Italianos pelo mundo: Franco Terracciano (Brasil)

Ciao a tutti!

Neste artigo da sessão Italianos pelo Mundo, apresento a vocês um cara eu simplesmente adoro, que mesmo não conhecendo-o (ainda) pessoalmente. Ele também é blogger, responsável pelo blog Brasil-Italia: Dois Corações e Uma História – que eu considero a versão da Minha Saga ao inverso: é a história de um italiano que foi morar no Brasil e conta ao mundo as coisas que ele descobre pelo nosso Brasil il il il

È com um imenso prazer que eu apresento a vocês o famoso Franco do Brasil Italia: Dois Corações e Uma História:

Ele respondeu o nosso questionário na lingua italiana (mesmo que fale muito bem o português) e por este motivo vou traduzindo automaticamente as suas respostas, vamos lá:

1. Identifique-se: nome e pais onde vive
Franco Terracciano, Sorocaba, Brasil

2. Quanto tempo você vive neste pais?
Mais de 3 anos

3. Você é inscrito no consulado italiano como residente (AIRE)?
Sim

4. Quais os passos que você teve que fazer para conseguir sua residência no pais? (como cidadão italiano)
Foram muitos: primeiro tive que preparar os documentos para o casamento, depois me casei no Brasil (o Franco é casado com uma sorocabana), depois correr atrás de CPF, RNE, etc

5. Foi fácil? Quanto tempo durou o processo burocrático de inscrição consular?
Nada é fácil quando lidamos com a burocracia. Seja na Italia ou no Brasil é algo muito complicado, pra deixar qualquer um louco! E se, durante o processo, você encontra certo tipo de gente pelo caminho, as coisas se complicam ainda mais – imagine que tanto no consulado brasileiro em Milano quanto na Polícia Federal eu tive que brigar muito, mas no final consegui e eis que estou aqui vivendo no Brasil.

6. Você já se sentiu beneficiado pelo fato de ser cidadão italiano? Compartilhe conosco as situações em que isso aconteceu
Benefício verdadeiro não – mas quando descobrem que eu sou italiano a primeira coisa que as pessoas dizem é: – Que legal! – como se fosse algo do outro mundo rs Além disso, com as mulheres brasileiras isso é sim um grande benefício (não é o meu caso), pois quando descobrem que você é estrangeiro automaticamente criam uma fantasia, um certo fascínio. Além disso, o fato de ser europeu as pessoas acham só porque sou europeu eu sou riquissimo – coitados, nem imaginam que aqui eu ganho menos do que eu ganhava na Italia…

7. Por outro lado, em algum momento você já se sentiu discriminado pelo fato de ser cidadão italiano? Já teve algum tipo de dificuldade por isso?
A única discriminação – se é que eu posso dizer que se trata disso é no ambiente de trabalho. O Brasil sob muitos aspectos é um pais muito fechado, muitas empresas não dáo oportunidades para estrangeiros. Imagino que isso se deve a grande procura dos próprios brasileiros por empregos, mas eu acredito que existe também uma certa preocupação com o fato das empresas acharem que assumindo um cidadão estrangeiro elas possam ter problemas futuros.

8. Você conhece ou convive com outros cidadãos italianos? Como é a comunidade italiana no país onde você vive?
Não conheço nenhum italiano aqui em Sorocaba, pelo menos não pessoalmente. Aliás, aqui tem uma Sociedade Italiana de Cultura, mas sinceramente acho um pouco estranha: só tem brasileiros que trabalham lá kkkkkk

9. Deixe aqui seus comentários e sugestões aos nossos leitores sobre como é a vida de um italiano no exterior e tudo mais que julgar importante pra comunidade da Minha Saga
Viver no Brasil, assim como em qualquer outro país que não seja o seu é muito difícil! Antes de escolher emigrar é necessário pensar MUITO BEM nisso, pois muitas vezes voltar atrás é impossível. Muita gente ainda acredita que viver no Brasil é um conto de fadas, mas a realidade é COMPLETAMENTE diferente. Vir como turista é uma coisa; viver é outra! Este país tem muitos problemas, a maioria deles muito graves, e para um cidadão europeu entender certas situações é impossível. Sem contar as diferenças culturais que são enormes, portanto coloquem todas estas coisas na balança, para não se arrepender depois.

Eu conheço vários italianos que se adaptaram tranquilamente aqui no Brasil, se transformando mais brasileiros do que os próprios brasileiros que nasceram aqui, e felizmente pessoas assim são poucas – digo isso pois acredito que é necessário sim se adaptar ao lugar onde você vive, mas devemos sempre manter as nossas origens e ter orgulho do nosso passado e da nossa história, e pelo menos pra mim, isso é muito importante! [divider]

Você também é italiano, vive no exterior e quer compartilhar conosco a sua história? É só clicar aqui.