Brasileiros na Italia – Daniela Correa (Lombardia)

Ciao a tutti

Hoje vamos conhecer mais uma querida amiga que veio do Brasil e hoje vive feliz e contente aqui na Italia!!! O nome dela è Daniela Correa, psicòloga, vive em Milano e è uma das responsàveis do site Donas de Casa Anonimas.

daniela_correa

1. Nome e regiao onde voce vive aqui na Italia
Daniela, 32, feminino, Lombardia

2. Quanto tempo voce vive na Itàlia?
Mais de 3 anos

3. Qual seu tipo de status na Italia
Sou conjuge (marido ou mulher) de cidadao italiano

4. Por que voce escolheu a Itàlia como destino?
Viemos fazer a cidadania e decidimos viver aqui.

5. Voce trabalha?
Sim.

6. Hoje, analisando sua vida aqui na Itàlia, considera que vir pra cà foi uma escolha positiva ou negativa?
Totalmente POSITIVA!

7. O que a Italia tem de melhor?
Eu amo a comida, o cuidado e zelo pelo alimento; a história viva em cada esquina e arquitetura; a forma como alguns italianos são disponíveis (às vezes até demais) em dar informações.

8. E o que a Italia tem que voce nao suporta?
Ter apenas um atendente em lojas cheias! Italianos furando fila no mercado! Desrespeito as regras de transito!

9. Algum projeto para os pròximos 12 meses aqui na Itàlia?
Sim, sempre.

10. Escreva sobre aquilo que quiser, deixando uma mensagem aos leitores da Minha Saga
Como mãe, a alternativa que achei para trabalhar, foi inventar um trabalho que me remunerasse. Hoje tenho o site que fala exatamente do que vivo diariamente como “casalinga”, o Donas de Casa Anônimas (http://donasdecasaanonimas.com). Ele ocupa bastante meu tempo e tem começado a dar algum retorno já.[divider]

Eu acompanho a Dani desde que ela tinha o blog Mamaes na Italia, quando dava dicas preciosas sobre o assunto. Confesso que foi com muita felicidade que vi o blog crescer e se transformar no Donas de Casa Anonimas.

Um dos textos mais bacanas que eu li por là foi este, onde a Dani divaga sobre as mudanças que acontecem em nossa vida sempre acabam de um jeito ou de outro nos surpreendendo e nos fazendo aprender. Como ela mesma escreveu: “Nem tudo o que parece ser “o fim do mundo”, realmente o é. Às vezes passamos por situações difíceis que parecem ser o fim do nosso mundo, mas como diz um ditado popular: quando se chega ao fim do poço, a única saída é pra cima.

Pensem nisso e atè o pròximo post 😉