Primeira fornada de cidadanias de 2014

Ciao a tutti!

Muita gente tem cobrado posts mais frequentes sobre as fornadas de cidadania e eis que trago a vocês a primeira delas neste novo ano!

Somente no mês de janeiro tivemos aqui na Minha Saga as assinaturas da Margarida*, do Ivan, da Cleo, do Luiz, da Maria do Carmo, do Richiel e da Rafaella – vejam quanta história pra contar rsrsrs

Então chega de espera – apresento a vocês a primeira fornada de cidadanias de 2014:

IVAN MAGOGA

O primeiro formando da Minha Saga neste ano foi nosso querido Ivan, vindo lá do Rio Grande – barbaridade tchê!

Uma das características mais marcantes dele é a persistência e a organização. Pra vocês terem uma idéia entre o nosso primeiro contato até a chegaa dele se passaram apenas seis meses!!!

Uma vez aqui nos deu uma verdadeira aula sobre a vida nos States, por onde viveu há algum tempo atrás, sem contar as risadas e as histórias divertidíssimas como a vez que foi a Las Vegas feliz e contente, tirando fotos dos cassinos, dos carros, das minas, dos caras… quando de repente um dos caras – tipo chefe do tráfico em CSI – perguntou carinhosamente de quem ou do quê ele estava tirando fotos. E pediu, não menos carinhosamente, para apagar as fotos da turma.

Agora imaginem um negão tipo Bronx com 2 metros de altura sussurando no seu pé do ouvido rsrsrsrs Eu daria a câmera toda pra ele e ainda um dinheirinho para brincar no cassino. Se ele fosse trentino então 😉

A única coisa que temos para reclamar dele é que depois que assinou e foi embora dando carteirada italiana pela Europa nem lembrou mais dos amigos pobres italianos – como dizem lá nos pampas, tá todo faceiro kkkkkkkkkkkk

Ivan preenchendo os formulários do AIRE

LUIZ DEL FIORENTINO

Quem acompanha a Minha Saga deve estar pensando que eu tô maluco, afinal de contas já tinha contado a história do Luiz Del Fiorentino aqui.

Mas não, queridos leitores, naquela ocasião o felizardo foi o Luiz ‘filho’, desta vez realizamos o processo do Luiz ‘pai’ kkkkkkkk

E agora que eu percebi que mais um componente da nobre familia Del Fiorentino está fazendo parte de uma fornada de cidadanias – em 2011 a Teresinha (irmã do Luiz, que além de pai do outro Luiz também é pai da Anna – beijos Annaaaa) também fez parte de uma fornada, mais precisamente da última do ano de 2011 😉

Eu já tive oportunidade de falar pessoalmente para o Luiz e repito aqui: após conhecê-lo, deu para entender perfeitamente de onde veio a educação e os bons costumes que tanto o Luiz quanto a Anna sempre demonstraram. Sem contar a sabedoria da Teresinha e também da Ana Maria – mulher do Luiz que também tivemos a honra de conhecer pessoalmente!!!

Tá escrito que sou cidadão italiano!!!

Existem muitas coisas que comprovam que um profissional está no caminho certo, oferecendo serviços de qualidade. O sorriso de um cliente, as palavras de carinho, as demonstrações de satisfação, entre outros. Mas pra mim nada é mais importante do que a indicação do nosso trabalho de um cliente para outro. Quando este outro cliente é um familiar então, nosso orgulho vai ao céu e nosso ego vai à loucura rsrsrsrsrs

CLEO

Falar da Cleo é difícil, como diria Roberto: eu tenho tanto pra lhe falar…

Primeiro preciso dizer que a Cleo tem não apenas a mesma idade da minha mãe, mas também a mesma garra e disposição! Uma frase que ela sempre diz é que “quem quer trabalhar, trabalha! Quem não quer, procura desculpas para continuar reclamando da vida!”

A Cleo sofreu com o mesmo problema que muitos de nós também sofremos, que é a desconfiança por parte de muita gente – incluindo familiares.

Basta dizer que queremos ir a Italia realizar o processo de cidadania que aparecem parentes, amigos (será?) e mais um bocado de gente para torcer contra, dizendo que isso é besteira, que jamais vamos conseguir, entre outras gentilezas.

Até existe uma expressão italiana “alla faccia” que trocando em miúdos quer dizer mais ou menos “chupa” (mil perdões às pessoas educadas que lêem este blog, mas juro que não encontrei outra definição em português tão…. libertadora :))

E assim como muitos de nós, hoje a Cleo pode dizer a plenos pulmões: alla faccia…

Tapete vermelho para sua assinatura

MARGARIDA*

Muita gente não sabe mas por diversos motivos nem todos os clientes da Minha Saga acabam sendo homenageados aqui no blog.

Por exemplo já realizamos a prática de juízes, delegados, jogadores de futebol, empresários e mais um bocado de outros profissionais que por motivos de trabalho não podem ter os nomes revelados. Tivemos até um caso de uma profissional de TI que veio a Italia realizar a prática e a empresa sequer ficou sabendo, pois ela trabalha da forma remota e para todos os efeitos jamais pisou aqui kkkkkkkk

Outro motivo também bastante comum é familiar: o cliente não quer que os parentes saibam que ele realizou o processo, pois quando pediu ajuda ninguém quis ajudar e uma vez que saibam que conseguiu vão querer tirar uma casquinha.

Por este motivo, a Margarida (*nome fictício) não pode ficar famosa aqui na Minha Saga. Mas ao mesmo tempo tínhamos que homenageá-la, pois vivemos ótimos momentos e isso não poderia deixar de ser contado!

Proveniente das Minas Gerais, Margarida começou a sua “saga” nos contratando para buscar o documento do seu antenato lá pros lados de Foggia e menos de um mês depois já escrevíamos a ela contando as boas novas!!!

E pouco menos de 90 dias depois lá estava ela chegando na Italia para realizar o seu processo conosco e melhor ainda: antes mesmo de completar outros 90 dias ela estava conosco realizando a tão sonhada assinatura, comprovando que ela mais uma cidadã italiana reconhecida aqui na Minha Saga.

E no dia da sua assinatura, ainda meio zonza (como todos os clientes ficam quando acabam de assinar) virou pra gente sem mais nem menos e soltou:

– Gente, a Minha Saga é igual ao Silvio Santos – abrindo as portas da esperança kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

E passamos o dia inteiro chorando de rir e cantando a musiquinha: Lala lalalalá lalalalalalá lalalalá lalalalalalá rsrsrsrsrsrs

Como é que eu deixaria de contar uma história dessas, não é mesmo?

AGRADECIMENTOS

Cada vez que contamos aqui na Minha Saga a história de nossos clientes, é a forma que encontramos de não apenas homenageá-los mas também de agradecê-los pela escolha, pelo carinho e principalmente pela confiança no nosso trabalho.

Desejamos a Cleo, a Margarida, ao Luiz e ao Ivan muito, mas muito sucesso – que o reconhecimento da cidadania traga a eles novas perspectivas e principalmente abram novos caminhos e oportunidades.

FAMILIA DELBON

Cleo, Maria do Carmo, Richiel, Saga e Luiz

Ainda falta contar a vocês outros três novos cidadãos reconhecidos no mês de janeiro – Maria do Carmo, Richiel e Rafaella – todos da mesma família, porém além de apresentá-los a vocês, não posso deixar de contar os micos e peripécias que eles andaram aprontando por aqui, como por exemplo o bate papo (mesmo que rápido) com ninguém menos que a Sua Santidade Papa Bergoglio :o)

Mas deixemos isso para o próximo post 😉

 

  • Juliana Calixto Pulheiz Berton

    Olá Fábio!! Parabéns pelo excelente trabalho.
    Tenho uma dúvida: se já tenho alguém da minha família com cidadania reconhecida e quero dar entrada no meu processo, posso utilizar toda a documentação já existente no comune ou tenho que providenciar uma nova cópia de tudo? Obs: ela teve o processo finalizado em 2008.

    Outra dúvida: estamos na verdade buscando o reconhecimento do meu marido, somos casados há 9 meses, eu também poderia entrar no processo?

    Obrigada! Abraço!

  • Juliana Calixto Pulheiz Berton

    Olá Fábio!! Parabéns pelo exalante trabalho.
    Tenho uma dúvida: se já tenho alguém da minha família com cidadania reconhecida e quero dar entrada no meu processo, posso utilizar toda a documentação já existente no comune ou tenho que providenciar uma nova cópia de tudo? Obs: ela teve o processo finalizado em 2008.

    Outra dúvida: estamos na verdade buscando o reconhecimento do meu marido, somos casados há 9 meses, eu também poderia entrar no processo?

    Obrigada! Abraço!

  • christiane dos santos

    Ola, Fabio realmente parabens pelo trabalho, tenho certeza que ajuda muita gente. Agradeço em nome dos meus amados brasileiros .

  • Giovanni

    Ciao tutti!
    devo ir para italia daqui uns 2 meses e esta sendo dificil a escolha da comune… poderia me dar alguma dica?
    sabe de algo sobre o processo em Schio, Rovigo, Pavia, Cremona, Vicenza, Piacenza ou Crema?

  • Ju

    Oi Fábio, parabéns pelo trabalho que vem realizando 😉

    Parabéns aos novos italianos, que venham muitos e muitos mais reconhecimentos

    Se Deus permitir eu ainda serei citada numa dessas fornadas

    Feliz e faceira por todos os envolvidos