Estereótipos italianos no cinema – Benvenuti al Sud

Tempo de leitura: 2 minutos

Ciao a tutti

Culturalmente a Itàlia è dividida em duas!

A Itàlia do norte, tradicionalmente mais desenvolvida, industrializada e rica…

E a Itàlia do sul: cheia de antagonismos, pobre por natureza e que com o passar do tempo não conseguiu livrar-se das suas mazelas, com a màfia que controla grande parte do seu territòrio, é pobre financeiramente mas extremamente rica culturalmente, com seu povo hospitaleiro e alegre.

Existindo muitas itàlias dentro da Itàlia, è muito comum a criação de esteriòtipos: experimente dizer a alguém no norte da Itália que pretende ir ao sul que imediatamente serà orientado a retirar o relògio do pulso, correntes de ouro, nao atender o celular na rua, nao sair à noite, ir de trem ao invès de ir de carro: pois você pode parar num semáforo e quando perceber seu carro estará sem as rodas (juro, que já ouvi isso de um senhor, que jura acreditar que isso acontece diariamente pelas ruas de Napoli).

Ilustrando com muito humor essa situação, o diretor Luca Miniero adaptou um filme frances chamado Giù al Nord para os padrões italianos e em 2010 estreou em todos os cinemas italianos o engraçadissimo Benvenuti al Sud


O filme retrata um diretor dos correios da cidade de Brianza que tem como sonho viver em Milano com sua família.

Quando ve que è praticamente impossivel essa transferencia, se finge de paralitico para conseguir a vaga e quando descobre a farsa ele è punido, o diàlogo è sensacional:
Inserisci link
– Alberto, tenho uma pèssima noticia.
– Estou sendo suspenso?
– Pior!
– Despedido?
– Muito pior!
– Pior que ser despedido? Condenado à morte?
– Muuuuito pior!
– Pelo amor de Deus, o que poderia ser pior que a morte?
– Voce està sendo transferido a Napoli kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Munido de colete à prova de balas, lá vai ele em destino a pequena cidade de Castellabate, pequeno comune na provincia de Salerno que transformou-se em uma das metas do turismo no sul depois do filme, como podemos ver nesta placa colocada na chegada da cidade:


Chegando là, uma das primeiras coisas que Alberto ouve è:

« Quando un forestiero viene al Sud piange due volte, quando arriva e quando parte. »
(Quando um forasteiro vem ao Sul chora duas vezes, quando chega e quando vai embora)

Não vou contar mais sobre o filme, deixo para que você possa assistir e depois contar o que acharam, para terem uma idéia, atualmente Benvenuti al Sud è o 6º filme com maior bilheteria na Itália, atràs apenas de:

1 – Avatar
2 – Che bella giornata
3 – Titanic
4 – La vitta è bella
5 – Alice in Wonderland

Nao sei se o filme chegou às locadoras e salas de cinema no Brasil, de qualquer forma caso encontrem na internet para baixar, neste link è possivel baixar a legenda do filme em português, se puderem não deixem de assistir, pois tenho certeza que você aprenderá e conhecerá ainda mais a nossa cultura italiana. 

Abaixo, o trailer do filme:

17 Comentários


  1. Amei o filme, assistimos o filme na semana cultural, do Celem curso de italiano. Valeu professoressa

    Responder

  2. Hoje assisti ao filme no Curso de Italiano, muito bom, mostra bem o preconceito, as diferenças que se fazem entre Polentones e Terrones, na Itália. Muito bom mesmo, divertido e ao final emocionante , lógico para quem como eu , descendente de italianos.

    Responder

  3. Putz… me falaram desse filme… Será que acho ele no Brasil? Vou dar um jeito de assistir. Essa segmentação de sociedades em um unico país pode ser visto em vários países, até mesmo no Brasil, quando falamos que o sul e sudeste é mais rico que o nordeste, ou que o norte dos EUA é mais desenvolvido que o sul… enfim… Esse filme deve muito legal… Valeu Fábio.

    Responder

  4. Eu vi o filme

    Na verdade ele é uma versão italiana do filme francês que o Lorio citou.

    O pior desse filme é que é verdade! O pessoal aqui no norte realmente fala tudo aquilo do sul: que é violento, terra de ninguém controlada pelo crime, dizem que os ‘terroni’ são um povo que não gosta de trabalhar e não se importa em desrespeitar regras e leis.

    Meu chefe, minha vizinha, meus colegas… todos retratam o sul da italia como sendo uma grande Rocinha… o preconceito aqui é foda!

    Quando eu falei pro pessoal que eu sou do sul do Brasil eles já de cara disseram em coro: “Ahhh! Terroneee!”

    huauhaua

    Abraço

    Responder

  5. Realmente é muito bom o filme!!! Curiosamente, a mesma regra cultural vale para a França, porém geograficamente ao inverso!

    Vale a pena ver a versao francesa deste filme que, digamos, è ancora piu’ bella!!! Deixo aqui o link com o trailer, dublado em italiano: http://youtu.be/lpbYJ4tqjIk

    Abs!

    Responder

  6. Ciao povo, que òtimo que voces gostaram.

    Aproveito também pra indicar o filme “IMMATURI” que conta a història de um grupo de amigos que descobrem que seu exame de maturità – feito hà mais de 20 anos – tinha sido cancelado e que deveriam refaze-lo…

    Imaginem a bagunça rsrsrs

    Abbracci a tutti!!!

    Responder

  7. Grazie mille per il suggerimento, Fabio!
    L’ho appena guardato, ed è veramente troppo divertente! Ahahaha Non si capisce nulla nel Sud! Quando ci sei stato era veramente così? Con l’accento ed i dialetti? Macchè!

    Un forte abbraccio, caro amico!

    Responder

  8. Ciao Fabio! Pois eu quando estive em Taranto, meu amigo disse que não poderiamos sair a noite, que era perigoso, e que teriamos que sair em outros “paesi” fora da cidade. Ele foi me buscar no aeroporto de Bari, eu queria conhecer a cidade, ele deu uma volta bem rápida porque me disse que como a placa do carro era de Taranto, era perigoso por causa de brigas de gangue e etc….
    “Polentone” e “Terrone”, voce certamente sabe o que significa né rsrsrsrsr
    Un abbraccio!

    Responder

  9. Parabéns SAGA,
    ainda nem assisti o filme e já achei fantastico.
    Tive em napoli a um mês atrás e já sei mais ou menos o que está por vir rsrsrs
    Sempre post o que está “bombando” na velha bota, como filmes e música.

    Grande abraço

    Mauricio

    Responder

  10. Muito boa a indicação Saga. Tive o privilégio de assistir esse filme no trem de Napoli para Milano, depois de já ter feito o caminho inverso de carro, parando em muitos lugares claro. O filme é muito divertido. Principalmente depois que a gente conhece um pouquinho do norte e do sul da Itália. Se der pra assistir sem legenda então é fantástico.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.