Carta de um ‘italo-brasiliano’ ao presidente Lula

Olà Senhor presidente

Sei que o senhor deve receber milhares de cartas por dia, mas peço aos seus assistentes que lhe dirijam esta humilde carta, pois eu sei que o senhor é um homem ocupado e eu gostaria de compartilhar com o senhor algumas das minhas percepções sobre o nosso pais.

Ha um ano sai do Brasil rumo a Italia, onde – junto com a senhora Marisa – tenho o direito de viver por ser descendente de italianos: meu antenato veio ainda nos idos de 1890 para trabalhar nas lavouras de café do interior de SP. A diferença entre eu e a dona Marisa é que ela conseguiu o reconhecimento da cidadania dela em poucos dias, e eu como simples mortal depois de saber que os consulados italianos no Brasil demoravam décadas resolvi juntar meus trapos e ir diretamente a Italia fazer meu processo de reconhecimento de cidadania por lá mesmo.

Ah senhor presidente, neste um ano eu vi um mundo de verdade, onde os motoristas respeitam os cidadãos, praticamente não existem semáforos presidente! Basta colocar o pé na faixa e o motorista dá passagem ao pedestre, muito diferente dos motoristas brasileiros que se bobearmos nos atropelam na calçada mesmo…

Vi também uma coisa que me espantou, senhor presidente! Vi que lá quanto mais novo é o seu carro, menos imposto se paga, veja que interessante! E lá também o seguro é obrigatório, não se pode andar sem ele. Dai fiquei pensando: Tenho que levar esta idéia ao nosso presidente, que irá adorar a idéia, afinal no Brasil acontece o inverso: quanto mais velho o carro, menos se paga de imposto e conseqüentemente estimula-se à compra de carros velhos, que atrapalham o transito, provocam mais acidentes e onera mais o Estado.

Vi também presidente, como funciona o sistema de saúde italiano. Eles utilizam um sistema de prioridade com cores: vermelho, amarelo, verde e branco. Quando chega um paciente em graves condições ele recebe uma etiqueta vermelha, que significa que esta em perigo de vida e tem prioridade total. Amarelo são casos graves, que precisam de atenção mas não são casos fatais. Depois vem as outras cores, onde os pacientes não estão em risco de vida, e nestes casos – e somente nestes senhor presidente – o paciente tem que pagar uma pequena taxa que custa em torno de 20 euros pela consulta. Não é fantástico senhor presidente? E ainda tem o médico de família, e muitas outras coisas interessantes por lá na área da saúde, o senhor precisa ver…

Senhor presidente, eu vivo em Pisa, perto lá da torre torta! E lá também tem políticos tortos como aqui, claro que em menor quantidade. Tempos atrás afastaram o primeiro ministro só porque não confiavam mais nele. Disseram que por ele ter tido um ministro envolvido com problemas ele não era mais confiável, afinal ele que tinha colocado o ministro lá e era sua responsabilidade! E o afastaram do cargo, inacreditável. E imediatamente convocaram novas eleições…

Porque não utilizamos este mesmo critério, senhor Presidente? Se fosse na época do Império Romano eu ia sugerir que o senhor mandasse construir um Coliseu igualzinho ao de Roma no Brasil pra enviar todos os políticos “tortos” do Brasil pra lutar com os leões, imagina a festa que o povo ia fazer!

Mas já que não dá pra aplicar esta idéia, não seria possível pelo menos demitir, exonerar e prender os “tortos”? Porque pelo que acompanho pelos jornais, no Brasil os políticos “tortos” continuam no cargo, mesmo depois da existência de provas contra eles. E eu não consigo explicar os italianos porque mesmo diante das provas e fatos os políticos continuavam mantendo os benefícios. Difícil presidente explicar algumas coisas tão obvias aos europeus… Dai eles descobriram que não é só a torre que é torta, os políticos brasileiros também são!

Dai presidente eu voltei agora pra passar férias em São Paulo. E senhor presidente, o que aconteceu com o preço das coisas? O que há um ano custava 3 hoje custa 10… Fiquei espantado porque meus parcos euros não conseguem comprar praticamente nada. Estão falando da volta da tal inflação, é aquela mesma que dizimava os salários nos anos 80, presidente? Meu Deus, eu me lembro que as coisas pela manha custavam um valor e à tarde custavam outro valor. Não acontecerá novamente não, né presidente?

E um dia, eu estava conversando com um engenheiro sobre nosso fantástico programa do biocombustivel, sobre como é fácil produzir energia através da cana-de-açúcar. O senhor não acredita: quase apanhei! O engenheiro disse o Brasil está acabando com o solo, pois a cana-de-açúcar empobrece o mesmo, inviabilizando-o pra novas plantações. E eu fui ao interior de SP e fiquei pensando que se meu antenato italiano chegasse hoje no Brasil ao invés de plantar café ele plantaria cana, no imenso canavial que se tornou o estado de SP. Este engenheiro me dizia que comparado a outras fontes de energia, o biocombustivel perde feio, senhor presidente. Dizia que é necessária tanta matéria-prima pra gerar uma pequena quantidade de energia, que a relação custo-beneficio não compensa. Alias, compensa pra quem planta a cana, que geralmente arrenda as terras e depois de poucos anos a devolvem ao pequeno produtor praticamente desértica. Incrível como os europeus entendem das coisas, presidente!

Ah senhor presidente, lembrei de outra coisa: Estes dias estava tentando explicar pra um amigo como se vive no Brasil com 150 euros por mês. Tentava explicar também o que significava “plano de saúde” e ele não entendia porque eu não poderia levar minha família a um simples hospital publico em SP… Mas difícil mesmo foi colocar na cabeça dele que eu era obrigado a manter minhas duas filhas pequenas em colégios particulares, puxa presidente, europeu não entende nada de pobreza, violência…

E o sonho dele era conhecer a favela, imagine só! Eu disse que era perigoso e ele não acreditou! Alias, só começou a entender o perigo depois que estreou nos cinemas italianos o filme Tropa de Elite. Dai ele começou a entender que favelas não são apenas casinhas em cima dos morros.

Enfim, senhor presidente, eu gostaria de convidá-lo pra ficar na minha casa na Italia, pertinho da torre torta. Quem sabe assim o senhor não consegue ter uma idéia de como “desentortar” o Brasil

 

Abraços

 

Fabio Barbiero

Pisa – Italia

http://minhasaga.org

  • Angela Faoro

    E hoje em dia o Sr. Ex Presidente Torto, envolvido na maior história de roubo e corrupção do país, foi indicado para ser ministro da casa civil! Avante Brasil!

  • Isabella Falieri

    Poxa Fábio é triste pensar que nosso país só piorou, li outro dia que hoje até para sair do país está difícil com o Euro ao preço que está, mas com fé em Deus estou indo tbm e dando adeus ao governo ”torto” do Brasil

  • André Zamp

    7 anos atrás e estamos mais “tortos” ainda. Mas graças à Deus estou saindo também, pois o Brasil é um caso perdido.

  • Ola Juliana tudo bem?

    Discordo sobre a saude publica – a Italia està a mil anos luz na frente do Brasil neste quesito. Relembrando que minha carta foi ao Lula e nao a Merkel – o que significa que em nenhum momento fiz algum tipo de comparaçao entre Italia e Alemanha, e sim entre a Italia e o Brasil – as duas realidades que conheço.

    Felizmente nao tenho tanta experiencia no sistema publico italiano, porém todas as vezes que precisei de um exame, do meu mèdico de familia, e do pronto-socorro (precisei levar tres cliestes em casos diversos) fomos muito bem atendidos, de forma ràpida e tranquila. Obviamente que filas existem, porém jamais encontrei com um leito no meio de um corredor ou alguém que tenha sido ‘esquecido’ num pronto-socorro.

    Neste assunto, geralmente os brasileiros cometem um grave erro: comparar o sistema PUBLICO de saude italiano com o sistema PRIVADO brasileiro. Nao foram poucas as vezes que ouvi alguém dizer: ahhh mas na Unimed eu jamais enfrentei fila e aqui na Itàlia demorou uma hora pra eu ser atendido.

    Nao podemos generalizar problemas pontuais, jà fui atendido no Brasil por vendedores péssimos, grossos e mal-educados – e nem por isso posso dizer que os brasileiros sao todos pessimos, grossos e mal-educados…

    Sobre transito: eu vivi a vida inteira em SP, jà fui atropelado por motoqueiro em cima da faixa de pedestres, e quisera fosse um caso isolado… No Brasil parece que a faixa de pedrestres foi criada para que os carros parem EM CIMA dela, e nao antes.

    Efetivamente viver no exterior me faz enxergar ainda mais a absurda falta de segurança que existe no Brasil, seja em grandes capitais, sejam em pequenas cidades, onde o trafico de drogas aumenta cotidianamente. Conheço nao sò a Italia, mas diversas cidades na Europa e sequer as maiores como Londres e Paris tem indices tao criticos de falta de segurança, latrocinio, estupro e outros crimes barbaros que existem no Brasil.

    Porém cada um vive onde se sente bem e considera “sua casa”, pra voce è o Brasil, pra mim è a Italia, pra outros Espanha, Portugal e assim por diante, o importante è se sentir bem e feliz 😉

    Abraços

  • Ainda sobre a saude na Italia, recentemente fiz uma simples consulta oftalmologica pelo sistema publico e tive que pagar 28,50 euros pelo ticket. E no pronto socorro, se voce vai com “codice verde o bianco” tem que pagar um valor nao muito baixo. Eu mesma ja fui com “codice bianco” e me fizeram pagar uns 50 euros.
    Transito… bem, os italianos nao sao muito mais educados que os brasileiros. Quando voce disse “Basta colocar o pé na faixa e o motorista dá passagem ao pedestre, muito diferente dos motoristas brasileiros que se bobearmos nos atropelam na calçada mesmo…” me lembrei de todas as vezes que vou atravessar a rua na hora do almoço ou la pelas 17 ou 18 horas, quando os motoristas estao impacientes para voltar para o aconchego do lar e so param se voce, com muita coragem, praticamente se joga na frente do carro. A situaçao piora em Napoles, onde cheguei a achar a Rodovia Dutra em epoca de feriado tranquila. Ninguém respeita ninguém, os onibus e bondes quase colidem com os carros e se nao se faz como eles, voce nao consegue andar. Mesmo no norte, quase fui atropelada em Milao atravessando com o semaforo aberto para pedestres.
    Um dos aspectos que a Italia supera o Brasil e que voce esqueceu de citar é a qualidade da educaçao basica publica. Embora a Italia esteja atras de muitos paises da UE, ainda assim consegue garantir uma formaçao de qualidade. No Brasil de hoje, escola publica so para quem nao tem mesmo condiçoes de pagar uma privada ou para quem nao esta muito afim de estudar. A qualidade piorou muito menos de 5 anos e nisso falo com total certeza em quanto estudante das escolas estaduais paulistas entre 1989 e 1999.
    Nao sou chauvinista, tampouco petista, mas aprendi com minhas experiencias na Italia que o Brasil nao é assim tao mal como se pensa. Que nao é o pais do Terceiro Mundo como postulam algumas teorias socio-cartesianas. Em menos de um ano morando na Italia vi que ha muitos pontos em comum entre os paises, pontos estes nao so em relaçao a infraestruturas mas como modo de pensar.
    Infelizmente temos a péssima mania de subestimar o Brasil e achar que la nada vale ou funciona. Uma experiencia no exterior às vezes ajuda a enxergar pontos muito positivos que nosso pais tem a oferecer.
    Um grande abraço e, mais uma vez, parabéns pelo blog.
    Juliana

  • Caro Fabio
    Gosto muito do seu blog e da forma como passa diversas informaçoes sobre a Italia a seus leitores. Quando me escrevem querendo saber de cidadania e outras documentaçoes, seu blog é um dos primeiros da lista de indicados.
    Li e gostei de sua carta ao ex presidente Lula. Em muitos pontos estou totalmente de acordo e, da mesma forma, descordo de outros tantos.
    O primeiro deles é sem duvida a politica, considerada uma das mais corruptas da Europa. Nao vejo diferenças abissais entre a nossa e a italiana. Voce deve ter visto e lido noticias (dos jornais e telejornais sérios, obvio) casos de corrupçao, clientelismo, pai que coloca filho ou politico que coloca amante incompetentes em cargos que deveriam ser dirigidos por pessoas sérias e conscientes, decreto de leis abusivas, desacordos entre membros do mesmo partido. Tudo isso lembra muito uma historia que ja ouvimos, né?
    Outro ponto que discordo, em partes, é a saude publica. A italiana nao é totalmente eficiente e esta longe de ser comparada a da Alemanha, por exemplo. E ja que falei do caso alemao, meu marido foi trabalhar em uma cidadezinha minuscula da Alemanha e la teve uma crise renal (isso porque tinha feito ha 2 dias uma ecografia em uma clinica privada italiana, ja que pelo sistema publico – da Lombardia – teria que esperar 4 meses, e nao tinha acusado nada). No ambulatorio dessa mesma cidade ele fez uma ecografia e foi levado na hora para o hospital de Amberg com calculos renais. A CRS dele, cidadao italiano, nao pagou todos os custos que deveria pagar sendo uma carteira europeia. Teve outro caso que aconteceu com meu marido, em Roma. Foi para o pronto socorro do centro da cidade com “codice giallo”, o enfermeiro que nos atendeu foi super mal educado e se eu nao tivesse burlado a segurança ele ia ficar la no corredor até a hora que acordasse e eu sozinha na sala de espera sem ter noticias dele.

  • Anonymous

    Estou chocada!!!!Quem permite q pessoas abusivas,atendam no Consulado Italiano situado em Curitiba? Totalmente incorreto, moralmente ofensivo!!! Batidas de portas,caretas e gritos. O q e isso? Quem escolhe essas ABERRACOES? Por acaso acham NORMAL E BONITO agir deste modo??? So na casa deles, GRACAS A DEUS NAO NA MINHA FAMILIA!!! E mais uma coisa, deveria ser feita uma selecao dos q vao em busca do documento ,porque vi pessoas da mais baixa categoria de educacao no mesmo Consulado…. Pudera q tantos bandidos e ladroes estejam entrando na Europa!!!!!

  • Anonymous

    Estou chocada!!!!Quem permite q pessoas abusivas,atendam no Consulado Italiano situado em Curitiba? Totalmente incorreto, moralmente ofensivo!!! Batidas de portas,caretas e gritos. O q e isso? Quem escolhe essas ABERRACOES? Por acaso acham NORMAL E BONITO agir deste modo??? So na casa deles, GRACAS A DEUS NAO NA MINHA FAMILIA!!! E mais uma coisa, deveria ser feita uma selecao dos q vao em busca do documento ,porque vi pessoas da mais baixa categoria de educacao no mesmo Consulado…. Pudera q tantos bandidos e ladroes estejam entrando na Europa!!!!!

  • BELO DE UM COMENTÁRIO QUE FAÇO QUESTÃO DE MANDAR UMA PARA CADA CASA DE VEREADOR, PREFEITO, ETC. AQUELA CORJA IMPRESTAVEL, DESCULPA AS PALAVRAS MAS É DE REVOLTAR COMO O POVO É CEGO.

    ISSO EXPLICA POIS OS VEICULOS NO BRASIL CUSTA 5 VEZES MAIS CAROS OU ATÉ MAIS QUE NA EUROPA, QUER UM EXEMPLO, MEU CIVIC CUSTA NO BRASIL 12.000 MIL REAIS E AQUI NA IRLANDA POR EXEMPLO (ONDE ESTUDO INGLES ATUALMENTE) CUSTA APENAS 500 EUROS E VEM COMPLETAÇO, NEM TEM NA RUA DE TÃO RUIM QUE É O CARRO ACREDITEM …. É 100% AO CONTRARIO DO BRASIL INFELIZMENTE! REALIDADE NUA E CRUA ….

    DESCULPE MAS É QUE ESTAJA INTALADO MESMO A MUITO TEMPO ISSO!

  • Ola.

    A carta do Fabio falou tudo o que muitos brasileiros descendentes gostariam de falar.Discordo so de uma coisa…A questao da saude(cores):isso é um sistema de triagem utilizado em quase todo o planeta(incluindo o Brasil).Somos mao de obra qualificada mundialmente.Sou enfermeito e trabalho na Italia.O mesmon nao poderia dizer de um italiano no Brasil(possuem formaçao técnica muito atrasada em relaçao as faculdades brasileiras).E muitas outras profissoes idem(dependeno a especialidade).

    Sei de casos aqui na Italia de gente em corredores esperando horas,operando pessoas quase mortas pra tirar dinheiro do sistema,bebados atropelando pessoas,etc.Isso ate na Inglaterra.

    No Brasil muita coisa esta horrivel.Mas vamos maneirar.Aqui nem tudo é Brastemp.

    Bom dia.

  • eu sei que o brasa ta atrazado uns 20 anos comparado a italia em muitos aspectos ,como a vida custa mais no brasil que aqui na italia em tudo ate pra come fora quando se compara a media de um trabalhador brasuca com um italiano o brasuca perde feio mas nao porque um ganha em euro e outro em real , e sim em percentual porque se pegarmos um brasuca que ganha 1500 reasi e um italo que hanha 1500 euros que digamos e esta amedia dos dois ,no brasil um carro custa 25 mil reais , aqui na italia o mesmo 10mil euros ,quer dizer que um barsuca trabalha mais que o dobro pra ter o mesmo , tvs , tel. ate sapatos ,e ate comer em restaurantes no brasil com 10 reasi nao se come nada um hamburber mas em restaurante ,nada ja aqui se come um segundo com contorno.em geral a vida custa menos , so que dentista e medicos advogados aqui na italia se voce precisar ta perdido ,ate pra pegar remedio no posto tu tens de pagar so se for algo muito simples pra nao pagar com a receita do medico na mao,e se for em um pronto socorro porque esta se sentindo mal mas nao for nivel vermelho chiiiiiii teras de esperar e se for nivel amarelo digamos uma contusao que nao sangra podes esperar ate a morte vi gente esperar 5 horas no pronto socorro ,se tiver de fazer exames com aparelhos ,digamos para o coracao tens de esperar abrir vaga ,dependendo de onde mora pode ser 2 meses mas podes ser ate 2 anos para um exma do coracao ou que seja na italia , no brasil isso e mais ou menos o mesmo , mas o problema do brasil que nao me faz voltar pra la e olha que morarva em floripa , e a violencia que e absurda, tanto nas ruas quanto no transito ,o transito no brasil e coisa de outro mundo ,as vezes nao entendo se no brasil a vida das pessoas nao vale nada ,sei que estradoas sao horriveis sem comparacao mas as pessoas precisam ser educadas com energia la se nao nao muda .e corrupcao no brasil e altissima a coisa que me espanta e que no brasa eles pensam que esta bom , claro esta melhorando mas e ainda horrivel sem segurancao as escolas sao horriveis as pessoas saem das escolas publicas e nao sabem nada .os professores sao terriveis ,e espero que no brasa e na italia as coisas mudem para muito melhor ciao

  • Show!!! Fabio, e desta forma q “ele”, talvez entenda ,mas q paciencia tem q ter com gente burra e ignorante!!! Qto tempo estamos atrazados:50 anos, ainda????? Abracos.

  • velhinhufazia tempo q naum passava akisensacionalparabens pelo textoc cuidaabraco

  • ana, que bom ver outras pessoas aqui com o mesmo pensamento!auguri,Lucas

  • Parabens pelo site Fabio! Li sua carta ao presidente e meu primeiro ponto e' que nao se deve ser ironico pra se falar de assuntos serios a nao ser que vc seja o Arnaldo Jabor.Acho que muitas informacoes tem fundamento mas lembre-se que a Italia tb e' um pais grande,os motoristas podem parar na faixa ai' pra vc, mas em milao nao param. Frequentemente vc tem que esperar e so' se eles te veem ja andando eles param. E sobre o mesmo assunto, Brasilia por exemplo e' uma cidade onde realmente vc coloca o pe na faixa e eles param. Brasilia, a capital do Brasil.Teoria, e' sempre teoria, no Brasil tambem temos teoria, essa coisa das bolinhas pra ser atendido no hospital…tenho uma amiga que passou horas no hospital pra uma consulta, ela e' italiana. E sem entrar em muito mais detalhes so' citando o nome porque todos ja' sabem o que e' pricnipalmente quando se mora aqui: Mafia. Poderia passar algumas hora a te contar como a Prefeitura e orgao publicos aqui NAO funcionan. Porque segundo meu ponto de vista o Brasil apenas aprendeu muito bem com um pais como a Italia a ser ladrao e displicente. Afinal foram tantos no nosso pais, alguma coisa eles nos ensinaram de ruim e de bom tambem…como eu como bem nesse pais!Sobre a violencia e' vergonhoso falar do Brasil, tenho medo de voltar pra la' e imaginar as noites no meu bairro.De qq forma tenho tido acesso a noticias otimas sobre o nosso pais, esta bombando em todo o mundo, recebo um jornal on line se chama "em questao" e tenho uma das ultimas Veja comigo que fala sobre o Brasil na Globalizacao, e' inacreditavel o posto que estamos atingindo. Claro que noticias sao manipuladoras e temos que filtrar, mas numeros sao numeros.Estive numa EXPO de Real State aqui em Milao e para uma EXPO que nao era tao grande eles terem 2 stands sobre investimento no Brasil…isso diz algo. Acredito que logo seremos um pais de Primeiro Mundo e que veremos mudancas muito rapidas no nosso pais. Alias, as favelas nao sao culpa do Lula e vc a de convir que nao e' la' um problema muito facil de se resolver, depende de trafico, policiais desonestos e' todo um emaranhado.E se voce realmente que ver um pais que funciona conhesa mais sobre a Holanda e todos os projetos do governo e leis que nao estao em papeis mas efetivamente fazendo a vida das pessoas ter qualidade.Saluti,Ana

  • Gostei da carta que você escreveu ao Presidente. Vivemso a realidade de como é o país de terceiro mundo. Um dia eu vou ter a oportunidade de conhecer a Itália, país de meus antepassados.

  • Ola Fabio!Bacana voce exprimir suas ideias diretamente ao presidente, ao contrario de muitos que ficam pela rua falando como se fossem os donos da verdade mas nao tem coragem de dizer cara-a-cara.Mas sinceramente, tenho que discordar de voce em muitos aspectos. Nao quero discutir politica aqui, pois junto com religiao é assunto impossivel de se discutir. Mas os quase 10 meses que ja estou aqui so serviram para desmistificar muita coisa, quase tudo que voce exalta em tua carta. Nao quero rebater todos os pontos com os quais nao concordo, mesmo porque em certos aspectos voce esta certo, especialmente em relacao ao sistema de saude publico (embora aqui nao seja a maior maravilha, e medico de familia exista no Brasil tambem), mas quero apenas exprimir um ponto de vista diferente em relacao a algumas coisas que mais me impactaram.A coisa que mais me assusta aqui é o transito. A Italia é um dos paises com maior relacao de carros por habitante no mundo. Ja reparou como aqui é normal estacionar sobre a calcada, em qualquer canto que caiba um carro? Ja viu como as motos andam pela calcada pois a rua esta congestionada? Alias, ja reparou que nas grandes cidades as calçadas sao tambem de asfalto? Concordo que taxar menos os automoveis mais novos é uma boa coisa, pois leva a uma frota mais "em ordem", mas também estimula o consumo, ou seja, mais e mais carros na rua e o famoso casino da madonna. Pelo menos o sitema publico de transporte que vemos aqui é geralmente melhor que o nosso…!Outra coisa que me assusta demais aqui é a politica. Conseguem ser piores do que nos! O primeiro ministro nao te lembra um famoso politico brasileiro, que "rouba mas faz"? E que esta sempre envolvido em processos, mas sempre escapa pela tangente? Mas pelo menos nao foi mais eleito… Agora sim a turma aqui esta mesmo por escapar, pois esta em fase de aprovacao uma generosa imunidade parlamentar: enquanto estao no governo, nao podem sofrer processos. Nisso estavam mesmo atras de nos, mas agora conseguiram chegar. E ainda com muitos outros agravantes, que chegam a colocar a Uniao Europeia contra. Quem acompanha os jornais – estrangeiros principalmente, pois toda a midia de massa daqui é controlada pela mesma pessoa – sabe sobre o que falo. Coisas sobre as quais nao se ouvia falar ha boas decadas. So aqui entra no governo um partido que prega a divisao entre o sul e o norte de um pais!Nessa mesma onda entra nossa situacao de descendentes: direitos constitucionais sendo deliberada e descaradamente desrespeitados. Um pais que deseja fazer parte de uma organizacao globalizada como a Uniao Europeia tem de estar preparado para assumir nao so os bonus, mas tambem os onus. Faz parte do processo.Quem acompanha as noticias ve que a inflacao aqui tem comido solta tambem. Tipico de paises com alto indice de corrupcao.Voltando ao tema saude, ja foi a um dentista na Italia? Sabia que tem gente que vai ao Brasil fazer tratamento dentario? Fica mais barato, com passagem e tudo, e a qualidade nao se compara. Ir ao dentista aqui é jogar com a sorte, pois pode ficar pior. Nao se esqueca tambem dos diversos centros de referencia mundial em medicina que temos, principalmente em nivel de pesquisa e ensino universitario.Bom, se fosse continuar nao acabaria mais, entao vou parando por aqui!Ti prego! nao leve a mal meu comentario, so quero contribuir para a discussao e para pensarmos juntos com nossos pontos de vista divergentes. Nao me agrada essa ideia geral de que "tudo que é brasileiro nao é bom", que "esse pais é uma merda", que "nada aqui vai pra frente" etc etc. Mesmo na midia brasileira, tambem comprada, temos visto tantas noticias boas e animadoras. Parece piada, mas justamente quando mudei de pais o nosso comecou a dar reais e consistentes sinais de crescimento. Da vontade de voltar antes às vezes.E eu simplesmente nao aguento ver esse tipo de critica. Se voce estivesse na Suecia ou na Dinamarca, va la… Mas a Italia… é praticamente o 3º mundo da Europa! Ha alguns meses eu pensava exatamente como voce, mas bastou-me esse tempo aqui para mudar um pouco a cabeca.Sabe que admiro teu trabalho e principalmente tua generosidade em nao negar a informacao que tanto nos ajuda, entao veja meu comentario com bons olhos, ok? E afinal, se voce publicou seu texto é porque queria discuti-lo, certo?Abracao!!

  • Caro Fabio!!!Obrigada pela carta ao predidente!!!Fantastica!!!Realmente, a fila no Consulado de São Paulo é gigantesca!!Eu não tenho condições financeiras para ir a Itália, não da pra mandar uma carta também para o Presidente da Itália ou algum ministro mostrando essa situação???rsrsrsrkkkk Agradeço desde já!!!! Rosemeire

  • Vai que algum assessor gosta das idéias e sugere ao Lula como se fosse idéia dele! ehehBoa viagem de volta

  • Simplesmente adorei sua carta, INFELIZMENTE ele nao vai ler, mas como vivemos de esperanças, valeu muito sua atitude, tu escreveu oq a maioria de nos gostariamos de dizer a ele. Agradeço sua atitude corajosa e inteligente de alfinetar o infeliz.

  • Como é difícil voltar a nos acostumar com a vida que levamos no Brasil (no meu caso em SP) depois de um período na Europa. Outro dia conversando com uma amiga ela me diz:- Nossa! Como Londres está ficando perigosa né? Vc viu que morreu mais um esfaqueado ontem?Daí parei por um tempo e lembrei a ela como era (ainda é infelizmente) em SP:- Não sei porque do espanto. Em SP, tinham dias que morriam dezenas de pessoas em chacinas e pra gente aquilo era normal e agora vc se indignando com uma morte?E ela:- É verdade… Acho que estou entrando no jeito londrino de ser e ver as coisas…Foi um papo besta mas mostra bem a diferença entre Europa e Brasil. No nosso país a violência assim como outras coisas estão banalizadas e aqui existe muita preocupação com esses assuntos bem como com harmonia de toda a sociedade. É claro que cá como lá (no Brasil), temos muitos problemas mas a lição que com certeza levarei daqui é a seriedade de como as questões aqui são tratadas.Parabéns pela carta Fabio!Conseguiu expor muito do sentimento que eu tenho hoje tendo a oportunidade da comparação das culturas como você.Abração

  • falou e disse! heheheparabéns pela carta!! 🙂

  • Tem toda razão Fábio, depois de três anos a VIVER NA EUROPA, sendo uma cidadã Italiana com muito orgulho, é que percebemos, realmente, os problemas que nosso Brasil tem… Felicidades para ti, qualquer dia destes nos vemos por aí em Pisa. Beijinhos!!!!

  • Parabéns Fábio!Muito bom o e-mail(será que ele lê?),mas a Itália é tão o mais podre que o nosso Brasil.No parlamento italiano existem mais de 100 politicos julgados e condenados em ultima instância e nada acontece(igualzinho aqui né).Mas devo concordar que ai ainda se está melhor que aqui,mesmo com toda corrupção existente.