Cortando cabelo no Xing Ling

Lá estava eu todo cabeludo, quando de repente pensei: tá na hora de cortar a juba pra ficar “arrumadinho” e sair bem nas fotos.

Pra quem não sabe, cortar cabelo aqui na Italia custa caro!

Eu acho que é porque vivemos no pais da moda, onde as pessoas não apenas cortam seus cabelos, elas criam coleções artísticas na cabeça alheia!

Eu já tinha falado sobre isso em 2008 quando ‘apresentei’ a vocês minha ida ao parrucchieri.

Me lembro de ter ficado horas lá – e depois de ter pago quase 30 euros – tive este singelo resultado:

 

Pois bem, imbuído do espírito “nunca mais passar por isso” resolvi procurar outras alternativas.

Até que encontrei um salão de chineses (que estão dominando o mundo também neste ramo) e lá fui eu feliz e contente.

Chegando lá, fui bem recebido e um deles já foi perguntando:

– “Coltar” o cabelo?

– Sim, por favor.

– Ótimo, senta ali que vamos lavar o seu cabelo.

– Ui delícia, tinha até uma massagenzinha que uma senhora fazia…

– Ok, terminamos, senta aqui na “cadela”.

Como você quer que “colte”?

-Eu gostaria que você cortasse por igual toda a cabeça, porém baixinho.

– Pode deixar (neste momento pegou a maquininha na mão), tá bom desse jeito?

E zuuuum – tirou um naco de cabelo e depois da “desgraceira” ainda teve a pachorra de perguntar:

– Tá bom assim?

– Porca miséria, agora tá!

Já que começou, agora corta todo o resto dessa forma também rsrsrs

Quando cheguei em casa, a Luciana que estava debruçada nos seus livros de alemão, mal olhou pra mim começou a rir tanto, que até chorou!

E vejam o resultado da majestosa criação do Xing Ling:

Cortando cabelo

Porém de uma coisa, não posso reclamar: demorou menos de 5 minutos e paguei apenas 10 euros 🙂