Custo de vida na Italia [Vídeo]

Há algum tempo gravei um vídeo muito esperado por centenas de leitores que sempre me perguntam sobre o custo de vida aqui na Italia.

Hoje assistindo novamente o vídeo – gravado no final de 2013 – e pude perceber o quanto ele ainda está atualizado, até porque praticamente não existe inflação aqui na Italia, por isso os preços se mantém por anos!

Aliás, recentemente a UE puxou a orelha da Italia, reclamando que o país precisa ter pelo menos 2% de inflação.

Curioso né? No Brasil a gente reclama que a inflação é alta, já aqui reclamam que ela é baixa…

Confesso que durante muito tempo fugi desse assunto, por achar que é algo muito subjetivo e que cada pessoa tem uma forma diferente de pensar, afinal de contas o que é barato pra um pode ser caro pra outro e vice-versa.

Então o que eu fiz?

Reuni várias informações sobre as despesas aqui na Italia: peguei nossas contas de água, luz, gás, seguro do carro e mais um bocado de coisas e coloquei no vídeo.

Com isso, cada um pode ter uma idéia de quanto custa as coisas e avaliar o que é caro, e o que é barato, de acordo com as próprias necessidades. Sinceramente acredito que assim todos podem ter uma visão mais clara do valor das coisas, e com isso planejar melhor a vinda ao país.

Separei por assuntos, até pra facilitar a pesquisa e compreensão de vocês:

MORADIA
Tipos de apartamentos na Italia, taxas de água, luz, gás, taxa da TV, taxa do lixo, tv a cabo.

TRANSPORTE
Transporte público, carro, combustível, seguro.

ALIMENTAÇÃO
Restaurantes, comida no supermercado, Mc Donald's.

TELEFONIA
Internet e celular

CINEMA E TEATRO
Preços de cinema e teatro

VÍDEO – CUSTO DE VIDA NA ITALIA

Segue abaixo o vídeo, um grande abraço a todos e caso você ainda não seja inscrito no nosso canal do Youtube, antes de assistir o vídeo clique aqui.

60 Comentários


  1. Olá Fabio tudo bem? tenho visto em alguns sites imobiliários ai da Italia a expressão “CASA BI/TRIFAMILIARE”, por acaso voce sabe o que significa isto?

    Responder

  2. Ola Fabio ! Se não se importar, preciso tirar uma duvida com quem realmente conhece sobre o assunto.

    Todos os meus ascendentes na linha da cidadania são do Rio de Janeiro (assim como seus documentos), mesmo assim a oficial da comune enviou o pedido de confirmação de non renuncia para o consulado do Rio e de SP. Disse que teve que mandar pra SP também pois é o consulado que controla tudo no Brasil.

    Está correta essa informação ? Tenho receio que SP desconheca meu caso e crie problemas para responder a Non Renuncia. Como estou na Itália não tenho acesso e contato com consulado de SP.
    Muito obrigado pela atenção !

    Responder

  3. Olá, Fábio

    Tudo bem?

    Peço desculpas pois a minha questão não é relacionada ao vídeo!

    Entre os documentos do meus bisnonno eu tenho um registro de estrangeiro. Isso quer dizer que ele não chegou a se naturalizar brasileiro?

    Atenciosamente,
    Flávia

    Responder

  4. Fábio,

    Muito legal este vídeo. Dá pra cada um fazer suas contas e ter uma ideia de quanto gastaria de acordo com o estilo de vida que espera ter.

    Seria legal ter também uma visão de quanto se ganha na Italia (ex.: qual a renda média do trabalhador italiano?; Existe alguma classificação oficial que defina a faixa de renda por classe A, B, C e D na Itália?).

    Como vive um cidadão de classe média italiano e quanto ele ganha para ser considerado ‘classe média’?

    Procurei alguma coisa no ISTAT, mas não achei.

    Fica aí minha sugestão para um próximo vídeo ou artigo.

    Abraço!

    Responder

  5. Oi Fabio, boa tarde…
    Viu o decreto de 1/02 sobre a convenção de Haia? Pode explicar pra gente o que isso vai implicar? Estou com agendamento no consulado fiquei com dúvida se vai mudar o processo…. Abraços e muito obrigada!

    Responder

  6. Olá Fábio, primeiramente parabens pelo seu trabalho.

    Tenho uma dúvida.

    Meu pai em 2010 pegou a certidão de nascimento do meu bisavô na italia.

    Essa certidão tem de ser refeita, para eu iniciar meu processo nesse ano? (pergunto isso por causa da questão dos 6 meses que aprendi aqui no blog)

    Se a resposta for sim, tenho outra pergunta.

    Entrei em contato com esse comune (ostiglia – Mantova) e eles me disseram que ou enviam o documento por email em PDF com assinatura digital, ou eu preciso enviar os “selos” por correio. (mas como não estou na itália, não tenho como comprar selos e enviar ) Como devo proceder?

    Abs

    Otávio Mustafá

    Responder

  7. Oi Fábio… td bem? Sempre acompanho seu blog e comprei seu guia (sem dúvidas o melhor site sobre cidadania é o minha saga!).
    Mas confesso que surgem dúvidas, afinal o assunto é extenso……. queria tirar uma dúvida rápida: um amigo me trouxe a certidão de nascimento do meu bisavô (Comune di Bonavigo, Verona) e nela consta o nome dele como AURELIO TOMMASO PAVAN; já nas certidões que estão no Brasil (casamento e óbito), estão AURELIO PAVAN apenas, sem o Tommaso. Conversei nos dois cartórios e me disseram que a retificação é por via judicial… seria isso mesmo? Costuma demorar, será? Fiquei preocupada… :/

    desde já agradeço!

    Juliana.

    Responder

    1. Olá Juliana, eu só consigo te responder se determinados erros ou variações necessitam de correção analisando os documentos, caso queira os mande pela área vip (www.minhasaga.org/areavip). Abraços

      Responder

      1. Entendi!!! Na verdade não contem erros de ortografia, mas falta o TOMMASO entre o Aurelio e o Pavan (seria AURELIO TOMMASO PAVAN e só a certidão italiana tem o Tommaso). Vou ver se consigo fazer o pagamento da área vip e te envio!
        super obrigada. 😉

        Responder

        1. Ju Pavan, tive um caso parecido com o seu e o Consulado do Rio de Janeiro me informou que somente os nomes dos requerentes da cidadania italiana devem estar idênticos (na certidão de nascimento, casamento, se for o caso), quanto aos demais não haveria problema. Sugiro enviar um e-mail ao consulado.

          Responder

  8. Oi Fábio… td bem? Sempre acompanho seu blog e comprei seu guia (sem dúvidas o melhor site sobre cidadania é o minha saga!).

    Mas confesso que às vezes surgem dúvidas, afinal o assunto é extenso……. queria tirar uma dúvida rápida: um amigo me trouxe a certidão de nascimento do meu bisavô (Comune di Bonavigo, Verona) e nela consta o nome dele como AURELIO TOMMASO PAVAN; já nas certidões que estão no Brasil (casamento e óbito), estão AURELIO PAVAN apenas, sem o Tommaso. Conversei nos dois cartórios e me disseram que a retificação é por via judicial… seria isso mesmo? Costuma demorar, será? Fiquei preocupada… :/

    desde já agradeço!

    Juliana.

    Responder

  9. Bom dia Fabio,
    Gostaria de saber quais os melhores lugares para morar na Itália pois quem não conhece fica complicado escolher um lugar bom para morar se puder me ajudar vou agradecer muito.

    Desde já te agradeço.
    Diacuy Mingardi.

    Responder

    1. Olá Diacuy tudo bem?

      Infelizmente não existe uma lista, seria ótimo se tivesse mas tal qual o Brasil, a Italia tem suas peculiaridades, e cada região é diferente da outra. Abraços

      Responder

  10. Olá Fabio, tudo bem?.

    Sobre faculdade, sabe me informar como consigo ter acesso aos valores médios por curso de graduação? Em especifico Publicidade e Propaganda.

    Estou planejando minha ida a Itália para obter a cidadania e viver por aí.

    Abração Fabio!! Ótimo blog e vlog!!

    Responder

  11. Bom Dia Fábio , ví seu video e achei maravilha . Minha familia é de Lucca aí pertinho de voce. Conheço bem a itália, morei e trabalhei em Portugal e Espanha , me aposentei pelo Brasil e aos 66 aposento por Portugal. Ocorre que pensei em viver por aí, tvz em Lucca mesmo e me aposentar pela Italia, penso que será melhor que de Portugal. Irei eu e minha companheira , ela tb terá cidadania pois vou casar com ela. Vc recomenda viver onde por aí, fora dos grandes centros , claro . Te passei meu perfil, quero qualidade de vida e o mais em conta possivel, visto que ganho pouco, mas vou trabalhar em algo e minha mulher tb . Vou ter um carrinho, portanto , não preciso muito de transporte publico . O que almejo é morar num lugar medio, tranquilo e barato o aluguel . Nesta região da Toscana é barato, não ? Um grande abraço e parabéns pelo seu trabalho

    Responder

  12. Boa tarde Fábio, meu marido e minhas filhas tem a dupla cidadania e pensamos em morar 45 dias na Italia, aproveitando nossas férias. Tem algum incentivo do governo para isso ?Já li em algum lugar?Obrigada

    Responder

  13. Interessante, muito esclarecedor. Será que meu cálculo estimado estaria mais ou menos perto da realidade? Levando em conta os valores que você apresenta no vídeo e também o fato de eu ser um cara solteiro, que não bebe, não fuma, não gasta com baladas ou coisas afins, ennnfimmmm, poderia ter um custo de vida mensal [sem ficar gastando grana com ‘fuleiragens’] de uns 800 a 900 euros, mais uns 100 euros de margem para mais, então com uns 1000 euros daria pra viver aí. Se esses valores forem aceitáveis, imagino eu que não é muito difícil conseguir um trabalho [sendo cidadão italiano] que permita ao solteirão em questão se manter por aí. Show de bola o vídeo, tem me ajudado muito.
    Grazie Mille!

    Responder

  14. Miguel Moraes, Ola Larissa, em alguns topicos eu concondo com vc ja fui a Italia duas vezes e passei por uma situação mas não por preconceito mas por uma pessoa pouco amigavel, tirei de letra acho um pais extremamento lindo e pretendo voltar muitas e muitas vezes ou até morar, preconceito existe no mundo todo cabe a cada um de nós saber lidar com esse tipo de atitude de pessoas que penssam ser superior a outras pessoas, pois o maior de todos é Deus. Boa sorte e felicidades.

    Responder

  15. Sobre carro: Este seguro é pago de 1 vez só ou pode ser dividido?. Além disto existe sobre o veículo as tão famosas taxas que existem no Brasil? IPVA, Licenciamento, vistoria, emplacamento, etc..

    Responder

    1. Olá Gilmar

      Pode ser pago em duas parcelas semestrais. Sobre as outras taxas tem algo parecido sim, vou preparar um post ou vídeo 😉

      Responder

    1. Fabio, sensacional! Muito obrigado.

      Li o sagabook, e consegui tirar algumas duvidas nas quais eu tinha pra te encher de perguntas rs, mas ainda tenho dúvidas:

      – Eu posso trabalhar enquanto minha cidadania está sendo reconhecida?
      – Outra coisa que quero te perguntar, e preciso te contar uma rapidamente a minha arvore genealógica, Meu trisavô (italiano) veio pro brasil, teve meu Biso (que casou 2x, pq minha bisa havia falecido), geraram meu avô, que teve minha mãe e logo eu, aí vem a pergunta; – No óbito do meu meu biso consta essa averbação dos 2 casamentos, e o patronato me disse que eu precisaria comprovar esse óbito da minha bisa (lembrando que o responsavel do nome e sangue na ocasião eh meu biso), então, sabe me dizer se de fato tenho que achar a certidão de óbito da minha bisa, pra justificar o segundo casamento dele? sendo que no segundo casamento não interfere em NADA na familia e sequer teve Filhos!

      Espero que consiga me ajudar, esse mês pretendo corrigir todas as certidões.

      Obrigado e abraço

      Responder

      1. Olá Gabriel tudo bem?

        Obrigado pelas palavras e pelo carinho 😉

        Vamos às dúvidas:

        1 – Não é possível trabalhar durante o processo de cidadania!

        2 – Sobre os casamentos, os comunes italianos sequer vão perder tempo com este tipo de documento de outros casamentos. Porém, alguns consulados estão exigindo sim a apresentação dos casamentos anteriores e o óbito das esposas para “verificação”. Particularmente se eu fosse realizar o meu processo hoje, este seria mais um motivo pra que eu brigasse com os funcionários dos consulados (como fiz no passado), pois não tem cabimento consulado querer analisar documentos que não fazem parte da linha de transmissão…

        Abraços e sucesso, sempre 😉

        Responder

        1. Então farei o seguinte, vou corrigir todas as certidões que tenho aqui, que já estão completas, traduzí-las e levar ao consulado para validação. (sem a certidão de óbito da minha bisa), e aí se falarem algo eu debato e discuto sobre esse assunto.

          Tenho uma outra pergunta, embora já vi em alguns video que cada pessoa tem que ter o seu procedimento, mas eu validando minha cidadania, minha mãe automaticamente tem a dela (ela ainda não tem a dela)? ela estando ou não comigo na itália? Ou quando dar os documentos eu tenho que avisar no comune que são 2 requerimentos?
          Meu filho pequeno, sei que quando sai a minha cidadania, ele tem o direito da naturalização, posso fazer esse reconhecimento simultaneo tb? Entregando os doc dele junto com o meu processo?!

          Gostaria de sugerir um video sobre o assunto de correção de certidão, pois há uma lei aqui no brasil; Lei 6015, artigo 109/110 (se for simples erros de grafia). Na qual não precisa de advogado para simples alterações, por erro e confusão de pronuncia do italiano e ou compreensão do escrivão, então, segue abaixo o que fazer.

          – Procedimento:

          Primeiro passo:
          Traduzir para o português, por tradutor juramentado, a certidão italiana de nascimento do italiano. A tradução não pode ser feita por qualquer tradutor, mesmo que que seja advogado, ou que trabalhe em patronato.

          Segundo passo:
          De posse da certidão de nascimento italiana e de sua tradução para o português por tradutor juramentado, se dirigir a um cartório de Notas para a respectiva averbação.

          terceiro passo:
          Com todos os documentos em mãos (certidão italiana, tradução e averbação no cartório de Notas), preparar a petição para a correção dos nomes que se queira corrigir em cada certidão brasileira, observando, é claro, o respectivo cartório de cada uma. A petição deverá ser dirigida ao Oficial de cada cartório.
          Não se paga nada para isso, mas no final de cada correção no respectivo cartório você deverá extrair uma nova certidão já devidamente com as correções averbadas.

          * só não sei como seria essa petição de solicitação, nunca pesquisei sobre isso, embora tenho essa informação a muuuito tempo

          Outra observação, por algum motivo não consigo me inscrever no canal do youtube, vou tentar fazer pela 10ª vez um login novo naquela merrrda rs..

          Abraço e muito obrigado mais uma vez!

          Responder

  16. Fabio boa noite.. muito bom seu video e deu pra ter uma noção sobre o custo de vida e baseado nisso gostaria de saber com vc, qual o salario mínimo aí na Itália? e referente a saúde, educação? Por exemplo tenho um filho de 2 anos, qual a média desses custos? ou eu conseguiria colocá-lo numa escola publica?

    Responder

  17. Salve Fabio!

    Excelente post! Sempre disse pros meus amigos e familiares que o custo relativo (se você recebe em euros) para comer era menor (ou pelo menos igual ao Brasil) ai na Europa. Agora posso mandar um video para eles eheheheh

    Mas escrevo para dar uma sugestão/pergunta:

    Ótimo, reconheci a cidadania italiana e gostaria de fazer um curso de italiano ai na Itália (meu italiano é macarrônico já que meus nonnos/nonnas falavam dialetos do Sul). Ai comecei a procurar cursos de italianos para estrangeiros e me dei conta (ahaha) que na Itália não sou mais estrangeiro! Sei que existem cursos de italiano gratuitos nos comunes para imigrantes. Mas, caspita… na Itália tampouco somos imigrantes. Então, tirando o esquema autodidata (ótimo para se virar e ter uma noção inicial, claro) você sabe se existe algum incentivo do governo italiano ou associação para conosco, que temos dupla-cidadania, para aprender italiano ai na Itália?

    Desculpa se fugi do tema, mas eventualmente poderia ser um futuro post. Imagino que muitos possam ter essa dúvida 🙂

    Forte abbraccio!

    Marcus Cianciaruso

    Responder

    1. Olá Marcus tudo bem?

      Bem, praticamente todo comune aqui na Italia oferece cursos gratuitos aos cidadãos estrangeiros – você não vai encontrar curso de italiano para italianos, pois isso se aprende na escola rsrs

      Porém eu não recomendo que alguém que queira aprender de verdade a língua faça estes cursos, pois geralmente eles estão lotados de chineses, japoneses, senegaleses e o povo destes lugares tem uma imensa dificuldade em aprender, o que acaba dificultando ainda mais.

      Uma ótima idéia é verificar nas universidades italianas os valores dos cursos de lingua que eles oferecem aos estudantes de outros países – pois desta forma eles conseguem dividir os alunos por níveis de aprendizado e geralmente custa muito menos do que um curso privado, ok?

      Grande abraço!!!

      Responder

  18. Muito bom seu vídeo. Uma pergunta: você conhece o site subito.it? tenho consultado valores de aluguel por lá e gostaria de saber se é confiável. Obrigada.

    Responder

    1. Olá Celia

      O subito.it é um site onde qualquer pessoa pode publicar o que quiser, sem nenhum tipo de confirmação, portanto neste quesito não é confiável. Porém nada impede que você veja o anúncio, entre em contato com o anunciante e vá ver o imóvel – jamais pague nada adiantado sem ver aquilo que estão oferecendo, ok? Abs

      Responder

  19. Oi Fábio, onde posso clicar em joinha e que maravilha a ajuda que você nos dá postando esses vídeos.
    Abraços

    Responder

    1. Olá Socorro tudo bem?

      Logo abaixo do video tem dois desenhinhis de mãozinhas: uma dando joinha e outra pra baixo – é só clicar naquela que dá joinha 🙂

      Responder

  20. Grande fabio, como vai??? Por favor continue com os videos pq eles sao muito interessantes. Uma sugestao é vc falar sobre o turismo e o tratamento dos italianos com ele. Muitos q vao à italia reclamam um pouco de atendimento e falta de informação,. Meus pais e irmao estao neste momento aí e sentiram isso, outra coisa é q qcharam restaurantes caros. Cada ida deixava 50 euros por casal para comer mal. Sempre disse a eles fujam de restaurantes perto de local turistico. Grande abraco!!

    Responder

    1. Retificando 50 euros por pessoa…. sei q é muito pessoal , mas 50 para comer mal. Nao foi so uma vez. ….

      Responder

    2. Grande Cesar tudo bem?

      Infelizmente comer próximo a lugares turísticos é uma roubada em qualquer lugar do mundo, pois nestes locais é preciso fazer tudo em grande quantidade e na extra maioria dos casos obviamente a qualidade deixa a desejar. Além de custar mais caro por causa dos turistas, claro rs

      Abraços

      Responder

  21. Olá Fábio, tudo bem com você?
    Você saberia me informar sobre o custo de vida em Firenze? Será que é o mesmo valor de Pisa?

    Estou chegando agora no dia 24 de novembro e já quero preparar os bolsos.

    Bom, mais uma vez quero lhe agradecer sobre esse vídeo e, em geral, sobre o Minha Saga, Sem essas informações meu sonho não seria possível.

    Abraços

    Responder

    1. Olá Rafael tudo bem?

      Em Firenze deve aumentar um pouco os valores por se tratar da capital da Toscana, porém utilizando os sites que eu passei sobre imóveis por exemplo já dá pra ter uma idéia, ok?

      Abraços e boa viagem 😉

      Responder

  22. FABIO, IMPORTANTES INFORMAÇÕES E MUITO INTERESSANTES. ENTRETANTO, QUERO TE PERGUNTAR:

    QUAL O PRAZO DO CONTRATO DE ALUGUEL (MINIMO E MAXIMO)???

    QUEM PAGA O IMPOSTO DO IMÓVEL? E COMO É CALCULADO O IMPOSTO??

    EXISTE FIADOR? OU QUAL A GARANTIA EXIGIDA??

    UM ABRAÇO FABIO E PERDÃO POR TANTAS PERGUNTAS E TOMAR SEU TEMPO.

    Responder

    1. Olá Andre

      Existem vários tipos de contrato, o mais comum chama-se. 4×4 (duração de 4 anos renováveis por outros 4).

      Quanto aos impostos não tenho ideia dos valores ou aliquotas e sobre fiador não é comum pedir, basta apresentar o contrato de trabalho com os hollerits ou então a declaração de imposto de renda italiano.

      Abs

      Responder

  23. Fábio,

    Parabéns pelo post, muito legal vc falar sobre o custo de vida aí na Itália!

    Um detalhe que achei que ficou faltando vc falar é sobre o custo do pãozinho aí, lembro de uma das nossas conversas e vc nos disse que não se pode aumentar o pão que inclusive é lei! Nessa semana estive com um amigo dono de padaria e comentei sobre isso e ele achou que deveríamos ter aqui tb essa lei, só nesse ano o preço aumentou em mais de 50% pra vc ter uma ideia.
    Ah outra coisa que temos saudade é da pizza deliciosa por 7,8 euros…

    Um abraço,

    Gabriel

    Responder

  24. Otimo Video!

    Parabens, por sua perpicacia em orientar e esclarecer os meros mortais, de maneira gratuira a conseguir o sonho de ser reconhecido cidadão italiano.

    Estou na fase de termino das certidões e logo quero contar com sua ajuda, e possivelmente assosria direto na Bota!

    abraços

    Alexandre

    Responder

  25. Olá Fábio,

    Gostei muito deste vídeo. Voce abordou muitos assuntos do dia a dia, que são muito importantes. Por exemplo no preço da alimentação, se formos considerar a qualidade de cada produto per se, notaremos que a diferença é ainda maior em prol da Europa.
    Bem, gostaria de saber sobra a CNH brasileira, ela vale ai por um tempo? Posso troca-la por uma italiana ou tenho que fazer tudo do início ai? Quanto custa?

    Grazie mille.

    Responder

    1. Ciao Cesar

      A CNH brasileira é válida por um ano a partir do momento que você solicita sua residência – depois de um ano você deve fazer a patente de guida italiana (justo, afinal de contas depois de um ano morando aqui você já não é mais turista para utilizar uma carteira estrangeira) – tem dois ou três posts aqui onde eu falo como eu consegui a minha patente, dá uma olhadinha 🙂

      Abraços

      Responder

  26. Parabéns Saga ! Teu video faz uma constatação que já tive em minhas viagens: É muito mais barato viver na Itália
    do que no Brasil ! Abs e continue com os videos ! Roberto

    Responder

  27. Foi maravilhoso este video porque tenhos planos para ir morar mas ou menos um ano, fiquei este ano de 2013 apenas 30dias mas tudo isso e vero. só não deu para eu escrever os sites que voçe cita, no video que para mim é importante pois fpoi muito rapido para eu escrever. daria para coloca´los no meu email-([email protected]) Saga estou ouvindo todos os seus recadinhos pelo seu radiosaga. beijos para voçe e a Luciana.

    Responder

  28. Fábio, como andam as coisas? Tudo bem por aí? Você não mencionou no vídeo e fiquei na dúvida. Há IPTU na Itália ou somente a taxa de lixo, tv?

    Responder

    1. Grande Dotto tudo bem?

      Tem sim, porém estão mudando (antes se chamava imu e agora tares) portanto não sabemos ao certo as novas alíquotas.

      Grande abraço, nos vemos em breve 😉

      Responder

  29. Nossa, o vídeo foi ótimo. Muito bom pra tirar dúvidas e pra que a gente possa entender melhor sobre o dia a dia aí. Na minha opinião essas questões diárias são muito importantes, fica então minha sugestão de assuntos para os vídeos. Daqui a pouco menos de um ano, eu e meu noivo estaremos desembarcando na Itália, se tudo der certo!

    Responder

  30. Fábio,

    Muito legal seu vídeo, algumas dúvidas foram sanadas, parabéns mais uma vez!!

    José Prioli

    Responder

  31. Excelente Vídeo Fábio!!! . Nossa sugestão é você explicar da onde vem essa rivalidade tão grande de norte x sul aqui na Itália, da onde começou, etc.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.