A imigração em Madrid

Olá amigos

Embarquei dia 07 de fevereiro no aeroporto internacional de Guarulhos em São Paulo as 17:35 e cheguei em Madrid no dia seguinte, às 06:10 onde fiz a imigração.

A imigração é sempre feita no primeiro país onde voce chega, e não no destino final.

Quando você chega, existem duas filas: uma para quem faz parte da comunidade européia e outra para quem faz parte do “resto” do mundo.

Como pertenço ainda à fila do resto, lá fui eu.

Quando chegou a minha vez, o policial perguntou:

  1. Motivo da viagem (respondi turismo como relatos que eu tinha ouvido)
  2. Quanto eu tinha de dinheiro (mostrei o cartão internacional em meu nome e ele perguntou se eu também tinha dinheiro em espécie. Mostrei o porta-dólar com algumas notas pra ele ver);
  3. Onde eu ia ficar na Italia (falei o nome do albergue em Milano)
  4. Se eu já havia feito a reserva do local onde ia ficar (disse que sim, porém não precisei mostrar)

Confesso que foi mais tranquilo do que eu pensava, já que muitos diziam que a imigraçao em Madrid era terrível!

Observação: o aeroporto de Madrid é gigante. Depois de passar pela imigração,  você pega um metrô (dentro do aeroporto mesmo) que te leva para o outro terminal.

Estou aqui escrevendo de dentro do aeroporto, esperando o voo para Milano enquanto vejo o dia clarear…