Por quê não é uma boa idéia trazer acompanhantes

Ciao a tutti!

Há alguns anos (Outubro de 2010) escrevi o artigo “Por que não se deve trazer o marido ou a esposa para a prática de cidadania” e já naquela época houveram muitos comentários, pois muita gente realmente não tinha idéia sobre os problemas que isso poderia causar.

Como de lá pra cá muitos novos marinheiros estão chegando no mundo da cidadania italiana e, com a chegada das novas tecnologias, como por exemplo o Youtube, resolvi gravar um vídeo sobre este mesmo tema, explicando por quê trazer um acompanhante para o processo é uma péssima idéia.

  • Olá Maielle tudo bem?

    Já te respondi lá no google+ que não tem nenhum problema em vir com seu irmão, basta apenas verificar com o comune onde vocês pretendem dar entrada se aceitam a utilização da mesma documentação.

    Quanto ao seu nonno, você não precisará dele pra nada, bastará as certidões dele emitidas pelos cartórios rsrs

  • Olá Fabio!
    Há algum tempo fiquei sabendo do meu direito de cidadania, e agora estou tentando resgatar a história da minha família, pois tenho descendência através do meu avô paterno, porém ele nunca esteve presente na minha vida, deixou minha avó com seus três filhos sozinha, e hoje eu sei onde ele está mas não tenho coragem de procurá-lo para chegar e dizer assim: – Vim atrás de você porque tenho direito a cidadania italiana..Bom, se um dia eu tiver a oportunidade de lhe contar a minha história você entenderá tudo, mas a minha dúvida mesmo, depois de ter visto este vídeo é, posso ir com meu irmão até a Itália para o processo? Pois acredito que como nós dois temos o direito poderemos conseguir o visto prolongado do governo, estou certa?
    Desde já, quero agradecer por seu incrível trabalho, você fala de forma clara e verdadeira, tudo que sei sobre cidadania devo a você..Grazie!

  • Eliz

    Prezados,

    Gostaria da ajuda de vocês em relação qual site/email,caminho, aonde solicito o estratto di matrimonio.
    Já fiz várias busca e não identifiquei o lugar.
    Estou preparando para tirar a cidadania Italiana .Meu marido é cidadão italiano da Cidade de Pisiotta já entrei no site desta cidade e não encontrei aonde fazer está solicitação.

    Vocês poderiam me ajudar?
    Desde já agradeço.

    • Olá Eliz tudo bem?

      Certidão de casamento sua com o seu marido que adquiriu o reconhecimento? Explique melhor o que você precisa 😉

      • Eliz

        Fábio,

        Obrigada pela pronta resposta.

        Na realidade recentemente meu marido precisou fazer a renovação do passaporte que estava vencido, ao fazer isso o consulado solicitou que o mesmo deveria fazer a regularização matrimonial do divorcio junto à prefeitura de Pisciotta, (que na época da cidadania da família dele por descendência ele já era divorciado e nada foi pedido neste sentido). Ao fazer a renovação do passaporte ele também apresentou o novo status de casado e a nossa certidão de casamento.
        Já sou casada com ele no papel mais de quatro anos e gostaria de solicitar a minha cidadania por regularização. Agora o primeiro item para a minha regularização é solicitar o “Estratto Dell’ Atto Di Matrimonio” que são documentos obtidos COMUNE ITALIANO. Esta é a questão já entrei no site da prefeitura de Pisciotta e não sei aonde solicitar. Gostaria de saber aonde solicito este estratto?

        att, Eliz

        • Neste caso você deve entrar em contato com o comune e solicitar este documento no ufficio di stato civile, que é o ´rgão responsável, ok?

          Abs

  • kellen margotti de paula

    Olá, Fabio !!!

    Adoro seu site, desde maio de 2013 quando comecei a reunir meus documentos para o reconhecimento da cidadania estou sempre acessando seu site, e assim conseguindo sempre tirar todas as minhas duvidas. Agora estou na fase de agendamento no consulado para legalizar meus documentos e assim que os documentos forem legalizados estarei indo para minha tao sonhada ITÁLIA.
    Gostaria muito de fazer meu processo com você pois através de seus videos no You Tube e de todo o conteúdo que você passa para nós de forma clara e objetiva me trouxe muita segurança.
    Só tem um problema !!! Sei que vc é contra a levar acompanhante para esse tipo de processo, conforme o vídeo que explica o porque. Então gostaria de lhe pedir em rede Internacional .. rsrsrsrs …. atende o meu caso !!!! PLEASE …. quero muito ir com meu marido e meus dois filhos menores…. quero ir para ficar somente o tempo do vigile passar, que acredito que será em menos de 90 dias e fazer o restante por procuração e depois voltar só para a assinatura do reconhecimento da cidadania, então minha família poderia ficar comigo … pense no caso …. PLEASE !!! Quem sabe não seria uma nova experiencia para vc também …..

    Muito Obrigada !!!

    Kellen

    • Olá Kellen tudo bem?

      Acredite, já tive este tipo de experiência no início da minha carreira aqui na Italia e sei exatamente quantas coisas ruins pode acontecer com a vinda de cônjuges. Além disso pude acompanhar clientes que entraram em contato desesperados porque tinha, contratado alguns a$$e$$ores que, para ganhar alguns trocados em aluguel aceitavam (e muitos ainda aceitam) a vinda de menores e outros acompanhantes e é por isso que te repondo também em rede internacional rsrs que jamais aceitaremos pessoas estranhas ao processo de cidadania aqui na Minha Saga – te digo isso com muita naturalidade e repito: isso aqui conosco jamais acontecerá novamente

      Uma coisa é alguém ter uma empresa legalmente estabelecida de turismo – que possa receber hóspedes TURISTAS e consequentemente comunicar isso a policia e demais órgãos competentes como exige a legislação. Outra coisa é ter uma empresa de consultoria que recebe pessoas para serem RESIDENTES aqui na Italia para que possam efetuar o reconhecimento de suas cidadanias, utilizando para isso uma legislação completamente diferente daquela reservada aos turistas. Ou fazemos bem uma coisa ou outra: jamais as duas contemporaneamente.

      E depois de muitos anos trabalhando com isso aprendi que não podemos abraçar o mundo e querer fazer tudo, apenas para ganhar dinheiro. Temos que nos especializar em alguma coisa e então fazer isso 1000% melhor do qualquer outra pessoa ou concorrente. É desta forma que podemos nos destacar e com sorte, nos tornarmos referência naquilo que fazemos, inspirando tantas outras pessoas a fazer o mesmo, entendeu?

      Um enorme abraço e feliz 2014 😉

  • Enzo

    Fabio, bom dia!

    Tenho uma dúvida sobre “acompanhante” um pouco diferente do que fala seu texto.
    Estou aqui na Itália fazendo o processo de cidadania junto com meu pai e meu irmão. No momento, estamos apenas esperando pela Non Rinuncia. Acontece que meu irmão vai precisar voltar ao Brasil e não sabemos quando o Comune nos chamará para terminar o processo de cidadania. A dúvida: existe algum prazo legal para concluir esse processo ou varia de acordo com o Comune? Porque caso meu irmão ainda esteja no Brasil, gostaria de saber se há tempo suficiente para que ele volte do Brasil e termine também o processo junto conosco.
    Estou te perguntando porque toda vez que vou ao Comune pegar informações é muito desgastaste.

    • Olá Enzo

      Pergunte diretamente ao oficial do comune – somente ele poderá te responder isso, ok?

      Abs

  • Rodrigo

    Boa tarde!
    Fábio, existe um comentario que a itália estaria querendo acabar com a cidadania por direito de sangue. Procede essa informação ou seria pura especulação?

    • Olá Rodrigo

      Pura especulação, não existe nada de concreto.

      Abs

      • Alexandre Boarotto Azevedo

        Boa, Assim continuo a minha saga sem me preocupar…

  • Anônimo

    Obrigado, Fabio… vou dar uma vasculhada sim! valeu!

  • Geison

    oi fabio… obrigado pela resposta… vou começar um curso de italiano com um professor particular mas sei que não serei “avançado” ainda quando ir para italia (tentarei ir em abril).
    penso justamente em ir para o norte, rsrs!! você poderia me citar alguns dos comunes que não podem nem ouvir falar disso? só para eu evitar esses!! abraço

    • Olá Geison

      Dá uma procurada aqui mesmo no blog, tem centenas de depoimentos de leitores que passaram maus bocados em cidades como Vicenza, Treviso, Padova, Trento, Verona, Bologna e tantas outras. Abs

  • Geison

    fabio, tenho uma cuiriosidade: como é visto aí na italia o indivíduo que vai para aí ter a cidadania reconhecida mas que não fala italiano?

    abraço!

    • Olá Geison

      Isso é relativo e depende da região: tem comunes (principalmente no norte) que sequer podem ouvir falar disso, assim como tem comunes que entendem que isso é um direito e não tem nenhum problema. Abs

  • Diego

    Excelente vídeo, Fábio!! Parabéns!! Acho muito importante que os brasileiros sejam guiados a fazer as coisas de acordo com a lei e tudo certinho, porque, infelizmente, tem muito brasileiro aqui fora (moro na Irlanda) que não respeita as leis, vive ilegalmente, e “mancha” a nossa imagem!

  • Fabiana

    Oi Fabio.

    Eu estou fazendo minha cidadania no Brasil mesmo, em Brasília, cidade onde resido.
    Eu tenho 20 anos, mas nunca viajei para o exterior e não possuo passaporte brasileiro. Quando eu for chamada pelo consulado, eles irão emitir meu passaporte italiano mesmo sem eu ter o brasileiro? Caso um dia eu tenha oportunidade de sair do país poderá ser com o passaporte italiano somente? Abs

    • Olá Fabiana

      O requerente brasileiro que obtém a cidadania italiana, para poder solicitar o passaporte italiano deve obrigatoriamente já ter o passaporte brasileiro, é uma exigência dos consulados italianos no Brasil. Procure no nosso canal do Youtube (www.youtube.com/portalminhasaga) o vídeo sobre Como viajar ao exterior com a dupla cidadania – lá você encontrará a resposta para suas dúvidas, ok? Abs

  • Fábio, tudo bem.
    Estou aproveitando este espaço para fazer uma pergunta?

    Eu tenho cidadania italiana completa, no comune de Bagnolo San Vito, onde meu avô nasceu.

    O meu primo, depois de regularizado seu documento aqui no Brasil, não poderá dar entrada nessa comune?
    A documentação foi enviada pelo consulado de são Paulo (você falará que deverá tirar tudo de novo) mais pelo menos no caso não precisará a certidão de nascimento do avô que nasceu e foi registrado lá mesmo?

    Mais como terá que apresentar (como já tem mais de 45 anos não precisa do serviço militar)certidão nascimento de seu pai, casamento, óbito e sua certidão de
    nascimento, casamento, divorcio e certidão nascimento de seu filho que é menor de 18 anos.

    Necessitaria ainda a certidão de não naturalização, de nosso avô? certidão de casamento, óbito, ou outro?

    Só depois de tudo ok. terá que se virar para fazer a cidadania na Itália, bem aí é outra conversa com você.

    Obrigado
    Valdemir Antônio

    • Olá Valdemir

      Não é possível, pois os únicos documentos enviados ao comune foram os seus documentos para que fossem transcritos por eles: aqui na Italia os processos são individuais e portanto cada um tem que realizar o próprio reconhecimento, apresentando todos os documentos desde o antenato italiano até as próprias certidões, ok?

      Abraços

  • Olá Fábio, ótimo video!

    Gostaria de deixar uma sugestão para um próximo:

    Sobre como levar/transferir dinheiro do Brasil para a Italia(ou até quem sabe para outro país da UE).
    Creio que seja muito útil para quem está se mudando e não tem conta em bancos que atuam em ambos os países, mas precisa levar/transferir seu dinheiro e não sabe por exemplo se o ideal é abrir uma conta aí e pedir para alguem enviar do Brasil, ou sacar o dinheiro ainda no Brasil e levar junto, se existe um limite de dinheiro para passar na imigração, se precisa de alguma declarão, como/onde se faz a conversão de real para euro, etc…

    Abraços!

    • Olá Guilherme tudo bem?

      Tem alguns artigos já onde eu falo sobre isso, como por exemplo o cartão Postepay, o Visa Travel Money, o Western Union e também sobre a abertura de conta aqui, dá uma olhadinha, ok?

      Grande abraço!!!

  • Roberto A

    Olá Fábio, tudo bem?

    Eu já tenho a cidadania italiana e recentemente casei, minha pergunta é a seguinte:

    Posso eu, legalizar o documento de casamento (certidao inteiro teor + trad. juramentada) aqui no consulado de SP e dar entrada com o documento para transcrição na minha comune?

    Caso sim, este processo é rápido e consigo uma cópia transcrição plurilíngue no período de 1 mês que será o período que estarei aí?

    Para sua informação estou inscrito no consulado de SP.

    Pergunto isto já que no ano que vem irei viajar para a Itália e gostaria de acelerar este processo e também para não ficar dependente do Consulado de SP.

    Parabéns pelo canal e desde já agradeço pela atenção!

    Abraços,

    Roberto A.

    • Olá Roberto

      Pode sim, porém o consulado vai te pedir para fazer uma declaração em italiano onde você é ciente de que este serviço deveria ser feito pelo próprio consulado e que você é responsável pela entrega do documento diretamente no comune, entendeu?

      Sobre o tempo que o comune vai demorar para transcrever não tenho como te responder isso, apenas o oficial di stato civile do comune onde seus documentos foram transcritos é que poderá te dar essa informação, ok?

      Abraços

      • Roberto A

        Olá Fábio, tudo bem?

        Muito obrigado pela rápida resposta!

        Mas, sempre tem um porém em relação a cidadania (rs). Entrei em contato com a minha comune solicitando a minha certidão de nascimento, que pelo documento recebido do consulado italiano de SP foi encaminhada para transcrição na minha comune em julho deste ano, porém fui informado pela comune que até o presente momento eles não haviam recebido meus dados referentes a obtenção da minha cidadania.

        Portanto neste caso ainda não sou considerado italiano (mesmo já tendo em posse o passaporte italiano), e também não posso tirar os documentos italianos caso queira residir na Itália, correto?

        Para exemplificar a demora da minha coumune ou do consulado de SP, minha mãe que teve sua cidadania reconhecida em meados de 2011, e recebeu somente em agosto deste ano 2013 uma carta da comune informando que ela estava inscrita e tinha o direito a voto, portanto levaram 2 anos para eles receberem e transcreverem sua cidadania.

        Voltando para o meu caso, o que posso fazer neste caso, existe algum prazo que eles são obrigados a receber e transcrever estes documentos? Posso solicitar esta transcrição legalizada do consulado de SP e eu mesmo enviar pessoalmente para a comune?

        Pergunto isto, já que como havia citado na mensagem anterior, no ano que tenho viagem marcada para a Itália, e com intenções de me fixar na Europa!

        A quem e como posso recorrer neste caso, existe algum órgão italiano que dá suporte nestes casos? E você por acaso oferece seu serviços para solucionar este tipo de problema?

        Desde já agradeço pela sua atenção!

        Abraços,

        Roberto A.

        • Olá Roberto

          Não existe uma tempística definida, pois não se trata de um procedimento realizado por um pedido do interessado – portanto ou você espera ou entrega o documento diretamente no comune – não deve demorar do que 30 dias para que seja efetuada a transcrição de um documento.

          Abraços

  • Ju

    Eu poderia ouvir vc falando sobre cidadania por horas e dias seguidos sem desligar ehehe

    Sou louca e muito parecida com vc Fábio, apaixonada pela Itália.

    Parabéns pelo vídeo, parabéns pela didática que tens na explicação.