Pesquisar óbitos no Brasil

Ciao a tutti

Essa semana recebi uma dica bem interessante de um leitor, que está “caçando” no Brasil a certidão de óbito do seu antenato italiano. Trata-se do Cadastro Nacional de Falecidos:

ENCONTRANDO ÓBITOS NO BRASIL

Óbitos no Brasil

Através do site www.falecidosnobrasil.org.br é possível preencher os dados e então solicitar um orçamento, mais ou menos como funciona o cartório24horas.com.br e o cartorioonline24horas.com.br só que este é focado nas certidões de óbito.

Existe no início da página uma pesquisa rápida de falecidos, porém pude perceber que ali constam apenas o registro de falecidos recentes, o que não nos ajuda quando queremos encontrar o registro do antenato italiano.

Além desta pesquisa, é possível pesquisar e solicitar a certidão diretamente em um determinado cartório, neste caso utilizando o formulário específico. Basta inserir nome, telefone e email do requerente e pelo menos o nome e ano de morte do pessoa pesquisada e o próprio sistema te informa os valores do orçamento.

Fiz uma simulação de uma busca, vejam abaixo:

Utilizei os dados do meu antenato que morreu em 1940, podemos perceber na imagem acima que o valor inicial dos serviços é de R$ 90,00, pra mim um preço razoável. O problema é que o site cobra R$ 3,25 por ano anterior a 15 anos atrás. Se o antenato morreu em 1900, só de taxa adicional seriam R$ 325,00 e somados aos R$ 90,00 dariam a bagatela de R$ 415,00 – um valor extremamente alto por um único documento que ainda deverá ser traduzido e legalizado pelo consulado italiano.

De qualquer forma a dica é interessante e pode servir de parâmetro para outras consultas. Se algum leitor já tiver utilizado os serviços deste site e quiser compartilhar conosco a sua experiência, ficaremos extremamente agradecidos 😉

Um grande abraço a todos e até o próximo post!

 

  • Nereide A. Borin

    Tenho ainda uma dúvida quanto aquela partícula usada nas certidões italianas: “di” e “fu”. Em algum ponto do manual anterior do Minha Saga eu li que significam a mesma coisa. No entanto também eu vi em uma tradução que a pessoa fez a tradução como “falecido”. Mas no caso não é verdade, pois inclusive essa pessoa veio para o Brasil com toda a família e após longa data….

  • Nereide A. Borin

    Olá ! Existe alguma dispensa para Certidão de Óbito do antenado italiano caso ele tenha falecido no Brasil?

  • Nereide A. Borin

    Não funcionou nem com o nome de meu pai….quem dirá com o do bisnonno?

  • Cleyton Tonholi

    Salve galera, preciso muito localizar a certidão de óbito do meu bisavô italiano. Segundo familiares ele faleceu em 31/12. Não sabemos o ano exato mas foi na decada de 60 em SP Capital.
    O problema é que SP tem muitos cartórios e serviços como Cartorio24Horas exigem o cartorio exato onde está a certidão. Ou seja, não fazem pesquisa. Alguem tem alguma dica de como posso localizar?

  • Cristiane Costa

    boa noite, não consigo achar a certidao de obito de meu avo ele era portugues, faleceu em sao paulo ja procurei nos cartorios pelo nome e nao acham, alguem pode me ajudar como alguma dica? obrigada

  • Ilso Dos Anjos Pires

    olá como faço para localizar documentos de nascimento, casamento e óbitos de meus tataravós no estado do rio de Janeiro, alguém tem alguma indicação?

  • Tamara Brunelli

    Para quem tem antepassados enterrados em Sorocaba, a prefeitura de Sorocaba disponibiliza no site uma consulta de sepultados. Você entra com o nome do falecido e escolhe um período de tempo para o sepultamento. Você consegue consultar desde 01/01/1900 até a data atual. A busca retorna a data de sepultamento, número da quadra, sepultura, nº do livro, nº da folha e o cemitério. Com os dados conhecidos (principalmente a data, pois muitas vezes não sabemos), fica mais fácil ir ao cartório e solicitar a 2a via da certidão de óbito. Se não conseguir localizar o seu parente com o nome correto, uma dica é tentar o nome com ligeiras variações. Segue o link para busca:
    http://servicos.sorocaba.sp.gov.br/consulta-sepultados/

  • Daniela Carvalho

    Esse site também me ajudou, Cris! Consegui a certidão de casamento dos meus bisavós e mandei a foto para o arquivo da Igreja que também disse não ter achado antes.

  • Daniela Carvalho

    Oi Fábio!
    No meu caso, liguei para o cemitério das cidades em que eu achava que meus antepassados estavam enterrados e depois de confirmar, pedi a certidão direto no cartório da cidade, por e-mail. Funcionou para mim, as certidões chegaram direitinho pelos Correios. Também pedi certidões pelo site http://www.cartorio24horas.com.br. O problema desse site é que não dá pra pedir certidão em inteiro teor (cada cartório tem uma burocracia).

  • Wlln

    eu já tenho todas as certidões de óbito, falata as de matrimônio. Alguma dica de como localizar?

  • Cris Gran

    A pesquisa de microfilmes foi o que me salvou!! Eu pedi pro Cartório a certidão de inteiro teor do antenato do meu esposo e o cartório disse que não tinha. Então um primo mandou a foto do próprio livro. Enviei pro Cartório que me questionou a obtenção de tal foto, mas “resolveu achar”a certidão, uma vez que eu tinha provas de que estava lá. Agora vai o segredo: https://familysearch.org/ Sao milhares de fotos autorizadas tiradas pelo mórmons e é super barato e simples. http://www.imigrantesitalianos.com.br/Microfilmes_LDS.html

    • Patricia Tramontini Granemann

      Cris Gran, achei fantástica tua indicação. Já mandei e-mail ao Cartório de Registro Civil solicitando a busca pela certidão de óbito de meu trisavô, e caso eles não encontrem, com certeza vou recorrer à tua dica.

      Parabéns e obrigada.

  • Gabriel

    Não conheço, mas preciso muito fechar a minha documentação e só falta o óbito do meu antenato, não sei mais onde procurar, alguém tem alguma indicação?

    • Juliane Alexandre

      Gabriel , eu encontrei todas as certidões sozinha, manda-me um e-mail que posso te ajudar. julyanealex@hotmail.com

      • Lidiane

        Olá Juliane, desculpa a intromissão, mas estou tentando encontrar as documentações…já pedi ajuda aos meus avós, só que eles dizem que “não lembram de nada”, então resolvi procurar sozinha, porém, simplesmente não sei como fazer, e diante do seu comentário aqui, será que você teria alguma dica que possa me ajudar? Agradeço desde já…

        P/S: Se não puder tudo bem, eu que abusei da sua boa vontade para com o Gabriel…

        • Juliane Alexandre

          Olá Lidiane, eu segui as dicas do Fábio,peguei nos nomes e na cidade que nasceu a neta, e daí fui buscando outras informações, me manda um e-mail com os dados das pessoas que busca eu te falo onde encontrei, o meu foco foram os cartórios, ligações perguntando sobre a filiação, e aí fui buscando, comecei no Oeste do Rs, serra gaúcha, oeste do Pr e por aí vai, mas consegui, meu e-mail é julyanealex@hotmail.com, eu vou te ajudando por lá.