Duas novas cidadas italianas – Carol Vanin e Tabatha Ricci

Ciao a tutti

Continuando a falar com voces sobre as ùltimas fornadas da cidadania aqui na Minha Saga, hoje è a vez de apresentar duas novas felizardas: a Tabatha Ricci e a Carol Vanin:

 
Eu nao me canso de dizer que Deus sempre coloca pessoas em nossas vidas para que possamos aprender e com isso crescer – e estas duas sao mais uma prova daquilo que acredito!!!
 
CAROL VANIN
 
As negociaçoes com a Carol jà duravam bastante tempo – na verdade iniciamos os contatos com o maridao – que também é descendentes de italianos – sò que acabou que a Carol chegou primeiro 🙂 
 
Além do trabalho de consultoria para o reconhecimento dela conosco, o primeiro trabalho que realizamos pra ela na verdade foi a busca do documento do seu antenato e è claro que tem història:
 
Imaginem voces, nòs num frio lascado, no extremo norte da Itàlia – na cidade de Cismon del Grappa – e ao pedir o documento para o padre responsàvel, ouvimos cobras e lagartos!!! Que ele estava cansado de mandar documento para o Brasil, que nao è funcionàrio brasileiro, entre outras coisas e o pior: nao deu o documento!!!
 
Saimos de là e imediatamente fomos atè a Cùria de Padova conversar com o responsàvel – e claro que fizemos uma reclamaçao formal do padre. O responsàvel ligou para o 'bendito' padre – que repetiu a mesma coisa e disse que sò daria o documento se nòs fizessemos um pedido por escrito – com nome, telefone, nome do parente do Brasil, e mais um monte de absurdos… Claro que jà tinhamos tudo isso, conversamos com a Carol – que là do Brasil nos mandou uma fotocopia do passaporte dela junto com a carta pro 'bendito' e dentro de poucos dias estavamos com o documento em maos…
 
E quando a Carol chegou foi sò alegria: gauchérrima, jà viveu em outros paises e o que nao faltou foram (boas) històrias pra contar!!!!!
 
Atè o grande dia:
 
Assinatura com uma pequena pausa pra famosa foto pro blog 😉
 

 

Outra foto pro blog

E finalmente a comemoraçao no local que està na moda aqui na Minha Saga: o restaurante japones kkkkkk

 

 

 
TABATHA RICCI
 
Agora que passou posso confessar: tinhamos muito medo da Tabatha. Nao, gente, tenho que falar a verdade, né!!! Aposto que voces também pensariam, vejam um trecho de um email que ela me mandou antes de vir:
 

 

 
"Fábio, já posso mandar traduzir e legalizar as certidões?!
Já posso comprar as passagens pra Italia?
Meninoooooooooooooooooooooooooo to num grau 13 de ulceração!!!!"

 Oi? Ulceraçao, que cavolo è isso??? kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Depois que ela chegou percebemos que ela nao era normal MESMO rsrsrs Mas tambèm venhamos e convenhamos, quem è normal nao vem fazer o processo conosco rsrsrs
 
Agora falando sério: a Tabatha foi mais um exemplo de que quanto queremos muito o Universo conspira a nosso favor – no seu processo o consulado de SP demorou menos de 30 dias e o processo dela durou pouco mais de dois meses – contrariando as estatisticas atuais e deixando todos nòs muuuuuuuuuito felizes!!!
 

E o que nao faltaram foram momentos de felicidade:

 A espera para assinar a tao sonhada carta d'identità italiana…
A assinatura totalmente tremida de emoçao 😉
O choro de alegria e satisfaçao!!!

 

A comemoraçao!!!

 

A foto conosco antes de sair correndo, pois tinha que viajar de volta pra França, onde mora e praticamente nao tivemos tempo pra mais nada rsrsrs

E uma coisa muito, mas muito legal: a Tabatha chegou aqui na Itàlia assim:

E saiu daqui assim:

 

Isso porque ela doou o cabeço para o projeto "Doe a sua Moldura" para que sejam utilizamos como matéria prima para a confecçao de perucas para crianças com cancer – um belissimo gesto, e que vinda da Tabatha è mais do que compreensivel 😉

 

E' isso meninas Carol e Tabatha – repito o que jà lhes disse pessoalmente: muito obrigado pela confiança, pelo carinho, pelas risadas e principalmente pelo caràter que voces demonstraram, obrigado, obrigado, muito obrigado!!!!!