Apresentando picanha e caipirinha aos italianos

Ciao a tutti

Final de semana chegando e nada melhor do que acompanhar um vídeo lá no nosso canal Curiosidades da Italia / Realidade Italiana, não é mesmo?

Há algumas semanas estivemos com alguns amigos italianos, e preparamos pra eles um churrasco tipicamente brasileiro, e aqui cabe uma explicação.

Já havíamos participado de diversos churrascos com estes amigos, porém churrascos tipicamente italianos. Pra vocês entenderem a diferença entre eles, aqui na Italia quando alguém combina em fazer um barbecue ou uma grigliata entre amigos, a coisa funciona mais ou menos assim:

– cada um aparece com uma garrafa de vinho e leva também algo que geralmente prefere comer. Na imensa maioria das vezes se trata de vegetais e carne de porco.

– monta-se uma mesa de antipasto, com diversos petiscos. Aqui na Toscana, é comum as bruschettas (pão, azeite, tomate e manjericão), patê de fígado de galinha, presunto cru, azeitonas em conserva, etc.

– depois de algum tempo, a galera decide grilhar as carnes, verduras, linguiças e tudo mais relacionado e aqui é basicamente a grande diferença: o churrasqueiro não fica na frente da churrasqueira por mais de 20 ou 30 minutos, pois acaba fazendo tudo de uma só vez, coloca nos pratos individuais, todos sentam e comem ao mesmo tempo, sentadinhos na mesa.

A INOVAÇÃO – O CHURRASCO TIPICAMENTE BRASILEIRO

Desta vez, nós resolvemos inovar e dissemos aos amigos que este churrasco seria exatamente como fazemos no Brasil e já antecipamos a eles que deveriam se preparar que seria algo completamente diferente do que estavam acostumados.

Como o churrasco foi feito na casa do nosso amigo Alessio (a churrasqueira é dele rs) já veio me perguntando se queria que deixasse o braseiro pronto, pois tinha alguns troncos de árvore sobrando e que dariam gosto na carne. O problema é que no último churrasco antes deste, quando chegamos lá ele tinha defumado praticamente toda a cidade, pois colocou lenha verde, misturada com galhos de plantas, enfim uma verdadeira bagunça e desta vez disse que não – todos os preparativos seriam feitos por mim e pela Luciana (tipo: peloamordeDeus nos deixem fazer tudo certinho rsrsrs)

A CARNE E O CARVÃO

Quando postei a foto da carne no espeto no Facebook, muitos que vivem aqui na Italia ficaram desesperados querendo saber onde consegui a carne brasileira, pois aqui o boi é cortado de forma completamente diferente do Brasil.

churrasco na Italia

Muito bem, aqui na Italia existe um grande atacadão, que se chama Metro (parecido com a rede Makro no Brasil) e eles basicamente vendem produtos no atacado para restaurantes e demais empresas em geral. Tal qual como o Makro, para ter acesso basta ter um CNPJ para poder fazer o cartão e depois disso efetuar as compras com eles. Como se trata de uma grande rede, é possível encontrar diversos produtos internacionais, por exemplo lá encontramos três ou quatro tipos diferentes de cachaça brasileira, picanha da Friboi, cervejas Brahma e Skol, guaraná e mais alguns produtos importados do Brasil. E desta vez encontramos um saco com dez quilos de carvão argentino por apenas 6,99 euros e aproveitamos também para comprar os limões brasileiros, já que aqui normalmente se utiliza aqueles sicilianos.

Outra coisa que encontramos foram os corações de galinha – que aqui são vendidos apenas junto com os outros miúdos, não vendem apenas os corações, como acontece no Brasil. Felizmente lá na Metro conseguimos encontrar uma bandeijinha com 500 gr. sempre de míudos, mas com muitos corações, e já há algum tempo queríamos mostrar a eles e ver qual seria a reação do povo comendo coração rsrsrs

churrasco na italia

A PREPARAÇÃO E OS CUSTOS

Ensinei a Luciana a fazer caipirinha e nos dividimos: enquanto eu ficava na churrasqueira, ela seria a responsável em embebedar o povo. Nem foi preciso comprar cachaça, pois tínhamos em casa 4 garrafas das mais variadas pingas e resolvemos usar 2 delas para este mega evento. Compramos também:

  • 2 peças de picanha (seríamos 9 pessoas, então melhor sobrar do que faltar)
  • 2 pacotes de limão brasileiro
  • 10 quilos de carvão argentino
  • pão, maionese e pasta de alho (para fazer pão de alho)
  • 1 quilo de linguiça (para fazer pão com linguiça, que aprendemos a fazer no canal do BBQ em casa)
  • batata, cenoura, ovo e mais maionese (para fazer a maionese com batatas, que já tinhamos feito anteriormente e o povo simplesmente é fissurado!)
  • 2 pacotes de gelo moído, para as caipirinhas
  • e outras pequenas coisinhas, como garfo, faca e pratinhos descartáveis…

O valor total que gastamos com todos estes ingredientes: 80 euros (cada peça de picanha custou em torno de 25 euros)

UM PEQUENO PROBLEMA – OS ESPETOS

Tudo comprado, lá fomos nós para a casa do Ale começar os preparativos, com um pequeno problema: queríamos muito fazer a picanha no espeto, igual na churrascaria e eu até consegui encontrar um site aqui na Italia que vende os tais espetos brasileiros (aqui chamados de spada brasiliana) porém com as férias em agosto atrasou a entrega e não teríamos os espetos grandes, apenas aqueles pequenos, para os corações de galinha.

Mas como brasileiro que não desiste nunca, pedi a ajuda do Alessio e vejam que beleza de resultado:

 IMG_1994

Sem contar as caipirinhas da Lu, que como já imaginávamos fez um baita sucesso:

 IMG_1991

E os corações, será que eles gostaram? Vejam o vídeo abaixo para saber como tudo aconteceu, incluindo a reação deles com o pão de alho e também o pão de linguiça, entre outras loucuras rsrsrs

A propósito: nossos amigos Saga e Filippo levaram um galão com 5 litros de vinho, que ninguém sequer abriu, tamanho sucesso fizeram as caipirinhas. Ou seja: se um grupo de italianos não tocou no vino rosso, significa que eles gostaram muuuuuito das caipirinhas kkkkk

Assistam o vídeo do nosso churras na Italia e buon divertimento:

Ps. Cliquem aqui para inscrever-se no canal!!!

  • Alexsandra Ortolan

    Parabéns, Fábio! Mais um vídeo muito, muito legal! Se você puder, faça um vídeo no mercado, fazendo compras, para termos uma noção dos preços das coisas. Abbracci!

  • Alessandro Mossoni Gimenez

    muito show passar um pouco de nossa cultura para os italianos. a cada dia que passa fico mais fã do minha saga…parabens. dica, poderia gravar um video no mesmo formato desse com alguma comemoração tipica italiana (como o nosso churras, porem com algo particularmente que eles fazem nas festas). abraços.

  • Ana Carolina Battisti

    Inveja branca desses corações de galinha no espeto. E genial a ideia do pão com salsicha… e na falta de churrasqueira da pra colocar no forno mesmo eu acho :))) Ótima matéria!!!