Documentos italianos, como se parecem?

Ciao a tutti!

Uma das primeiras emoções de quem está em busca da sua cidadania italiana é receber pelo correio uma carta da Italia, contendo o documento de nascimento do seu antenato italiano.

Em muitos casos e em muitas famílias este é o primeiro contato com algum documento italiano – principalmente se sua ascendência vem de longe, do bisnonno ou do trisnonno por exemplo.

Neste caso as chances de algum familiar ter algum documento italiano na gaveta é realmente pequena.

Porém não são poucas as dúvidas que recebo sobre os documentos italianos, pois não existe um formato padrão e cada comune ou igreja emite da forma como bem entende. 

Existem comunes que preenchem o documento à mão, outros utilizam máquinas de escrever, e os mais moderninhos o imprime diretamente do sistema informático.

Além da forma da escrita, existe também o tamanho das folhas: normalmente elas são em formato A4, porém não é tão raro encontrar documentos impressos em metade de uma folha ou até mesmo em um formato intermediário.

Porém atenção: mesmo que os documentos possam ser emitidos de várias formas, alguns elementos são essenciais e não podem deixar de constar em cada um deles.

Por este motivo, resolvi vir aqui e mostrar alguns documentos e quais são estes elementos, para que vocês os conheçam e desde já consigam identificar e principalmente verificar se estes documentos são válidos ou não para a prática da cidadania italiana, portanto vejamos alguns exemplos e conceitos:

DOCUMENTOS CIVIS X DOCUMENTOS RELIGIOSOS

documentos italianos

Existem dois tipos de documentos que indicam o nascimento de uma pessoa aqui na Italia: o ATTO DI NASCITA e o CERTIFICATO DI BATTESIMO.

Se o seu antenato italiano nasceu em um período que já existia o registro civil aqui na Italia, você vai utilizar para o seu processo o ATTO DI NASCITA, que será emitido pelo comune (prefeitura).

Por outro lado, caso o seu antenato tenha nascido antes da implantação do registro civil, então neste caso você utilizará o CERTIFICATO DI BATTESIMO que será emitido pelo padre responsável pela igreja onde ele foi batizado.

Quem estudou um pouco da história da Italia sabe que a unificação do país tal qual conhecemos hoje não aconteceu de forma única.

Houveram vários momentos em que aconteceram a incorporação dos antigos reinos e territórios e também por isso o registro civil foi implantado em diferentes períodos.

Por exemplo na região do Veneto os comunes iniciaram os registros no dia 1 de setembro de 1871 – portanto se seu antenato nasceu após esta data com certeza o registro estará no comune.

Aqui na região central, que compreende a Toscana, mas também a Emilia Romagna e Marche existem comunes que conservam os registros desde 1866 e mais pro sul da Italia é possível encontrar registros civis desde meados de 1830.

Para saber mais como obter o documento do seu antenato, baixe o manual Sagabook clicando aqui.

Muito bem, agora que sabemos que existem dois tipos de documentos que podem ser utilizados no processo de cidadania, vejamos quais as características de cada um deles:

O ATTO DI NASCITA

A certidão de nascimento italiana é emitida pelo ufficio di stato civile (setor de registro civil) que fica dentro do comune (prefeitura).

Ao contrário do que acontece no Brasil, aqui na Italia não existem cartórios que mantém estes registros.

Quando uma criança nasce, os pais (juntos) vão até o comune, apresentam os documentos e declaram este nascimento ao ufficiale di stato civile (aquele mesmo que também faz o nosso processo de reconhecimento de cidadania).

Este oficial recebe as informações, redige o respectivo ato de nascimento e o insere então no livro de registro de nascimentos do ano correspondente.

Vejam abaixo um modelo deste registro:

Vejam que as certidões de nascimento aqui na Italia são bastante simples e não tem nada das frescuras contidas nas certidões brasileiras, como selo holográfico, marca d’água, carimbos, selos, etc.

Aqui é uma folha simples, com as informações impressas diretamente nela, com o carimbo e a assinatura do oficial.

Porém, como a maioria dos nossos ascendentes nasceu há muito tempo atrás, nem sempre o registro vai constar no sistema informático do comune, e nestes casos, o oficial vai utilizar um modelo que geralmente já está impresso e vai inserir os dados à mão, conforme a imagem a seguir:

Não se preocupem que mesmo parecendo papel de pão amassado e velho, o documento é tão válido quando aquele bonitinho impresso no computador.

ATENÇÃO: A única coisa que vocês precisam ficar atentos, é que para o processo de cidadania é obrigatório constar o NOME DOS PAIS do nosso antenato italiano no documento.

Muitas pessoas andam recebendo certidões sem estes dados e por este motivo os consulados e os comunes se refutam a aceitá-los para a prática, com razão.

O CERTIFICATO DI BATTESIMO

Já a certidão de batismo é mais chata e complicada de conseguir – e por isso muitos pesquisadores cobram mais caro para obtê-la.

Neste caso não basta simplesmente chegar na igreja e pegar o documento – ao contrário dos comunes que já dispõem de um setor específico para isso (que é o ufficio di stato civile).

Na imensa maioria dos casos, os problemas são os seguintes:

Num mesmo comune existem várias igrejas – Imagine por exemplo que você descobriu que o seu antenato nasceu na cidade de Castelfranco Veneto no ano de 1870. Vai até lá e descobre que o documento não está no comune mas sim na igreja.

Porém ao ir na igreja principal te informam que o registro não está lá e que existem outras NOVE igrejas que fazem parte da cidade e que o antenato pode ter sido batizado em qualquer uma delas.

Normalmente as pessoas eram registradas na igreja mais próximo das suas residências (e que você não em a menor idéia de onde era)

O padre está muito velho e sequer se lembra onde estão os livros de batismo – infelizmente isso é muito comum: recentemente tivemos que aguardar um novo padre chegar numa igreja em Rovigo pois o anterior tinha partido desta para melhor e não tinha ninguém responsável pelos livros.

O padre é racista ou está de saco cheio de receber cartas do Brasil – isso também é muito comum: muitos padres não imaginavam que ao serem ordenados também teriam que cuidar de livros e registros e principalmente ficam loucos da vida com as dezenas ou centenas de cartas que recebem todos os meses do povo no Brasil que quando não sabem onde o antenato nasceu disparam emails e cartas para TODOS os comunes e igrejas.

Nestes casos, os padres – que não são obrigados a responder ou efetuar nenhum tipo de pesquisa – simplesmente jogam os pedidos que chegam no lixo.

Ok, dificuldades à parte, vejamos como é um certificado di battesimo emitido pelo padre (porém incorreto, pois não consta o nome dos pais do italiano, prestem atenção…):

Aqui também temos algumas variações e formatos: tem padre que escreve à mão e os mais tecnológicos utilizam ou um computador ou uma máquina de escrever – sim, elas ainda existem…

ATENÇÃO: Da mesma forma que o atto di nascita, é obrigatório constar o NOME DOS PAIS também no documento religioso.

Mas não é só isso: como se trata de um documento religioso, também é obrigatório que este documento seja levado até a Cúria Metropolitana responsável pela igreja para que um funcionário conhecido por cancellieri faça a autenticação da assinatura do padre e coloque no documento também o carimbo da própria cúria.

Algumas cúrias conservam os livros de batismo e neste caso podem emitir diretamente o documento sem precisar ir até a igreja, neste caso o documento emitido por eles já é assinado pelo cancellieri e também é válido.

Porém saibam que sem a autenticação da assinatura do padre pela cúria, o documento não tem valor legal para a prática da cidadania.

OUTROS DOCUMENTOS QUE NÃO SÃO ACEITOS

Além dos documentos acima, não é incomum entrarmos em contato com um órgão público italiano ou até mesmo contratar alguém para ir buscar o documento e recebermos cópias de livros ou registros, como este abaixo:

Mesmo que este tipo de documento seja uma “cópia autenticada” e contenha carimbos, assinaturas ou qualquer outra identificação não significa que o documento é válido!

Infelizmente vocês não tem idéia da quantidade de pedidos de ajuda que eu recebo de pessoas que sem saber que estes documentos não servem pra nada.

E pior, acabam descobrindo isso do pior jeito: ao apresentar os documentos no consulado para legalizar ou direto ao oficial do comune ouvem que nada pode ser feito e que devem obter o documento correto: certificato di battesimo ou estratto di nascita.

PERGUNTA FREQUENTE E CONCLUSÃO

– Saga, eu não tenho a certidão de nascimento do italiano, porém na certidão de casamento consta todos os dados dele e dos pais, então não preciso dele e tá tudo certo, né?

Infelizmente não, pois nenhum documento substitui outro, mesmo que contenha informações sobre outros fatos.

Para o processo de reconhecimento da cidadania italiana é necessário apresentar TODAS as certidões de nascimento, casamento e óbito.

Um grande abraço a todos e até o próximo post 😉

  • ROSÂNGELA M N GERVATAUSKAS

    Fábio, tudo bem? Estou perdida!!! Não sei por onde começo: Através de seus vídeos, suponho que tenho direito da cidadania através de meu avô, pai da minha mãe (fiz aquela anotação que você sugere). Porém não estou conseguindo as certidões “dos” possíveis antenatos aqui no Brasil (bisnono/trinono). Tenho a certidão de meu avô, mas ninguém sabe onde seu PAI veio a falecer. Minha mãe e tia estão indicando algumas cidades do interior. Alguma dica? Grata, Rosângela

  • Joyce Zanoni

    Boa noite.
    Minha dúvida é bem simples. Para que a Certidão de Nascimento do bisnono seja reconhecida como “legal” no Brasil, é necessária a Apostila de Haia feita na Itália?

    • Olá Joyce tudo bem? Isso é necessário apenas se o juiz ou cartório exigir, felizmente são pouquíssimos os casos em que este procedimento é necessário

      • Joyce Zanoni

        Pois eu tive azar. O cartório pediu. rs

  • Isabella Oliveira Galbero

    Ciao Fabio, tudo bem? Como seria um exemplo da certidão de casamento? Meu antenato se casou em Ronco all’Adige (VR) e estou tentando obter esse documento sozinha também (com ajuda do Saga). É difícil conseguir uma resposta mesmo por e-mail. Grazie.

  • Léo Ramalho

    Olá fabio. Encontrei o registo de meu antenato em pesquisa na Internet. Mandei email pro ufficiale e ele me retornou com a cópia do livro carimbado e assinada. Me mandou também por correio a original assinada. Vi Aquino seu post que essa cópia não é aceita e entrei em contato novamente com o Ufficiale pedindo que ele transcrevesse a cópia em um novo documento, entretanto a resposta foi que esta cópia do livro carimbado e assinado era um documento válido e que era o máximo que eles podiam fazer. O que vc sugere? Uso essa cópia no processo ou tento quem sabe pessoalmente conseguir o modelo transcrito assim como vc ensinou?

  • Chrys Fondello

    Bom dia Fábio!
    Recebi o Estratto di Nascita do meu bisavô em janeiro deste ano, porém só irei a Itália em setembro para dar entrada em meu processo. Esse Estratto ainda será válido, já que você disse que as certidões italianas tem somente 6 meses de validade? Terei que buscar outra quando chegar? Obrigada.

  • Nereide A. Borin

    Boa noite! Buona!
    Fábio td ok?
    Estou há quase 2 anos na luta para tentar resolver os problemas que surgem do nada!
    Já sei onde estão os documentos de nascimento e casamento de meus “bisnonni”
    Tenho cópias mas os originais não consegui obter, apesar das inúmeras tentativas…
    Tenho 7 Certidões do antenato até eu e claro todas as 7 tem erros de grafia que precisam de retificação. Mas na primeira tentativa o Cartório de Monte Azul enroscou e disse que precisa para dar seguimento das Certidões italianas apostiladas do país de origem e traduzidas e mesmo assim, corro o risco de ver negado o pedido de retificação administrativa, o que já aconteceu com um outro caso. E agora?

  • Ana Christina

    Boa tarde Fabio, utilizei o saga book para mandar um e-mail para paroquia e solicitar a certidão de batismo,só que agora estou na duvida , estão me cobrando +/- 60 euros , minha duvida é que algumas pessoas vieram me falar que as paroquias não cobram por essa emissão , inclusive mandei uma copia da certidão de batismo que minha prima solicitou a eles em 2008 , assim ficaria mais fácil de acharem . Gostaria de saber se realmente é verdade ou não que eles cobram ,muito obrigada pela sua ajuda.

  • Juliana Arthuso

    Muito bom post Fabio, esclareceu minhas dúvidas! Obrigada!

  • João Paulo Matteis

    Ola Fabio tudo bom? espero que sim. Tenho uma dúvida e fico muito feliz se você puder esclarecer. Recentemente encontrei a certidão de meu antenato através de uma buscadora. O comune enviou para ela uma copia digitalizada da certidão contendo o carimbo do oficial, a data local de nascimento, etc. enfim, é a certidão mesmo porem digitalizada. Minha dúvida é: Posso imprimir e utilizar essa copia no processo? ou preciso pedir que me envie a verdadeira que originou a copia que ainda não chegou em minha casa?

  • Luiz Henrique Silva

    Estou praticamente na mesma situação. As certidões de óbito e nascimento do filho dele constam Provincia de L’aquila. Já mandei email para o Estado e comune de L’aquila e nenhum dos dois acharam. Na certidão de casamento diz Aquilea. Achei que se tratava de L’aquila também, mas descobri uma comune ao norte chamada Aquileia. Mandei email para lá, aguardo resposta. É bastante complicado. Se houvesse algum jeito de descobrir pelo menos a comune seria ótimo.

  • Rodrigo De Presbiteris

    Eu recebi essa semana a certidão de nascimento do meu bisavô, graças ao guia da Cidadania e ao saga book, fiz exatamente como você colocou nos livros e, mesmo sem ter nenhum feedback do comune, o documento chegou na minha casa. E realmente parece um papel de pão, inclusive com rasuras e correções com branquinho. Muito obrigado por compartilhar seu conhecimento.

  • Leonardo Soprani

    Bom dia Fábio!!!

    Gostaria de saber se as certidões tem validade, tipo tenho pretensões de ir para Italia em abril/2018, tem problema se tirar as certidões agora março/2017?
    tem tempo de validade ou não?

    Muito Obrigado por tudo!!

    • Tatiana Ferro

      Olá Fabio, tambrm estou com dúvida sobre a validade de documentos italianos. Tenho um jogo com a emissão em 2016. Ainda estão no prazo? Obrigada

    • Olá Leonardo veja este vídeo: https://youtu.be/EhGkqfQrCXc

  • Rodrigo Azevedo

    Fabio, desculpe mais poderia me tirar uma dúvida? Nesse documento que colocou como exemplo (Da Comune de Mercato Saraceno).. Como eu leria os nomes dos pais? Seria o pai “Vincenzo Bartolini” e a mãe “Teresa Grafieti” ou “Teresa Grafieti Bartolini”? Posso considerar que ela tem o sobrenome do marido? Acho que minha dúvida é bem elementar, desculpe por isso… Obrigado

  • Matheus

    oi fabio
    consegui a certidao de batismo emitida pela própria curia com assinatura e carimbo.
    nela esta o nome do meu antenato e dos pais dele, bem como o comune de nascimento e datas do batismo e do nascimento.
    mas está entitulado como ATTO DI BATTESIMO e não CERTIFICATO DI BATTESIMO. Tem validade mesmo assim?
    Grazie.

  • Silvia Cuffari

    Ola Pessoal, Ola Fabio,
    Tenho muitas duvidas quanto a solicitaçao de cidadania que nem sei por onde começar.
    Meus pais já tem cidadania italiana, sao Brasileiros, mas em 2011 minha irma conseguiu a cidadania dela e eles automaticamente tiraram também. Devo apresentar a documentaçao a partir do meu pai, que embora nascido aqui já foi reconhecido como cidadao ou devo apresentar a documentaçao completa (avos e bisavos) como minha irma fez?
    Outra pergunta, como faço para solicitar a certidao de nascimento dele transmitida para a Comune de Palermo?
    Agradeço se puderem me ajudar.
    abç

    • Olá Silvia vi que você escreveu esta mesma dúvida meia dúzia de vezes, em posts diferentes – procure não fazer isso, ok? Já foi respondido em algum deles, que infelizmente não me lembro qual foi…

  • Tales

    Boa tarde.

    Estou com uma dúvida, caso possa me ajudar.

    Em minha família, estamos tentando reunir a documentação para dar entrada no processo de cidadania, porém moramos em estados diferentes. Minha prima já recebeu a carta da Itália com o documento de nosso bisavo. O que foi otimo, pois sabemos agora que temos tudo que precisamos.

    Porém eu como eu faço? É possível dar entrada no processo com uma cópia autenticada? Ou eu tenho que esperar receber o documento original ?

    Obrigado.

  • Márcia

    Oi. Poderia tirar uma dúvida? Recebi por e-mail o atto do meu pai. Posso imprimi-li e usá-lo? Ou preciso receber por carta o documento original ?

  • Melânia Danielli

    Olá Fábio…tudo bem?
    Seu site é ótimo, o melhor e mais claro que eu li até agora. Parabéns!
    Eu já tenho as certidões italianas do meu antenato, mas são cópias e eu preciso da originais. Sbaes de algum lugar onde encontro o email da parrocchia ou se eu mandar uma carta com as cópias já basta?
    Obrigada..

  • Gabriel de Melo

    Olá Fabio, Você já viu “Atto di Nascita e Di Battesimo” Tudo junto?

    Grato

    Gabriel

    • Oi Gabriel, já vi sim, emitido pela igreja

      • Gabriel de Melo

        Meu antenado nasceu em Casale Cremasco no ano 1873, esse documento vai ser valido para o processo ?

  • Marcio Esposito

    Olá Fábio, tudo bem? É um prazer falar com você. Te sigo já há algum tempo e admiro muito o seu trabalho. Queria que esse contato fosse um pouco mais adiante quando os meu documentos estivessem um pouco mais em ordem, mas tive que me adiantar e me socorrer aos seus conhecimentos. Ontem recebi o email de resposta da comune de Cropalatia, da província de Cosenza, informando que encontraram a certidão de nascimento do meu bisavô, porém estou em dúvida com uma coisa bem estranha. Chegado aqui no Brasil, o meu avô acabou sendo chamado de Miguel Sposito, mas a família jura de pé junto que o nome dele era Michele Pasquale Esposito, no entanto, a certidão de nascimento italiana mostra o nome dele como Esposito Pasquale Michele. Isso quer dizer que o nome dele era Pasquale Michele Esposito? O Pasquale vem na frente do Michele? É isso? Muito obrigado por toda a ajuda. Um grande abraço e fique com Deus.

  • Olá Gisele, infelizmente eu não tenho como te ajudar neste assunto específico, pois trata-se da pesquisa genealógica do seu antenato, porém no Sagabook 2016 eu ensino como fazer isso gratuitamente, ok? Abraços

  • Leo Signorini

    Oi Fabio,

    Recebi o documento italiano já tem um tempo, porém quando fiz a tradução deste para iniciar o processo de retificação dos nomes aqui no Brasil fiquei preocupado, pois consta a seguinte frase “Il presente certificato non può essere prodotto agli organi della pubblica amministrazione o ai privati gestori di pubblici servizi.”

    Gostaria de entender o que isso significa na prática. Se isso causa algum impedimento em alguma parte do processo ou se é alguma formalidade dos órgãos italianos. Notei que a mesma frase consta em um dos documentos de exemplo do post.

    Você poderia por favor desmistificar isso?

    Abs e parabéns pelo trabalho!

  • La Ani

    Fábio! Primeiro quero partilhar a mensagem que recebi da comune de paruzzaro (usei o seu modelo de email 2015)

    Buongiorno,
    Le invio in allegato l’estratto richiesto. Nel caso in cui necessiti dell’originale da spedirLe al Suo recapito in Brasile, dovrà fare pervenire una nuova richiesta scritta tramite posta a questo Comune e allegare una busta preaffrancata per la spedizione.

    Ou seja, estou a alguns dias de ter certificado original de matrimonio de meu trisnonno!!
    E ainda queria saber, por favor ,se o certificado de batismo emitido pela curia tem que ter a assinatura do padre que administra a igreja que meu antenato foi batizado. Ou pode ser de outro padre? Deve constar o nome dos pais, o carimbo da curia e a assinatura do padre correto? Isso se a curia tiver os livros de batismo. Ainda posso usar o modelo de email que vi saga book 2015 para a parrochia? Trocar alguna dados e mandar? Obrigada

  • Dri Camargo

    Bom dia Fábio, tudo bem?
    Pode me ajudar?
    Vou solicitar naturalização italiana por casamento, pois meu marido já possui a dupla cidadania. Contudo, preciso solicitar o “Estratto dell’atto di matrimonio” ao comune de Roma, onde está registrado o nosso casamento, você teria um modelo dessa solicitação para me ajudar?
    Muito obrigada.
    Adriana

  • Carol Toledo

    Oi Fábio! Espero que você possa me ajudar.

    Finalmente uma prima que está realizando o processo na Itália conseguiu encontrar a certidão de nascimento do meu trisnonno. Ela propôs que eu e mais algumas pessoas interessadas no reconhecimento da cidadania dividíssemos os valores dos honorários do rapaz que fez a busca, mas ela me falou que a certidão original vai ficar lá e que ele vai nos mandar uma cópia por email. Estou muito insegura com relação a isso… Quando eu der início ao meu processo, eu poderei utilizar esse documento?

    Preciso muito da sua ajuda! Muito obrigada!

  • Marcos Petti

    Olá, Fábio. Acompanho teu blog e, lendo esta página, fiquei curioso em saber sobre o “estratto di nascita”. Você diz que ele, mesmo escrito à mão”, é tão válido quanto o registro de nascimento, mas minha pergunta é: é válido em que sentido? pra quem é válido? substitui a certidão de nascimento? grato.

  • Matheus Almeida Ventris

    Boa Tarde Fábio, tudo bem?
    Tenho uma dúvida entrei em contato com a comune que meu bisavó nasceu, porém eles alegaram que não entro registro dele. A paroquia encontrou o registro de batismo porém a data é de 1892 e já existia o registro civil. Como posso proceder neste caso?

    Grato,
    Matheus

  • Gabriela

    Boa tarde Fábio. Tudo bom?

    Primeiramente gostaria de agradecer por todas as dicas e ao material oferecido, sem eles nunca teria sabido como começar o processo. Grazie Mille! 🙂

    Poderia me ajudar mais uma vez?! Eu consegui entrar em contato com a comune do meu antenato(graças a sua ajuda), porém me enviaram o documento de casamento (l’estratto di matrimonio) apenas e por e-mail. Nesse l’estratto di matrimonio consta o nome dele e da esposa, a idade deles na época, a data da cerimônia e local, além do local de nascimento dos noivos. Sei que no l’estratto dell’atto di nascita é necessário o nome dos pais, o mesmo vale para o l’estratto di matrimonio? Ou posso pedir que ele me envie o documento pelos Correios apenas com essas informações que já constam nele?

    Outra questão é que o Ufficiale dello Stato Civile da comune que entrei em contato, foi tão gentil que resolveu por conta própria entrar em contato com o Ufficiale da comune onde meu antenato nasceu. 🙂 E ao conversar com ele, descobriu que os arquivos anteriores ao ano de 1887 deve ser requisitados no ARCHIVIO DI STATO del comune di TRANI. Quais os cuidados devo ter ao solicitar ao ARCHIVIO DI STATO? Posso usar um modelo parecido de pedido, como o que utilizei para Ufficio di Stato Civile? Ou preciso pedir alguma informação extra, algum formato especial ou carimbo?

    Obrigado mais uma vez. E quando irão abrir novas vagas para fazer o processo de reconhecimento da cidadania ai com vocês? Podiam abrir para 2017, hein? Se possível, gostaria de poder concluir essa minha saga aí com vocês. 🙂

    • Paulo Setubal

      Olá Gabriela, tudo bem? Também estou com um “estratto di matrimonio” sem indicação dos pais… Já faz 8 meses que você postou esse comentário… O que você fez no seu caso? Pediu outro estratto para a Comune? Já deu entrada com sua cidadania com o estratto sem indicação dos pais? Por favor, aguardo sua resposta! Obrigado e Abraços!

  • Anderson

    Caro Fábio, primeiramente parabéns pelo belo blog, tão rico de informações.
    Eu sou cidadão italiano desde criança, tenho passaporte e etc.
    Me casei há pouco mais de 3 anos e logo que casei, já apresentei minha certidão de casamento e tradução no Consulado Geral de São Paulo.
    Agora, após 3 anos, quero iniciar o processo de cidadania para minha esposa. Já solicitei a data de envio e número de protocolo e me informaram que foi feito o envio para a Comune di Roma em 14 de janeiro de 2014, mas ainda não receberam a transcrição. Logo me pediram para entrar em contato com o Comune para pedir o Estratto per riassunto dai registri di matrimonio. Foi aí que empaquei, pois não sei como proceder para fazer essa solicitação.
    É possivel entrar em contato com o Comune via email? É possivel receber esse documento via correios? Poderia me dar uma luz como proceder?
    O restante dos documentos são fáceis de obter.

    Grato

  • Gabriel

    Olá, Fabio! Como vai?

    Gostaria de saber se há diferença entre o ‘certificato di matrimonio’ e o ‘estratto per riassunto dal registro degli atti di matrimonio’ para o reconhecimento de cidadania por descendência, e se estes documentos também devem conter o nome dos pais do antenato, como é o caso das certidões de nascimento.

    Abraço!

    …e só amor por esse blog <3

  • Marcio Rossi

    Olá Fabio, tudo bem? Parabéns pelo seu trabalho! Estou com uma dúvida. Meu avô nasceu no Brasil (filho de italiano) e pelo que pude averiguar ele não teve registro de nascimento, somente Batismo. No casamento ele apresentou certidão de batismo. Eu consigo utilizar a certidão de batismo dele, mesmo sendo brasileiro? Na certidão de casamento aparece claramente a filiação do antenato Italiano, então consigo fazer o link por ai. Minha dúvida principal é que ele não tem nascimento e sim Batismo. È válido? Obrigado, Marcio.

    • Andre Dalossi

      Olá amigo, compartilho da mesma dúvida pois meu bisavô (Brasileiro) somente teve o registro de Batismo o qual descobri na última semana. Entretanto gostaria de saber se este documento possui validade para o processo de cidadania.

      Obrigado

      • Marcio Rossi

        Oi André. Como não tive nenhuma resposta, fui até o Consulado da Itália no Rio de Janeiro e procurei o COMITES (Comitê dos Italianos). Lá fui informado que vai depender de quem avalia o processo, mas que em tese deveria servir sim. O importante é ter o documento assinado pelo pároco e validado pela Cúria local. Espero ter ajudado!

      • Olá André depende do ano: se o registro é anterior a 1889 ele substitui o registro civil sim. Abraços

        • André Dalossi

          Obrigado por responderem amigos!
          No meu caso o meu Bisavô brasileiro nasceu em 1895 (Após a lei de registro civil de 1889) porém o único cartório da cidade me respondeu por e-mail que não consta em seus registros a certidão de nascimento do meu bisavô. Entrei em contato com a Igreja Matriz da cidade porém ainda não tive retorno. Minha dúvida no momento é a seguinte:
          – Eu perco o direito à cidadania por conta disso?
          – Existe outro caminho que contorne o fato dele somente ter tido Certidão de Batismo?

          Desde já muito obrigado pelo tempo e atenção de vocês!

          • Calma, uma coisa de cada vez! E não descarte procurar também nas cidades próximas, antigamente a composição geográfica era diferente, ok? Abraços

          • Andre Dalossi

            Obrigado Fábio, irei mandar um email para os cartórios das cidades vizinhas.

  • Olá Cristiano provavelmente vocês fizeram um pedido de forma incorreta, pois o comune está alegando que não pode entregar o documento para outro órgão público italiano, visto que a a aquisição de um documento contido em um órgão público italiano deve ser feito diretamente pelo outro.

    Sugiro que utilize o modelo contido no Sagabook Brasil para efetuar a solicitação, ok?

    Abraços

  • Olá Cristiano qual a alegação do comune?

  • Olá Renata tudo bem?

    Sim, este é o documento correto. Baixe o manual Sagabook Brasil que lá eu explico certinho quais os documentos necessários, ok? Abraços

    • Renata Daidone

      Olá Fabio, obrigada pelo retorno.
      Eu solicitei por e-mail para a Comuna me enviar esse documento por correio para eu juntar no processo só que eles me retornaram enviando por e-mail o Certificado de Nascimento com um protocolo, carimbo e assinatura falando que tem validade de 6 meses e é isenta da “imposta di bollo”
      Nesse caso esse documento serve para eu juntar no processo ou preciso solicitar novamente que eles me enviem um por correio ?
      obrigada

      • Olá Renata

        Apenas o documento enviado por email não é válido, você precisará do original.

        Abraços

  • Olá Marta

    Não é este setor, as informações do Ufficio Demografico estão no final da página, o email para envio do pedido é francesco.mannu@comune.ittiri.ss.it

    Abraços

    • Marta Viana

      Obrigada Fábio.
      Mandei email para ele, agora estou na expectativa de uma resposta!

      Mais uma vez obrigada!
      Abraços,
      Marta

  • Melissa

    Bom dia, Fabio.

    Poderia me ajudar com algumas dúvidas?

    1. Meu avô (italiano) não se casou com a minha avó, pois já teve um casamento anterior e na época não havia divórcio.
    – Para que eu tenha direito ao reconhecimento da cidadania, vi em seu material, que o meu avô precisa ser declarante na certidão de nascimento de meu pai. Já solicitei a certidão para confirmar, mas caso ele não seja o declarante, a certidão de batismo de meu pai teria algum valor?
    – Tenho que juntar as certidões de nascimento, casamento e óbito. Neste caso, como não há a certidão de casamento de meus avós, qual é o procedimento? Seria necessário eu adquirir a certidão de casamento dele com a primeira esposa ?

    Antecipadamente, grata por sua atenção e toda ajuda.

    • Olá Melissa tudo bem?

      Calma, espere o documento chegar para confirmar os dados e depois volte aqui com as informações concretas, ok? Em relação ao casamento com a esposa que não faz parte da linha, isso não é necessário não. Abraços

      • Melissa

        Muito obrigada pelo retorno.
        Não precisando da certidão do primeiro casamento já ajuda 🙂

        • Claudi

          Oá Melissa, meu caso é bem parecido com o seu. Já sei que meu bisavô italiano não foi o declarante do nascimento do meu avô. Por gentileza, gostaria de saber o que aconteceu com seu caso. Desde já agradeço.

          • Melissa

            Bom dia.

            No meu caso descobri que ele foi o declarante. Você conseguiu confirmar esta informação na Certidão de Nascimento “Inteiro Teor” do seu Avô?

          • Claudi

            Bom dia,
            Sim, confirmado na certidão que foi minha bisavó italiana quem declarou o nascimento, e pior, quando o bisavô já era falecido. A certidão de nascimento do italiano já tenho, em tese o que seria mais difícil. Obrigada por responder. Já deu entrada na cidadania?

          • Claudi

            Sim. Na certidão a minha bisavó quem declarou. Que tristeza !!!

      • Melissa

        Como meus avós não foram casados, qual documento apresento nesse caso? Se não me engano é uma carta de próprio punho. Acho que vi no seu material, mas não estou localizando … poderia me indicar?

  • Gustavo Barbosa

    Ciao Fabio e demais,

    o meu problema é o seguinte: encontrei a origem da família na Itália e consegui o Atto di Matrimonio do bisnonno, porém na busca do Atto di Nascita não encontrei nada, o que me levou até a parrocchia. O que consegui foi uma declaração do parroco afirmando que o documento foi destruído na Primeira Guerra Mundial.
    E agora?
    Isso significa que não tenho o direito à cidadania?
    Se sim, como devo proceder?

    Un caro saluto,
    Gustavo

    • Fabio Barbiero

      Olá Gustavo

      Infelizmente neste caso, você deverá contratar um advogado italiano que solicitará judicialmente a reconstrução do ato junto ao comune. Abraços

  • César Trombine

    Olá Fábio!
    Não consigo em lugar nenhum encontrar a data exata do nascimento do meu antenato. Como ele veio para o Brasil ainda criança não há registro do alistamento militar e todos os documentos que tenho dele, em nenhum há a informação da data.
    Somente com o ano do nascimento é possível ter a solicitação da certidão de nascimento dele atendida pelo comune?
    forte abraço!

    • Fabio Barbiero

      Olá César

      Infelizmente os comunes não efetuam pesquisas, você deve verificar com o Archivio Storico do comune onde ele nasceu ou então com o Archivio di Stato. No Sagabook etapa Brasil eu explico como solicitar os documentos. Abraços

  • Thyago

    Olá Fábio, boa noite,
    Estou com uma dúvida em relação a solicitação dos documentos na Itália. Já sei o Comune de nascimento do meu trisavô e a data de nascimento. Vi no Sagabook o modelo de solicitação da certidão de nascimento, por email. Minha dúvida é que como ele nasceu e SE CASOU na Itália, necessitaria também da certidão de casamento dele italiana separada, ou seria apenas um documento italiano que ficaria registrado tudo (nascimento e casamento)? Você teria algum modelo de solicitação dos DOIS documentos (nascimento e casamento), ou aquele do livro subtende-se que mandariam os dois?
    Muito obrigado.

    • Fabio Barbiero

      Olá Thyago

      Tal qual no Brasil é necessário que você obtenha os dois documentos: o casamento e o nascimento. O fato de constar as informações de um evento em outro documento não substitui a obrigatoriedade da apresentação deste outro documento, ok? ABraços

      • Thyago

        Obrigado Fábio,
        você teria algum modelo de solicitação ao Comune para os dois documentos?

  • VICTOR RIBEIRO

    Oi Fabio. Tudo bem?
    O certificato di nascita (con paternità e maternità) e o Estratto dell’atto di matrimonio serão emitidos pelo comune. Estes, precisam ser legalizados na Prefettura local? ou somente emitidos pelo L’Ufficiale di stato civile, é suficiente?
    Muitíssimo obrigado!

    • Fabio Barbiero

      Olá Victor

      Basta o carimbo do ufficiale di stato civile. Abraços

      • VICTOR RIBEIRO

        Fábio. Muito obrigado.
        Ontem recebi em casa o envelope com a Certidão de Batismo e Certificado de Casamento! 😀 foi mais fácil do que eu pensava.
        Vou seguir e veremos como estão os documentos!
        Muito obrigado pela resposta!

  • Maria Fernanda Esaier Settin

    Olá, Fábio!

    Desculpa te incomodar novamente, e muito obrigada pela atenção sempre, recebi de Schio a certidão do casamento do meu antenato, porém, veio assim, nome dos cônjuges, data de casamento, idade e cidade de nascimento de ambos, e junto com isso uma cópia do livro, como você expôs no artigo, dizendo eles, na carta, que o nome dos pais estava nesse documento. Entrei em contato com eles novamente por e-mail pedindo que o nome dos pais estivesse escrito no próprio documento e eles me responderam falando que neste documento eles não emitem com o nome dos pais, e se eu quisesse o nome dos pais no documento somente estaria na certidão de batismo, que eles enviaram essa cópia justamente por isso. O que você acha que eu posso fazer levando em consideração a sua experiência? Pq pelo que entendi negaram totalmente me enviar novos documentos com o nome dos pais impresso. Desde já agradeço. Att., Maria Fernanda

    • Fabio Barbiero

      Olá Maria

      O comune está correto: o nome dos pais deve constar apenas na certidão de nascimento / batismo, não no casamento. Abraços

      • Maria Fernanda Esaier Settin

        Muito obrigada pela resposta, Fábio!
        Estou tão atucanada com tanta informação que cometo esses erros, é muito detalhe, tenho medo de chegar na Itália com erros em certidões, pena que vocês não fazem serviço de apenas acompanhar o processo lá, sei que vcs estão lotados até em 2016! Parabéns pelo trabalho! Obrigada pela ajuda mesmo! 🙂
        Abraços

  • Daniela Albano

    Olá Fábio ! Você tem o mais completo blog sobre cidadania italiana ! Estou seguindo tudo por aqui !
    Pedi por e-mail em Filago – Bergamo , a certidão de nascimento de meu bisavô . Veio por e-mail mesmo uma fotocópia do registro de nascimento dele e também a certidão de nascimento ( completinha com os dados necessários ) em pdf ! Isso é suficiente ou devo pedir pelos correios ?
    E meu bisavô nascido na Itália , casou -se no Brasil , com o nome igual ao de nascimento . Mas ao registrar o nascimento de meu avô muda seu nome. de Giovanni Albani pra José Albano ! Agora tenho que acertar isso né ?
    Muito obrigada desde já !

    • Daniela Albano

      Ah Fábio ! Já achei a resposta aqui no blog mesmo ! Tenho que ter os originais !
      Obrigada

    • Fabio Barbiero

      Olá Daniela

      Sempre é necessário pedir pelo correio, somente a cópia digital não é suficiente.

  • Eduardo

    Olá,

    Obrigado por compartilhar seu conhecimento conosco. Estou em busca de duas certidões italianas que me faltam. Gostaria de saber se você sabe se existe algum site ou mecanismo de busca para saber onde posso encontrar o CERTIFICATO DI BATTESIMO e casamento destes meus antepassados. São da província de Treviso.

    Grato,

    Eduardo

    • Fabio Barbiero

      Olá Eduardo

      Você já baixou e leu o manual Sagabook 2015? Lá eu ensino com detalhes como fazer isso.

      Abraços

  • Paula G Casarini

    Olá Fabio, tudo bom?
    Parabéns, seu site é incrível, já aprendi muita coisa com ele!
    Tenha um dúvida com relação às certidões… por um acaso o registro militar italiano serve para substituir a certidão de nascimento italiana?
    Obrigada desde já.

    • Fabio Barbiero

      Olá Paula tudo bem?

      Grazie mille pelas palavras e pelo carinho!

      Não, nenhum documento substitui a obrigatoriedade da apresentação do estratto per riassunto dell’atto di nascita, ou caso o antenato tenha nascido quando ainda não havia o registro civil, do certificato di battesimo.

      Abraços

  • Lara

    Fábio, estou impressionada com seu blog! É ma-ra-vi-lho-so! Parabéns!
    Tenho cidadania italiana desde a infância, portanto não sei nada sobre esses procedimentos todos, pois na época meu pai fez tudo. Casei-me em 2005 e registrei meu casamento no vice-consulado de Manaus, em 2006. Estou agora em busca da documentação para tirar a naturalização do meu marido. Ocorre que, ao entrar em contato com o Comune, me disseram que meu casamento não foi registrado lá, por isso não tenho o Estratto dell´ato di matrimonio. Liguei para a Embaixada em Brasilia e a atendente (mega grossa, rsrsrsrs….) disse que é um problema de “estado civil”. A pergunta é: o que eles fizeram com a minha certidão de casamento? Aliás, a Embaixada envia os nossos documentos pra algum lugar na Itália ou eles arquivam e só fazem alguma coisa quando a pessoa reclama? Rsrsrs…. A única certeza que eu tenho de que a Embaixada recebeu minha certidão de casamento é pelo fato de que as correspondências que eu recebo deles vêm nominadas a mim, acrescidas dos sobrenomes do meu marido (completamente diferente do nome que uso no Brasil! Mas enfim… rsrsrsrs….) Que confusão, hein?! Uma vez ouvi dizer que os Consulados e a Embaixada enviam os documentos dos italianos residentes no estrangeiro para Roma. Você sabe algo a respeito?
    Um abraço e mais uma vez parabéns pelo Blog!!!
    Lara

    • Fabio Barbiero

      Olá Lara, tudo bem?

      Infelizmente a embaixada não enviou o seu documento ao comune, e por isso ele não foi transcrito. Você deve exigir à embaixada que faça o envio da sua certidão ao comune italiano onde seus atos foram transcritos, somente desta forma, este comune poderá efetuar a transcrição, ok? Abraços e obrigado pelas palavras e pelo carinho 🙂

      • Lara

        Uau, você é super rápido!! Indicarei seu blog com certeza!
        Obrigada pela resposta.
        Abraços,
        Lara

        • Fabio Barbiero

          🙂

  • Pablo

    Bom dia Fábio,

    Nós possuímos uma fotocópia do “CERTIFICATO DI BATTESIMO” do antenato italiano da família. Todavia, como na época que parte da família entrou com o processo de reconhecimento da cidadania italiana aqui no Brasil, minha esposa não tinha condições financeiras para tal, a certidão perdeu sua eficácia para tal – foi emitida em 1997 e é apenas uma fotocópia. O que nos impõe o dever de requerer outra certidão.

    Nosso problema reside na falta de conhecimento em saber como poderíamos requerer esta certidão. Principalmente porque no momento que a família reconheceu sua cidadania, eles contrataram um escritório de advocacia para isso, e nós não temos todo esse recurso.

    Todavia, nossa vida foi facilitada pelo simples fato de já possuímos uma fotocópia com a identificação da Parrochia S. Margherita, Posina, Diocesi e Provincia di Vicenza; e os dados completos da certidão. O que nos restaria “apenas” o trabalho de requerimento dessa certidão. E por este motivo, venho aqui pedir sua ajuda: Como seria o requerimento, através de carta? Precisaríamos contratar alguém para este serviço? Quem? Você poderia indicar alguém? Sua equipe trabalha também com este serviço?

    Obrigado pela ajuda e atenção!!

    • Fabio Barbiero

      Olá Pablo

      No novo Sagabook 2015, constará o pedido deste documento, com todos os passos descritos com detalhes, se você não é inscrito no blog e não recebeu o seu exemplar por email, aguarde que em poucos dias ele estará disponível a todos.

      Abraços

  • Rosane Abreu

    Olá Fábio, bom dia!
    Estamos em busca do nosso antenato na itália. A certidão de casamento dele é bem escassa de informações, não consta a data de nascimento, somente a região (Liguria) e o nome dos pais: Francesco Ghiorzi e Angela Maria Righetti.
    Através do Ancestry localizamos um Francesco Ghiorzo, que o pai é Francesco Ghiorzo também, nascido em Varese Ligure, La Spézia, Liguria em 1824.
    Hoje, localizamos a certidão de batismo do Francesco Ghiorzo, no entanto, ficaram algumas dúvidas:
    1º Confirmamos que é Ghiorzi e não Ghiorzo;
    2º O pai é Francesco Ghiorzi;
    3º A mãe é Angela, mas o sobrenome está como “de Vincenzi”;
    4º Certidão de óbito diz que ele morreu com 86 anos (nascimento 1829 ou 1830). E nesta certidão de batismo ele é de 1824.

    Diante destas dúvidas, não sei se desisto da tal certidão ou se insisto, mesmo tendo estas diferenças.
    Você poderia esclarecer essas dúvidas?
    Obrigada!

  • dudutrepichio

    Olá Fábio, meus parabéns pelo blog!

    É muito legal encontrar um local na internet com informações ricas sobre o processo, e sua atitude de compartilhar seus conhecimentos e experiência é louvável!

    Sabe-se que a maioria de nós Brasileiros não nascemos em berços de ouro, e que nosso país não oferece muitas oportunidades de crescimento e às vezes a melhor solução é tentar uma nova vida no exterior.

    É o meu caso, mas duvido que serei capaz de fazer o processo tão cedo, encontro-me desempregado há mais de um ano. Tentei iniciar as buscas de documentos em 2009, mas não a conclui. Tenho interesse de retornar assim que as coisas melhorarem financeiramente.

    Eu só tenho uma dúvida que gostaria que você me esclarecesse caso saiba:
    Em relação ao Nascita, em 2009 obtive este documento por correio da Comune, mas não sei o seu tempo de validade, você sabe?

    Quando for iniciar o processo, será que terei que pedir a Comune uma nova emissão?

    Agradeço pela sua atenção! Abraço

  • Regina Villa Franca

    Bom dia Fabio, gostaria de saber se a Certidao de Batismo deve ser legalizada no Consulado Italiano. Muito obrigada e tudo de bom!

    • Olá Regina, certidão brasileira de batismo? Se sim, somente se emitida antes de 1889.

      Abraços

  • Luis Totti

    Oi Fabio,

    pergunto-lhe se a tal “copia integrale dell’atto di nascita” é válida. Você até postou neste artigo uma imagem com uma fotocópia de um registro de livro, mas como leigo realmente não sei identificar se é a mesma coisa. Também tenho interesse num eventual orçamento para conseguir certidão de nascimento na Itália.

    Grato.

  • Douglas

    Boa noite Fabio, gostaria de tirar uma dúvida qual a diferença entre
    Comune nascita: Cessalto e Mandamento nascita: Oderzo; ambos em Treviso ?
    Seria Comune nascita local de nascimento e Mandamento nascita aonde foi feito o registro da certidão de nascimento ?
    Existe essa situação, nascido numa comune e registrado em outra ?
    Esse tal de mandamento nascita me deixou com dúvidas.

    • Olá Douglas tudo bem?

      Comune de nascita é exatamente o local onde o antenato nasceu. O mandamento é a cidade onde ele foi se alistar no exército. Por exemplo como Cessalto é minúsculo, todos os cidadãos daquela cidade e também os cidadãos das cidades próximas tinham que ir a Oderzo, que por ser a maior cidade da região, mantinha ali a sede militar, entendeu? O mandamento não tem nada a ver com o nascimento não 😉

  • Aline Marques Ribeiro

    Boa Tarde Fabio!

    Estou reunindo meus documentos para tentar tirar a cidadania na Italia, falta apenas a certidao de nascimento do meu Trisavo que esta na comuni de Cappanori que la tem documentos de 1800 .
    Liguei la e me falaram que eles so enviam a certidao simples a completa com nome dos genitores apenas se eu for la e assinar, existe alguma outra forma de conseguir isso ou somente eu indo la mesmo? Pois no texto acima voce sita ” Já para que o comune emita o documento completo, é necessário apresentar um requerimento, com uma fotocópia de um documento de identidade do requerente explicando qual a finalidade e o uso deste documento” isso se um advogado for la e isso?

    Tendo isso em maos eu ja posso dar entrada no processo la com uma residencia fixa?
    obrigado desde ja..

    • Olá Aline tudo bem?

      Capannori é um dos piores comunes aqui na Toscana, estivemos recentemente lá para buscar o documento de um cliente e passamos pela mesma “cortesia” da funcionária. Caso queira me mande um email que eu te mando o orçamento para ir buscá-lo: contrate@minhasaga.org Abs

  • Bruno Placha

    Bom dia Fábio, Estou com uma duvida sobre os documentos dos antepassados no Brasil. Encontrei os registros de batismo deles, mas não consigo achar o de nascimento. Os consulados aceitam o Batismo dos antepassados Brasileiros somente ou é obrigatório a certidao de nascimento?

    Grazie,

    Bruno Bara Placha

    • Olá Bruno, os documentos religiosos podem ser apresentados somente se anteriores a 01.01.1889, caso contrário é obrigatória a apresentação da certidão civil. Abs

      • Bruno Placha

        Entendi Fabio, caso nao existam eu perco o direito?

  • Rosimeiri

    Ola Fabio, tudo bem?

    Tenho o passaporte original do meu trisavo, esposa e filhos. Esse documento “ajuda” em alguma coisa no processo de cidadania, substitui algum outro documento?

    Parabens pelo site, maravilhoso. Esta me ajudando bastante a entender o processo.

    Obrigada pela atencao.

    • Não, para o processo de reconhecimento os únicos documentos válidos são as certidões de nascimento, casamento, óbito + a CNN. Abs

      • Rosimeiri

        Obrigada Fábio,

        Bom saber disso!
        Estou reunindo meus documentos brasileiros. Assim que terminar, entro em contato para fazer um orçamento para as buscas das certidões italianas. Vou fazer meu processo pelo Canadá.

        Mais uma vez obrigada.
        Um abraço

  • Francis Tavares

    Boa tarde Fábio.
    Estou levantando as certidões nos cartórios e me deparei com um pequeno ou grande problema, no livro de registros do meu bisavó o registro de nascimento está com algumas partes ilegíveis, como proceder com esse problema? mando fazer a certidão de inteiro teor mesmo estando ilegível?

    • Olá Francis, o que está ilegível? Algum dado importante?

      • Francis Tavares

        Olá Fábio, não sei exatamente quais informações estão ilegíveis, pois eu liguei pro cartório e o funcionário que buscou os registros disse apenas q estava ilegível algumas informações, o cartório fica em uma cidade vizinha por isso contatei pelo telefone, mas ate então pelo registro ele conseguiu me informar o nome dos pais do meu bisavó, q no caso são os italianos, eu já pedi a certidão de nascimento e de casamento no comuni de Avellino, agora só estou preocupado com a certidão de nascimento do meu bisavó, por estar ilegível, tem alguma dica do q eu possa estar fazendo? e obrigado pela atenção.

  • Maria Sabino

    Boa noite Fábio, um ótimo artigo e me deixou com uma dúvida. Tenho um documento do meu antenato que eu imaginava ser a certidão de nascimento. Parece um documento antigo, talvez cópia de livro como você falou. Está escrito no título “Atto di Nascita”, tem a declaração de nascimento, com o dia, o nome dos pais, local onde moravam, e testemunhas, e na lateral as averbações do batismo e do casamento. Atrás há um carimbo escrito “Archivio di Stato di Caserta – La presente fotocopia, di pagg. numerate n. 1 CUNAF, si attesta conforme all’originale conservado presso quest’Archivio net (algo ilegível) STATO CIVILE – per uso CITADINANZA”. Esse documento não serve para o pedido de cidadania? Tenho também a certidão de batismo e a cópia do livro da igreja do batismo. Obrigada.

    • Olá Maria este documento não é valido: você precisa solicitar o correto ao comune onde seu antenato nasceu e não ao archivio di stato. Abs

      • Maria Sabino

        Olá Fábio, obrigada. Você poderia fazer um orçamento para solicitação desse documento? Posso encaminhar por e-mail o que já possuo. Obrigada.

  • Aline Menegais

    Buenas, Fábio.

    Depois de aguardar por 4 meses uma resposta concreta do Parroco sobre o Certificato di Battesimo do meu antenato, resolvi enviar e-mail ao Comune da cidade. Após 2 semanas, recebi a confirmação do envio e uma cópia anexada. Mesmo pedindo o documento com o carimbo e assinatura da Curia, não fui atendida. Em contrapartida, o Comune da cidade foi quem autenticou a assinatura do Parroco. A questão é, o Certificato di Battesimo é válido nessas circunstâncias?

    Agradeço a atenção e parabéns pelo blog!

    • Olá Aline, neste caso é sim válida, pois foi autenticada pelo comune. Em alguns comunes no norte da Italia, principalmente na região de Belluno, como a cúria é longe das igrejas (que ficam nas montanhas) existe o acordo para a autenticação da assinatura do padre pelo comune, então fique tranquila 😉

  • Marco

    Boa Noite Fábio, preciso de sua ajuda,
    Meu avô nasceu na Província de Lucca (Toscana) e não tenho ideia de como procurar a certidão de nascimento dele, meu caso se parece muito com a da amiga Ana Carolina abaixo, pois estou em busca da minha cidadania Italiana.
    Tenho nome completo dele, do pais dele a data de nascimento mas não sei porque o consulado Italiano aqui de São Paulo não consegue achar pelo nome dele.
    Tenho dois primos de segundo grau que conseguiram através de um advogado, mas não consigo mais contato com meus primos, pois os mesmos não possuem endereço fixo, mas sei que eles deixaram o processo aberto na Comune di Belluno para qualquer parente poder tirar a dupla cidadania, mas não tenho ideia de como entrar em contato com a Comune di Belluno, você sabe como posso entrar em contato com eles por e-mail ou por outro modo ?.

  • Bruna

    Olá Fabio, tenho uma duvida.
    Como solicitar o documento completo (com o nome dos pais) por e-mail?

    • Olá Bruna, baixe e leia o Sagabook, lá encontrará as informações necessárias. Abs

      • Guest

        Cadastrei meu e-mail mas não recebi nada…

      • Bruna

        Cadastrei meu email mas não recebi nada e não consegui fazer o download…

        • Veja se o email com a confirmação não foi parar na sua caixa de spam ou promoções. Abs

  • Ana Carolina

    Bom Dia Fábio, tudo bem?

    É o seguinte, estou há meses tentando conseguir a certidão de nascimento do meu bisavô. Ele nasceu na Província de Lucca. Porém sei que lá tem vários Comunes.

    Eu tenho a certidão de casamento e de óbito dele, porém apenas informa a Província. Como consigo saber qual comune está?

    Grata,
    Ana

  • Phantom_3179

    Olá Fábio, te enviei um email com o nome de Cidadania via materna (Lei de 48)
    Abraço
    Adriano C.H

  • Guilherme Naspolini

    Olá Fábio, tutto bene?

    Meu nonno italiano foi abandonado em um orfanato, e no certificato di nascita que eu recebi do comune, vem marcado como “Ignoti”. Eu preciso de mais algum documento para fazer o processo da cidadania? E qual seria?

    Valeu
    Um abraço!

    • Tecnicamente nenhum outro documento é necessário. Abs

  • Erica Grano Machado

    Oi Fábio, me ajuda?
    Acabei de ser informada por um conhecido que foi até o comune de Mangone que os documentos da época que meu bisavô nasceu, foram destruídos.
    Será que ainda tenho chance nas igrejas de encontrar a certidão de batismo?
    Me bateu desespero..
    Se não encontrar a de batismo será o fim da linha pra mim?
    Valeu!

    • Se o registro foi destruído sim, será impossível obter o reconhecimento, a não ser que consiga o batismo, pois assim você conseguirá comprovar que ele existiu. Abs

  • Amanda Mattos

    Olá Fabio!

    Estou tentando mandar um email ao comune de nascimento do meu antenato (Castelmassa), mas o endereço de email não recebe emails comuns. É um endereço do tipo @pec.it

    Pesquisei a respeito e parece ser uma caixa de email certificada, e eu teria que ter uma também para poder enviar email. Você sabe alguma coisa sobre essas caixas de email, se tem alguma maneira de enviar mensagem a eles?

    • Olá Amanda

      Sim, o PEC é um email certificado que serve para que a administração pública possa trocar mensagens entre eles ou ainda com as empresas interessadas. Nós temos um email pec que utilizamos para solicitar documentos e outras informações, no seu caso não é possível fazer isso. Todavia todos os comunes tem um email simples e o telefone, muitas vezes 800 para entrar em contato – tente estes outros canais, ok? Abs

  • Drielle Tassar

    Olá Fabio! Tenho uma cópia do Certificato de Battesimo do meu antenato (pois já ouve uma processo de cidadania na minha família), preciso obter esse documento original? Além disso no certificado não consta o nome dos pais do antenato, mas ele foi usado no processo anterior, essa falta dos nomes o torna não válido? Obrigada.

    • Todos os documentos devem ser originais e conter o nome dos pais sim.

  • Olá Rafael bom dia

    Posso sim, me mande um email com os dados: fabiosaga@minhasaga.org ok? Grande abraço!!!

  • Rafael Patricia

    Olá Fabio!
    Como sempre afobado, sempre te bombardeio com muitos email mais como não sabia sobre isso que tem que ser certidão com o nome dos pais, contendo na na certidão do antenato, você poderia solicita-la para mim, posso enviar um email com as informações do meu bisavô e voce me manda o valor que o senhor cobra por esse serviço, conforme manda o figurino pois irei fechar o reconhecimento da minha cidadania com você pois nao sabia disso e como pedi por email nao sei se ira vir contendo todas as informações exatas

  • Priscila Dias

    Olá Fabio!
    Estou no processo de localização de documentos e descobri que minha bisavó foi registrada como brasileira, natural de Mogi Mirim, porém, encontrei a lista de bordo com os nomes dos pais dela e o registro das famílias e consta nesses documentos do museu do imigrante a nacionalidade dela: italiana. O que eu faço? Como eu faço para encontrar documentos dela na Italia? Como eu faço pra saber o comune que ela nasceu? As certidões de casamento dela e óbito constam como brasileira, mas ela era italiana, chegada ao Brasil em 1912, com 2 anos de idade.. conto com tua ajuda!
    Obrigada

    • Olá Priscila tudo bem?

      Comece a reunir os documentos de trás para frente: por exemplo na sua certidão de nascimento (em inteiro teor) você encontra informações de duas gerações anteriores: nome dos seus pais e dos seus nonnos. Já na certidão de nascimento do seu pai encontrará as infos dos nonnos e bisnonnos e assim por diante, ok? Abs

  • Olá Alessandra

    Infelizmente existem comunes que enviam rapidamente, outros demoram e outros simplesmente não enviam ao exterior – por causa da quantidade de pedidos.

    Me envie um email que eu verifico os custos para conseguir este documento e te mando um orçamento: fabiosaga@minhasaga.org

    Abs

  • Alessandra S

    Olá!
    Já mandei dois emails para o comune onde meu antenato nasceu (Sant’Arsenio) solicitando o envio da certidão de nascimento dele e não tive respostas! 🙁
    Será que se fizer o pedido por carta tenho mais chances de me enviarem o documento? E você tem algum modelo de carta?
    No email eu usei um modelo de carta que o consulado de Porto Alegre disponibiliza no site.

    Obrigada!!
    Alessandra

  • Bruno Di Mauro Machado

    Oi Fabio!

    Encontrei com uma tia minha (filha do meu avô italiano) um documento chamado Estratto dai registri degli atti di nascita (Extrato de registro de nascimento). Esse documento pode ser utilizado como comprovante de nascimento do meu avô na Itália? Consigo continuar com o processo tendo esse documento e não a certidão de nascimento do meu avô?

    Obrigado!

    • Olá Bruno tudo bem?

      Este é a certidão de nascimento italiana rsrs

  • Olá Dionatan

    Sim, você pode levar diretamente na cúria sim. Abs

  • Guest

    Oi Fabio,

    O padre da igreja me enviou a certidão do antenato italiano apenas com sua assinatura e carimbo e queria saber se posso leva-la pessoalmente ate a Curia responsável para colher a assinatura e carimbo da Curia.

    Obrigado

  • Anônimo

    OLA FABIO O ATTO DI NASCITA QUE ELES DÃO NO ARCHIVIO DI STATO VALE ALGUMA COISA. ?

    • Olá Anonimo

      Somente em pouquissimos casos isso é possível, quando o Archivio di Stato conserva os livros de nascimento, como por exemplo em Firenze. Neste caso eles emitem o Estratto di Nascita exatamente igual o comune e isso é válido – o que não é válido é a fotocópia dos livros ou registros militares.

      Abs

  • Anônimo

    Fábio, adorei o post, muito válido e esclarecedor, parabéns pelo seu trabalho!! Aproveitando o tema, gostaria de tirar uma dúvida contigo. Um parente fez seu processo de cidadania e tenho em mãos a cópia da certidão de nascimento do meu trisavô italiano. Bem, ela foi emitida pelo comune de ticengo na província de cremona onde ele nasceu no ano 1869. Minha dúvida é:

    1) Depois de solicitada a certidão ao comune quanto tempo em média demora até que eu tenha ela em mãos no Brasil?

    2) Após emitida a certidão qual o prazo que tenho para fazer a legalização no consulado e posteriormente encaminhar na Itália o processo (isto é, ela possui “algum prazo de validade”)?

    3) Li em algum local da web que para quem nasceu na itália antes do ano de 1871 a Certidão de Nascimento deve ser solicitada na Parrocchia do Comune ou mesmo à Curia Vescovile; e para quem nasceu depois de 1871 deve ser solicitada diretamente ao Archivio di Stato do Comune de origem do antepassado italiano. Consegues me dar uma luz de como faço isso? Nessa cópia di atto di nascita que tenho em mãos não consegui identificar em qual desses locais foi emitida.

    Desde já agradeço!!! Abraços!

    • Olá Anonimo

      Vamos às dúvidas:

      1 – Impossivel saber, pois tem comunes que enviam rapidamente, outros demoram e outros simplesmente não mandam

      2 – O documento italiano não necessita de nenhum tipo de intervento no Brasil, pois já é italiano!

      3 – A resposta desta pergunta está aqui mesmo neste artigo.

      Abraços

  • fabiano

    Boa tarde: lendo este poste resolvi escrever um pequeno relato sobre como recebi os documentos do meu bisnonno. Realmente fiquei bem surpreso com os papeis que não tem “nada a ver” com o nosso bu®rocrático sistema Brasiliano: Meu bisnonno nasceu em 1896 a 116 anos atrás, com apenas um e-mail com os dados dele nascimento/casamento, enviaram para mim toda a documentação sem nenhum custo fiquei muito surpreso com tanta rapidez sem nenhuma burocracia, gente eu to falando de uma pessoa que nasceu a mais de 100 anos! agora pergunto como um pais como o Brasil que quer ser considerando um pais de 1º Mundo, que não cuida do seu povo onde um juiz estabelece o que quer, mesmo vc provando estar certo, com documentos e tudo mais.Queria saber como vai chegar nesta posição. um pais se faz com pessoas é não somente com seus governantes. Não queremos facilidades mas que nossos problemas sejam solucionados com um justiça seria e objetiva simplesmente pedimos que cumpre a lei que temos a nosso favor. Infelizmente muitas das vezes temos que ainda pagar para elas funcionarem aumentando ainda mais a fome de corrupção que infelizmente existe em nosso país. Desculpe pelas palavras, amo meu país morreria por ele, é acredito que um dia possa existir um pais mas serio em que possamos confiar. Desculpe pelo desabafo é que passei por muitas coisa que só Deus sabe, mas consegui realizar meu objetivo…

  • jefferson

    olá Fabio

    Estou com uma duvida a respeito da certidão de nascimento do meu antenato. o atto di nascita que o archivio di stato mi deu não tem carimbo nem assinatura é uma copia de um livro com todas as imformações que relata nome dos pais e avós deles será que tem validade? antes de ir no archivio di stato procurei na comune mas so achei o casamento o que devo fazer?

    • Olá Jefferson

      Como eu expliquei neste artigo, o documento deve ser emitido pelo comune ou igreja (conforme o caso) – cópias de livros não servem para o processo.

      Abraços

  • Fabio M.

    Olá Fabio,

    Eu tenho uma dúvida, estou na fase de pesquisa de certidões no Brasil, e hoje descobri que a certidão de óbito de meu antenato foi retificado por alguém no ano de 2006, alterando a grafia de seu nome e sobrenome, Minha pergunta é eu vou ter que retificar todas as certidões a partir da que foi retifica em 2006 ?( nascimento de filho do antenato, casamento , óbito, até chegar em mim?) ou por nas respectivas certidões constarem o nome e gráfia que foram retificados, já se comprova se tratar da mesma pessoa?

    • Olá Fabio

      Se os outros documentos ainda estiverem contendo erros e/ou variações devem ser corrigidos.

      Abs

  • Gustavo Fenner

    Olá Fábio, tudo bem?

    Minha família está fazendo o reconhecimento da cidadania italiana aqui no Brasil, eu sou o único aventureiro que vai reconhecer na Itália (na verdade eles é quem são os aventureiros. heheheh) além de minha irmã que vai envolver mais um país no meio de tudo isso, ela pretende reconhecer no Canadá, onde está atualmente residindo.
    Os documentos para o reconhecimento da cidadania italiana que será feito no Brasil já estão guardados em uma pasta aqui em casa, mas não pude deixar de notar que na certidão do meu antenato não consta o nome de seus pais. Isto também será um problema para o reconhecimento da cidadania italiana aqui no brasil? Ou somente seria um problema na Itália?
    Desculpe pela ingenuidade.
    Abraços

    • Olá Gustavo

      Isso é um problema em qualquer lugar, não apenas aqui na Italia.

      Abs

  • Augusto Petri

    aaaaaaaaahhh agora entendi!!

    Fez todo sentido agora, pois eu estava achando estranho.

    Sempre escutei que ”pomeriggio” era o período da tarde, por exemplo: sono le due del pomeriggio.

    Quando falamos em noite nos referimos ”alla sera”, não é verdade?

    Um grande abraço

    • Ciao Augusto

      É que você está confundindo as palavras “pomeriggio” com “pomeridiane”… Na prática jamais utilizamos buon pomeriggio, sempre usamos buona sera – mesmo à tarde.

      Abs

  • Augusto Petri

    Então podemos dizer que fulano de tal nasceu as 8 da tarde? Estranho né?

    • Augusto

      Neste caso “pomeridiano” significa apenas que o horário segue a partir do meio-dia. Caso contrário seria “antimeridiano” e é o equivalente do inglês AM e PM.

      Abs

  • Augusto Petri

    Olá Fabio,

    Eu tenho uma dúvida:

    Na certidão de batismo do meu antenato, esta escrito que ele nasceu as 2 pomeridiane.
    Logo isto quer dizer que ele nasceu as duas da tarde. Porém eu observei que em uma certidão que você mostrou constava que o italiano nasceu ás 8 pomeridiane, assim eu fiquei confuso como assim 8 pomeridiane?

    Sendo que pomerigio seria o período da tarde.

    Até mais,

  • Anônimo

    Fábio!!
    Quem me falou de voce foi o Dr. Augusto Sampaio. Acabei de falar com ele. Está em Lisboa e trabalha em Faro. Ele me falou de vc. Estive na Italia por 20 dias e estou com todos os documentos carimbado pelo consulado de Porto Alegre. Estou com eles e iria levar em mãos , pois tenho um amigo, Enrico em Candatem na Italia, mas eu nao posso ficar , no momento mais do que 20 dias na italia. Qto vc cobra para fazer encaminhar os papeis?
    Aramis Dalmolin

  • Olá Fabio,

    Excelente post, muito obrigado! Fiquei com uma dúvida, que pode parecer boba, mas que deve ser esclarecida. Na paróquia onde meu antepassado nasceu, o padre se recusou a fazer a certidão de batismo (batistério), apesar de ter me enviado cópia simples do registro de batismo. Fui à curia diocesana e o Vicario Generale fez a referida certidão pra mim, cumprindo todas as formalidades que você informou (incluiu até data e local de casamento dos pais do antepassado). Pergunta: essa certidão tem valor para pedido de cidadania italiana? Muito obrigado!

    Abraço

    • Olá Anderson

      Neste caso tem sim valor, pois a cúria tem o poder rsrsrs

      Abs

      • Anderson

        Muito obrigado!!!!

  • Mike N G Souza

    Fala Fábioooo! Tudo bom?
    Qualidade, qualidade e qualidade! Sempre esbanjando boa qualidade e competência nos mínimos detalhes hein! Parabéns!
    Gostaria de perguntar se, por acaso, tem conhecimento de algum grupo de pessoas que se juntaram para pedir melhor atendimento e acolhimento dos sacerdotes católicos no sentido de atenderem melhor a população (uma das suas obrigações fundamentais pós-ordenação, pois bom acolhimento também é evangelização segundo seus princípios, além de ser um direito público o acesso aos documentos pelas leis canônicas). Compreendo que é complicado lidar com centenas de pedidos (muitos infundados) todos os meses e com a precariedade de arquivos porém não justifica ocasionar descaso ou coisas piores… (Fique claro a quem ler aqui, o foco não é questionar fé, religião ou promover debates sobre “qual o caminho da salvação…”) 🙂 🙂 🙂
    Enfim, se por acaso você ou alguém tiver conhecimento de grupos que estão cobrando a Cúria na Itália para se chegar a melhores soluções em atender a população, por favor, quero saber e me juntar (já não basta o mau tratamento de parte de autoridades não-religiosas)…
    Quem sabe… poderia começar a haver uma parceria entre as divisões da Cúria no Brasil e na Itália, melhorando pra todos…? Convido, principalmente os católicos, a começarmos pressionar nossos bispos diocesanos e também escrevermos direto ao Vaticano (sim, isso é possível! Porém, como em tudo, só funciona se em número expressivo)
    Obrigado. Abraços