Faça Parte da Nossa Bolha da Cidadania Italiana

Há alguns dias recebi este e-mail do nosso querido Eduardo, e compartilho aqui na íntegra com você.

Meu caro amigo Fabio,

Sinto-me à vontade para chamá-lo de amigo, porque apesar de você não me conhecer, eu passei os últimos meses ouvindo seus conselhos e palavras de incentivo.

Como tantos outros brasileiros, minha avó chegou ao Brasil do sul da Itália em 1935.

Ela ainda carrega o sotaque, as histórias e a cultura italiana aqui no Rio de Janeiro.

No começo de 2018, depois de um período de dois anos na Coreia do Sul, resolvi fazer valer o sangue calabrês e reconhecer a cidadania na Itália.

Minha namorada, espanhola e ansiosa para que moremos juntos em Madrid, tratou de convencer a parte de mim que ainda estava reticente.

Um detalhe, porém, me preocupava.

Apesar de já ter conhecido meus parentes italianos em um final de semana há oito anos, eu não falo o idioma.

Nessa incerteza, julguei que seria mais fácil contratar uma assessoria, queimar economias mas evitar constrangimentos.

Foi então que começou o show de propostas indecentes, promessas contrariando a lei, apartamentos suspeitos… com quase tudo fechado com um assessor, descobri que tratava-se de mais um farsante.

Pensei, pensei, pensei, e falei: DANE-SE.

“Vou tentar isso sozinho e se não der, não deu”.

Pulando alguns meses de burocracia para não te entediar, hoje sou mais um italiano reconhecido, com carta de identidade, passaporte e certidão de nascimento plurilingue (essa dica eu só vi no Minha Saga!).

Escrevo para agradecer pela ajuda que você disponibiliza a tanta gente.

É muito legal pensar, por exemplo, que quando fui solicitar o passaporte, eles não possuíam o bollettino postale com os dados básicos, e eu fui capaz de preenche-lo exclusivamente porque devorei o SagaBook incansáveis vezes.

Ou que no comune, surpreendi o oficial ao já ter a marca da bollo na carteira.

Minha família sentiu confiança em me ajudar porque perceberam que eu estava totalmente preparado, com a minha pastinha de documentos debaixo do braço.

E isso é graças a você.

Obrigado, meu amigo, por permitir que hoje eu possa fazer planos de morar com a minha namorada, de buscar emprego na Europa ou de simplesmente passear por aí.

E mais do que isso.

Obrigado por me proporcionar confiança e conhecimento para dar um passo que reaproximou uma família separada por décadas.

Hoje me comunico frequentemente com meus tios e primos, compartilhamos fotos e vídeos.

E esse tipo de carinho não tem preço.

Desejo muito, mas muito mesmo, que você seja recompensado pela generosidade, detalhe, clareza e esforço que coloca em cada vídeo e texto postado.

Espero um dia poder te dar um abraço.

E se eu estiver morando em Madrid, as portas da minha casa estarão sempre abertas a você e a sua família.

Um abraço,

Eduardo

SENTIMENTO DE ORGULHO

Você não tem ideia da alegria que eu sinto quando recebo mensagens como esta!

Não sei qual a sua profissão, ou qual é a sua área de atuação.

Eu tenho o privilégio de trabalhar contribuindo e mudando a vida das pessoas, e isso é surreal!

Cada material que eu produzo, cada artigo que eu escrevo, cada vídeo que eu gravo pode, literalmente, mudar a vida de alguém!

Da mesma forma que eu mudei a minha, quando larguei tudo que eu tinha no Brasil e resolvi entrar de cabeça no meu processo de reconhecimento na Itália.

Isso aconteceu em 2007.

De lá pra cá, perdi as contas de quantas mensagens como esta eu recebi.

Hoje vejo o tamanho da responsabilidade que eu tenho, cada vez que eu me sento para escrever ou gravar algo.

E posso confessar algo?

Eu adoro sentir esta responsabilidade!

Não vim a este mundo para passar em branco!

Quero deixar aqui a minha contribuição.

Quero que as minhas filhas tenham orgulho das coisas que eu construí, do que eu fiz, e do que eu deixei.

O QUE VOCÊ ESTA FAZENDO PARA MUDAR O SEU MUNDO?

E você?

Está trabalhando para deixar o seu legado?

Está construindo hoje as histórias das quais você terá orgulho de contar aos seus filhos e netos?

Sei que muitos que me seguem, só conseguirão fazer isso, através do reconhecimento da cidadania italiana.

Afinal de contas, é pra isso que você está aqui neste blog, não é?

Então a minha pergunta é a seguinte:

Você já começou a fazer o novo curso gratuito que eu estou disponibilizando a todos os inscritos aqui no blog?

Se a sua resposta for uma destas:

  • Não tenho ideia do que você está falando…
  • O que é “ser inscrito” na Minha Saga?
  • Curso gratuito? Pensei que todos os seus cursos eram pagos!

Significa que você é apenas um leitor casual, que caiu aqui de paraquedas e realmente ainda não faz parte do que eu chamo de “Fabiolândia” 🙂

COMO FAZER PARTE DA NOSSA BOLHA DA CIDADANIA ITALIANA

Bolha da Cidadania Italiana

1 – O primeiro passo a fazer é deixar o seu nome e email abaixo – desta forma você vai fazer a sua inscrição gratuita e entrará na nossa lista de leitores.

O que você ganha com isso?

Receberá e-mails meus em primeira mão, com novidades e tudo relacionado a este fascinante mundo da cidadania italiana

>

Fique tranquilo, seu e-mail está completamente <strong>SEGURO</strong> conosco!

2 – O segundo passo é começar a me seguir no Instagram – para acompanhar a minha rotina e saber como é a vida de um cidadão italiano pela Europa (neste momento estou usufruindo dos benefícios da minha cidadania no Reino Unido).

Aliás, no momento que estou escrevendo este artigo, estou me preparando para ir ao Brasil, você sabe como viajar com os dois passaportes, o brasileiro e o italiano?

Eu sempre faço o relato das minhas viagens e explico isso no meu Instagram!

Então bóra começar a me seguir por lá, só clicar aqui.

3 – Você já assistiu algum vídeo que eu posto no Facebook ou no Youtube?

Sabia que somos mais de 33.000 pessoas no Facebook e mais de 35.000 no Youtube?

PeloamordeDeus, faça a sua inscrição nestas duas redes também:

CURSO GRÁTIS DA CIDADANIA ITALIANA

Tá Fabio, mas e o tal curso grátis?

Simples, basta clicar AQUI para começar a estudar gratuitamente e entender quais as 4 etapas que te separam do reconhecimento da sua cidadania italiana 🙂