Dica de Pobre – Comprando tudo por menos de 1 euro (ou quase)

Ciao a tutti!

Recentemente fui ao supermercado comprar algumas coisinhas a pedido da Lu e no meio do mercado tive a ideia de gravar um vídeo pra vocês comprando várias coisas com o preço médio de 1 euro!

O pensamento foi o seguinte: se um pobre de marré marré viesse a Italia e tivesse poucos euros no bolso (tipo eu, quando cheguei aqui) o que ele poderia comprar para tomar café da manhã, almoço e janta com parcos 10 euros?

Eis o resultado:

Em breve vou gravar um novo vídeo, baseado num excelente artigo do meu caríssimo amigo Franco explicando porque não existe o menor cabimento em querer converter euros para reais, o que chamo carinhosamente de conversão burra 😉

E não esqueçam de dar se INSCREVER no canal, basta clicar aqui

19 Comentários


  1. Gostei muito das dicas, assim posso sentir como de fato é a vida na Itália. e somando as conversas postadas e as minhas convicções, posso concluir que realmente o viver (se alimentar) é tanto lá como cá: nada é barato, mas comprar e fazer a própria comida e muito mais em conta.


  2. Nossa, com esse valor de R$ 15,00 em Itapema e região gastamos em um café da tarde…
    Tudo está caro demais….


  3. Muito legal o post. Com essa comida eu viveria uns 5 dias.
    Fiz a conta no Pão de Açucar on-line, aqui para São Paulo e deu R$95,00.


  4. Estive em Catânia, Sicília para dar entrada em minha cidadania italiana e comia fora todos os dias, no café da manhã gastava 2,70 euros em um corneto recheado e um cappuccino grande, no almoço gastava 6,50 euros (pranzo completo). Somente a noite comia em casa.


  5. Adorei o vídeo!
    Vou para a Itália para fazer intercâmbio e estou amando as dicas!

    Beijo.


  6. Uma compra de aproximadamente 12 euros no Lidl, pra mim e pra minha amiga, dura em média, umas 2 semanas… Isso sendo as coisas pequenas, sem contar as ofertas de leve 2 pague 1 ou aquelas que vc compra o engradado e paga muito menos, tipo, nós compramos 1 caixa com 12 latas de molho de tomate, 1 caixa com 9 latas de milho e 1 engradado com 6 garrafas de free-way de 2l, isso dura muito!!! De fato, o coop e o conad são muito mais baratos em relação ao carrefour, ainda que o coop é mais barato que o conad, mas o lidl… É vida kk


    1. Siiim, o Lidl é vida. Adoro as promoções e tudo o que vende lá, roupas boas e bonitas, sapatos, coisas grandes, tipo cereal de 2kg ( se compra muito e se paga pouco), as bolachas e muitas outras coisas, tudo pacote grande, isso é muito bom. Os hamburgers são maravideliosos. Coop tb é bom, só que mais caro que o Lidl, compro tb no Ekon, tem muita promoção tb.


  7. A duração desta compra para mim depende muito do fator gordisse! hahaha…
    Se estiver com a gordisse atacada uns 2 dias, se o modo Fit estiver ativo uns 3 dias. 🙂
    Esses vídeos de comparativos são muito esclarecedores. Muitooo bom! 🙂


  8. No Mercado Angelone em Florianópolis pela internet:
    Vinho tinto uruguaio (não chega perto do italiano): 12,50
    Bolinho recheado ana maria x6 (equivalente na quantidade): 11,40
    Leite Tirol: 2,65
    café 3 corações: 5,25
    Macarrão BARILLA penne rigate caixa 500g x2 : 15,50
    Molho de tomate BARILLA basílico vidro 400g x2 : 38,80
    Caldo de carne KNORR caixa 114g: 2,50
    Tempero CHEIRO VERDE bandeja 10g : 5,45
    Queijo parmesão VIGOR ralado pacote 100g: R$ 5,39
    Alcatra em Beef 400g : 15,00
    Salada: 7,55
    Feijão lata : 9,99
    Arroz 1kg: 2,70

    Total 134,68

    E vc sai do mercado com aquela sensação que gastou muito…


    1. Aí tu pensa que só vai pra Europa quem é rico, kkk. No Angeloni td é mais caro que nos outros (Big, Bistek), mas mesmo assim a diferença entre comprar aqui e na Itália é mt grande.


      1. Como o Fabio disse tbm, o Carrefour não é o mais barato na Italia, tem outras lugares e a diferença de preço pode ser boa, então pode ficar muito mais barato ainda, como Lidl, Coop, Esselunga…
        Para vc ver.. todo Brasileiro tem q ser rico para pagar essas altas contas do governo, só que ninguém sabe o quanto gasta por isso.


  9. Quanto a conversão burra; concordo plenamente; mas se a pessoa que for
    viver na Itália receber seu salário em reais, tipo eu, aposentado da
    aeronáutica, ou algum funcionário público, etc, tem que ficar atento as
    oscilações do câmbio euro/real. Neste caso torcer muito para economia
    brasileira ficar boa e o euro sempre estar num patamar equilibrado.
    Dificil mesmo vai ser deixar 6,38% de IOF do meu salário todo mês para o
    governo brasileiro além do IRRF. Ou seja vou pagar para o governo
    brasileiro para morar fora…coisas da vida; faz parte.


    1. Gilmar, é justamente esta a visão que tenho e compartilho contigo! Com a sua aposentadoria no Brasil você tem um padrão de vida(moradia, alimentação, saúde etc.) se você resolver mudar-se para a Italia ou outro país, claro que você terá que fazer a tal da “conversão burra”, do contrário você pode se dar muito mal financeiramente!!


  10. Nossa, com tudo isso aí eu sobrevivia uma semana fácil… heheheheh
    Gostei do vídeo, ajuda para conseguir planejar os gastos na viagem pra Itália é sempre bom.
    Aqui em Floripa, acho que uma compra com todos esses itens custaria uns 70 reais.


    1. Pois é, Floripa tá ficando tudo caro mesmo, não é só aluguel.


  11. Amei o Léo rs rs rs roubando a cena! Fabio eu gostei muito do seu vídeo! Para mim, acredito que essa compra duraria uns três dias, salvo os itens com maior quantidade( café, açúcar, arroz, essas coisas). Um abração, nos veremos em Brasil. Até lá.

Comentários encerrados.