Mudança para Pisa e muitas outras novidades

Ciao a tutti!

Queridos leitores, tantas coisas acontecendo por aqui, tantas novidades se acumulando que eu tenho anotado tudo num diário, caso contrário vou esquecer de vir aqui contar a vocês rsrsrs

Como por exemplo a mudança de casa (e de cidade) que eu e a Lu fizemos há alguns meses, e que com esse monte de novidades, simplesmente nem passou pela minha cabeça vir aqui compartilhar. Na verdade com os novos estudos, meu cérebro está quase fundindo kkkkkkkkkkkkk

Primeiro tenho que voltar alguns anos, mais precisamente em junho de 2007, quando cheguei aqui na Italia. Naquele momento, havia encontrado uma pessoa que tinha prometido me ajudar com o meu processo de cidadania por aqui, mas com uma condição: eu não poderia falar para ninguém o nome do comune onde eu faria o processo, pois segundo ela isso atrapalharia os eu trabalho.

Claro que concordei e passei a divulgar que eu estava na cidade de Ancona (que era uma cidade próxima de onde estávamos). Não demorou muito para que eu entendesse o que ela queria dizer: recebi naquela época inúmeros emails de pessoas que me diziam que tinham vindo a Italia e que, não querendo pagar pela consultoria dela, iam até a cidade de Ancona e batiam na porta do comune dizendo que era “amigo do Saga”, obviamente se frustrando depois ao descobrir não só que eu não morava ali mas também que aquele comune era péssimo para a prática da cidadania.

Confesso que fiquei muito assustado naquela época, pois não conseguia acreditar na cara de pau daquelas pessoas, afinal de contas o problema não era ir para aquele comune realizar a sua prática, o problema era dizer que estava ali porque era meu amigo ou amiga…

Se você leitor está relendo as linhas acima mais uma vez para ver se entendeu bem e está me chamando de exagerado, calma que tem mais história rsrsrsrsrs

No final daquele mesmo ano me mudei para a Toscana – onde vivo até hoje – e no início de 2008 comecei a trabalhar prestando consultoria na obtenção da cidadania italiana. Claro que me lembrei daquele episódio e ao invés de divulgar o nome dos comunes que trabalhávamos, comecei a divulgar que eu morava em Pisa e Livorno (sem nunca ter morado ou trabalhado em nenhuma delas) e eis que o fenômeno se repetiu!

Um belo dia recebi um email desesperado de um rapaz que tinha vindo a Italia com seu filho de apenas oito meses, escolhendo a cidade de Pisa para realizar o seu processo. Depois de ficar correndo atrás de dezenas de imobiliárias naquela cidade, resolveu ir ao comune me procurar! Sim, é isso mesmo que vocês leram: o sujeito, que além de irresponsável (quem viaja para um país estranho com um recém nascido sem nem ter onde morar?) também teve a cara de peroba em fazer algo parecido com os amiguinhos de Ancona – até hoje fico imaginando a cara dos funcionários do comune tentando entender quem era esse tal Fabio Saga que trabalhava lá e eles não tinham idéia de quem fosse kkkkkkkkk

Por que estou falando tudo isso? Porque finalmente, pela primeira vez desde que cheguei aqui na Italia me mudei para um comune onde eu não trabalho (nem pretendo) com cidadania italiana e não preciso mais esconder a cidade onde eu moro com medo dos espertinhos de plantão: por isso é com muito prazer que finalmente posso dizer a todos os meus queridos amigos e leitores que nos mudamos para a linda a charmosa PISA – HUHUUUUUUUUUUUUUUU

ATENÇÃO: Antes que muitos de vocês que pretendem realizar o processo conosco no futuro fiquem preocupados já adianto que não deixamos de trabalhar em nenhum dos comunes onde já trabalhávamos e que funcionam muito bem, obrigado! Continuamos com nossos pequenos e médios, onde somos conhecidos e somos queridos – e por isso mesmo são ótimos para a prática da cidadania italiana! Portanto podem continuar querendo nos contratar que o serviço estará garantido, ok? 😉

SAGA, POR QUE VOCÊS SE MUDARAM? E POR QUE PISA?

Esta é outra surpresa: a Luluzinha é uma das mais novas estudantes da Universidade de Pisa (mas isso será assunto para outro artigo) e quando começamos a planejar e organizar a sua entrada, começamos obviamente a fazer algumas contas, já que ir e voltar todos os dias iria nos custar muito caro. Foi então que sentamos e começamos a ver as opções de cidades próximas:

  • Livorno? Não, muito caótica, muito trânsito…
  • Firenze? Linda, mas longe demais!
  • Lucca? De jeito maneira, cidade muito bucólica.

Ok, vocês estão se perguntando: “Ô Saga, se iam estudar em Pisa, por que não ir morar em Pisa?

Porque eu tinha um baita preconceito com aquela cidade… (pronto, falei!)

Deixe-me explicar sobre esse tal preconceito: desde que vim para a Toscana sempre morei em pequenas cidades que ficam na provincia de Livorno. E com o bairrismo que existe entre pisanos e livorneses, obviamente que fui muito influenciado, a favor claro dos livorneses. Já a Luciana, já não aguentando mais viver em cidades pequenas praticamente implorou para irmos morar em Pisa, cidade grande, segundo ela (Pisa tem cerca de 90.000 habitantes apenas, imaginem o tamanho do desespero em que ela se encontrava kkkkkkkk)

Como vocês mulheres que mandam, por livre e espontânea pressão vontade concordei e eis que nos mudamos finalmente para a cidade da torre torta, que hospeda ela, a famosíssima Università di Pisa, local onde estudou ninguém menos que Galileu Galilei :o)

 

Ainda tenho milhões de coisas para contar: sobre minha escola nova (horários, grade de aulas, amiguinhos, curiosidades, etc.), sobre a universidade que a Lu começou essa semana (cursos, salas, curiosidade, vida universitária, amiguinhos, professores, etc), sobre a própria cidade de Pisa (perdi completamente o preconceito com a cidade, curiosidades, monumentos além da torre, etc), sobre a Lisa, a mais nova gatinha que adotamos (pra fazer companhia pro Leo), além de mais um montão de projetos que estão fervilhando na minha cabeça rs

A propósito de novos projetos, preciso da opinião de vocês: estou pensando em criar uma espécie de canal de áudio tipo rádio ou podcast, onde uma vez por semana (sexta ou sábado por exemplo) eu contaria a vocês as notícias mais importantes da semana, pra que vocês possam ter idéia do que acontece aqui na Italia e o que vira notícia – porém em português, o que acham? Vocês se interessariam por algo do gênero?

Vou fazer um programa piloto e colocarei no ar para que vocês possam avaliar se vale a pena continuar ou não, ok?

É isso caros amigos, agora de casa e cidade nova, teremos muito mais novidades por aqui, vocês não perdem por esperar.

Abbracci a tutti e até o próximo post 😉