Aula 9 – Dúvidas Sobre o Apostilamento

MATERIAIS DIDÁTICOS

Para acompanhar o seu Curso de Cidadania Italiana 2017, baixe o mapa mental e também o Sagabook 2017 – o primeiro pode ser baixa-lo clicando no próprio link e para baixar o Sagabook basta inserir o seu email abaixo, que ele será enviado para o seu email – depois da sua confirmação de interesse!

Mapa Mental do Curso*

* A utilização de mapas mentais ajuda a organizar as ideias e também o aprendizado.

Para utilizar o seu mapa mental, você deve criar uma conta gratuita no site Mindmeister clicando aqui.

Links Úteis

Nesta aula cito alguns sites importantes, segue abaixo os respectivos links:

Sagabook 2017

Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente o seu exemplar do manual Sagabook 2017!

AULAS ANTERIORES

DÚVIDAS SOBRE ESTA AULA?

Caso tenha dúvidas sobre o conteúdo deste aula, deixe abaixo no campo de comentários

74 Comentários


  1. Olá Fabio, por gentileza pode me auxiliar com uma dúvida já recebi o documento do meu Antenati, porém não está apostilado e nem traduzido e agora? Como devo proceder para realizar a tradução juramentada pois o cartória está exigindo o apostilamento para fazer a ratificação do sobrenome. Obrigada

    Responder

  2. Olá Fábio! Continuo sem receber o link para baixar o Sagabook gratuitamente. O e-mail vem somente com o link do Roadmap. Grata, Bianca Natale

    Responder

  3. Oi Fábio. Muito obrigada pelo curso! Está me ajudando bastante na preparação e organização dos documentos. Fiquei com uma dúvida em relação ao apostilamento das certidões e traduções. Eu posso solicitar a certidão já apostilada e depois fazer a tradução e apostilamento da tradução? Ou tenho obrigatoriamente que pedir o apostilamento da certidão quando já estiver acompanhada da respectiva tradução? Um abraço.

    Responder

  4. Olá! Vou fazer meu processo de cidadania direto na Itália.
    Moro no estado de São Paulo, e gostaria de saber se posso fazer minha tradução juramentada e apostilamento em outro estado sem que atrapalhe meu processo de reconhecimento na Itália…?
    (Ou a melhor recomendação é fazer tudo aqui em São Paulo?)
    Todos os documentos para o processo são daqui do meu estado mesmo
    O motivo é dinheiro mesmo, pois tudo aqui é muito mais caro

    Obrigada desde já!

    Responder

  5. Fabio ou algum usuário saberia responder minha dúvida? É bem simples!

    Sou de MG, meu Antenato viveu e faleceu em SP, por minha certidão de nascimento ser de MG de qualquer forma o Comune vai consultar o Consulado de BH e SP na Não Renuncia?

    Pois se for assim pretendo fazer o apostilamento em MG que é bem mais barato. Obrigado !

    Responder

  6. Fábio, uma dúvida que você não citou no vídeo a respeito do apostilamento em outro estado e problemas com a non renuncia. Ex: tenho todas as certidões do RS, traduzidas e apostiladas no RS, porém, duas foram retificadas por juiz do PR. O oficial irá verificar isso e poderá intender que posso ter “passado” pelo PR?

    Responder

  7. Olá Fabio, tudo bem? Estou te acompanhado a mais de 2 anos e cada dia mais aprendo com vc ! Parabéns.
    Minha pergunta é : Sou do interior de São Paulo. É possível eu saber no Consulado Italiano de São Paulo se algum familiar meu já fez o reconhecimento da cidadania italiana? Se sim, como fazer essa consulta. Obrigado e parabéns pelo seu trabalho.

    Responder

  8. Olá Fábio! Obrigada por compartilhar o trabalho excelente. Tenho uma dúvida! Meu primo e eu estamos reunindo todos os documentos e o pai dele é divorciado. Na hora de apostilar e fazer a tradução juramentada da certidão de casamento do pai dele, tem que fazer de todas as páginas do processo de divórcio? Obrigada

    Responder

    1. @carolina_sartori:disqus, vou compartilhar uma experiência recente de um amigo que foi para aItália reconhecer sua cidadania: Ele não tinha a cópia do processo de seu divórcio, mas eles pediram. Teve então que providenciar o desarquivamento, cópia, tradução e apostilamento das peças aqui no Brasil, enquanto aguardava lá na Itália. Podem não pedir? Talvez. Mas o @fabioportaldacidadania:disqus sembre lembra em seus artigos que devemos nos precaver de todas as maneiras e ter em mãos todos os documentos que podem ser exigidos. Boa sorte!

      Responder

      1. Xys, no caso do seu amigo o divórcio era do próprio (requerente) no caso da Carona o divórcio é do pai dela !

        Responder

  9. Boa tarde Fábio, tudo bem?!

    Meu noivo tem planos de entrar com o processo de cidadania diretamente na Itália e estamos na fase de recolhimento dos documentos. Porém a pouco ouvi falar que as certidões tem prazo de validade.

    Você sabe me dizer se esse prazo vale para solicitar o apostilamento? E após o apostilamento o prazo continua o mesmo?

    De toda forma já agradeço e parabenizo pelo trabalho. Com certeza está auxiliando muita gente!

    Obrigada,
    Gabriela Sampaio

    Responder

  10. Fabio, agradeço demais toda ajuda com o processo. Tenho ainda milhoes de duvidas mas vamos retirando aos poucos… Pergunta na cidade onde meus parentes viveram já faz apostilamento e sendo assim preciso reconhecer firma ao solicitar a certidão? Outra coisa meu processo é via judicial e gostaria de saber como conta a validade nas certidões nesse caso especifico? Pois tenho certidões simples que irei enviar para o Advogado pra avaliar se precisam de retificações e então pegar as de inteiro teor já corrigidas para traduzir a apostilar.

    Responder

  11. Fábio, tudo bem? A oficial da comune agora me solicita a declaração de maternidade, uma vez que sou filha de pais não casados e meu pai quem me resgistrou (linhagem materna!). Dúvida: minha mãe vive ha mtos anos na inglaterra (tb é cidadã inglesa) e vai fazer a declaração via consulado brasileiro. Devo apostilar? Eu estou residente na italia. Se a resposta for sim, tem como fazer isso por aqui mesmo? Grata

    Responder

  12. No documento que recebi por email, a certidão de nascimento do antedato, não conta os nomes dos pais !!!

    Responder

    1. @silviapilagallo:disqus, o que você acha de usar a mesma forma de contato que utilizou para solicitar a certidão de nascimento dele e solicitar essa informação ao Comune?

      Responder

  13. As certidões são da capital, mas de cartórios diferentes. Ja peço tudo apostilado. E depois escolho um cartório para apostilar as traduções, levando junto os originais ja apostilados….é isso?

    Responder

  14. Fabio, tenho acompanhado atentamente seu trabalho e aprendido muito com isso.
    Estou coletando todas as certidões. Mas aqui surge uma duvida crucial. Meu antenato, nascido em pozzonovo, recebeu o nome de BIDO, FAUTINO ANTONIO, porem em todos os documentos brasileiros (Óbito), nascimento do filho, etc. (ainda não encontrei a de casamento), consta apenas como BIDO FAUTINO, e ainda por cima há um erro quanto a idade dele (quando faleceu declararam que ele seria 2 anos mais velho que a realidade, não disseram o ano apenas que tinha xx anos). Essas diferenças são impeditivas?

    Responder

    1. Olha, acho que como diria o Fabio, talvez não, mas antes pecar pelo excesso do que pela falta ! Afinal oficiais ‘cretinos’ estão por ai, então quando mais certo os documentos melhor.

      Responder

  15. Oi Fábio,primeiro parabéns pelo seu trabalho ele está sendo muito útil.Tenho algumas duvidas.
    No site do consulado italiano SP encontrei essas informações:
    DOCUMENTOS REFERENTES AOS DESCENDENTES, DO AVO ITALIANO AOS REQUERENTES EXCLUÍDOS:

    Todas as certidões de registro civil (nascimento, casamento, óbito), em segunda via original e em inteiro teor, desde o italiano que transmite a cidadania até o último dos requerentes. Tais documentos deverão estar acompanhados de Apostila. Não é mais necessária a tradução para o italiano.
    Isso significa que não preciso mais traduzir as certidões dos meus descendentes ?Quem são requerentes excluídos?

    Responder

    1. Olá Fatima depende: você pretende dar entrada diretamente no consulado italiano no Brasil, ou pretende vir à Itália? Pois estas informações servem apenas para quem vai dar entrada diretamente no consulado, ok? Abs

      Responder

  16. Solicito esclarecimento de algumas duvidas por gentileza: 1.Gostaria de saber como deve ser o nome do requerente no pedido de apostilamento. Por exemplo na minha certidão de casamento consta o sobrenome do esposo, porém como houve divórcio e consequentemente averbação o meu nome voltou ao de solteira, bem como nos demais documentos.
    Mesmo quando o pedido de apostilamento é referente a certidão do casamento e óbito do meu Antenato e de nascimento e casamento do meu pai a requerente sou sempre eu?
    2. As declarações e o processo de separação e a do divórcio serão apostiladas? Somente a declaração ou todo o processo?

    Obrigada

    Responder

  17. Fabio, boa noite.
    Eu escrevo a partir de Argentina.
    Tenho de certificados Legalização e apostilha em São Paulo.
    Posso recomendar onde anotar documentos.
    Obrigado.

    Responder

  18. Olá, Fabio.
    Uma dúvida referente ao meu caso.

    Tenho documentos do Rio Grande do Sul (consulado de Porto Alegre) e documentos de Santa Catarina (consulado Curitiba). Nesse caso eu deveria apostilar os documentos separadamente ou posso realizar o apostilamento em Santa Catarina?
    Qual seria a melhor opção?

    Agradeço desde já!

    Responder

  19. Olá Fábio, tudo bem? ja li seu saga book e vejo sempre seus videos, gostaria que me tirasse uma dúvida que não encontrei, eu e minha irmã queremos fazer o processo de cidadania, queria saber se nós duas temos que apostilar separadamente cada documento ou podemos usar os mesmos para entregar no comune, como procede isso?
    Outra duvida é sobre a NR, eu moro atualmente em SC mas sou do RS, se eu apostilar em sc, la no comune eles iram pedir a NR dos dois estados?

    Responder

  20. Meu pai é italiano. Sou filho fruto de união estável no brasil . Antes de vir para o brasil havia se casado e divorciado na Italia. Fiz pedido de reconhecimento de cidadania. Na certidão de nascimento de meu pai consta data de casamento e divorcio (ambos aconteceram na Italia) Ainda assim preciso apresentar no consulado a certidão de casamento e divorcio italiana?

    Responder

  21. Fabio, primeiramente, parabéns pelas explicações!
    Tenho uma dúvida apenas, qual não encontrei nos vídeos, é: As certidões (batismo e casamento) do italiano, que estão na Itália (obviamente), eu preciso trazer essas certidões pra cá pra apostilar, ou eu posso, assim que chegar na Itália, retirar no comune ou na paróquia e começar o andamento do processo?
    Abraço!

    Responder

  22. Olá, Fabio! Obrigada por esse curso online!! Estou aprendendo muito e será fundamental pois vou realizar o processo sozinha na Itália. Minha dúvida é sobre a relação apostilamento e não renúncia: tenho 11 certidões, 9 são de Minas Gerais e duas, a minha certidão de nascimento e a certidão de casamento do meu pai, são de Brasília.
    Fiquei assustada com a média de tempo de 90 dias para sair a não renuncia em Bsb. Faria alguma diferença no tempo eu apostilar todas as certidões em Minas Gerais? Ou de qlq forma o comune precisa verificar em Brasília q meu pai não renunciou? Agradeço a atenção e parabenizo demais o seu trabalho!!! Abraço, Tainá

    Responder

    1. Olá Tainá tudo bem?

      A non rinuncia sempre deverá ser solicitada a todos os locais onde os ascendentes viveram, nasceram ou passaram – portanto no seu caso infelizmente são vários os consulados envolvidos

      Responder

  23. Bom dia Fabio. Pelo que tinha entendido até então, para que a certidão do italiano seja válida no Brasil para retificações de certidões brasileiras, é necessário que ela esteja apenas com a firma reconhecida do escrivão da Prefettura do Comune, correto? Ou seja, não é necessário mais o timbre do Consulado Brasileiro de Milão ou Roma para que ela seja válida no Brasil.
    Minha dúvida surgiu pois, no site do Consulado Brasileiro de Roma, está escrito “Documentos italianos para serem válidos no Brasil deverão contar com a apostila. Documentos assinados por notaio, cancelliere ou outras autoridades de órgãos judiciais, devem ser apostilados no Ufficio Legalizzazione da Procura della Repubblica. Demais documentos devem ser apostilados pela Prefettura local.”. Ou seja, está escrito que precisamos apostilar a certidão do italiano para que seja válida no Brasil. Estou muito confusa! Poderia me ajudar a entender? Obrigada!

    Responder

    1. Nathália, eu requeri minhas certidões na Itália para retificar os documentos aqui em Minas Gerais e, tanto no site do consulado quanto no cartório de Belo Horizonte, a orientação foi para que:
      1. eu emitisse os documentos na Itália, apostilasse na Itália (para habilitar a utilização no Brasil – o tradutor juramentado e o Ministério Público não aceitariam sem a apostila, eu chequei)
      2. traduzisse com tradutor juramentado
      3. apostilasse a tradução (nessa parte eu discuti com a moça do cartório sobre a necessidade dessa última apostila, uma vez que a certidão italiana não seria utilizada fora do Brasil, mas somente para retificação e seria arquivada junto ao processo – ainda não entendo a necessidade, mas ela foi deseducada e falou que se eu não fizesse assim teria meu requerimento indeferido)
      4. e apresentasse o requerimento de retificação administrativa em até 90 DIAS CORRIDOS da emissão da certidão italiana (outro absurdo, uma vez que a validade dos documentos italianos na Itália é 6 meses e é dificílimo fazer esse processo todo estando no Brasil em três meses sem contratar ninguém)

      Espero que eu tenha te ajudado, e que o Fábio possa esclarecer sua dúvida.

      Fábio, você consegue entender esse requerimento do cartório para apostilar a tradução juramentada de documento italiano que vai ser utilizado no Brasil? A tradução juramentada, por si só, já não deveria gozar de fé pública em âmbito nacional?

      Responder

    2. Nathália, eu requeri minhas certidões na Itália para retificar os documentos aqui em Minas Gerais e, tanto no site do consulado quanto no cartório de Belo Horizonte, a orientação foi para que:
      1. eu emitisse os documentos na Itália, apostilasse na Itália (para habilitar a utilização no Brasil – o tradutor juramentado e o Ministério Público não aceitariam sem a apostila, eu chequei)
      2. traduzisse com tradutor juramentado
      3. apostilasse a tradução (nessa parte eu discuti com a moça do cartório sobre a necessidade dessa última apostila, uma vez que a tradução da certidão italiana não seria utilizada fora do Brasil, mas somente para retificação e seria arquivada junto ao processo – ainda não entendo a necessidade, mas ela foi deseducada e falou que se eu não fizesse assim teria meu requerimento indeferido)
      4. e apresentasse o requerimento de retificação administrativa em até 90 DIAS CORRIDOS da emissão da certidão italiana (outro absurdo, uma vez que a validade dos documentos italianos na Itália é 6 meses e é dificílimo fazer esse processo todo estando no Brasil em três meses sem contratar ninguém)

      Espero que eu tenha te ajudado, e que o Fábio possa esclarecer sua dúvida.

      Fábio, você consegue entender esse requerimento do cartório para apostilar a tradução juramentada de certidão italiana que vai ser utilizada no Brasil? A tradução juramentada, por si só, já não deveria poder ser utilizada em âmbito nacional?

      Responder

      1. Olá, bom dia. Estou tentando contato com a Prefeitura de pisa para fazer o apostilamento das certidões la pois preciso retificar. Voces sabem o valor e se posso mandar pelo correio para eles? Obrigado

        Responder

  24. Fábio, tenho uma dúvida. Minhas certidões foram quase todas apostiladas, exceto duas, que foram legalizadas. Essas duas certidões legalizadas continuam valendo, ou eu preciso que elas sejam apostiladas?

    Responder

  25. Boa tarde Fábio, no Sagabook nas páginas 40 e 41 constam uma lista com os documentos a serem apostilados, nela não consta as certidões de nascimento. É necessário eu solicitar ao cartório as certidões de nascimento em inteiro teor de todos se já possuo as de casamento?

    Obrigada!

    Responder

    1. @julianecomim:disqus , as certidões de nascimento estão na lista sim, e com certeza devem ser traduzidas (juramentadas) e apostiladas! Lembre-se: sempre em inteiro teor!! O @fabiobarbiero:disqus sempre lembra bem desse tópico: inteiro teor, sempre!

      Responder

      1. Obrigada, depois que vi que estavam na lista. Aproveitando a deixa uma dúvida, a certidão de nascimento do Italiano eu não preciso apostilar?

        Responder

        1. Não, de jeito nenhum! Se houver qualquer tipo de “adulteração” por qualquer órgão não-italiano, o “Ato di Nascità” (será que é assim que escreve?) é considerado violado e, por consequência, inválido.

          Ou seja: jamais deixe alguém do governo brasileiro, ou dos cartórios brasileiros, mexer no documento do antenato!

          Senão, terá de pedir outro documento ao Comune ou à Parrochia…

          Responder

        2. De jeito nenhum! Qualquer modificação de documento italiano o invalida. Não deixe os cartorários chegarem perto do documento!

          Documentos italianos: só os originais, sem modificações
          Documentos brasileiros: 2ª via original, em inteiro teor, traduzida (juramentada) e apostilada.

          Responder

  26. Olá Fábio, uma questão ainda sobre o apostilamento:
    A Autenticação da CNN deve ser traduzida para o italiano e apostilada? Ou somente a CNN e, apenas imprimir a autenticação em português e adicionar ao processo sem apostilamento? Obrigada.

    Responder

    1. @maristelapantaroto:disqus, o ideal é, apesar de você gastar seu rico dinheirinho, traduzir (juramentada) a autenticação também, em documento separado, e levar ao comune para, caso o oficial cretino, como bem definiu o @fabiobarbiero:disqus esteja lá, não te atrapalhar ou criar caso!

      Responder

  27. Boa noite Fábio! Minha mãe não era casada no civil e meu pai que registrou os filhos, mas meu irmão conseguiu a cidadania já com maioridade. Nós fomos ao cartório, em São Paulo e ela fez o reconhecimento de filiação dele lá na hora. Ele deu entrada aqui no consulado do Brasil. Isto mudou agora com o apostilamento? Estou perguntando porque quero dar entrada da minha cidadania este ano aqui no Consulado. Estou adorando o curso. Gratidão!

    Responder

  28. Boa Noite, vc sabe quanto tempo demora Belo Horizonte e RJ pra Non Rinuncia?

    Responder

      1. grazie. depois do vigile visitar a casa posso vim ao Brasil e voltar em 30 dias? ou 20

        Responder

  29. Olá Fábio
    Parabens pelo empenho e pela explicação nos vídeos!!
    Fiquei com uma dúvida quando você falou que se efetuasse o apostilamento em outro estado influencia na NR, mas no meu caso o consulado fica em Curitiba e apostilarei em Florianópolis, que acredito que “utilize” o consulado do Paraná. Isso atrapalhará na NR também?

    Responder

  30. Fabio tenho um pergunta que axo q e fora da sua aula mas fiquei sabendo hj meu pai nasceu em 1947 e a mae dele e filha de italianos eu posso fazer meu pedido de cidadania ou nao tenho direito?

    Responder

    1. Olá Anderson sua dúvida está respondida na aula sobre os eventuais problemas na cidadania, dá uma olhada naquela aula, ok? Abraços

      Responder

  31. Olá Fabio, tudo bem? Já assisti todos os seus videos e continuo assistindo os atuais de 2017. Muito obrigado pela ajuda e parabéns pelo ótimo trabalho!!! Gostaria de compartilhar minha experiência com a Apostila de Haia e também tirar uma dúvida. Eu havia solicitado todas as certidões SEM o reconhecimento de firma pois até então não era necessário, porém tenho documento de SP Capital, SP interior e Interior do Paraná, quando cheguei no Cartório do Butantã o oficial me disse que eu precisaria reconhecer firma de todos as certidões menos o meu casamento pois era um documento emitido pelo próprio cartório. O interessante é que eles tinham todas as firmas no CENSEC mas mesmo assim me obrigaram a realizar o reconhecimento de firma. Entrei em contato com o cartório de Porto Alegre para saber dos preços e dos procedimentos (já que lá é menos da metade do valor), e a oficial de lá também me exigiu que eu reconhecesse firma de todos os documentos caso eu quisesse apostilar lá em Porto Alegre. Portanto, pela pela minha experiência, os cartórios estão exigindo as firmas reconhecidas mesmo que eles possuam o acesso ao CENSEC.
    Com relação a minha DÚVIDA, é o seguinte: O cartório que irá apostilar meus documentos me informou que no caso das TRADUÇÕES JURAMENTADAS, o apostilamento é feito no nome do Oficial que Reconheceu a Firma do tradutor juramentado e não no nome do Tradutor. Isto procede? Está correto? Influencia na decisão do Comune rejeitar ou não a documentação? Esta é uma dúvida nova que não encontrei no Sagabook 2017 e nem nos vídeos sobre tradução, apostilamento, haia, reconhecimento de firma, etc. Mais uma vez muito obrigado e meus parabéns! Abraços, Vinícius Reginato.

    Responder

    1. Olá Vinícius, pro comune basta que esteja traduzido e apostilado – eles não entram nos detalhes técnicos dos procedimentos realizados no Brasil. Quando ainda existia a legalização consulado, ora os consulados colocavam na etiqueta da legalização o nome do italiano, ora o nome do requerente – e jamais houve qualquer problemas neste tipo de situação não

      Responder

  32. Boa tarde Fabio. Obrigado pelo conteúdo muito bem explicado. Tão bem explicado que me fez pensar de uma forma diferente e que gerou essa dúvida:

    * Assistindo seus vídeos e explicações imagino que, quando sai o reconhecimento da cidadania, é registrado nos livros dessa comune as certidões de nascimento e casamento de CADA UMA das pessoas em minha linha de sucessão. Se isso estiver correto, não seria necessário solicitar os documentos entregues na comune para um irmão ou primo. Seria necessário somente solicitar uma certidão de nascimento do ente mais próximo registrado na comune. Por exemplo: No caso de irmãos, solicitar a certidão de nascimento do PAI (que foi registrado na comune quando vc solicitou a cidadania) e apresentar apenas o diferencial que seria os documentos próprios. Estou correto ou essa sucessão não é registrada?

    Responder

  33. Primeiramente, agradeço todo o esforço e dedicação conosco.

    1- O que seria a autenticação da CNN? Não compreendi o que autentica ou como autentica a CNN.

    2- Para entrar em contato com o comune e enviar os documentos, seria digitalizados e enviados por e-mail para qual setor especificamente do Comune? É preciso estar apostilado, antes de enviar para a pré análise da documentação?

    Obrigado

    Responder

    1. Boa tarde Miltinho,

      Também estou levantando informações para a aquisição da minha cidadania (Ha mais de 1 ano) e passei por diversas situações. Como dica para a sua primeira pergunta leia o Sagabook (pag 30) que tem muita informação. Em relação à segunda pergunta tenho certeza de que você poderá conseguir dentro da Escola da Cidadania Italiana. Eu ainda não me filiei mas com certeza farei quando estiver quase pronto para a viagem para conseguir as dicas especiais.

      Responder

        1. @miltinhocesca:disqus, a autenticaçao na CNN é feita no próprio site do MJ. Como disse o @fabiobarbiero:disqus o melhor é emitir uma às vésperas de ir ao cartório, e autenticá-la.

          Responder

  34. Fabio, seus videos são valiosíssimos. Obrigado por compartilhar tanta informação boa e que passa confiança pois você expõe a fonte para confirmá-las.
    Este ultimo vídeo deu uma luz, por favor corrija-me se estiver equivocado.
    Consegui as certidões em Abril/2016 e minha viagem está sendo planejada para Julho/2017 e estava incomodado pois teria que emiti-las novamente para ter 1 ano de validade. Mas pelo que entendi, este 1 ano de validade é para apresentar no cartório para APOSTILAMENTO, o que após realizado, o APOSTILAMENTO terá 6 meses de validade.
    Portanto, se eu apostilar em Março/2017 (menos de 1 ano de emitido pelo cartório), terei a validade dos documentos apostilados até Setembro/2017. Correto?
    Desculpa se parece uma conta boba que deveria ser óbvia, mas este detalhe muda muita coisa.

    Responder

  35. Perfeito! Essa questão de validade agora ficou mais do que clara! Obrigada!!

    Responder

  36. Olá Fábio no caso da Certidões de casamento aonde vc explica a diferença entre não encontrei e não existiu vc só mencionou o caso de não ser encontrado , allora eu gostaria de saber em relação a não ter existido o casamento do meu avô e o do meu pai por exemplo .

    Responder

  37. Fábio:
    1. Sei onde estão todas as certidões aqui nos cartórios, já posso requerer todas elas em inteiro teor antes mesmo de a certidão de batismo do meu antenato chegar?
    2. Ao chegar o documento do antenato, eu tenho 6 meses para fazer o apostilamento a partir da data de expedição da Cúria, é isso?
    3. Continuando a pergunta acima, os NOMES do meu trisavô (antenato) e bisavô possuem variações nas certidões. Não posso pedir pra fazer a retificação antes de requerê-las em inteiro teor? É necessário pedir em inteiro teor, fazer a retificação, e pedir em inteiro teor definitivamente novamente, ou seja, pagar duas vezes os 700,00 aproximadamente?

    4. Nos dois vídeos sobre documentos você não contou a certidão de casamento do requerente como um documento a ser requerido. Não será necessário?

    Obrigado e parabéns pelos vídeos!

    Responder

  38. Boa noite Fábio,

    Então o certificado de batismo também tem a validade de 6 meses? Mesmo se não há essa informação no certificado?

    Responder

  39. Fábio, tenho duas dúvidas! 1) em caso de duas requerentes (eu e minha mãe), normalmente os comunes pedem dois de todos os documentos ou apenas um jogo indo até a minha certidão (a ultima)? 2) caso eu seja a única requerente e os divorciadas sejam meus pais, esta certidão é necessária? Muito obrigada desde já!

    Responder

  40. Oi , tenho um problema com a documentação do meu antenato, estou tentando conseguir o documento na Itália e não consigo informações do comune, que nunca retorna meus e mails. A cidade em questão foi incorporada pela vizinha por um período de quase 30 anos e depois se separou, durante a WW II parte da cidade foi destruída e eu tenho pensado q esse documento pode ter se perdido, nesse caso como proceder?

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.