A imigração em Madrid (de novo)

Cheguei em Madrid as 08:00 (horario local) pois o voo atrasou uma hora em Guarulhos.

Estava eu e uma doida chamada Maíra, que conheci durante o voo.

Ela tremia, suava e…rezava!

Cheguei no balcão, mostrei meu passaporte e a passagem pra Milano.

O oficial perguntou se eu estava indo à turismo.

Desta vez fiz corretamente e disse que não, disse que estava à Itàlia reconhecer minha cidadania italiana.

Ele então – para me testar, acho – perguntou se eu ja tinha o permesso di soggiorno.

Eu disse que não, pois o permesso era pedido na posta ou na questura dentro de oito dias da chegada na Itàlia.

Ele deu um sorrisinho e plack: carimbou o passaporte!

NÃO PERGUNTOU SE EU TINHA CARTÃO DE CREDITO, DINHEIRO, SEGURO SAUDE, PAPEL HIGIENICO, ABSOLUTAMENTE NADA!

Ja a coitada da Maíra…

Teve que mostrar passagem de volta, cartão, explicar por que estava sozinha, o que o marido fazia no Brasil, quanto tinha de dinheiro, onde ia ficar, entre outras perguntas.

Mas no final recebeu também o carimbo com o aviãozinho de entrada e acho que ela só não chorou porque eu estava do lado rs

DICA DE POBRE

Caso você venha pra Italia de Iberia, muito cuidado no voo de conexao Madrid-Milano.

Ao contrario do primeiro voo onde voce come e bebe a vontade, no segundo é tudo pago!

Então não vão aceitando o que ofererecem, pois o serviço é cobrado na hora!

Baci a tutti