Entendendo esse tal imposto IVA e a crise aqui na Itàlia

Ciao a tutti

No momento em que a Europa està passando por uma onda de desconfiança em relaçao aos seus mercados, aproveito para explicar a voces o que efetivamente està acontecendo aqui na Itàlia, e como nao sou economista ou nada do genero, penso que conseguirei escrever de forma simples, sem esse tal "economes" kkkkkkkkkk

 


Nao sei como andam as noticias sobre esse assunto no Brasil, porém ontem a Itàlia aprovou um pacote de medidas para conter sua crise, e um dos principais motivos da discòrdia da populaçao è em relaçao ao aumento das taxas e impostos, como o ocorrido com a aliquota da IVA – Imposta sul Valore Aggiunto – em portugues: "Imposto sobre Valor Acrescentado" que subiu de 20 para 21%.

Tudo que compramos e/ou consumimos – seja um produto ou serviço aqui na Europa devemos pagar este imposto – e isso significa que mais cedo ou mais tarde todos voces que pretendem vir à Italia seja a turismo seja para o reconhecimento de suas cidadanias vao ter que paga-lo, entao vamos entender primeiro algumas coisas bàsicas mas nao menos importantes quando compramos um bem ou contratamos um serviço dentro do territòrio italiano:

Exemplo de bens e produtos: Comprando uma simples pizza e um refrigerante!

Digamos que voce està passeando pela bela Itàlia quando bate aquela fome. O que voce faz?? Entra na primeira pizzaria que encontra pela frente e sem pré-aviso se depara com essa imagem, que mais parece uma visao do paraiso (para os gordinhos como eu, claro):


Mammamia, "verde" de fome, voce na verdade quer pedir um pedaço de cada sabor (este tipo de pizza, chama-se "pizza a taglio" – ou seja "em pedaços"), mas como voce è uma pessoa normal (e nao como o Saga Fat), pede apenas um pedaço e uma coca-cola. No final, quando vai pagar, o atendente te cobra 4,20 euros, e te dà o scontrino (recibo fiscal), como o exemplo abaixo:


O que voce nao sabe, è que neste valor jà està "embutido" o imposto – a famigerada IVA…

Exemplo de compra de um serviço: Contratando um plano de celular

Neste exemplo, voce jà està vivendo aqui na Itàlia, conseguiu um emprego, tem conta no banco e resolver contratar um serviço pòs-pago de telefone celular. Entrou no site da companhia, achou os preços bacanas… atè chegar a sua primeira bolletta (conta):


Analisando esta conta telefonica, verificamos que o total de consumo era de 93,50 euros, porém no final consta o valor de 19,50 de IVA, totalizando 113,00 euros (arredondando) que devem ser pagos à empresa – neste exemplo a Vodafone.

O motivo dos protestos nos ùltimos dias aqui na Itàlia è que esta taxa, que era fixada em 20% subiu para 21% e quem paga? Nòs, pobres consumidores!!!!!

Para quem pensa em vir à Europa, vejam a porcentagem da IVA cobrada em alguns dos principais paises da UE:

Austria – 20%
Belgica – 21%
França – 19,6%
Alemanha – 19%
Grecia – 23%
Holanda – 19%
Portugal – 23%
Reino Unido – 20%
Espanha – 18%

A titulo de comparaçao com outros paises no mundo:

Argentina – 21%
Brasil – 25% (ICMS)
China – 17%
Iran – 3% (duvido que alguém vai là conferir rsrsrs)
Japao – 5%
Uruguai – 22%

Verifiquem que aqui na Europa nao existe aliquota menor do que 15% nem maior do que 25% – è uma regra imposta pela Uniao Européia aos seus paises-membros.

A aliquota da IVA aqui na Itàlia nao é ùnica: existem tres aliquotas diferenciadas:

4% – aliquota minima aplicada à vendas de primeira necessidade, como alimentos, jornais, escolas, saude, etc;

10% – conhecida como aliquota reduzida: è aplicada a serviços turisticos para incentivar o turismo e também a gastos com casas, reformas e construçoes;

21% – aliquota ordinària ou de base – para todos os outros produtos ou serviços, nao pertencentes às duas categorias anteriores.

Saga, quais os principais pontos do tal pacote de austeridade que a Itàlia aprovou???

Em resumo, os pontos principais da tal manobra sao:

a) Aumenta o valor do imposto IVA de 20% para 21% – atingindo toda a populaçao italiana;
b) Taxa de solidariedade: quem ganha mais de 300.000 euros/ano pagarà 3% a titulo de "solidariedade";
c) Aumento da idade minima para aposentadoria;
d) Mudança de contratos de trabalho – agora è possivel que os sindicatos criem contratos de trabalho mais vantajosos para as empresas e nem tanto para os trabalhadores;
e) Passa a ser dos comunes 100% de todo valor que conseguir recuperar atravès da sonegaçao de impostos. Isso significa que se uma pessoa nao paga suas taxas dentro das leis deverà prestar contas diretamente ao seu comune e nao mais o governo federal;
f) Quem nao paga taxas, a partir de agora vai pro xilindrò: quem sonega impostos superiores a 300.000 euros ou 30% do seu faturamento vai descobrir o que è bom pra tosse…

E' isso amigos – espero que eu tenha conseguido explicar de forma bastante simples este assunto – e que de simples nao tem absolutamente nada. Prometo que o pròximo post serà algo mais 'leve e divertido': contarei a voces sobre a ùltima fornada de cidadanias da Minha Saga – que coincidentemente acabou de sair do forno 🙂

Abbracci a tutti e atè o pròximo post 😉

  • Marcelo Sartori

    Olá Fábio. Estou na Itália faz 3 meses, um amigo no Brasil está com um produto bem interessante (embalagens biodegradáveis e recicláveis), achei um produto que combina muito com a Italia, pois aqui se preocupam com a natureza e seleção de lixo. Pois bem, pedi para ele me enviar pelo correio amostras dos produtos para poder ver e sentir o interesse dos Italianos. Ao chegar, fiquei surpreso que tive que pagar mais de 33,00 EURO de IVA, para produtos que eram apenas amostras e outra, meu amigo no Brasil já tinha pago mais de 800,00 reais para enviar para mim. Sabe alguma leitura recomendada sobre importação de produtos aqui para a Itália, pois dependendo não é viável o envio de produtos do Brasil para a Itália. O que acha?

  • Ola Leda

    A restituiçao da IVA trata-se de mercadorias com a relativa fattura – nao se enquadra na prestaçao de serviços – acabei de ler no site da Agenzia Delle Dogane (bens destinados a uso pessoal ou familiar).

    E a aliquota para cursos de formaçao profissional è de 21% – a de 4% è destinada apenas a escolas estatais de 1º e 2º grau, creches e maternais.

    Abraços

  • Leda

    Mais uma coisa: consigo receber em dinheiro esta restituição no aeroporto?
    Ou consigo isenção desta taxa direto com o curso, ou não há sonegação aí?

  • Bom dia !
    Vou fazer um curso na Italia no valor de EUR 5.000 + VAT.
    Pergunta: quanto a mais vou pagar de VAT, 4% ou 20%? se é curso entendo como formação escolar…correto?
    Como posso receber este valor que vou pagar? Direto no aeroporto de Roma com certificado do curso e recibo do valor pago?
    Obrigada
    Leda Reis

  • Ola Italo

    A partita IVA è o equivalente ao CNPJ no Brasil, e voce como trabalhador nao deve abri-la, a nao ser que pretenda “mettersi in proprio” ou seja, abrir uma atividade, porém se for este o caso contrate um commercialista, que seria o contador no Brasil, pois nao basta apenas abrir a P.IVA, deve-se também abrir o INPS, declarar imposto de renda, etc

    Abs

  • Olá Fabio.
    Uma pergunta.
    eu enviei uns pedidos para emprego e uma das respostas veio o seguinte:
    – quanti anni ha?
    – da quanti anni svolge questo lavoro?
    – è in possesso di Partita IVA?

    Eu como trabalhador possuo uma partita IVA? ate onde sei eu somente possuo codice fiscale.
    Essa Partita IVA pra que serve? vc sabe?
    talvez ela pense que sou autonomo, nao sei, fiquei sem saber o que dizer e repondi que nao tinha a tal Partita.
    Abraços

  • Ou seja, vão aumentar o que no Brasil seria o ICMS (imposto estadual que a gente também pagada do feijão até a banda larga — e que costuma ser bem mais que 20%). Adorei o lance da sonegação dar cadeia!

  • oi, por favor fale sobre as mudanças nos comunes (desligamento de varios comunes italianos) em relação ao reconhecimento de cidadania, por exemplo se muda algo a quem solicitar as certidoes, buscas . desde já obrigado

  • Ciao carissimo.

    excelente post.
    eu nao tava entendendo nada sobre essa manovra, somente o que li sobre nos jornais da italia pela internet.
    Aqui no brasil que so chega as bombas, a impressão que o povo ta tendo aqui é que a italia ta indo ralo abaixo, tipo argentina. fome, crise, desemprego, miseria.
    o que ouço de gente me desmotivando a nao viajar…é um monte.
    Acho que so estando ai pra entender direito o que está acontecendo.
    eu apoio totalmente as mudanças, pois são para um bem comum.
    Abraços e novamente: excelente post

  • Ciao Samuel

    Ok, combinado!!!

    Abraços

  • Grande Jonathan

    De fato o pacote nao è tao rigido, o problema maior hoje è a falta de confiança no governo, pois toda a Europa ve ccom desconfiança a Itàlia, pois Berlusconi vive defendendo-se de processos dia apòs dia e isso causa desconforto e desestabiliza o pais como um todo.

    Ele parece cachorro que nao quer largar o osso, mesmo que nao tenha mais dentes pra poder roer rsrs

    Abraços

  • Oi Fabio, tudo bom?!

    Já te mandei o e-mail lá ok?

    Fico aguardando as informações com a proposta.
    Obrigado.

    Abração

  • Interessante esse pacote, que ao menos no primeiro momento não parece ser TÃO impactante, com exceção ao aumento de idade para aposentadoria, quem ganha mais de 30 mil euros por bem, pode, em crise, pagar 1/3 disso por ano. E aumento de 1% de alíquota é algo pequeno, convenhamos. Mas essa revolta italiana é que faz um país ser tão mais avançado que o outro, eu acho…