Brasileiros na Italia – Barbara Bueno (Firenze)

Hoje è dia de falarmos da nossa sessao Brasileiros na Italia, e com muito prazer converso com minha querida Barbara Bueno, do famosissimo portal Brasil na Italia:
 
 
 
 
 
 
1 – Nome e local de nascimento
Barbara, 32 anos – Toscana
 
2 – Quanto tempo voce vive na Italia?
Mais de 3 anos
 
3 – Qual o seu status aqui? (cidadania italiana ou brasileira com visto?)
Cidadania italiana
 
4 – Por que voce escolheu a Itàlia como destino?
Vim à Italia para buscar minhas origens.
 
5 – Voce trabalha?
Sim
 
6 – Hoje, analisando sua vida aqui na Itàlia, considera que vir pra cà foi uma escolha positiva ou negativa?

Positiva

 
7 – O que a Italia tem de melhor?

A Itália possui coisas maravilhosas: 

 
  • os pratos típicos, com ingredientes locais e receitas balanceada;
  • história e cultura por toda parte;
  • segurança (lugar 100% seguro não existe, mas não tenho nenhum pânico de aparecer um maluco com um revolver porque é muito improvável);
  • trens (ainda que a rede ferroviária italiana não seja perfeita, ela existe! é interessante pensar como pode existir um Brasil praticamente sem trens);
  • os italianos.
 
8 – E o que a Italia tem que voce nao suporta?

A Itália não é um país perfeito, ela também tem seus defeitos como políticos corruptos, uma burocracia complicadíssima ou um correio pouco eficiente. Além disso, os brasileiros que aqui chegam encontram barreiras a superar graças a falta de acordos políticos entre Brasil e Itália, como por exemplo em relação a validação da carteira de motorista ou diplomas escolares.

 

9 –  Algum projeto para os pròximos 12 meses aqui na Itàlia?

Nos próximos 12 meses completarei 8 anos de Itália, pretendo trabalhar menos e dedicar mais tempo a família. 🙂

 
 
Pra quem ainda nao sabe, a Barbara è jornalista, criou o Brasil na Itàlia em meados de 2007 e desde entao trabalhou em diversos projetos, como o AroundTuscany, a campanha "Voglio Vivere Cosi", o Trabalho Na Italia, entre tantos outros. Sua història demonstra que um brasileiro que queira emigrar, nao precisa necessariamente buscar apenas empregos de baixa colocaçao: é possivel encontrar òtimas oportunidades no exterior, basta planejar-se com eficiencia, qualificar-se ainda no Brasil, e ter principalmente foco naquilo que almeja – estes sao os ingredientes para o sucesso profissional, independente do pais onde voce pretenda viver, pense nisso!
 
Um forte abraço a todos, em especial à Barbara que aceitou o nosso convite para colaborar com nossos leitores, e atè o pròximo post 😉
  • Oi Fabio, tudo bem?
    Acabei vendo o artigo só hoje, o final do ano passado foi meio corrido e mal tive tempo de dormir! rs
    A Dani tem razão: eu nasci em São Paulo e moro na Toscana, acho que errei ao preencher o formulário.
    Obrigada pelo espaço que você me deu no seu blog.
    É preciso muito trabalho e determinação para conquistar um lugarzinho na Italia, talvez o dobro do que é preciso no Brasil. É preciso aprender a língua, porque isso dá uma segurança a mais para os italianos. É preciso se reinventar. E principalmente: usar a brasilidade a nosso favor! 🙂
    Um abraço para você.
    Babi

  • O que que é isso…. a Posta Italiana é coisa do outro mundo, aquilo nao existe…. aquilo é um atraso de vida. Estavo falando com um diretor da posta da provincia onde eu morro., ele mesmo que é atrasada em muita coisa…como pagamento on line e outras coisa que nem vale apena comenta. E ele disse que o Brasil esta mil anos luz na frente com tecnologia….e isso vc já tira uma ideia de como é ja q é vindo d um diretor….o resto tirando a Posta eu ammmoo a Italia!

  • Oi, Fabio! Sigo a Barbara ha bastante tempo e da pra ver que ela é uma pessoa muito batalhadora. So uma observaçao: acho que ela se confundiu na hora de responder o questionario… que eu saiba ela nasceu em SP e mora na Toscana (olha eu dando pitaco! rsrs).
    Abs!

  • Scusa ma hai dimenticato uno tra i migliori sistemi sanitari del mondo, secondo l’OMS è tra i migliori cinque. Per la burocrazia forse è difficile per chi non la conosce ma l”autocertificazione permette di non usare più i certificati, in nessun caso di rapporti con la pubblica amministrazione, molto diverso dal Brasile dove chiedono “as certidoes originais com firma reconheçida em cartorio”. Perché dici che le poste sono inefficienti… sinceramente non mi pare proprio… lo erano una decina di anni fa ma adesso mi sembra tutt’altro.
    Ciao.

  • Ola Bruna seja bem-vinda 😉

    Muuuuuuuuuuuuuito obrigado pelas palavras e pelo carinho!!!

    Abraços e esteja sempre por aqui, ok? rsrs

  • Olá Fabio, tudo bem?
    Fabio, conheci seu blog hoje, por acaso e me envolvi de tal forma que já li várias publicações anteriores. Com certeza, salvarei nos meus favoritos e acompanharei constantemente, pois já percebi que várias dicas servirão para o meu processo para requerer a cidadania italiana.
    Apesar de tratar de um assunto sério, você consegue ser super engraçado e motivador. Sem dúvidas, o blog me auxiliará na minha decisão: ir para a Itália ano que vem mesmo ou não!
    Obrigada.