Aula 5 – Dúvidas sobre Documentos

MATERIAIS DIDÁTICOS

Para acompanhar o seu Curso de Cidadania Italiana 2017, baixe o mapa mental e também o Sagabook 2017 – o primeiro pode ser baixa-lo clicando no próprio link e para baixar o Sagabook basta inserir o seu email abaixo, que ele será enviado para o seu email – depois da sua confirmação de interesse!

Mapa Mental do Curso*

* A utilização de mapas mentais ajuda a organizar as ideias e também o aprendizado.

Para utilizar o seu mapa mental, você deve criar uma conta gratuita no site Mindmeister clicando aqui.

Links Úteis

Nesta aula cito alguns sites importantes, segue abaixo os respectivos links:

Sagabook 2017

Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente o seu exemplar do manual Sagabook 2017!

AULAS ANTERIORES

DÚVIDAS SOBRE ESTA AULA?

Caso tenha dúvidas sobre o conteúdo deste aula, deixe abaixo no campo de comentários

127 Comentários


  1. FABIO. NO MEU CASO.. MINHA MAE NUNCA SE CASOU COM MEU PAI. MINHA MAE É QUEM TRANSMITE A DESCENDENCIA A MIM. COMO VOU PROCEDER SEM A CERTIDAO DE CASAMENTO?

    Responder

  2. Ei, Fabio! Primeiramente, gostaria de agradecer peas dicas no youtube, estao me ajudando muito! Bom, estou fazendo meu processo e emitindo as certidoes, sei que sao exigidas as certidoes de casamento de todos os meus antecedentes ate o italiano, porem nao existe a certidao de casamento dos meus pais, porque eles nao se casaram oficialmente, apenas tiveram uma uniao estavel e, pra piorar, ja se separaram. Voce saberia me aconselhar sobre somo agir diante disso? Vi uma resposta sua sobre uma situacao parecida e sim, foi meu pai (quem me da o direito a cidadania) quem me registrou). Muito obrigada!

    Responder

  3. Olá Fabio,
    Primeiramente gostaria de parabeniza-lo por todo o conteudo que você posta aqui e no you tube… ajuda muiiiito mesmo!
    Minha fuvida da aula de hj é a respeito do Divórcio vou explicar meu caso a seguir!

    Antenato: avó( italiana natural de cuccaro vetere) toda documentacao ok, ja falecida!
    Unica filha: nasceu no Brasil, casou- se no Brasil e se divorcio, ate ai tudo certo, se divorciou 10 anos antes do meu marido nascer. Apos o divórcio teve 2 filhos fruto de um relacionamento em que não casou-se. Minha dúvida… quem entrará como requerente do processo será meu marido filho mais novo, não sei nem como me expressar, mas gostaria de saber que documentos preciso para comprovar que ele é filho da sua mãe, vi nos videos anteriores que é necessario ter a certidão de casamento, neste caso ele é “filho bastardo” um filho fora do casamento como fica isso a respeito da papelada da cidadania?

    Desculpa se não me expressei bem!

    Obrigada,

    Natassha Revello D’Arienzo

    Responder

  4. Bom dia tudo bem? legal a questão de validade de documentos? a questão de certidão de BATISMO emitido por igrejas na Itália também se encaixa nessa questão de validade de 06 meses ?

    abração

    Responder

  5. Olá Fabio!
    Ótimo curso, já estou encaminhando para o final do curso, tenho algumas duvidas:
    Nosso sobrenome na Itália esta com dois “TT”, …..tto, aqui no Brasil meu avô está com apenas um “T”, meu pai e eu com dois “TT”, terei que pedir correção na documentação?
    A família de minha esposa o bisavô não se casou, apenas juntou, posso dar antamento no processo apenas com as certidões de nascimento?
    Transcritos os documentos certidões, casamento e nascimentos, minha esposa em filhos maiores já tem direito a cidadania, ou tenho que fazer um processo para eles a partir de meu nome?

    Responder

  6. Olá Fabio, gostaria deste esclarecimento: minha descendência vem através do meu bisavô paterno, vi na aula 5 a necessidade dá certidão de casamento, no caso dá do meu pai ele não se casou com minha mãe, ele teve um primeiro casamento que não foi minha mãe e se separou e passou a viver com minha mãe, mas não se separou legalmente dá primeira esposa, faleceu sem resolver esta questão, mas na minha certidão consta ele como meu pai. Como proceder neste caso? Desde já agradeço sua atenção.

    Responder

  7. ola Fabio, fiquei com uma duvida…primeiramente muito obrigado por ser tão gentil em ajudar..Pretendo fazer meu processo para a cidadania aos poucos(por etapas) por situação financeira mesmo, vi que você falou que o documento italiano(certidão de nascimento) de meu antenato tem validade de 6 meses, então caso eu peça ele em agosto/2018 para eu começar e só for para a Itália no fim de 2019 ele terá perdido a validade?ou essa certidão não perde?ou eu posso ir com essa mesma e pedir a 2° via quando estiver no comune italiano?

    Responder

  8. Oi Fabio, tudo bem? Nao encontrei uma aula específica sobre este tema, por isso estou escrevendo aqui mesmo. No caso de fazer o processo no Brasil, eu posso dar entrada em um consulado em um Estado diferente de onde eu moro? Por exemplo: moro em SP e gostaria de fazer no RJ, pois o tempo de espera é muito menor.

    Obrigada
    Larissa

    Responder

  9. Fábio,
    Tenho a certidão italiana recebida por email, vc já falou que não vale, entendi.
    Pergunto:
    eu posso tirar todos os documentos necessários, traduzir e apostilar e quando for na Itália pegar a certidão do meu bisnono lá?
    No meu caso seria em Sacile, tem que ser feito na própria cidade, certo?

    Responder

  10. Oi Fabio,
    Estou adorando as aulas mas pintou uma dúvida:
    Pretendo fazer meu processo na cidade de nascimento do meu antenato e minha dúvida é se posso mesmo já tendo os documentos emitidos desde julho de 2017.
    E preciso apostilar as certidões italianas?
    Grata

    Responder

  11. Olá Fabio.
    Inicialmente quero agradecer por toda sua dedicação em disponibilizar todo este conteúdo, esta é uma atitude louvável.
    Seguidamente, gostaria de saber: Tenho um contrato de união estável com minha companheira, preciso traduzir incluir tal documento no processo lá na Itália?
    Alguns órgãos públicos me dizem que, mesmo com contrato de união estável, meu estado civil continua sendo “solteiro” perante a lei.
    Muito obrigado pela atenção.

    Responder

  12. Fábio vc é show!
    Estou com uma duvida!
    Meus pais não são casados civilmente não são casados no papel como faço com a certidão sendo que não tem?

    Responder

  13. Ciao
    Eu posso ir para a Itália sem o documento do italiano já que ele já e emitido lá e tbm n passa por nenhum processo no brasil?

    Responder

  14. Ciao!

    Assim minha vó se casou com meu vô e os dois já se divorciaram eu preciso apresentar o divórcio deles?
    (quem passa o direito e minha vó)

    Responder

  15. Ola, uma duvida que eu tenho é que o italiano na qual quero fazer minha cidadania ele casou dia 5 abril de 1891 mais so no religioso, tem algum problema, se caso nao valer essa certidão o que devo fazer?? os filhos deles estao registrados no civil certinho no nome deles.

    Responder

  16. Boa Tarde Fabio, primeiramente parabéns pelos vídeos!

    Eu fiquei com uma dúvida, no vídeo você diz que preciso apenas das certidões que fazem parte do meu processo.
    Porém, meu pai casou-se com a minha mãe, depois se divorciou e é atualmente casado com outra mulher! Fiquei em dúvida sobre qual certidão de casamento dele levar, já que teoricamente para o meu processo o que vale seria a de casamento dos meus pais, mas atualmente meu pai é casado com outra mulher.

    Obrigada desde já,
    Julia

    Responder

  17. Olá Fabio.
    Primeiramente quero agradecer pelos vídeos, estou começando o meu processo e eles estão sendo de imensa ajuda!
    Só fiquei com uma dúvida… A minha árvore genealógica é exatamente igual a sua, o meu Antenato é o meu tataravô e segue a linha com meu bisavô, avô, pai e eu. Minha dúvida é em relação ao divórcio, mas no caso o divórcio do meu avô. O “bichinho” gostava de casar e casou-se 3x, sendo o meu pai, filho do primeiro casamento dele que foi com a minha avó. Já estou com a certidão de casamento deles, preciso da de divórcio também? E em relação aos outros 2 casamentos dele com as outras mulheres, preciso de algum documento?
    Desde já, muito obrigada!

    Responder

  18. Olá Fabio, primeiramente quero te parabenizar pela atitude de gravar vídeo aulas para ajudar pessoas a adquirirem suas cidadanias, não diferente dessas pessoas também gostaria de obter a minha e comecei agora (talvez um pouco tarde) a iniciar o processo. Vi na Aula de número 5 que se se o requerente foi casado e ou algum outro da linha familiar foi casado mais de uma vez, é necessário ter o documento de divorcio para cidadania. No meu caso eu tive uma união estável registrada em cartório, neste caso eu também preciso apresentar esse documento ou somente precisa quem efetivamente casou-se em matrimonio civil?

    Responder

  19. Fabio bom dia minha mãe é Brasileira e em 2015 fez a cidadania italiana, ela tem o Codice Fiscale e a carta de identidá, Agora em 2018 vou fazer a minha e a Comuni onde ela fez vai aceitar a pasta de familia que foi criada para a minha mae, entao vou dar a continuidade a partir dela. Pelo que entendi os documentos que tenho que levar é,a minha certidao de nascimento e casamento de inteiro teor tambem a certidao de nascimento e casamento de inteiro teor traduzida reconhecida e apostilada.
    Tenho que apostilar as certidoes da minha mae tambem?

    Responder

  20. Olá Fábio,
    Obrigado pelas aulas, elas são excelentes.
    Tenho uma dúvida, o registro de nascimento do meu antenato é religioso, pois ele nasceu antes de 1871. Neste caso o documento ainda possui validade de 6 meses ou é diferente por se tratar de um documento emitido pela Igreja?

    Responder

  21. fabio, gostaria de saber meu pai foi casado com outra mulher mais nao se separou vou precisar da certidao de casamento dele pro meu processo ou nao vou precisar

    Responder

  22. Bom dia Fabio! Ótimos seus vídeos, obrigada, mas tenho um caso em particular…… fiz todo o processo de requerimento para a cidadania italiana por casamento e perdi o prazo (todas as convocações) para apresentação dos documentos no Consulado. O que e como devo fazer agora? Meus documentos continuam válidos (certidão de casamento vinda da Itália é de 19/12/2016)? As datas dos apostilamentos são de maio/2017….. Não encontro no site do Consulado as respostas de como devo proceder agora, principalmente com relação às datas dos documentos e taxas…… Obrigada, abraço

    Responder

  23. Oi Fábio. Excelente trabalho. Resta uma dúvida sobre documentos. A certidão do antenato italiana, precisa vir apostilada para sua utilização em retificação judicial de nome em certidões brasileiras de casamento e óbito. Eu não consigo essa informação antes de contratar o advogado aqui e não vou contratar antes de saber como pedir o documento. O processo de reconhecimento será na Itália.
    Grata

    Responder

  24. Fabio, o EXTRATTO PER RIASSUNTTO DAL REGISTRO DEGLI ATTI DI NASCITA …do meu bisavo italiano, recebido da Italia, via correio, em março de 2011, tb tem validade ? preciso pedir novamente ? ou este documento não tem validade como os outros ? Outra dúvida, é considerado original, e é dele que tenho que tirar segunda via para constar em cada pasta de cada requerente ? no caso, para minha pasta e para cada pasta dos meus filhos maiores ? desde já, fico-lhe agradecida por todo o material disponibilizado até agora, desde o SAGA …vídeos, aulas..todos de grande valia com explicações generosas e precisas ,não vi tudo ainda, mas verei todos os videos porque cada um nos torna mais e mais informados e preparados para o passo que desejamos dar… gratidão imensa pelo seu apôio.

    Responder

  25. Fábio. Eu tenho o batismo do meu bisavô que não é italiano.
    Eu não achei a certidão de nascimento.
    A única coisa pendente.

    Eu consigo na Itália tirar minha cidadania?

    Responder

  26. ótima aula, Fábio! Fiquei apenas com uma dúvida. Minha mãe era divorciada quando conheceu meu pai. Ele, por sua vez, já estava separado, mas nunca oficializou isso legalmente. Meus pais viveram juntos por muitos anos, mas nunca legalizado e hoje ele já é falecido. No caso, meu antenato italiano era bisavô da minha mãe. Qual a documentação que preciso por parte da minha mãe, nesse caso? Beijos

    Responder

  27. Fábio, assisti esse seu vídeo e um antigo, mas continuei com uma dúvida. Você disse que os documentos que não vão ser alterados não possuem essa validade de 6 meses. Apenas para confirmar, certidão de nascimento também entra nessa categoria?

    Responder

  28. Ola Fabio, seus videos são excelentes. Vi todos os videos e sou inscrito no seu canal bem como li o Sagabook mas não consegui achar essa informação. Meu antenato casou-se ao chegar no Brasil. Ele ficou viuvo e após alguns anos foi viver com minha trisavó. Nao ha nenhum registro de casamento porem ele mesmo foi quem registrou o nascimento de minha bisnona. Vc acha que posso dar continuidade no processo sem certidão de casamento do meu antenato? Grato.

    Ricardo Borba

    Responder

    1. Olá Ricardo neste caso basta que não exista nenhuma menção ao casamento dele, pois como ele foi o declarante no nascimento do filho, está tudo certo, ok? Abs

      Responder

  29. Olá Fábio, estou com uma dúvida na sua aula você diz que a certidão de casamento só é necessário para comprovar a sua ligação com a família no meu caso o meu pai não foi casado com a minha mãe somente com outro mulher, como procedo nesse caso? Há algum problema? Tenho que levar a certidão de casamento deles? Desde já muito obrigada.

    Responder

  30. Fábio, seus vídeos são bem esclarecedores e tem me ajudado muito. Porém tive uma pequena dúvida. Meu pai é a pessoa da minha linhagem italiana e minha mãe é falecida. Meu pai se casou de novo. Os documentos que tenho que pegar do meu pai são: nascimento e casamento com minha mãe?
    Vale ressaltar que pretendo me mudar para a Itália ano que vem e fazer todo o processo lá.
    Obrigado desde já!!

    Responder

  31. Fabio, muito obrigada pelo seus videos e pela paciencia pra atender tantas pessoas com historias diferentes. O meu caso nunca vi igual, o casamento dos meus trisavos aconteceu somente no religioso em S Simao em 21/12/1912, no registro diz que nao foram feitos os proclames devido ao “pecado em artigo de morte”. que de acordo com que pesquisei na igreja pode ser q a mae estava pra morrer e eles nao estavam “certos” diante da igreja, e ai foi realizado o casamento como sacramento. Tenho quase certeza que meu bisavo foi fruto desse relacionamento. Mas o fato de nao ter registro em cartorio, esse certificado da igreja e valido pro meu processo? ou eu terei que pedir algo especifico no cartorio? Te agradeco pela ajuda. Muito obrigada!

    Responder

  32. Olá Fabio boa tarde. Nos seu vídeo 5 uma coisa acho que pode ajudar, é uma dúvida minha e acredito que dê muitos. Eu ainda não decidi aonde irei pedir o reconhecimento da minha cidadania, se no Brasil ou direto na Itália, assim surge a dúvida. Quando você refere ao prazo de 6 meses aos documentos emitidos na Itália e nos Brasileiros não mais de 12 meses você esta se referindo ao reconhecimento da na Itália, assim pergunto: tenho todos os documentos brasileiros em inteiro teor, mas sei que no Brasil isso pode levar 10 anos ou mais, eles perdem a validade aqui? Poderia já pedir os documentos da Itália agora mesmo sabendo que aqui leva anos?

    Responder

    1. Olá Thiago no Brasil cada consulado tem suas próprias exigências. Neste caso, quando chegar a sua vez para apresentar os documentos, você poderá entrar no site do consulado (caso eles não tenham enviado nenhuma comunicação formal) e lá encontrará as regras atuais sobre a entrega e validade dos documentos

      Responder

  33. Boa tarde Fabio, eu retirei a certidão de meu antenato em Bovolone-It em 25/04/2015 numa viagem que fiz para a Itália e na certidão não conta nenhuma data de validade como mostrada no seu vídeo, preciso conseguir nova certidão mesmo assim?

    Responder

  34. Fabio…descobri que a certidão de casamento do meu antenato estava num cartorio(aqui no Brasil) que pegou fogo.Tenho a certidao de batismo(italiana) e a de obito.Meu primo tirou a cidadania sem a certidão de casamento, porem o processo foi no Brasil.Irei fazer o processo na Itália, como proceder nesse caso?
    Tenho todas as certidões dos sucessores do antenato.

    O pai foi o declarante da certidão do filho.

    Fiz uma busca no google e alguns lugares falam que é necessário fazer uma ação de restauração de registro civil.

    Vi em uma resposta a leitora aqui no blog que estava com o mesmo problema que o meu, em que você disse que era só necessario uma certidão negativa do cartório para levar pra italia.Entrei em contato com a leitora e ela me disse que foi bem dificil pois a comune nao queria aceitar essa certidão, aceitaram depois, pois a tia dela havia feito o processo no Brasil e assim ela conseguiu utilizar a pasta.

    Porém ela também me disse que na época o consulado nao queria legalizar a tal certidão negativa do cartorio.

    Se eu levar essa certidao negativa legalizada pelo consulado seria 100% seguro deu nao ter problemas como ela teve, ou eu realmente tenho que fazer a tal ação de restauraçao de registro civil?
    Obrigado.

    Responder

  35. A minha dúvida é sobre as certidões que vêm da Itália. Elas também têm a validade de seis meses? E outra pergunta, cada pessoa que vai dar entrada na cidadania, no caso meus irmãos, deverão solicitar essas certidões também nas comunes/paróquias, ou quando solicitar a minha já peço uma certa quantidade?
    Vou dar entrada no Brasil.

    Responder

    1. Olá Samara sim, todos os documentos tem legalmente 6 meses de validade, lembrando sempre que muitos comunes não se importam com esta validade, ok? Abs

      Responder

  36. Fabio boa noite!
    1) Tenho duas situações:
    o casamento do meu antenado (trisavô) na italia não existiu, não tem documento.
    2) não existe a certidão de nascimento do meu bisavô, filho do italiano, só existe a certidão de casamento e óbito.

    Qual o procedimento para estes casos?

    Responder

  37. Fábio, meu avô e minha avó se divorciaram, existe algum problema ou não?Preciso apresentar somente a certidão de casamento ou será necessário algum documento extra?Obrigada!!

    Responder

  38. Boa tarde, Fabio!!

    Após assistir o vídeo e ler o sagabook, ainda fiquei com uma dúvida. Você fala que deve ser apresentada a certidão de casamento do ANTENATO italiano, é isso mesmo? Achei que só a certidão de “nascimento” dele seria o suficiente.

    Se ele se casou na Itália eu tenho que mostrar a certidão de casamento? E se ele se casou no Brasil?

    Outra dúvida, li em alguns lugares que as pessoas estão conseguindo a cidadania em alguns meses, menos de 1 ano. Fazendo o processo por consulados no Brasil, sem precisar ir a Itália, essa informação procede?

    Responder

  39. Estou ainda na fase de coleta de documentos, e surgiu a seguinte situação:
    A certidão de nascimento do meu avô paterno foi perdida em um incêndio, já pesquisei e verifiquei que é possível efetuar a recuperação judicial, porém esse processo envolve custos, tempo e testemunhas, felizmente minha família tem 4 italianos na ascendência, devido a isso acredito que seja mais efetivo seguir pela linha da minha mãe que também é administrativa sendo que o italiano nesse caso é meu trisavô sendo a linhagem eu->mãe->avô->trisavô.

    Responder

  40. Olá Fabio! Obrigado por todo esse material e pelo Sagabook. Estão sendo de grande valia.
    Tenho uma dúvida que possa, talvez, facilitar meu caso de obtenção da cidadania.

    Meu avô materno era italiano e minha mãe já é cidadã italiana, portanto, temos todos as certidões (nascimento, casamento e morte) no comune italiano. Nesse caso, é preciso eu providenciar a tradução e apostilamento de toda a documentação brasileira, ou bastaria traduzir e apostilar a minha certidão de nascimento e utilizar os demais documentos no formato italiano mesmo? (PS.: farei o processo por lá)

    Agradeço muito a atenção!

    Responder

  41. Olá Fabio, uma ajuda por favor.

    Estou pedindo os documentos brasileiros nos cartórios(sei que já há retificações a serem realizadas).Devo pedir em inteiro teor para realização de análise de dados ou posso pedir um simples? Tem muita diferença nas informações?
    Obs: sei que para a prática terei que fazer a inteiro teor

    Responder

  42. Fabio,
    Minha tia avó fez o processo via Brasil e ela já conseguiu sua cidadania, mas ao procurar os documentos ela não encontrou o documento de casamento de seu avo (meu tataravô), mesmo procurando em todos os lugares possíveis.
    A mesma entrou com uma ação na justiça e conseguiu lavrar esse documento de casamento do nosso antenato.
    Então eu tenho a certidão de casamento dele, mas ela é lavrada. Ainda é possível utilizar esse documento para a realização do reconhecimento aqui na Itália ?

    Muito obrigado

    Responder

  43. Fabio boa noite, vou dar entrada na italia, e meu pai se divorciou do primeiro casamento, e pelo vi este documento precisa apenas para dar entrada nos consulados no brasil , confere ?
    Ou para dar entrada em comunes Italia, preciso do documento referente ao divorcio dele do primeiro casamento tambem ?

    Responder

  44. Fábio, gostaria de fazer o curso da cidadania italiana, mas gostaria de contratar um consultor ai na Itália. Como faço?

    Responder

  45. Bom dia Fabio. Meu antenato se casou duas vezes ,a primeira com minha bisavó e na certidão de óbito dele só consta q ele foi casado com a segunda. Vc sabe qual seria o procedimento nesse caso? Desde já agradeço.

    Responder

  46. Fábio, boa tarde!
    Estou tendo dificuldades em encontrar a certidão de nascimento do meu bisavô (no meu caso tenho direito à cidadania pelo pai dele, meu trisavô). O cartório onde ele foi casado alega que alguns documentos do acervo foram danificados, e que a habilitação de casamento de meu bisavô pode estar perdida pra sempre. Nesse caso o que eu faço? Obrigado!!!

    Responder

  47. Fábio, meu pai e minha mãe fizeram uma separação judicial, a certidão de casamento deles deve constar a averbação junto?

    Responder

  48. Fabio bom dia. Estou com uma pequena duvida, eu já tenho todas as certidões pois sou descendente do meu bisavô e recebi da Itália a certidão com a validade de 6 meses. Estou com medo de passa do prazo de validade pois vence em outubro, e como aqui no brasil o agendamento no RIO e lento. Moro no ES. e estou com interesse de dar entrada na Itália. meu bisavô e da região de vêneto . Então segue minha pergunta , qual comuni que eu poderia dar entrada na cidadania mas rápido?

    Responder

  49. Fábio, estou amando as dicas! Me ajudaram demais essa aula 5. Obrigada por compartilhar suas experiências. Tomara que não encontre os “cretinos”. Rsrsrs. Abraços.

    Responder

  50. Fábio, tudo bem?
    Primeiramente, obrigada por dividir tudo isso conosco!

    Bom, fiquei com dúvida nesse seu quinto vídeo.. em um dado momento você diz que os documentos EMITIDOS PELO CARTÓRIO, não tem validade (por volta dos 5min), porém mais pra frente no mesmo vídeo, você diz que eles tem que ter até 1 ano (por volta dos 7min). Estou com os meus documentos do cartório com aproximadamente dois anos, seria melhor reemiti-los?
    Outra dúvida quanto ao documento italiano: na certidão de nascimento do meu antenato está escrito: ´´Il presente certificato ha validità ilimitata´´. Ou seja, aquela questão de 6 meses de validade, nesse caso, ignoro? Ou terei que pedir outra também por ter mais de 6 meses?

    Espero sua resposta, obrigada pela atenção.
    Baci baci,
    Isabelle.

    Responder

  51. Fabio, os seus videos estao me ajudando imensamente nesse processo, muito obrigada! Nesse video vc diz que devo incluir a minha certidao de divorcio ao restante dos documentos. A minha duvida e, se tenho a certidao de divorcio em inteiro teor existe a necessidade de incluir tambem a de casamento ? Desde ja te agradeco.

    Responder

  52. Quando solicitei as certidões de nascimento e casamento do meu antenato, o comune me mandou somente o Estratto de Nascita bem completo e com os carimbos e no documento tem um campo Annotazioni que consta o casamento do meu antenato e de sua esposa e a data, porem nao me enviaram uma certidão contendo somente a de casamento. É necessário ter essa certidão a parte?

    Responder

  53. Fabio, tudo bem? Estou com uma dúvida: não encontrei a certidão de casamento de meu antenato italiano, pois provavelmente não foi registrado em cartório – suspeito isso pois o casamento foi em + 1880 e o cartório registrou o primeiro casamento em 1891. Como procedo neste caso? Grande abraço.

    Responder

    1. Se ele se casou aqui no Brasil, provavelmente ele se casou na igreja, é só descobrir em que igreja . Vc pega essa certidão levar na curia p ser validada. A certidão tem o mesmo valor desde que tenha a autenticidade dada pela curia.

      Responder

  54. Olá, Fábio!
    Primeiramente, gostaria de parabenizá-lo pelo trabalho. Tenho algumas dúvidas, sendo a primeira delas a seguinte: comecei a organizar a papelada da minha cidadania em 1997. Desde então, tenho documentos de vários anos diferentes, 2001, 2006, 2011. Hoje já possuo todos os documentos desde o meu antenato. Porém vi em uma das aulas que eles têm um prazo de validade, ou seja, preciso solicitar todos novamente? Inclusive do meu antenato que foi em 97? Se sim, a do italiano eu posso tirar quando for para Itália fazer meu processo? Ele é de Brisighella, Ravena, gostaria até de fazer meu processo por lá. Isso me chateou um pouco, pois terei que gastar tudo novamente. Existe alguma solução?
    A outra dúvida é a seguinte: na certidão de casamento do meu antenato consta o nome dele corretamente, porém no meio do documento foi utilizado o nome brasileiro dele ou seja consta 2 versões, isso pode me acarretar problemas?

    Responder

  55. Fabio, tem algum vídeo onde você fala de uma segunda visita do vigile? pergunto pois tem uma prima minha q fez muito tempo atrás com assessoria e não sei o que aconteceu q depois dos 45 dias, eles passaram de novo… a sorte que ela estava ainda na Itália mas quase que não estaria… e sempre vejo vc falar que depois que o vigile passa que estaria ” praticamente” tudo ok… alem dos prazos adm, eles tem de costume passar de novo? Valeu!

    Responder

  56. Boa tarde Fabio, tem uma informação que não encontrei no blog ou vídeos? Você explicou quanto aos erros nos nomes ( sobrenomes ex. barbiero/ barbieri , nomes abrasileirados, etc). Mas a dúvida é … quando o erro for de alguém que não PERTENCE a linha de ascendentes? O sobrenome está correto em todas as certidões desde o antenado até o requerente; mas por exemplo aparece o nome dos pais do antenado errado em uma das certidões, ou aparece errado o nome do cônjuge de quem passa a cidadania… NESTES CASOS o comune na ITALIA aceitaria, vi que no consulado de SP aceita até mesmo com erros de quem passa a cidadania. Aguardo seu retorno, pretendo tentar fazer o ano próximo seguindo seus guias. abraços

    Responder

  57. Boa noite Fábio, consegui a certidão de nascimento do meu bisnonno, na verdade me parece mais um extrato, mas contém o nome dele, dos pais, data e local do nascimento. Com ela consegui fazer as devidas correções, inclusive pedi para arrumarem o local de nascimento que constava Padova quando na verdade é Codevigo, Província de Padova. Enfim, como ela só tem validade de 06 meses, ao chegar na Itália vou precisar solicitar outra certidão? E isso só pode ser feito na comune de origem?

    Responder

  58. Oi Fabio, boa noite!
    Minha linhagem é paterna. Meu pai é falecido e na certidão de óbito dele o estado civil é: separado judicialmente. (separou-se de minha mãe e não casou-se outra vez). Na certidão de casamento consta uma averbação de separação consensual e a anotação de seu falecimento.
    Eu preciso emitir a certidão de separação para traduzir e apostilar ou não é necessário esse documento estar no processo, já que temos a anotação nas outras duas certidões?
    Gratidão imensa!!!

    Responder

  59. Olá Fabio tudo bem ? Estou com uma dúvida com relação a correção dos documentos, espero que possa me ajudar. Vamos lá. Entrei em contato com o cartório, pois decidi primeiramente fazer as correções por via administrativa. Este, me informaram que eu precisaria fornecer a eles o documento italiano apostilado e também a tradução deste documento já apostilado. Enviei um email para a comune pedidindo a certidão de nascimento de meu bisa com o apostilamento e recebi a seguinte resposta ”Notifica avvenuta registrazione protocollo n. 2052 del 09-02-2017 – Re: Certificato di nascita con l’apostille dell’Aja”. Isso significa que enviarão o documento ao Brasil. Antes deste email, requisitaram meu endereço completo. Qto tempo leva ? Obrigado

    Responder

  60. Boa tarde Fabio, tudo bem???
    Primeiramente gostaria muuuuuuuuito de lhe agradecer por tudo.
    Num mundo tão conturbado e cheio de maldade em que vivemos hoje, encontrar alguém como você é quase um milagre. Alguém que só tem o único interesse em ajudar.
    Mais uma vez obrigada. Você é D+.

    Bom, minha dúvida em relação aos documentos é a seguinte:
    No caso de a certidão de casamento do meu antenato vencer (certidão que consegui com o comune) pois foi emitida em novembro. É possível quando eu chegar na Itália eu solicitar uma nova caso o comune não aceite?

    Att.,

    Responder

  61. Fabio, muito obrigado pelos seus videos, estão me ajudando muito.
    Mais cheguei em 2 duvidas.
    1ª Devo me casar antes ou após o processo de cidadania ? Pois eu e minha noiva queremos nos mudar para a Europa e quero pedir o passaporte europeu para ela.
    2ª Tenho um irmão de 13 anos, e para não ter que levar ele até a Itália, estava pensando em fazer a cidadania em nome da minha mãe, com isso já temos o direito ou teremos que refazer o processo ??

    Responder

  62. oi Fabio, onde encontro o link para solicitar os documentos as paroquias na Italia ? me perdi 🙁

    Responder

  63. Fabio sou Divorciado e me casei novamente! então no meu caso preciso da minha certidão de Nascimento, do meu casamento anterior e do Divorcio, e a do casamento atual? estou super na duvida, e esses documentos também tem q ser inteiro teor?

    Responder

  64. Fabio boa noite, tudo bom? Primeiro te agradecer pelo seu esforço e força de vontade em estar passando o caminho das pedras para nós que queremos ter o reconhecimento de nossa cidadania.
    Uma dúvida sobre a validade, bom eu vi que os documentos italianos tem validade de 6 meses e estão escritos no rodapé da certidão, até ai tudo bem. Fui olhar tanto a do e-mail que recebi do comune, tanto a original pelo correio, o máximo que aparece ao rodapé é apenas essa informação:

    “Il presente certificato non può essere produto agli organi della pubblica amministrazione o ai privati gestori di pubblici servizi”

    E mais acima tem esta outra informação antes do carimbo e assinatura:

    “RILASCIATO IN CARTA LIBERA E IN ESENZIONE DA DIRITTI
    Nota n. 2 lettera c) dell´art. 4 tariffa Parte I allegato A del D.P.R 26/10/1972 n. 642 e del D.P.R 03/11/2000, n. 396
    DIRITTI: n.reg. @[email protected]
    Data: 23-02-2015”

    Obrigado pela atenção.

    Responder

      1. Opa Fabio muito obrigado, bom independente vou usar as datas e não cair naquele agente que faz tudo para dificultar as coisas. Grazi mille!

        Responder

  65. Fabio, bom dia! Primeiramente, gostaria de agradecer por toda a sua gentileza e disponibilidade em repassar tantas informações para que possamos ir atrás deste sonho.
    Tenho uma dúvida sobre uma questão que não fora abordada no vídeo, em relação à validade da certidão de nascimento do meu antenato italiano. Se esta certidão (italiana) tem validade de 6 meses, dito prazo é para realizar o apostilamento ou para apresentá-la na comune italiana? Obrigada desde já

    Responder

  66. Oi Fábio, já li e ouvi teus vídeos muitas vezes pra não te fazer perguntas que estão explicadas. Minha dúvida: eu sou a mãe do requerente do reconhecimento da cidadania e me divorciei 2 vezes. A certidão de nascimento contem as informações atualizadas de casamentos e averbação de divórcios…ele levará a minha última certidão de casamento com averbação ou deve levar as duas?? Acredito que as duas dão mais consistência a certidão de nascimento. Seria isso?
    Obrigadão Fábio pela dedicação e tento ser uma aluna dedicada tb….

    Responder

  67. Olá Fábio, minha mãe não se casou mas em minha certidão de nascimento(aquela que tenho desde quando nasci, amarelada) tem uma linha em que diz *FORAM DECLARANTES OS PAIS.

    Ainda posso tirar a cidadania sem a certidão de casamento da minha mãe que não existe ou não posso tirar?

    Responder

  68. oi Fabio poderia tirar umas duvidas por favor, é tantos detalhes que ficamos doidos rsrs. na certidão de batismo na Italia de meu bisavô esta Giacomo filho de Francesco e Annunziata , na certidão de casamento aqui do Brasil Jacomo filho de Francisco e Anna , na certidão de óbito da Jacomo e filho de Francisco e Annunziata. A pergunta é : devo ou não retificar?
    desde já agradeço a sua atenção e esse videos maravilhos

    Responder

  69. Bom dia Fabio,seus videos são MARAVILHOSOS , mas vamos a pegunta, consegui a certidão de óbito de meu bisavô ,e dai fui comprara com a certidão de casamento dele e de batismo que consegui na de uma prima . na certidão de casamento consta que ele Jacomo Tardelli filho de Francisco Tardelli e Ana Tardelli, na certidão de óbito consta Francesco Tardelli , Anunciatta Tardelli , essa diferença de nomes pode ter problemas ?

    Responder

  70. Olá Fabio!!
    Me tire uma duvida, quanto tempo demora normalmente a certidão para chegar no Brasil vindo da Itália, enviado pela comune?

    Responder

  71. Fabio – Seus vídeos estão me ajudando muito, mas tenho algumas dúvidas. me ajude por favor:

    1) – Estou na busca do CASAMENTO de meu trisavô italiano na Itália (já tenho o nascimento dele – Serravalle a PO – Mantova 06-03-1876), tem alguma dica para ajudar na busca. ex: site ou onde posso começar a buscar, se seria em igreja ou cartório ?

    2) – Na certidão de nascimento do filho do meu Trisavô, que nasceu aqui no Brasil. Está o nome de ATTILIO + (sobrenome) e em algumas certidões no decorrer das gerações ate eu. Consta um erro apenas no nome de ATTILIO para ATILIO com um ‘T’ apenas, mas o sobrenome está correto em todas as certidões. Terei problema por causa desta letra ?

    3) Fiz o pedido de minha certidão em um cartório de Mato-Grosso, eles me enviaram em inteiro teor meu NASCIMENTO, CASAMENTO de meus pais e ÓBITO de meu avô, todos em folha A4 branca (não aquela folha amarela timbrada como nos outros cartórios, mas consta atrás desta folha o carimbo e o selo digital comprovando que está folha branca é autêntica). Terei problemas com estas certidões na Itália ? Devo exigir do cartório a folha amarela igual na maioria dos cartórios ? Já viu isto antes ?

    Desde já agradeço

    Responder

    1. Prezado Luiz Borsatti,
      Já conseguiu a certidão de casamento do trisnonno Pietro? Eu tenho essa informação… Mesmo que já tenha conseguido, me mande um email, vamos trocar uma ideia, somos primos distantes, pois o Pietro também é meu trisnonno. E o Attilio é irmão da minha bisnonna Magdalena.
      Meu email é: [email protected]
      No aguardo

      Responder

  72. Ola Fabio, gostaria de tirar uma dúvida a respeito do óbito do meu antenato. Bom, na certidão do meu avô consta que ele (meu antenato) faleceu em estrela d’oeste cujo óbito não foi registrado. Ja perguntei pra todos parentes possíveis a respeito e um deles disse que realmente o óbito não foi registrado. Oque devo fazer nesse caso? Terei problema futuramente? Grande abraço até +

    Responder

  73. Opa,

    Fabio, em primeiro lugar gostaria de agradecer pelo tutorial meticulosamente explicado passo a passo!!
    Estou com uma duvida, meu pai é divorciado do primeiro casamento, e nunca casou com minha mãe(apenas moram juntos a minha vida toda) como procedo? Tiro apenas a certidão do divorcio ou ela não é necessária? Ou então o que preciso fazer nesse caso especifico?
    Obrigado!

    Responder

  74. Uau… esclarecedor isso… bom. Dancei já então. Tirei as certidões e já fui apostilando. Até a viajem à Itália todas estarão vencidas. Cool! A parte disso, as que vieram de lá tb tem data. A Curia me atrasou a vida pacas, paroqui emitiu em julho-2016 cúria camrimbou em novembro-2016…

    Responder

      1. Eles falaram que nao envia por carta só via email. a comune eh a ROSSANO VENETO….. posso pegar la antes?
        valeu

        Responder

          1. Ola Fabio a comune me disse que enviou dia 10/01…vc sabe quanto tempo demora para chegar? obrigado


          2. O solicitado por minha irmã demorou 20 dias da postagem no correio.


  75. Fabio, muito obrigado por tudo que tu ensinou até agora e tudo que tu vais ensinar ainda.
    Minha dúvida é a seguinte: Por quanto, em média, fica esse processo todo? Pois sou funcionário público, e preciso fazer um planejamento financeiro, para poder levar os documentos à Itália com no máximo 6 meses. Poderia me dizer o valor total (em média) ou enviar alguma planilha por email?

    Responder

  76. Oi Fabio! Ótimo vídeo, parabéns! Eu fiquei com uma dúvida e agradeceria se pudesse me ajudar, a respeito de documentos religiosos. Eles entram nesse prazo de validade de 6 meses que você mencionou ou se aplica apenas aos documentos de cartório? Ainda neste assunto, como eu consigo descobrir quando um determinado comune começou a registrar os cidadãos em cartório e não m ais na Igreja? Abraço!!

    Responder

    1. Olá Ronaldo, todos os documentos brasileiros, quando apostilados, entram na categoria da validade – sempre a contar da data do apostilamento

      Responder

  77. Caro Fábio, como vai?
    Gostaria de aproveitar o teu conhecimento para esclarecer a seguinte questão por gentileza: Emiti grande parte das certidões em março do ano passado, e viajo no primeiro semestre deste ano para a Itália. Achas que preciso emitir novamente, para ter uma data atualizada, ou a data da apostila é o que irá valer? Muito obrigado! Parabéns pelo excelente trabalho que vens desenvolvendo! Grande abraço

    Responder

  78. outra dúvida, no mesmo momento eu e minha prima podemos usar documentos em comum e utilizar apenas um jogo de documentos das pessoas que temos em comum ex. antenato e bisavô?? ai eu entro com a minha linha de documentos e ela com a dela isso é possível??

    Responder

  79. Fabio ref validade dos documentos, vamos supor eu fiz em fevereiro, meu primo vai usar os documentos que temos em comum, isto é possível né? mas ele foi por exemplo um ano após eu solicitar minha cidadania então não consegue pois passou o prazo de 6 meses de validade??

    agradeço desde já att.

    Responder

    1. Olá Liliane de tempos em tempos os documentos apresentados em um comune italiano são arquivados e depois disso não são mais disponíveis para utilização. Eu recomendo sempre que ninguém queira utilizar documentos previamente apresentados por outros familiares, para não correr este risco, ok?

      Responder

  80. Fabio, na linha da dica de sites de cartórios brasileiros você não recomenda nenhum site de emissão da Ceritidão de Nascimento Italiana?!! Já encontrei vários, mas uma recomendação direta sua seria legal….

    Responder

  81. Boa noite Fábio!
    Eu faço a tradução antes do apostilamento?
    Abraços!
    Edna e Henrique

    Responder

  82. Boa noite Fábio,

    Na questão retificação:

    O nome de meu Bisavô é Oreste Armando TURRINA na certidão de nascimento, e no casamento está TURRINA Oreste. No óbito ficou Oreste TURINA.

    Já no nascimento de meu avô consta somente o nome sem sobrenome, apenas Delermo ******* extatamente assim, mais abaixo como filho de Orestes TORINA.

    E da certidão de casamento de meu Avô Delermo TORINA o sobrenome permanece o mesmo; TORINA.

    Minha pergunta é: Até onde deve ser feita a retificação? Só de meu bisavô ou corrigir até os meus filhos?

    Grato e parabéns pelo seu trabalho!

    Responder

  83. Não entendi quando não existe a certidão de casamento, no meu caso do antenato. Na certidão de nascimento de seu filho é citado fruto de TAL mulher, e no casamento deste filho é citado filho de outa mulher!

    Responder

  84. Fábio, buonasera!!!!
    Sobre validade da certidão de nascimento italiana: na certidão de nascimento do meu antenato, não consta a informação sobre a validade. Essa informação é obrigatória?
    Grazie,
    Thaís

    Responder

  85. Olá Fábio. Mais uma pergunta sobre divórcio. Sou divorciado e casado novamente. Entrei no site do consulado italiano no Rio e não consta a informação dos documentos de divórcio que precisam serem traduzidos. Confesso que essa parte dos documentos de divórcio não consegui entender. Como esse procedimento se adequaria hoje com o apostilamento? Apenas lembrando que eu me divorciei em 2010. Neste caso eu vi no consulado de são paulo que tem uma lei (Lei nº 11.441 de 04/01/2007) que tenho que apresentar uma segunda via original e recente da Escritura Pública de Divórcio Consensual, emitida pelo Tabelionato de Notas em que ela foi lavrada. Neste caso então não preciso do processo inteiro correto? Obrigado.

    Responder

  86. Boa tarde Fábio,

    Ainda sobre o divórcio, no meu caso em 2012 eu me separei de direito e não de fato, e no ano passado casei-me de novo com a mesma esposa por motivo de futuramente transmitir a cidadania à ela.

    Devo apresentar o divórcio e o segundo casamento?

    Obrigado!

    Responder

  87. Fábio, (além da certidão de casamento com averbação) esse divórcio com todas as folhas do processo e tal que consta no link do consulado de SP que você colocou acima também vale para o processo feito na Itália?

    Responder

  88. Olá Fábio, tudo bem? Acompanho seus vídeos desde o ano passado, estou aprendendo muito antes de me aventurar na Itália ano que vem! Só queria comentar que no vídeo anterior, vc disse que uma familiar sua se chamava Dal Borgo e esse era o sobrenome da minha avó! Talvez distante tenhamos algum parentesco hehe. Obrigada pelo conhecimento compartilhado! Abraço!

    Responder

  89. Boa tarde Fábio,

    no meu caso, meus pais não se casaram e ambos me passam por suas famílias o direito à cidadania.

    Muita gente fala que, por meu pai ter me registrado, ta tudo certo.
    Já ouvi dizer que deve haver um documento/declaração de que nunca foi casado com a minha mãe ou algo do tipo, é verdade? Como funciona?

    Já no caso dela, me me informaram que só teria como se ela tirasse a cidadania antes de mim e um monte de outras burocracias. Na verdade, como tem que ser feito?

    Att.

    Responder

  90. Olá Fabio!
    Já consegui uma cópia do Registro de Batismo do meu antenato de um processo feito no ano de 2008. Minha dúvida é se o melhor é solicitar um novo documento por carta (a parrocchia não possui e-mail) ou pegar pessoalmente quando for realizar o processo? Pessoalmente em quantos dias consigo o documento?
    Abraço

    Responder

  91. Boa tarde Fábio,

    no meu caso, meus pais não se casaram e ambos me passam por suas famílias o direito à cidadania.

    Muita gente fala que, por ter sido meu pai quem me registrou, basta que ele faça um documento de declaração de que nunca foi casado com a minha mãe ou algo do tipo, é verdade? Como funciona?

    No caso dela, já me falaram também que só teria como se ela tirasse a cidadania antes de mim.

    Na verdade, como tem que ser feito, em qualquer dos dois casos?

    Responder

  92. Buon pomeriggio Fábio.
    Sobre as validades dos documentos, já faz um ano que solicitei a certidão italiana. Embora não haja menção alguma de validade neste documento, solicitarei novamente o mesmo (como bem orientado por ti).
    Porém continuo com uma dúvida sobre validade. Mencionaste que devemos garantir uma validade de 6 meses para os apostilamentos. OK!!
    Mas e com relação às TRADUÇÕES???????????? Depois de apostiladas, tudo bem, mantenho os 6 meses como você orientou, mas antes disso, há alguma validade para tradução????

    Responder

  93. Oi Fábio !!
    Então se meu bisnono, filho do meu “antenato”, não foi casado no papel com minha bisnona, não vou ter problema correto? Uma vez que a certidão de óbito dele fala que ele morreu “solteiro, ao 51 anos”. Então apresento a certidão de nascimento e óbito, CERTO?
    Desde já, agradeço.
    Abraço.

    Responder

    1. Rafael depende: quando não houve um casamento, é imprescindível que na certidão de nascimento do filho deste casal, o declarante tenha sido aquele que transmite a cidadania italiana. No seu caso, o seu bisnonno deve ter declarado o nascimento do filho dele, para que o direito tenha sido transmitido

      Responder

  94. Olá Fábio!

    Gostaria de tirar minha dúvida sobre documentos. Meu pai JÁ possui a Cidadania Italiana, porém, o mesmo reside no estado da Flórida nos Estados Unidos, o mesmo reside lá pelo AIRE. Eu quero fazer meu processo na Itália! Gostaria de saber quais documentos vou precisar para que eu possa pega-los e então fazer o processo na Itália. Por exemplo, somente a Certidão de nascimento e casamento em Inteiro Teor?

    Agradeço desde já!

    Atenciosamente,

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.