Aprendendo italiano com música: Un Colpo All’Anima

Ciao a tutti

Hoje quero propor a vocês algo divertidíssimo: aprender italiano utilizando uma música como exemplo!

aprendendo italiano

Desde a semana passada tenho ouvido e procurado músicas que me ajudassem a este fim e encontrei essa belíssima canção de Luciano Ligabue.

AUMENTEM O SOM E PRESTEM ATENÇÃO NA LETRA:

UN COLPO ALL’ANIMA!

Tutte queste luci
tutte queste voci
tutti questi amici
tu dove sei!?

Tutto questo tempo
pieno di frammenti
e di qualche incontro
e tu non ci sei…

Tutte queste radio
piene di canzoni
che hanno dentro un nome
ecco chi sei..!

Non ti sai nascondere per bene…

Quante volte sei passata
quante volte passerai
e ogni volta è sempre un colpo all’anima

Tutto questo posto
forse troppo visto
deve avere un guasto
tu non ci sei

Tutte quelle case
piene di qualcuno
e fra quei qualcuno…
tu con chi sei!?

Tutte queste onde
pronte a scomparire
resta solo il mare
quanto ci sei

Non ti sai nascondere davvero…

Quante volte sei passata
quante volte passerai
e ogni volta è sempre un colpo all’anima

Quante volte sei mancata
quante volte mancherei
un colpo al cerchio ed un colpo all’anima

Quante volte sei passata
quante volte passerai
e ogni volta è un colpo sordo all’anima

Quante volte sei mancata
quante volte mancherai
un colpo al cerchio ed un colpo all’anima
all’anima

AGORA VAMOS ESTUDAR A LETRA DA CANÇÃO!

Un colpo all’anima (Um Golpe na Alma)

Começando pelo título: a palavra colpo em italiano pode ter vários significados além daquele que vemos na letra desta música, que significa golpe.

Por exemplo é muito comum quando estamos nos despedindo de um amigo dizer: “allora ti do un colpo di telefono” (então eu te ligo) neste caso ‘colpo di telefono’ = ‘uma ligadinha’.

Outro uso comum é dar um susto em alguém, que te responde: “porca misèria, ho preso un colpo!” (caramba, que susto!) onde ‘ho preso un colpo’ = ‘tomei um susto’.

Tutte queste luci
tutte queste voci
tutti questi amici
tu dove sei!?

Tutte queste luci (Todas estas luzes) / tutte queste voci (todas estas vozes) / tutti questi amici (todos estes amigos) / tu dove sei!? (você onde está!?)

Vejam que esta primeira parte é ótima para repassar a lição dos plurais. Temos “Tutte queste luci” que é o plural de Tutta questa luce, além de várias outras duas palavras também no plural: voci – voce (vozes – voz) / amici – amico (amigos – amigo).

Na última linha temos uma das expessões mais utilizadas no italiano: dove sei? Esta expressão serve para perguntar onde você está. No exemplo acima, autor se refere a ausência da pessoa, pois mesmo com tantas luzes, tantas vozes, tantos amigos, ele sente falta desta pessoa específica.

Tutto questo tempo
pieno di frammenti
e di qualche incontro
e tu non ci sei…

Tutto questo tempo (Todo este tempo) / pieno di frammenti (pleno de fragmentos) / e di qualche incontro (e de alguns encontros) / e tu non ci sei… (e você não está)

Nesta estrofe temos a utilização da expressão “ci sei” que veremos numa aula futura a utilização das partículas. Basta entender que a expressão tu non ci sei quer dizer você não se encontra (naquele momento).

Tutte queste radio
piene di canzoni
che hanno dentro un nome
ecco chi sei..!

Tutte queste radio (Todas estas rádios) / piene di canzone (cheias de canções) / che hanno dentro un nome (que contém um nome) / ecco chi sei..! (que é você..!)

Neste verso, a expressão hanno dentro significa literalmente têm dentro, pois a palavra hanno é o verbo avere (ter) na terceira pessoa do plural – loro hanno. No texto, a frase ‘che hanno dentro un nome’ quer dizer que todas aquelas rádios contém (((sinônimo mais indicado na tradução de ‘ter dentro’))) dentro delas um nome. Já a palavra ecco na língua italiana serve para chamar a atenção, para enfatizar algo. Portanto quando o autor diz ecco chi sei!, ele está, na verdade, enfatizando que finalmente, no meio da bagunça, descobriu quem é a pessoa em questão. Geralmente quando temos uma frase com a palavra ecco, esta frase termina com o ponto de exclamação!

Non ti sai nascondere per bene…

Non ti sai nascondere per bene (Você não sabe esconder-se direito)

Per bene não significa por bem, mas sim direito. Existem expressões na língua italiana que têm um significado diferente do que a análise das palavras separadamente.

Como neste caso, seria errado intepretarmos que o autor quis dizer você não sabe se esconder por bem (sequer faria sentido!).

Um uso muito comum desta expressão é quando queremos elogiar uma pessoa, dizemos que aquela é una persona per bene (uma pessoa direita, íntegra).

Quante volte sei passata
quante volte passerai
e ogni volta è sempre un colpo all’anima

Quante volte sei passata (Quantas vezes você passou) / quante volte passerai (quantas vezes passarás) / e ogni volta è sempre un colpo all’anima (e cada vez é sempre um golpe na alma)

Na mesma frase temos os três tempos verbais: passato (sei passata), futuro (passerai) e presente (è).

Tutto questo posto
forse troppo visto
deve avere un guasto
tu non ci sei

Tutto questo posto (Todo este lugar) / forse troppo visto (talvez é muito visível) / deve avere un guasto (deve ser um erro) / tu non ci sei (você não está)

Avere un guasto se utiliza frequentemente para dizer que algo está quebrado, que não funciona: la mia macchina ha un guasto (meu carro quebrou).

Obviamente no texto o autor utiliza esta expressão no sentido figurado, dizendo que não parece certo num lugar tão visível, não encontrar a pessoa que procura (que romântico rsrsrs).

Tutte quelle case
piene di qualcuno
e fra quei qualcuno
…tu con chi sei!?

Tutte quelle case (Todas aquelas casas) / piene di qualcuno (cheias de pessoas) / fra quei qualcuno (dentre estas pessoas) / tu con chi sei!? (você com quem está!?)

Aqui mais um jogo de palavras, pois qualcuno quer dizer alguém, alguma pessoa. O autor pergunta a pessoa (que ele sente falta) com quem ela estaria no meio da multidão.

Tutte queste onde
pronte a scomparire
resta solo il mare
quanto ci sei

Tutte queste onde (Todas estas ondas) / pronte a scomparire (prontas a desaparecer) / resta solo il mare (restando só o mar) / quanto ci sei (o quanto você está)

Scomparire além de desaparecer também é utilizada para dizer que algo sumiu (scomparso). Já o verbo restare se usa com o sentido de ficar, permanecer.

Non ti sai nascondere davvero…

Non ti sai nascondere per bene (Você não sabe se esconder direito)

Quante volte sei passata
quante volte passerai
e ogni volta è sempre un colpo all’anima

Quante volte sei passata (Quantas vezes você passou) / quante volte passerai (quantas vezes passarás) / e ogni volta è sempre un colpo all’anima (e cada vez é sempre um golpe na alma)

Quante volte sei mancata
quante volte mancherai
un colpo al cerchio ed un colpo all’anima

Quante volte sei mancata (Quantas vezes você fez falta) / quante volte mancherai (quantas vezes você fará falta) / un colpo al cerchio ed un colpo all’anima (um golpe certeiro e um golpe na alma)

Cerchio literalmente quer dizer centro (de uma mira por exemplo) mas também significa circulo (em geometria). No nosso caso, un colpo al cerchio quer dizer acertar a mira.

Quante volte sei passata
quante volte passerai
e ogni volta è un colpo sordo all’anima

Quante volte sei passata (Quantas vezes você passou) / quante volte passerai (quantas vezes passarás) / e ogni volta è un colpo sordo all’anima (e cada vez é um golpe surdo na alma)

Vejam que nesta estrofe o autor inclui a palavra sordo para dar ênfase: um golpe surdo na alma.

Quante volte sei mancata
quante volte mancherai
un colpo al cerchio ed un colpo all’anima
all’anima

Quante volte sei mancata (Quantas vezes você fez falta) / quante volte mancherei (quantas vezes você fará falta) / un colpo al cerchio ed un colpo all’anima, all’anima (um golpe certeiro e um golpe na alma, na alma)

APRENDENDO ITALIANO – CONCLUSÃO

Ufa, conseguimos chegar até o final do texto.

Sinceramente espero que vocês tenham gostado da idéia, pois eu penso que aprender uma nossa língua deve ser algo divertido, não necessariamente decorar calhamaços de gramática e ponto final.

Eu aprendi muito ouvindo músicas – e no meu caso – aprendo muito mais com casos reais do que estudando somente gramática.

Não que esta última não seja importante, porém acredito que o aprendizado de uma nova lingua deve seguir a mesma dinâmica que tivemos ao aprender a nossa própria lingua: por repetição e principalmente por exposição!

Quem tiver dúvidas e sugestões escreva aqui, pois desta forma procurarei sempre trazer idéias e situações divertidas e práticas para o nosso aprendizado, ok?

PS. O vídeo foi gravado na ilha da Sardegna 😉

Abbracci a tutti e ci vediamo alla prossima lezione!