Familia Vichi – A 2ª Geraçao

Ola amigos, lembram-se do Neto Vichi??? Pois bem, ele fez o processo com a ajuda da SagaCorp no ano passado, e de tao feliz que ficou com o resultado resolveu mandar o primo – Eric Vichi – pra fazer o mesmo processo, aproveitando a mesma documentaçao que ele jà tinha apresentado em nosso comune!!!
Eric fazendo pose em Livorno
 

E confesso a voces que o Eric muito – mas muito cedo mesmo – passou da categoria de cliente para amigo, pois é uma pessoa sensacional!

Chegou diretamente da cidade de Piedade, interior paulista com aquele sotaque carregado de porrrrrrrrta, carrrrrrrrrga, bissssscàte e foi sò alegria!!!

O Eric parece um daqueles personagens saidos de uma història do Monteiro Lobato, totalmente caricato, e embora muito novo (apenas 21 anos) tem òtimas sacadas, com muito senso de humor…

Legitimo representante da familia Vichi, aprontou e bordou por aqui, conquistando quem quer que fosse pela simpatia, alegria de viver e piadas infames, claro ahahahaha

Fora os micos, que foram muuuuitos, como no dia que quase colocou fogo da casa com a frigideira ou ainda no dia em que alagou o apartamento debaixo do nosso, derrubando o balde cheio de agua na casa do vizinho… Fora os copos, pratos e demais utensilios que ele quebrava a todo momento!!!

Sò um episòdio deixou-o preocupado durante o processo dele, foi quando o consulado de Sao Paulo recusou-se a re-legalizar uma certidao de casamento da mae dele. Mas apelamos para a ajuda da Dra. Raquel Puertas – advogada de Sao Paulo e especialista em retificaçao de documentos para cidadania italiana que resolveu rapidinho o problema – e dai foi sò alegria.

Quantos churrascos juntos, quantos passeios, quantas baladas, quanta besteira dita, quantas risadas. Ele morou aqui comigo, na mesma casa e confesso a voces que desde o dia que partiu rumo a Londres para ser mais um lavador de pratos a casa nao é mais a mesma…

Jà cansei de escrever aqui que este meu trabalho é bastante ingrato às vezes, pois às vezes nos apegamos muito a uma pessoa e quando menos esperamos ela vai-se embora, restando o carinho e a saudade…

Massssssssssssss nao podemos reclamar, estamos aqui pra isso e o importante é a vitòria, alcançar o tao sonhado desafio, e jamais desistir, pois como diria Joseph Climber: a vida é uma caixinha de surpresas!!!

Vai querido amigo, e jamais se esqueça de uma das mùsicas que adòravamos cantar juntos:

Ando devagar porque já tive pressa,
E levo esse sorriso, porque já chorei demais,
Hoje me sinto mais forte, mais feliz quem sabe,
Só levo a certeza de que muito pouco eu sei, ou
Nada sei, conhecer as manhas e as manhãs,
O sabor das massas e das maçãs.
É preciso amor pra puder pulsar, é preciso paz
Pra poder sorrir, é preciso a chuva para florir.

Apreensivo minutos antes de ser chamado na sala do oficial para a assinatura…

 

Ouvindo do oficial que nao està adquirindo a cidadania agora! E' cidadao desde o nascimento!!!

 

E enfim o tao sonhado momento: A primeira assinatura como cidadao italiano RECONHECIDO!!!

 

  • Fabiana Vichi

    Posso ir pra fazer o mesmo processo, aproveitando a mesma documentaçao que eles jà apresentaram no comune?