para o seu período de permanência durante os estudos, ou você pretende dar entrada no seu reconhecimento? Pois no primeiro caso, você sequer precisa de um contrato, pois a locatária sendo cadastrada no Airbrb, já providenciará os documentos necessários para a questura, entendeu? Isso significa que você poderá permanecer no país até o vencimento do seu permesso, sem problemas. Em relação a vinda da sua família, principalmente em relação ao bebê, dá uma olhadinha aqui mesmo no blog, nos artigos sobre viajar com filhos, lá tem as instruções. Grande abraço e bons estudos 🙂

      Responder

  22. Fábio, boa tarde! Tudo bem?

    Embarco para Itália no próximo dia 20/04 e estou com uma dúvida. Ficarei na casa de uma amiga, só que ela precisou vir de emergência para o Brasil e só voltará no próximo mês. Ela já me entregou preenchido a “Dichiarazione di ospitalità per stranieri” e a “Cessione di fabricato” e me entregou uma cópia do seu passaporte. Eu conseguirei registrar tudo na questura sem que ela esteja presente? Para emitir o Codice Fiscale basta levar a “Dichiarazione di ospitalità per stranieri”? E após isso registro a “Cessione di fabricato” no comune? Obrigado pela ajuda de sempre.

    Um abraço!

    Responder

  23. Fábio, boa tarde! Tudo bem?

    Embarco para Itália no próximo dia 20/04 e estou com uma dúvida. Ficarei na casa de uma amiga, só que ela precisou vir de emergência para o Brasil e só voltará no próximo mês. Ela já me entregou preenchido a “Dichiarazione di ospitalità per stranieri” e a “Cessione di fabricato” e me entregou uma cópia do seu passaporte. Eu conseguirei registrar tudo na questura sem que ela esteja presente? Para emitir o Codice Fiscale basta levar a “Dichiarazione di ospitalità per stranieri”? E após isso registro a “Cessione di fabricato” no comune? Obrigado pela ajuda de sempre.

    Um abraço!

    Responder

  24. Olá Fabio, vou ficar hospedado na casa de um amigo e o comune não quer me dar a cessione di fabricato porque não possuo permesso di soggiorno cheguei na italia com voo direto do brasil, só o que me deram foi a “Dichiarazione di Ospitalita” e agora eles estão certos ? como vou dar entrada em meus documentos ? A “Dichiarazione di Ospitalita” vale como residencia? Abraço.

    Responder

  25. Ciao Fabio, tutto in gamba?
    Eu de novo, no lo so se ti ricorda…

    Já estou na Itália (Torino/TO) há mais de um mês, entrei com meu visto de studio e meu permesso está quase chegando, só espero a tessera agora. Fiz nos oito dias que entrei mas me prenotaram para dez dias pra frente porque era pieno enfim, un tipico casino italiano rsrs

    Agora que estou devidamente matriculado na faculdade, fui atrás de emprego e consegui duas agencias de publicidade para trabalhar, uma como fixo e outra como freelancer (trabalho de casa), aqui cabe um parênteses: Dov’è la crise? saí pra procurar emprego por apenas dois dias deixando CVs nas empresas, enfim… hehehe

    Para começar na fixa preciso esperar o permesso chegar pois nos 3 primeiros meses serei registrado como stage e depois farão um contrato de lavoro cambiando meu permesso para lavorativo. Para o freelancer querem apenas meu codice fiscale e um comprovante de residência, além de visto e passaporto, não precisam da tessera do permesso subitamente. O codice já enviei, ai entra a questão da residência:

    Desde que cheguei, estou hospedado na casa de amigos italianos que fiz aqui na minha primeira passagem em maio deste ano, hoje faz 38 dias que estou no país (meu visto de studio é valido até 31/jan, mas como passei no esame aqui vou estender por 3 anos em breve), quindi, estou aqui na amizade, não estão me cobrando nada, mas consequentemente não estou inscrito no anagrafe, nem tenho um contrato, nada de cessione di fabbricato, ecc. Simplesmente estou aqui.

    Come questo lavoro quer um comprovante e também pretendo fazê-lo para começar o processo de cittadinanza (que farei em paralelo a minha vida di studio e lavoro qui) pensei na carta di ospitalità. O que gostaria de saber:

    Não quero incomodar o proprietário, posso fazer tudo por ele? Preencho a carta e a cessione e porto in questura com a firma e copia dos documentos dele, ou ele precisar ir pessoalmente até lá?

    Grazie mille per l’aiuta!
    Te prometo que assim que me fixar aqui vai ser um prazer escrever uma matéria pra ti, porque seu blog me ajudou/ajuda muito. Não só na cidadania, como em outros fatores, até porque até agora nem dei entrada no processo, pois minha prioridade era estudar, enfim, obrigado novamente pela atenção e ajuda. Ti aspetto 🙂

    Abbracci!

    Responder

    1. Ciao Bruno bom dia

      Que bacana seu relato, parabéns!

      Sobre a cessione di fabbricato, na verdade ela deveria ter sido feita dentro de 48 horas da sua entrada no imóvel, pois este documento é independente do pedido de residência – ele deve ser feito a qualquer pessoa que hospede um estrangeiro em sua casa, entendeu? Portanto recomendo que faça isso o quanto antes, com data não superior a 2 dias. E ele não precisa estar pessoalmente não, basta que você vá com todos os dados preenchidos e uma cópia do seu passaporte, não do dele 😉

      Abs e nós que agradecemos por você compartilhar sua experiência conosco!

      Responder

  26. Oi Fábio. Então, estou pretendendo ir para Itália para trabalhar voluntariamente. Para os hóspedes poderem me receber eles teriam que fazer a cessione di fabbricato? Muito Obrigado!

    Responder

  27. Não, a declaração deve ser feita dentro de 48 horas da sua entrada na residência, o proprietário não pode fazer isso antes da sua chegada, e nem depois destas 48 horas, ok? Você não precisa estar presente, porém ele deverá preencher o documento e incluir uma fotocópia do seu passaporte

    Responder

  28. Olá Juliana tudo bem?

    Independente de qualquer coisa, a cessione di fabbricato é um procedimento obrigatório para quem recebe um cidadão estrangeiro, ok? Abs e obrigado pelas palavras e pelo carinho 😉

    Responder

    1. Fábio mais uma dúvida! Esse procedimento é feito pelo dono do imóvel antes de eu chegar a itália ou eu tenho que estar presente?

      Responder

  29. Fábio , pode me tirar uma dúvida , eu vou ficar na casa de uma família amiga dos meus pais, e ,para fazer o pedido de inscrição anagrafica vou levar a carta de hospedagem mais todos os documentos necessários, a minha dúvida é: é necessário fazer a ” cessione di fabbricato” mesmo que eles vão me hospedar? Ou isso é necessário somente quando se aluga um imóvel ?
    Parabéns pelo blog,todas as informações são muito esclarecedoras, muito obrigada por compartilhar sua experiência com o próximo, è um belíssimo trabalho!

    Responder

  30. Olá Giovanni

    Depende da estrutura: se o imóvel for reconhecido pelo comune como habitável – ou seja, é registrado de acordo com as regras estabelecidas em lei, pode sim ser utilizada para fins residência. Claro que a maioria das casas de repouso, hotéis, casas de clero e similares não se permite fixar residência, pois a natureza jurídica deste tipo de sistemação é outra, porém somente o comune onde está localizada esta estrutura poderá te respoder esta pergunta, ok? Abs

    Responder

  31. Bom dia, Fábio,

    Você sabe se a declaração de hospitalidade emitida por um centro de hospitalidade religioso é válida para fins de residência e cidadania italiana?

    Obrigado.

    Responder

  32. Bom dia Fábio!

    Vamos nos hospedar na casa de um amigo, porém ele não estará na Itália quando chegarmos, ele estará no Brasil.
    Sei que Dichiarazione di Ospitalità pode ser usada para passar pela imigração. As minhas dúvidas são:

    1 – A Dichiarazione di Ospitalità deve ser enviada pelo correio juntamente com a cópia da carteira de identidade de quem irá nos hospedar ou os dois documentos podem ser enviados via e-mail?

    2 – Posso utilizar a mesma declaração para fazer a comunicação de residência ou como o proprietário não estará no imóvel, deverá ser preenchido a Comunicazione di cessione di fabbricato?

    Obigado

    Responder

    1. Olá Radael

      1 – Pode ser enviada sim por email, com a devida fotocopia

      2 – Independente de qualquer outro documento, é obrigatório registrar a cessione di fabbricato em 48 horas da sua entrada na casa na questura.

      Abs

      Responder

  33. Boa noite Fabio!!!
    Esse modelo de declaração que meu namorado deve enviar para mim para que eu apresente a imigração?

    Grata Funny

    Responder

  34. Olá Fábio,
    Muito obrigado pela resposta.
    Ela em princípio vem a turismo mas devo solicitar dentro 3 meses, um Nulla osta de união familiar, se tudo der certo ela fica comigo se não deve retornar para o Brasil…Não sei se tem alguma informação sobre isto, mas agora (pelo menos no consulado de São Paulo) não existe mais a modalidade de Visto de União Familiar, eles me disseram que o familiar interessado deve entrar a turismo e depois acertar a situação na Questura solicitando o Permesso di Soggiorno (mas para isto deve ter antes o nulla osta da preffetura).
    Parabéns pelo seu trabalho e pelas informações apresentadas em seu blog (muitas vezes, mais precisas e corretas, que as fornecidas pelos funcionários dos consulados!)

    Responder

  35. Olá Fábio,
    tudo bem?
    Parabéns pelo blog!
    Minha esposa está vindo a Itália via Portugal e permanecerá em meu apartamento que é alugado. Para ela fazer a declaração de presença é necessário que ela apresente apenas a Dichiarazione di Ospitalità (de acordo com o modelo que postou no blog) e cópia do meu contrato de aluguel e de meu permesso di soggiorno? É necessário também que ela apresente as passagens de ida e volta e a minha inscrição anagráfica (residcência)?

    Responder

    1. Olá Marcelo tudo bem?

      As passagens não são necessárias para fazer a declaração de presença não. Ela vem a turismo ou para viver contigo?

      Abs

      Responder

  36. Oi Fabio, tudo bem?

    Perguntinha básica. Ja estou com todos os meus documentos prontinhos e passagem comprada. Tenho uma amiga em Florença, italiana, com quem vou me hospedar inicialmente, mas preciso saber se ela pode me oferecer esta carta de hospitalidade sendo que o apartamento onde vive e alugado. Ela pode, ou teria que ser mesmo o proprietário da casa que ela aluga?

    De quebra, noticias sobre o comune em Florenca, ainda continua ruim? Obrigadíssima!

    Responder

    1. Olá Rebecca tudo bem?

      Se o contrato di affitto da casa está no nome dela e o imóvel permitir a inserção de mais um membro pode sim.

      Quanto ao comune de Firenze, continua a mesma porcaria 😉

      Abraços e boa sorte!!!

      Responder

  37. Olá Fabio, essa declaração de ospitalitá é a residencia? o dono do imovel fazendo esta declaração tenho q esperar o vigile? é isso…existe diferença entre esta carta de ospitalitá, e a declaração de residencia? obrigado

    Responder

  38. Oi Fabio,
    Tenho mais uma dúvida: na parte do endereço no formulário, eu coloco o meu endereço do Brasil ou é o endereço onde o italiano vai me hospedar?
    Obrigada!!!!

    Responder

  39. Com certeza, Fabio… desculpe-me até fazer esta pergunta, mas a gente sempre tem uma última esperança.

    Será que eu posso te mandar um e-mail para perguntar mais algumas coisas?

    Responder

  40. Ola Jessica

    Jamais recomendarei que alguém fique irregular aqui na Itàlia, exatamente porque acho que nao vale a pena correr nenhum tipo de risco. Nao conheço nenhum caso onde a pessoa tenha sido ‘deportada’ na saida, porém existe essa prerrogativa sim, entao se puder evite o risco.

    Abrços

    Responder

  41. Pois é, Fábio.. fomos na Questura o dia seguinte.. e o atendente disse exatamente a mesma coisa.

    Sendo assim só posso ficar até o dia 02/09, já que cheguei no dia 02/06, certo?

    Você acha que é arriscado eu ficar mais de 90 dias sem o permesso? Vamos supor que não haja controle de policia e que não me peguem além do prazo, mas na hora de sair da Itália, o pessoal da dogana poderia “marcar” o meu passaporte para que da próxima vez que eu viesse pra cá não conseguisse entrar?

    Obrigada!

    Responder

  42. Ola Jessica

    Realmente a informaçao està errada: nenhum extra-comunitàrio que nao tenha um permesso di soggiorno vàlido pode permanecer mais do que 90 dias aqui na Itàlia, se houver um controle da policia por exemplo depois dos 90 dias, voce pode receber a carta de expulsao sim. Fale pro seu namorado ir na QUESTURA e pedir essas informaçoes, que tenho certeza que dirao exatamente a mesma coisa rs

    Abs

    Responder

  43. Oi, Fabio!

    Tenho uma duvida sobre essa Comunicazione Di Ospitalità.

    Vim para a Itàlia no dia 02/06 e vou embora dia 04/10. Vim de férias e estou morando com o meu namorado que é italiano.

    Ele fez essa Comunicazione para mim assim que cheguei, pois segundo ele, ou melhor, segundo os “vigili”, com essa carta eu poderia ficar por mais de 3 meses (visto maximo para turismo) sem problemas… ainda, segundo eles, poderia ter acesso a hospitais se tivesse algum problema de saude.

    Pra ser bem sincera, nao senti nenhuma firmeza nas informaçoes e disse isso ao meu namorado, mas ele bota fé no que disseram… enfim, por isso que vim aqui recorrer a voce, que jà esteve no meu lugar (estrangeiro) e hoje é um cidadao.

    Me dà um Help? Rs

    Obrigada!!

    Responder

  44. Ola Jessica tudo bem?

    Neste caso como voce vem à turismo, peça a esta senhora que và até o comune onde ela é residente e solicite a eles a Dichiarazione d’Ospitalità – o proprio comune tem um formulàrio especifico para isso, ok??

    Abraços e boa viagem!!!

    Responder

  45. ola fabio,
    estou com uma grande duvida.
    vou passar um mês na italia e me ospedarei na casa de uma senhora que irá ter que fazer essa declaração de ospitalidade para que eu possa passar na imigração sem problemas.

    a minha duvida é:se precisa de algo mais,como reconhecer a firma dela ou algo do tipo?
    ou se é só mostrar (a copia no caso)da declaração de ospitalidade assinada por ela e a copia da carteira e identidade dela?

    obrigadaaaa

    Responder

  46. Ola estou indo para Torina fazer minha cidadania mas nao estou conseguindo uma residencia tens uma dica de onde posso conseguir.

    Obrigadaaa

    Responder

  47. Ola Vivi tudo bem??Infelizmente citar uma boa cidade para o processo é muito relativo, pois comunes que sao bons hoje podem tornar-se pessimos amanha! Procure sempre informaçoes de outras pessoas que ja tenham feito o processo recentemente, como foi, quanto tempo demorou e quao burocratico é o comune, assim vc minimiza as chances das coisas darem errado!!!Bjssss

    Responder

  48. Oi Fabio primeiro gostaria de elogiar a sua pagina e dizer q tem nos ajudado mt. Primeiramente gostaria de saber se Torino seria uma cidade boa para se iniciar o processo de cidadania, em termos de menos burocracia e agilidade geral do processo. senao qual cidade voce indicaria?muito obrigada e parabens pela pagina

    Responder

  49. Ola VivianVenda de residencia aqui na Italia é crime, nao conheço ninguem e caso conhecesse denunciaria as autoridades imediatamente!!! Vou até me abster do que penso a respeito, pois posso perder a razao…

    Responder

  50. Oi Fabio, o seu blog tem sido de extrema necessidade, principalmente agora que estou prestes a ir a italia. E por isso estou escrevendo. Estou morando em Londres e preciso "comprar" a residencia na italia, como não conheço ninguém lá, preciso de alguém que assine essa carta por mim e em troca (como nada nessa vida vem de graça, rs) eu posso pagar por esse serviço.Vc sabe onde (em que site ou como) posso contactar pessoas interessadas em vender a residencia? Eu dou preferencia a pequenas comuni.p.s. ou ainda, tem algum amigo interessado numa grana extra pelo favor? [email protected]

    Responder

  51. Bom dia Fabio , quero parabeniza-lo por sua iniciativa neste blog , meu nome è Sidnei , sou neto de italiano , gostaria de saber se vc pode me ajudar , eu estou em Bologna a dois meses , meu processo ja esta em fase final , porem estou tendo um problema com um nome de meu avo , a senhora que assina tudo ou seja a que fara o reconhecimento de minha cidadania , esta com duvidas em questao de sobrenome dele na certidao de casamento , entao resolvi pedir uma negativa , mas como o casamento dele esta ja registrado em Sao Paulo no Consulado , eles nao querem legalizar essa certidao , e a funcionaria responsavel aqui em bologna nao quer assinar sem essa negativa .Como posso proceder so falta isso para ser reconhecido italiano , nao tem mais nada , mas ela insiste que eu apresente este documento .Fico no aguardo de uma resposta sua .. Atenciosamente ..Sidnei .

    Responder

  52. Olá!!! Pelo amor de Deus me ajudem, estou desesperada. Eu e meu namorado fizemos retificações em nossas certidoes, traduzimos, reconhecemos firma e já entregamos para o consulado de são paulo para a legalização. Fizemos tudo direitinho…Mas estou com medo, pois dremos entrada na Itália, em Torin, só que não temos como pagar um advogdo, não falamos Italianoo e não fazemos idéia do 'psso a passo" que temso que fazer parar dar entrada lá…Parece q tem uma nova Lei q diz não ser mais necessáiro comprovar residencia…Irei para Itália dia 27/01/08 e não posso ficr mais q 10 dias pq tenho um curso pra faezr em Londres q á paguei. O que eu faço? Da tempo? Eu consigo sozinha? Como devo proceder? Eu e meu namorado estamos apavordos, POR FAVOR NOS AJUDE!!!!!MTO MTO OBRIGADA DESDE JÁ!

    Responder

  53. Ola Fabio,sempre acompanho o seu blog.Estou com uma duvida.Quando vc foi a Questura, vc teve que mostrar dinheiro, cartao de credito, passagem de volta para o brasil?Aguardo respostaabraco e muito obrigada.Lidia Mancuso

    Responder

  54. Tudo bem, Fábio eu gostaria de sua ajuda, tenho uma certidão de casamento do meu bisnono que diz ser ele natural de Vin, Torino Piemonte, só que não existe Vin em Torino, assim fiz uma busca na lista telefônica italiana por pessoas com o mesmo sobrenome, achei na capital torino e em Vìu sendo este com grafia semelhante enviei um fax pedindo a certidão de nascimento, porém nada consta com aqueles dados, preciso de ajuda.meu e-mail [email protected]

    Responder

  55. AndreSe possivel faça no computador pra ser uma coisa bonitinha rsrsrsA pessoa nao precisa ser necessariamente italiana, mas tem que ter um documento que prova que ela esta legalmente na Italia e a residencia tem que estar no nome dela. Caso a pessoa esteja alugando o imovel, devera apresentar uma fotocopia do contrato de aluguelAbraços

    Responder

  56. FernandoNa verdade o consulado de Curitiba pede a Carta de Residencia. Os passos a seguir sao:1 – Chega na Italia e pede pro dono do imovel onde voce vai residir pra preencher esta carta di ospitalita pra voce2 – Voce vai na questura e faz a declaraçao de presença3 – Com a declaraçao de presença voce vai ate o comune solicitar a inscriçao anagrafica (popularmente conhecida como residencia)4 – Espera o vigile passar na sua residencia e ELE vai confirmar sua residencia, passando pro comune que esta tudo certo e voce realmente reside no local indicado5 – O comune entao emite pra voce a Carta di Residencia, que é o documento que o consulado de Curitiba exige para legalizar os docsEntendeu??Qualquer coisa grita rsrsrsrsObs: Os documentos ja chegaram??Abraços

    Responder

  57. Fabio … perdao mas tenho que compartir meu desespero com todos os Paranaenses e Catarinenses, pela a injustica do consulado de Curitiba, … a lei e a mesma para todos os consulados Italianos no Brasil, ou Pr e Sc nao faz parte deste pais …

    Responder

  58. Grande Fabio…As seguintes duvidas!1-Essa carta tem que ser elaborada como? A mão, papel e caneta? Impressão direto do computador?2-A pessoa que vai me dar essa carta tem que ser Italiana?3-No caso a pessoa que me daria essa carta tambem paga aluguel nao é dona do imovel, da certo?VAleuuuuuuuu….Bacisorte sempre.

    Responder

  59. Fabio, Então para fazer as legalizações no Consulado de Curitiba eu tenho que ter essa carta enviada da pessoa que irá me hospedar na Itália? O que mais necessita para dar entrada nas legalizações ali em Curitiba? Grazie per tutti! Abbraccio!

    Responder

  60. E ai Fabio, essa Dichiarazione di Ospitalita pode ser usada para passar pela imigração tambem?abraço

    Responder

  61. Fabio, sempre surpreendendo!Estou muito feliz por você e pelas informações que você socializa conosco!!!!Felicità!!!positivas vibrações*******

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.