Consegui minha cidadania italiana, e agora? # Video III

Ciao a tutti!!!

Hoje publico o terceiro e último vídeo da sessão “Consegui minha cidadania, e agora?”.

Abordo os seguintes temas:[checklist]

  • Check-list de documentos;
  • Inscrição consular (AIRE);
  • Língua italiana.
[/checklist]Divirtam-se:

 

E não deixem de responder a nossa Pesquisa.

12 Comentários


  1. Fabio, olá tenho assistido seus videos e aprendido bastante,são otimo. Tenho minha cidadania a 18 anos e só agora tenho a oportunidade de ir e não entendi quando você disse que um dos documentos para inscrição no AIRE do País de residencia na Europa é a cópia da certidão de nascimento transcrita no comune da Itália, pois quem fez o reconhecimento da cidadania no Brasil não tem esse documento…é isso mesmo? Precisamos disso? Se sim, como ter esse documento sem ter feito o processo na Itália? devo solicitar no consulado bh no momento em que forfazer o passaporte? Abraço claudia

    Responder

  2. Olá Kristine

    Você já baixou e leu o Sagabook? Lá você encontrará praticamente todas as respostas para suas dúvidas, ok?

    Abraços

    Responder

  3. Oi Fábio, adorei a saga! Se puderes me ajudar te agradeço. Estou juntando a papelada para requerer a cidadania italiana, bom o que acontece?! Tenho a maioria dos doc, porém uma certidão de nascimento não tenho, apenas de batismo. Serve? Posso pedir para o cartório fazer uma nova certidão? Posso dar entrada em qualquer cidade da Italia? Outra dúvida, tenho uma amiga que ja mra na Italia, porem minha idéia é morar em Londres onde estive por um mês no ano passado. Posso aguardar a documentação em Londres? Desde ja agradeço. Kris

    Responder

  4. Muito legal os vídeos postados, grato por sua generosidade

    Fábio tomo a liberdade de fazer um pedido,
    Que tal um post sobre a questão da segurança pública na Itália, pois creio que uma das coisas que mais impulsionam muitos brasilieros a sairem atualmente do país é a questão da insegurança pública e jurídica de maneira geral e as barbaridades que ocorrem diariamente por aqui (isso inclui a violência gerada pelas drogas e pelo tráfico que está disseminado em nível assustador mesmo nas cidades médias e pequenas do país). Algumas sugestões:
    – Percebo que muitas cidades italianas (vejo pelo street view), mesmo cidades médias e grandes não possuem muros altos ou grades, parecem cidades interioranas do Brasil a 50 anos atrás. Furto e roubo é algo raro? Já viu alguma casa com cerca elétrica por aí ? rs
    – Vejo alguns jornais italianos e sei que existe alguma violência urbana por aí também é claro, mas gostaria de saber que nível de violência urbana existe na Itália e o que é considerado um absurdo total e que no Brasil possa ser considerado algo corriqueiro por exemplo. (gostaria de ter um parâmetro disso)
    – Em que nível se encontra o problema das drogas na Itália, está longe do nivel que se encontra no Brasil?
    – VocÊ diria que viver na Itália hoje é como viver no Brasil a décadas atrás, quando segurança nem era o assunto principal dos habitantes. Por acaso existe algum programa estilo Datena na tv italiana? rs 🙁

    Abraços e parabéns por seu blog mais uma vez 🙂

    Responder

  5. Fabio só uma correção, morei na Irlanda duas vezes e ninguém precisa pagar 3 mil euros em momento algum. O que ocorre é que na imigração o estudante que não é europeu precisa provar que tem esse dinheiro (como um extrato de VTM por exemplo) para poder se sustentar no país durante um tempo, mas nada de pagar.
    Abraço.

    Responder

    1. Oi Guest, assim que eu reconhecer a cidadania vou embarcar para Irlanda com meu marido, minha dúvida é a seguinte, meu marido entra na Irlanda com que tipo de visto?

      Responder

  6. Oi Fábio,
    tenho uma grande dúvida! Quando a pessoa vai para a Itália, ela entra com o passaporte brasileiro e nele fica o carimbo de entrada no país, certo? Mas se ela, depois do reconhecimento da cidadania, resolve ficar pela Itália ou em outro país da Europa utilizando só documentos italianos não tem problema? Ela nunca terá o registro de saída da Itália no passaporte brasileiro…isso não é um problema?
    Obrigada!

    Responder

    1. Olá Alessandra

      Sim, isso é completamente normal e não é um problema, pois depois de obter a cidadania italiana, você nunca mais vai utilizar o passaporte brasileiro por aqui. Abs

      Responder

  7. Ciao bello! vivo em Bassano Del Grappa (VI) , acompanho tua saga, te admiro e é de vital importância teu trabalho , sou de Curitiba (Pr). FABIO , parabéns mesmo, tudo de melhor à você e a sua famiglia.Valeu…

    Responder

  8. Fabio, novamente muito bom o vídeo, acredito que responde à muitas das dúvidas dos italianos que vão para outros países da Europa! Parabéns!
    Só não entendi quando você disse que um dos documentos para inscrição no AIRE do País de residencia na Europa é a cópia da certidão de nascimento transcrita no comune da Itália, pois quem fez o reconhecimento da cidadania no Brasil não tem esse documento…é isso mesmo? Precisamos disso? Se sim, como ter esse documento sem ter feito o processo na Itália?
    Abbraccio!
    Jonas

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.