Comprando frutas e legumes

Tempo de leitura: 1 minuto

Ciao a tutti

Sei que voces devem ter imaginado: ué, como assim comprar frutas e legumes? Todo mundo sabe comprar, do que serà que esse doido tà falando?

Pois bem, aqui na Italia temos algumas regras de higiene nos supermercados – coisa de 1º mundo!!!

A primeira coisa que voces encontrarao na parte de frutas e legumes serà o local onde estao os sacos plasticos que serao utilizados para acomodà-los. Até ai nada de novo, igual no Brasil.

A novidade é exatamente a utilizaçao da luva plastica . por questoes de higiene é proibido pegar os alimentos sem as luvas, portanto fiquem atentos e jamais esqueçam de utiliza-las:

Sacos e luvas plasticas
Nas gondolas, ao lado do nome da fruta ou do legume tem um numero chamado “tasto bilancia” (nùmero do item na balança). Este nùmero corresponde ao nùmero que voce deve inserir na balança quando for pesar seu alimento – sim, na grande maioria dos supermercados somos nòs – pobres mortais consumidores – que pesamos os alimentos!!! Vejam abaixo a sequencia:
Colocando a fruta na balança
Apertando o numero correspondente
Aparecendo o nome da fruta, o peso e o valor a pagar. Do lado direito sai a etiqueta ja com o valor correto
Etiquetando o saco com a fruta
Desta vez comprando kiwi…
Pesando…
E ja com a etiqueta.

Depois de tudo, jogar a luva plastica no lixo e pronto!!!

Assim como pesar as frutas e legumes, muitas coisas que estamos acostumados no Brasil a contar com a ajuda de um funcionario aqui somos nòs mesmos que fazemos.

Em muitos postos de gasolina existem as bombas “Fai da te” onde abastecemos sem a ajuda de ninguem. Tem tambem lava-rapidos que sao self-service, maquinas que vendem cigarro, que vendem preservativos e muitas outras coisas que fazemos da solocomo dizemos aqui…

Espero ter ajudado mais uma vez os amigos a conhecer nossa cultura e como é a vida aqui na Italia. E aguardem que neste final de semana ainda tem mais posts saindo do forno.

Abbracci a tutti!!!

7 Comentários


  1. Concordo que é desperdício de material e que aumenta o número de lixo produzido, mas a idéia da higiene também é interessante, mas acima de tudo é cômico e irônico, preocupados com a higiene ao comprar alimentos com um monte de frescura, e totalmente contra a tomar banho todos os dias…. 1 vez por semana e olhe lá…. Vai entender… Se bem que, como sabem que são "sujinhoss", por isso inventaram as luvinhas….rs

    Responder

  2. Petterson, tirou as palavras da minha boca.Eh frescura e totalmente anti-ecologico.Eu nao uso. Sono obbiettore di coscenza. hahaha.Rogerio

    Responder

  3. Fabio, a luvinha de plástico não é coisa de primeiro mundo, não, é frescura de italiano mesmo. Já rodei boa parte do primeiro mundo e não vi isso em nenhum outro lugar. Até os suecos colocam a mãozinha nas frutas!Além de frescura, é um tremendo desperdício de plástico, coisa que, isso sim, não se faz no primeiro mundo (exceto nos EUA, onde o desperdício é a regra).Acho o esquema de self-service muito legal, mas sou totalmente contra a frescurinha das luvas. De qq maneira, tem que fazer do jeito deles, se não vc sabe…Abraço

    Responder

  4. Legal o "Fai da te" de colocar o código da fruta, mas achei ecologicamente errado as luvas. Em época em que se está pensando inclusive em abolir com as sacolinhas plásticas…

    Responder

  5. Ciao Fabio,Muito boa esta das frutas, porem prefiro aquela que vc me contou do supermercado, onde voce entra , pega a mercadoria, e voce mesmo contabiliza dentro do carrinho…estamos pensando em adotar aqui no Brasa…baciones da Zildelica

    Responder

  6. é que no brasil, se colocar um negócio desses, vao digitar um código com o preço mais baixo e pegar o alimento mais caro…tudo uma questão de educaçãoaqui em londrina foram implantar o posto de gasolina sem frentista e o sindicato entrou na justiça pq estavam substituindo mao de obra, resultado: obrigatorio os frentistas.muito a evoluir ainda

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.