Meu processo – brigando com o comune em Loreto (Ancona)

Ciao amigos

Sei que nao tenho escrito muito sobre meu processo mas estava tendo problemas e nao queria deixa-los preocupados.

Agora que resolvi vou contar tudinho a voces!

Vamos a cronologia:

13 / 06 – Cheguei na Italia
20 / 06 – Fiz minha declaraçao de presença na questura
14 / 07 – Chegada dos meus documentos (Tive que esperar meus documentos chegarem do Brasil, pois ficaram no consulado de SP para serem legalizados)
28 / 07 – Protocolei meus documentos (Pra minha tristeza, quando chegaram os documentos, os dois oficiais, do stato civile e anagrafe estavam de ferias e so retornariam dia 03 de agosto.

Massssssss pra ganhar tempo no dia 28 de julho eu fui ate o protocolo do comune e deixei meus documentos, assim quando a oficial retornasse no dia 03 eu teria prioridade)

03 / 08 – As 10 da manha eu ja estava no comune e a oficial disse que ja tinha recebido meus documentos e me chamaria assim que estivessem analisados.

Ok ate aqui todos acompanharam. Agora preparem os coraçoes que daqui pra frente voces lerao noticias ineditas…

Atençao: Cardiacos e pessoas com pressao alta nao leiam daqui pra baixo, pois contem fortes emoçoes!!!

Muito bem, depois de ter deixado os documentos no comune e retornado no dia 3 o oficial anagrafe nao quis fazer minha residencia, alegando que deveriamos esperar a carta Juris Sanguinis da oficial di Stato Civile. Como ela tinha acabado de me dizer que ia me chamar logo, eu nem questionei o cara. Ia falar da circolar 32… mas tudo bem. Uma semana a mais nao ia fazer diferença

Passaram-se 15 dias e nada. Entao no dia 21 de agosto fui la pra saber… Massss como era agosto, estava todo mundo de ferias DE NOVO…. Afinal era FERRAGOSTO…

Ok, voltei entao dia 28 de agosto, quando oficialmente acabava o Ferragosto e ela em disse que ainda nao havia analisado meus documentos. Isso começou a me deixar preocupado, afinal de contas tinha ate o dia 13 de setembro para pedir o attesa…

No dia 4 de setembro eu voltei no comune e disse a ela que precisava da carta, pois ja havia passado quase 50 dias da data do protocolo e eu nao podia esperar mais… Dai ela veio com uma bomba: eu nao analisei ainda por que voce entregou documentos sem estarem legalizados. – O que??? E tinha mais, ela me disse que nao poderia fazer o processo por que faltava o matrimonio dos meus bisnonnos!!!

Ela entao me mostrou as fotocopias que eu havia deixado la e obviamente eu nao havia fotocopiado o verso, afinal eu estava PROTOCOLANDO os documentos e nao ENTREGANDO os originais – quem me recomendou isso foi a pessoa que estava me ajudando com o processo, entao è obvio que nao me preocupei!!! Mostrei os originais e ela entao disse que estava tudo certo e pediu-me entao mais uma semana…

Como eu ja estava escaldado com ela, fui la na segunda-feira, dia 10 de setembro (3 dias antes de vencer minha declaraçao de presença) e ela me disse que nao estava pronto, que tinha escrito à prefettura de Ancona contando o meu caso e que ainda nao tinham respondido.

Nem esperei ela terminar de falar, peguei o onibus e fui direto para a cidade de Ancona, onde ficava o prédio da prefeitura (governo). No onibus ia treinando os diàlogos – afinal eu iria atè là tentar convencer um funcionàrio de alto escalao a responder ao comune, coisa nao fàcil rsrsrs

Chegando na prefettura a bomba: nao havia nenhum pedido realizado pelo comune de Loreto a meu pedido – e naquele momento começaram a escorrer as làgrimas no meu rosto, nao sei se de raiva ou tristeza. A senhora que me atendeu, percebendo o desespero e tentando me acalmar me perguntou o que estava acontecendo. Expliquei a ela que nao havia uma das certidoes de matrimonio e que o comune de Loreto nao queria realizar o meu processo por causa disso. Aproveitei entao pra dizer que nem residencia eu tinha, pois o oficial anagrafe disse que a circular que o ministero emitiu nao tem validade!

Ela entao ficou completamente revoltada – me disse que a falta da certidao de matrimonio nao è impeditivo para o reconhecimento da cidadania (assunto para o pròximo post) e no mesmo instante ligou ao comune de Loreto:

– Quero falar com a funcionària do stato civile
– Tà ocupada? Desocupa! Quem fala è a Oficial Maior Sensacional da Prefettura de Ancona

Dai nao sei o que aconteceu, sò sei que ela desligou o telefone, pegou um pedaço de papel e anotou o telefone dela, me dizendo:

– Và agora mesmo atè o comune de Loreto e peça – alias, mande aquela funcionària  aceitar hoje mesmo os seus documentos e também emitir a carta Jure Sanguinis para que voce possa solicitar o seu permesso di soggiorno. O mesmo em relaçao ao incompetente do oficial anagrafe. Qualquer problema que voce tiver com uma destas pessoas, me ligue a cobrar neste numero, que è o meu nùmero de celular pessoal – e passe o telefone para a pessoa, quero ver se nao vao resolver isso, to cansada de receber denuncias contra aquele comune!!!

Meus amigos, sai de là com uns QUATRO METROS de altura rsrsrsrs

Bastou chegar no comune, entrar na sala e a mesa da oficial estava TO-MA-DA pelos meus documentos (a oficial da prefeitura tinha conseguido falar com ela no meio tempo) e começamos entao a discutir: eu perguntei qual era o interesse dela em atrasar o meu processo (atè hoje tenho minhas suspeitas, mas deixemos isso pra là), o que ela ganhava com isso, porque teria mentido ao dizer que tinha entrado em contato com a prefettura, e por fim lhe disse que nao sairia dali sem a carta, que ela tinha demorado mais de 50 dias, etc e tal.

Dai chegou a oficial-mor que eu nunca tinha conhecido ate entao, que ouvindo os gritos resolver intervenir Foi super simpatica, me disse que estavam analisando meu processo, que estavam fazendo tudo ao alcance pra me ajudar, pra que eu nao ficasse preocupado que o comune nao tinha nenhum interesse em me prejudicar e que no dia seguinte minha carta estaria la, que ela tinha chegado de ferias naquele dia (a oficial-mor) e que eu nao me preocupasse.

Como Deus è MARAVILHOSO o que acontece naquele momento? O outro oficial, que nao quis fazer o meu pedido de residencia entrou na sala pra perguntar-nao-sei-o-que para a outra oficial e deu de cara com a discussao. A oficial-mor entao lhe pergunta: – Fulano, posso saber por que este rapaz ainda nao è residente? Por que voce nao aceitou o pedido dele?

– E’, veja bem, nao, mas, è que… foi a oficial di stato civile que me disse para nao fazer!!! (humm, tem ou nao cheiro de coisa estranha?)

Resposta da oficial-mor: – E desde quando voce recebe ordens da oficial di stato civile? Nao importa: daqui a pouco, o senhor Barbiero (vixee me senti) vai descer e voce vai efetuar a inscriçao anagràfica dele, ok?

– Sim, senhora. E saiu da sala da mesma forma que entrou kkkkkkk

Desci, fiz minha inscriçao, o cara nem o permesso di attesa pediu (quando fui a primeira vez me disse que era necessario – mesmo eu mostrando a circolare 32).

No dia seguinte – 12 de setembro – la estava eu novamente no comune as 10:30 da manha (abre as 10:00). Adivinham???

Minha carta estava pronta e a oficial-mor veio ate a sala da outra para verificar se estava tudo certo, simpàtica como sempre!!! Me dsse tambem que ja ia pedir minha non renuncia e que o consulado de SP esta respondendo por fax entre 15 e 20 dias.

No mesmo dia fui na posta e com dor no coraçao gastei 14,62 com uma marca de bollo:

E mais 58,50 do kit do permesso di attesa = 30 do kit, 27,50 do cartao eletronico (que tenho certeza que quando chegar eu ja terei minha cidadania) e mais 1 euro de taxa…

Hoje, dia 16 de setembro estou aguardando minha residencia ser confirmada pelo vigile e, pelos calculos mais otimistas em 20 dias terei reconhecida minha cidadania…. claro, se a oficial nao querer “se vingar” rsrsrs

Por isso, como sempre disse a voces, temos que ser perseverantes, acreditarmos sempre que no final tudo dara certo e mais, bater o pé quando nossos direitos forem colocados a prova!!!

Baci a tutti!!!

  • Bruno Dante Sampaio

    Bom dia pessoal!

    Fábio, sou um dos que acompanham seu excelente trabalho e um dos leitores que até agora não postou dúvidas nos foruns, sempre busquei me informar antes de questionar. Mas estou em uma situação muito complicada aqui na Itália. Vim só, aluguei um imóvel, entreguei meus docs na comune para análise e “baaaammm” o oficial do anágrafe encontrou um fator gerador de dúvida no meu processo. Minha bisavó se casou em 1947 com um cidadão espanhol e, segundo o oficial, ela pode ter pedido sua cidadania italiana ao adquirir matrimônio de acordo om o artigo 10 da lei 555 de 1912. Se meu bisavô fosse brasileiro minha vó não perderia a “nacionalidade italiana” porque a constituição brasileira vigente não permitia transmição de cidadania por via matrimonial, mas após pesquisar vi que a constituição espanhola vegente na época, a de 1891, também não transmite, pelo menos não deixa claro quanto a transmissão automática da cidadania. Expliquei isto e mostrei a lei escrita para o oficial e ele ainda não se “decidiu” se aceita ou não meu processo. Disse que tem que se convencer se tenho ou não direito. Enquanto isso estou pagando aluguel, gastando e dormindo mal de noite.

    O problema é que não consegui fazer minha residência, sem o “ok” do oficial não me dão a residência, o que é algo totalmente ilegal.

    Como eu poderia proceder neste caso? Afinal estou sendo restringido de algo que tenho direito por lei.

    Abaixo informo possíveis dúvidas e problemas relativos a este caso específico e, com certeza, de vários outros brasileiros:

    Parte da minha árvore que possa apresentar dúvidas segundo o oficial:

    Nona:

    Arlete vasquez Sampaio

    – Nascita: 05/09/1948

    – Matrimonio: 21/09/63

    Bisnona (figlia del citadino italiano emigrato a Brasile)

    Edda Lovetro Vasquez

    – Nascita: 16/12/1927

    – Matrimonio: 25/10/1947

    > Ha sposato citadino spagnolo José Gutierrez Vasquez

    – Óbito: 03/06/2007

    Tataravô (Dante causa)

    Giuseppe lovetro

    – Nascita: 02/07/1887

    – Matrimonio: 19/10/1909

    > Ha sposato citadina italiana Ada Veraci.

    – Obito: 26/10/1966

    1° Dúvida:

    Minha bisavó, filha de estrangeiros, nasceu no Brasil e de acordo com o artigo 69 da constituição brasileira da época, 1891, mesmo sendo filha de estrangeiros, ela é brasileira, portanto seu casamento foi regido pelo Código Civil brasileiro. Creio que a constituição brasileira de 1891 não admite a dupla cidadania. Este código diz que mulher, independentemente da cidadania dos pais, e de acordo com o príncipio jus solis, é brasileira. Já a constituição italiana é regida pelo princípio jus sanguinis, diz que o fato de ser filha de italiano já basta para ser italiana. Ela é considerada brasileira ou italiana? Se for brasileira, não perde cidadania italiana por casar com estrangeiro e continua com o direito de passar adiante a cidadania italiana, pois sua filha nasceu em 1948.

    2° Mas se, de fato, ela é considerada italiana, há de analisar se ela perdeu sua cidadania ao casar-se com um cidadão espanhol. Segundo alei italiana da época, a mulher poderia perder a cidadania de acordo com a automaticidade da transmição da cidadania do marido. Mas tendo em vista que a lei espanhola da época, 1931, não declara automaticidade imediata de transmição ao dizer em seu artigo n4:

    “La extranjera que case con español conservará su nacionalidad de origen o adquirirá la de su marido, previa opción regulada por las leyes de acuerdo con los Tratados internacionales”.

    A lei espanhola não fala que a cidadania é transmitida automaticamente e subordina a transmissão de cidadania à lei internacional (neste casa à constituição italiana) ao dizer “…prévia opción regulada por las leyes de acuerdo con los tratados internacionales”

    Mas a nomativa italiana, com o artigo 10 da lei 555 de 1912, não afirma a automaticidade imediata da transmissão da cidadania do homem para a mulher italiana com casamento, mas subordina a transmissão de acordo com o entendimento da constituição vigente do marido:

    Art. 10.

    “…[La donna cittadina che si marita ad uno straniero perde la cittadinanza italiana, sempreché il marito possieda una cittadinanza che per il fatto del matrimonio a lei si comunichi (10).”

    Então, como a constituição espanhola não afirma automaticidade de transmissão e a italiana subordina a trasnmissão à automaticidade da trasnmissão da cidadania espanhola por casamento, o que não existe no testo espanhol, logo minha bisavó não adquiriu a cidadania espanhola e nem perdeu a italiana.

  • Robinho

    Nao, o fato de se casar com uma italiana nao te dà automaticamente a cidadania italiana – voce deve naturalizar-se seguindo uma das duas formas abaixo:

    a) Se der entrada no Brasil aguardar tres anos de matrimonio

    b) Se der entrada aqui na Itàlia deve ter dois anos de residencia legal

    Em ambos os casos, apos dar entrada voce deve aguardar pelo menos 2 anos, que é o tempo minimo de concessao da naturalizaçao

    Abraços

  • opa tudo bem?
    olha eu sou jogador de futebol e minha namorada tem a dupla cidadania então seu eu me casar com ela eu tenho como jogar sem contar como estrangeiro?e se tiver logo apos o casamento ja posso ir?
    abraços

  • Ola Max

    No blog tem uma matéria sobre visto de entrada para conjuge de cidadao italiano, basta seguir os passos para conseguir o visto de entrada diretamente no passaporte brasileiro da sua esposa, ok?

    Abs e boa viagem!!!

  • Fabio Tudo bem !!!

    Tenho cidadãnia italiana eu e minha filha, porem minha esposa não, pelo que li no seu blog, posso fazer o pedido para minha esposa aqui no brasil, sou casado há 17 anos.

    Quero viajar para europa, minha esposa pode ir comigo, precisa de visto, passaporte brasileiro,como procedo, ou apresento certidão de casamento, no aeroporto e aceito, aguardo retorno, abraços Max.

  • Ola Margarida tudo bem??

    Seu marido pode solicitar a naturalizaçao por matrimonio, conforme expliquei aqui:
    http://www.minhasaga.org/2007/09/conjuge-tem-direito.html

    Ele nao precisa vir atè a Itàlia para fazer o pedido, pode solicitar diretamente no consulado italiano da regiao onde voces moram no Brasil

    Sobre sua filha, voce foi a declarante na certidao de nascimento dela? Pois se voces nao foram casados civilmente e voce nao foi a declarante na certidao de nascimento, ela sendo maior nao pode fazer a cidadania “jure sanguinis”, deve fazer a eleiçao da cidadania, ok?

    Abs

  • Ola Fabio, Parabens pelo seu trabalho.

    Eu tirei minha cidadania na Italia e minha filha vai fazer o mesmo. Como faço pra saber os documentos que exigem agora? Náo fui casada com o pai dela. Ela vai fazer pela comune de Bergamo. Sabe como posso ter contato la pra fazer essa parte na Comune? que papeis ela tem que levar?

    Grata
    margarida

  • Ola,

    Por favor me ajude…. Fiz minha cidadania italiana em Bergamo e ja estou ate com passaporte. Minha pergunta, posso passar para meu marido? ja estamos casados ha 6 anos. Como fiz na itali, mas atualmente moro no brasil, ele pode requerer aqui ou tem que ir a italia?

    Grata
    e parabens pelo Blog
    margarida

  • Ola Arildo tudo bem?

    Mas se os Carabinieri fizeram o controle e voce nao estava, nao acredito que està tudo ok nao, a nao ser claro que sua sobrinha convenceu-os que voce ainda mora là e està a passeio. E outros controles provavelmente acontecerao, voce nao poderia ter saido do pais até a conclusao do processo…

    Abraços

  • oi fabio , morei 7 anos na italia e minha esposa e filha ja possuem a cidadinanza italiana dei entrada de cidadinanza em abril de 2008, ainda somos residentes na italia mas faz cinco meses que estou no brasil e os carabinieres estiveram me procurando a quatro meses atras para confirmar meu casamento e nao me encontraram falaram com minha sobrinha, a prefeitura me informou que deve esperar que esta tudo ok .tenho duvidas se devo procurar os carabinieres ou aguardar?

  • Anonymous

    Fabio,Desculpe, esqueci de especificar de novo o que estava esperando (estava no e-mail anterior). Estou esperando o confirmacao do "non renuncia" do consulado de Belo Horizonte. Ja faz cerca de 4/5 semanas que espero. Quanto tempo a mais devo levar em conta ate recebe-lo? sabes de uma media de espera em BH? obrigado,Claudio

  • Doctor PauloPois é amigao, isso que eu chamo de saga rsrsrsAbraços!!!

  • BiaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaCi vediamo presto!!!!!!!!!!!!Bjssssssss

  • Ciao ClaudioO que vc esta esperando de BH??? rsrsrsAbraços…

  • Fábio ´´Doctor SAGA´´MARAVILHA! Eu já vinha me indagando por que vc não estava postando mais informações sobre sue processo. Imaginei que estivesse esperando para informar quando tudo estivesse acabado, não imaginei que estivesse em teste intenso de seu sistema cardiovascular. Sempre temos que olhar pelo lado bom do prisma; SEU CORAÇÃO ESTA EM PERFEITA ORDEM.Quando menos esperar vai estar terminada e vc com sua cidadania reconhecida. Melhor que logo vai poder estar com sua família novamente e pelo que entendi iniciar nova SAGA para a cidadania de sua esposa por matrimonio. Vamos lá, BOA SORTE E MUITA SAÚDE.Um forte abraço,Paulo

  • Fábio, parabéns cara! fico muito feliz por vc e feliz de ver alguém como vc ajudando muita gente ( inclusive eu! hehehe) continue com essa força aí e em breve a gente toma umas juntos… cara vc merece além da cidadania uma medalha de honra ao mérito pela SAGA!! hehehebeijosss

  • Anonymous

    Fabio,Fao sei se vc recebeu a minha tentativa de resposta entao aqui vai a segunda. Estou esperando a resposta do consulado de Belo Horizonte. Sabes quanto tempo devo esperar em media? De qualquer forma, obrigado pela ajuda.Um abraco,claudio

  • Roberto Marchesin

    Um amigo do curso de italiano foi buscar os docs. dele no consulado semana passada e o numero dele era 2678. Um abraço a todos.

  • Roberto Marchesin

    Marchesin

  • Anonymous

    Fabio aparece o nome do requerentenas legalizaçoes das certidoes no consulado de SP?pq estou retificando meu rg e o que foi para requerer a legalizaçao esta diferente das certidoes.

  • ClaudioVc esta quase com sua cidadania reconhecida por isso nao se preocupe. Ande com seu certificado de residencia sempre com vc. De qual consulado vc esta esperando a non renuncia??

  • JoaoGrazie!!!

  • Anonimo ISobre o numero que esta atualmente ninguem sabe dizer… So que esta demorando em media 40 dias a 2 meses pros documentos ficarem prontosAnonimo IIInfelizmente é muito dificil alguem que te de a residencia sem assessoria. Pq? Porque o dono do imovel tem que te dar a cessione di fabricatto, tem que pagar taxas e depois que vc vai embora tam que cancelar sua residencia. Por isso é tao dificil alguem trabalhar somente com isso. Eu continuo procurando em Bologna e outros lugares alguem que so trabalhe com isso e assim que tiver novidades eu posto, ok?Abraços…

  • Anonymous

    Fabio,Esta e a primeira vez que visito teu blog. Muito bom por sinal.Esta e a minha saga (resumo.Como ja havia remetido tudo a questura atraves dos correios (cheguei na Italia no fim de Maio)antes de ouvir falar na mudanca da lei tive que apresentar o comprovante dos correios. Pois bem, com tudo ja organizado e a "vigili" ja me visitando, recebi o meu certificado de residencia.Com isso a funcionaria da comune manda o pedido do "non renuncia" ao Brasil e ao mesmo tempo me pede para ir ao CSI para apresentar pessoalmente o certicidado de residencia + carta solicitando o permesso di soggiorno para eles solicitarem o permesso de soggiorno a questura. So que isso 4 dias do termino do tempo permitido (3 meses). So que o cidadao nao estava la. Resultado: os 3 meses se passaram e nao consegui rementer os papeis a questura. E agora como que fico? Com todos os papeis prontos e so esperando a resposta da consulado (non renuncia)estou "ilegal" no pais. Tudo por causa de uma "ferias" do funcionario da CSI. Alguma sugestao? Sera que tenho chances de resolver isso sem sair da Italia e retornar? Qualquer ajuda seria bem vindamuito obrigado.Claudio

  • Parabéns Fabio

  • Anonymous

    OLA FABIO,TUDO BEM??FIZ UM COMENTARIO,HA ALGUNS DIAS E AINDA NAO ME RESPONDEU,NA VERDADE, PEDI UMA INFORMACAO;ESTOU INDO NO INICIO DE OUTUBRO P/ ITALIA E NAO CONSEGUI A RESIDENCIA AINDA;GOSTARIA DE SABER SE TEM CONTATOS P/ ME PASSAR QUE FORNECAM A RESIDENCIA,MAS SEM A ASSESSORIA;JA TE MANDEI UM E-MAIL TAMBEM,MAS TAMBEM NAO FOI RESPONDIDO;SE PUDER ME RESPONDA O MAIS RAPIDO POSSIVEL,POR GENTILEZA;DESDE JA AGRADECOABRACOS!

  • Anonymous

    Levei meus documentos em São Paulo dia 16/08 para serem legalizados e até agora nd.Aguém poderia me informar que nº a fila esta ?Obrigado !!

  • Ana, ja pedi pra ela entrar em contato…Simone, eu ainda nao quero pensar nisso nao senao posso enfartar antes rsrsrsAndre, amigao: os emails estao voltando!!! Da uma olhada, ok?

  • Fala Fabio, não me mandou o e-mail, to precisando muito achar uma certidão para um amigo e ai ta afim de procurar pra mim?, só preciso saber como vc faz, quanto cobra etc…E to feliz com as novidades espero que continue dando tudo certo pra vc sempre…Abração.meu a-mail: madsessionandre@hotmail.com

  • Fabio, vc tem noção de que daqui a pouco vc terá a cidadania oficialmente reconhecida ???? Muito bom isso !!! Eu tenho certeza de que o mais complicado já passou, daqui pra frente vai ser só glória !!!!

  • Anonymous

    Fábio……….aesar do desespero que deve ter dado……sempre tem que ter uma histórinha meio comprida pra vc contar e com final feliz né…….que é o melhor de tudo….rezando pra tudo dar certo…sucesso e beijinhos…..ahhhhhh, a ivette ainda não respondeu pra minha filha (marcelle) e ela vai embora dia 14/10……..aguardandoana luísa

  • FabioFiquei cansada e fula da vida só de ler,imagino você aí,enfrentando e esperando.Precisa mesmo de muita p-a-c-i-ê-n-c-i-a!Mas agora vai.bjsssssssssss

  • Ana e Anna rsrsrsPois é, temos que ter perseverança pq as dificuldades nos fazem crescer!!!Bjsssss

  • Ciao Saga,Aqui é a Anna, que acompanha seu blog desde o início dos tempos… haha. Faz tempo que eu não me manifestava, mas aqui estou eu. Agora na Italia tb!Estou na Itália faz 1 mês e ontem fui ao comune verificar como fazer a residência (porque depois de 1 mês consegui um apartamento para alugar) e o oficial foi analisando meus documentos sem eu nem ter pedido. Estou na região trentina, onde tenho familia e a cidadania estou fazendo pelo bisavô da Toscana. Quando o cara viu a certidão da Toscana disse que eu estava no lugar errado, que deveria ir para a cidade de origem do meu bisavô! Eu fiquei muuuito revoltada, mas fiz cara de boazinha e disse pra ele "mas a informação que eu tenho é que qualquer comune pode fazer a prática" e ele "sim, qualquer comune, mas eu vou ter que pedir documentos para a Toscana" rsrsrs. E eu prontamente, entendendo o sim dele disse "va bene" rsrs. Ele olhou tudo, viu que estavam legalizados e ficou resmungando que ia ter que trocar informações com o comune do meu bisavô e com o consulado de SP… cara preguiçoso!Para vc ter uma idéia, o cara implicou com meu sobrenome. Ele é grande e o sobrenome italiano está em ultimo lugar, já que é do meu pai. Ele disse que teriamos problemas com o meu sobrenome (???).O cara insistiu que para fazer a inscrição anagrafica eu teria que ter o permesso di attesa. Eu mostrei a circolare n 32 e ele disse que não, que eu teria que ter o permesso porque a declaraçao de presença vale somente por 90 dias. Cara chato! Eu pedi a carta para fazer o permesso, mas ele não quis me dar, porque disse que não precisava. Uma zona. Não sei [ra que serve essa Circolare 32 se eles não seguem… Bom, mas nem conto da busca por apartamento porque foi a pior parte… 1 mês para encontrar, com ajuda de parentes italianos e ninguém quer alugar para extra comunitário. Mas agora consegui, de um amigo italiano.Bjos e boa sorte sempre!Annaps: não tenho postado comentários, mas leio SEMPRE seu blog

  • Anonymous

    Jesus Cristo!! Isso que é SAGA, hein?? Mas no final tudo dá certo, nem esquenta. "Há quem diga que a felicidade não consiste em chegar ao topo da montanha mas sim no caminho que se percorre até lá"Um abraço e muito boa sorte, sempre!!!Ana Claudia