Dica Importante sobre Pedido do Documento ao Comune

Artigo original escrito em 2 de setembro de 2007 e revisado em março de 2017

Mais um documento encontrado desta vez numa cidadezinha de Treviso chamada Breda di Piave!

E vocês não vão acreditar no que aconteceu…

A oficial do setor anagrafe foi pegar o livro que constava as informações do antenato da minha “cliente-amiga-do-blog” e lá tinha nada mais nada menos do que a cópia do pedido do documento ao comune, que a cliente tinha enviado há alguns meses

Eu perguntei então por que o comune não havia mandado para ela, já que tinham recebido o email.

Ela respondeu que tinha ordens para não mandar mais nenhum documento para a América do Sul.

E mais: estavam pensando em criar um serviço pago para o envio destes documentos.

Eu falei que isso era um absurdo e desde quando ela tinha recebido essa instrução?

Ela então chamou outra mulher, esta sim a responsável pelo setor do comune.

Bastante simpática, esta senhora explicou que não tinha mais como enviar documentos para o exterior.

Em seguida, ela pegou uma pasta tipo arquivo morto entupida de folhas com pedidos vindos do Brasil.

E ainda completou:

– As pessoas antes de terem certeza de onde o antenato nasceu saem mandando email para todos os comunes da provincia.

Isso faz com que percamos tempo respondendo a todos e com isso acaba-se a verba para aqueles que realmente sabem onde estão os documentos do antenato italiano.

E me disse a mesma coisa que outro oficial já havia me dito: tem poucas pessoas no comune, principalmente os pequenos e não da pra “perder tempo respondendo cartas e e-mails”.

Para eles isso é perda de tempo enquanto pra nós é a parte mais importante e valiosa do nosso processo!

Por isso queridos leitores, eu vou repetir aqui o que já escrevi há algum tempo:

Enviar email ou carta para todos os comunes é a pior forma de encontrar o local de nascimento do seu antenato.

Faça a pesquisa primeiro no Brasil, de trás pra frente: comece com sua certidão de nascimento.

Lá consta o nome dos seus pais e dos seus avós.

Depois pegue a certidão do seu pai, e nela você encontrará o nome dos seus avós e dos seus bisavós.

E assim por diante.

Pergunte aos mais velhos da família, que com certeza sempre tem algo a acrescentar nas buscas.

Pesquisa metodica é a melhor forma de encontrar os documentos.

Quero terminar este artigo compartilhando com vocês algumas fotos que fiz lá em Breda di Piave: