Duas novas cidadas italianas – Carol Vanin e Tabatha Ricci

Ciao a tutti

Continuando a falar com voces sobre as ùltimas fornadas da cidadania aqui na Minha Saga, hoje è a vez de apresentar duas novas felizardas: a Tabatha Ricci e a Carol Vanin:

 
Eu nao me canso de dizer que Deus sempre coloca pessoas em nossas vidas para que possamos aprender e com isso crescer – e estas duas sao mais uma prova daquilo que acredito!!!
 
CAROL VANIN
 
As negociaçoes com a Carol jà duravam bastante tempo – na verdade iniciamos os contatos com o maridao – que também é descendentes de italianos – sò que acabou que a Carol chegou primeiro 🙂 
 
Além do trabalho de consultoria para o reconhecimento dela conosco, o primeiro trabalho que realizamos pra ela na verdade foi a busca do documento do seu antenato e è claro que tem història:
 
Imaginem voces, nòs num frio lascado, no extremo norte da Itàlia – na cidade de Cismon del Grappa – e ao pedir o documento para o padre responsàvel, ouvimos cobras e lagartos!!! Que ele estava cansado de mandar documento para o Brasil, que nao è funcionàrio brasileiro, entre outras coisas e o pior: nao deu o documento!!!
 
Saimos de là e imediatamente fomos atè a Cùria de Padova conversar com o responsàvel – e claro que fizemos uma reclamaçao formal do padre. O responsàvel ligou para o 'bendito' padre – que repetiu a mesma coisa e disse que sò daria o documento se nòs fizessemos um pedido por escrito – com nome, telefone, nome do parente do Brasil, e mais um monte de absurdos… Claro que jà tinhamos tudo isso, conversamos com a Carol – que là do Brasil nos mandou uma fotocopia do passaporte dela junto com a carta pro 'bendito' e dentro de poucos dias estavamos com o documento em maos…
 
E quando a Carol chegou foi sò alegria: gauchérrima, jà viveu em outros paises e o que nao faltou foram (boas) històrias pra contar!!!!!
 
Atè o grande dia:
 
Assinatura com uma pequena pausa pra famosa foto pro blog 😉
 

 

Outra foto pro blog

E finalmente a comemoraçao no local que està na moda aqui na Minha Saga: o restaurante japones kkkkkk

 

 

 
TABATHA RICCI
 
Agora que passou posso confessar: tinhamos muito medo da Tabatha. Nao, gente, tenho que falar a verdade, né!!! Aposto que voces também pensariam, vejam um trecho de um email que ela me mandou antes de vir:
 

 

 
"Fábio, já posso mandar traduzir e legalizar as certidões?!
Já posso comprar as passagens pra Italia?
Meninoooooooooooooooooooooooooo to num grau 13 de ulceração!!!!"

 Oi? Ulceraçao, que cavolo è isso??? kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Depois que ela chegou percebemos que ela nao era normal MESMO rsrsrs Mas tambèm venhamos e convenhamos, quem è normal nao vem fazer o processo conosco rsrsrs
 
Agora falando sério: a Tabatha foi mais um exemplo de que quanto queremos muito o Universo conspira a nosso favor – no seu processo o consulado de SP demorou menos de 30 dias e o processo dela durou pouco mais de dois meses – contrariando as estatisticas atuais e deixando todos nòs muuuuuuuuuito felizes!!!
 

E o que nao faltaram foram momentos de felicidade:

 A espera para assinar a tao sonhada carta d'identità italiana…
A assinatura totalmente tremida de emoçao 😉
O choro de alegria e satisfaçao!!!

 

A comemoraçao!!!

 

A foto conosco antes de sair correndo, pois tinha que viajar de volta pra França, onde mora e praticamente nao tivemos tempo pra mais nada rsrsrs

E uma coisa muito, mas muito legal: a Tabatha chegou aqui na Itàlia assim:

E saiu daqui assim:

 

Isso porque ela doou o cabeço para o projeto "Doe a sua Moldura" para que sejam utilizamos como matéria prima para a confecçao de perucas para crianças com cancer – um belissimo gesto, e que vinda da Tabatha è mais do que compreensivel 😉

 

E' isso meninas Carol e Tabatha – repito o que jà lhes disse pessoalmente: muito obrigado pela confiança, pelo carinho, pelas risadas e principalmente pelo caràter que voces demonstraram, obrigado, obrigado, muito obrigado!!!!!

20 Comentários


  1. Olá Fabio!

    Meus antepassados também são de Cismon del Grappa. Estou apreensivo quanto ao tempo necessário para a emissão da cidadania.
    Poderia me dizer quanto tempo levou para a emissão da cidadania da Carol e da Thabata, depois de ter iniciado o processo na Comune?

    Obrigadoo!

    Responder

    1. Olá Radael

      Cada caso é um caso, existem processos que terminam em dois meses, assim como existem processos que terminam em três ou quatro (num comune bom, claro) – tudo dependerá do tempo que o consulado italiano levará para responder o pedido de non rinuncia.

      Abs

      Responder

  2. Tô com dó de você, Fabio!!! A Batata (vulgo Tabatha) é uma figuraaaaaaça!!!! Ela endoidecia a galera aqui no Brasil, e nos prometeu que iria endoidecer toda a Europa… e parece que tem futuro em sua meta…

    Dê um beijo nesta doida varrida, lavada e escovada por mim… amo ela demais!!!!

    Responder

  3. Fábio!!!
    Que fofo!!! Obrigada pelas palavras e por toda ajuda durante o meu processo.
    Só agora vi esse post acredita?!?!?
    É realmente eu num sou normal!!! E grazadeus que vc e a Lu tbm não são,né?!?!? Assim foi mais divertido! 😉
    Bjão pros cês!!!

    Responder

  4. Ola Ana

    Se a pessoa nao permaneceu durante 90 dias aqui na Itàlia nao è necessàrio! Porém isso depende do comune onde està sendo realizada a pràtica: existem comunes que para dificultar a vida das pessoas, caso o processo ultrapasse 90 dias exige da pessoa o recibo do permesso antes de iniciar a transcriçao dos mesmos! Por isso è importante antes de vir à Italia saber como funciona o comune onde voce pretende realizar sua pràtica!

    Abraços!

    Responder

  5. Fabio, se a pessoa vai pra Itàlia e faz o pedido de transcricao dos seus documentos sem fazer o permesso de sogiorno (sò com o carimbo do passaporte) e depois volta pro Brasil ela precisa fazer o permesso depois de 90 dias?

    Obrigada, Ana Carolina.

    Responder

  6. Ola Fabio, nao me disseram nada. Me pediram somente uma foto e o comparecimento para uma assinatura. Pra falar a verdade estou bem curiosa e andei pesquisando para ver se existe algo entre a entrega dos papeis, pedido da non rinuncia e entrega dos documentos. Muito obrigada pela a atencao!! =)

    Responder

  7. Ola Alessandra

    Provavelmente sim, è possivel que o consulado de SP jà tenha respondido ao consulado belga, na ligaçao que te fizeram nao foi dito nada???

    Abraços!!!

    Responder

  8. Ola Mauricio

    As que voce tinha anteriormente està em formato plurilingue europeu (consta todas as linguas da Europa) e as que voce recebeu agora sao as certidoes tradicionais, e sao vàlidas sim para o processo, fique tranquilo!!!

    Abraços

    Responder

  9. Olá Fábio,

    Recebi a pouco tempo as certidões de nascimento e casamento italianas de meu avô que eu havia solicitado diretamente ao Comune! Porém elas estão num formato diferente das que eu tenho aqui (aquela com a tradução em diversos idiomas, cujo cabeçalho está escrito “Estratto degli atti di Nascita/Matrimonio”….as que eu recebi estão num formato mais simples e no cabeçalho está escrito: “estratto per riassunto degli atti di nascita/matrimonio”.

    Seria um resumo estas que eu recebi direto do Comune? Embora eu comparei e tenham a mesma quantidade de informação!!!

    Serão validas estas certidões para o pedido de reconhecimento da cidadania via Itália?

    Abraços
    Mauricio

    Responder

  10. Ola Saga, parabens pelo blog!!! Sempre acompanho e tiro as minhas duvidas por aqui, porem nao tenho encontrado algo falando do processo, eu digo, passo a passo.
    Entreguei meus documentos legalizados no consulado italiano da belgica(lugar onde resido), sei que depois disso eles pedem a non rinuncia para o consulado italiano em SP. Recebi uma ligacao depois de 1 mes para comparecer la pada dar a minha assinatura e levar tambem uma foto. O processo ta concluido? receberei entao minha carta d’identità? Obrigada Ass. Alessandra

    Responder

  11. fala fabio ah bastante tempo acompanho seu blog tentei achar seus contatos porem nao encontrei, quero ver com vc como funciona seu trabalho de consultoria pra tirar a cidadania, tem algum telefone de contato ou email?
    meu email: [email protected]

    abracos

    Pablo

    Responder

  12. Nadia

    As contas acho que nao batem – se a mae nasceu em 1972 e o filho nasceu em 1984, ela teria 12 anos quando ele nasceu…

    De qualquer forma, nao importa a data em que a mae dele nasceu, pois o importante è que ele tenha nascido apos 1948 e como ele nasceu bem depois tem direito.

    Porém uma dùvida: a mae se naturalizou brasileira?????????

    Se ela se naturalizou ANTES do nascimento do filho, ele nao tem direito à cidadania jure sanguinis, se foi depois sem problemas.

    Abraços

    Responder

  13. Ola saga, ja passei por aqui a algum tempo e agora volto pra perguntar pra um amigo,,, a mae dele nasceu na italia em 1972 e quando tinha 10 anos foi morar no brasil meu amigo nasceu em 1984 ele tem direito a cidadania?? atulamente el mora na espala como ele poderia fazer se fosse o caso dele poder ter o direito a cidadania? obrigada

    Responder

  14. Olá, alguém sabe dizer como está a fila de legalizações no consulado de SP??? Tá difícil ainda de agendar???
    Abraço a todos!

    Responder

  15. Olá, gostaria de saber se houve alguma alteração para solicitar a cidadania, já que meu bisavô era italiano ( avô da minha mãe nascida em 1945). Bacio

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.