A honra de viver na Italia

Tempo de leitura: 2 minutos

Ciao a tutti

Hoje estava assistindo um episódio de Masterchef Australia, onde os candidatos tinham vindo a Italia e duelavam entre eles, cozinhando seus pratos num restaurante em Roma.

Num dado momento, um dos chefs que comandam o programa disse a seguinte frase aos participantes:

Olhem ao redor, vocês perceberam onde estão? É praticamente para se beliscar, pois vocês estão na Italia!

E não foram somente eles que se deram conta da grandeza do local onde estavam, do outro lado da tv, esparramado no sofá eu também me dei conta da imensa beleza, do fascínio e da importância que este nosso país tem para o mundo.

Pois é, precisei de um programa de televisão estrangeiro para perceber o quanto a Italia é especial? Sim, tenho que admitir que precisei…

É perfeitamente normal que vivendo aqui há quase uma década, com a correria do dia a dia, os problemas cotidianos e tantas outras coisas, a gente acabe meio que se acostumando com as coisas. Até virou piadinha entre eu e a Lu: toda vez que passamos na frente da torre de Pisa (só hoje passamos duas vezes lá) um vira pro outro e fala: – Dá uma olhadinha pra ela (torre), veja quantas pessoas vieram de todas as partes do mundo só pra conhecê-la, vamos dar valor tambêm!

Torre Pendente
Torre Pendente

Se não fosse pela piada, nós passaríamos sem sequer olhá-la, envolvidos com nossos smartphones, ou ainda com os horários do transporte, dos órgãos públicos ou qualquer outra coisa infinitamente menos bela do que a grandeza da famosíssima Piazza dei Miracoli…

Como se não bastasse esta chacoalhada recebida do programa, ontem na escola (sim, voltei a estudar novamente, em breve conto tudinho!) durante a aula de matemática, a professora inciou um breve resumo da história da matéria, explicando que ela passou por dois grandes acontecimentos, e que duas figuras foram determinantes: Fibonacci e Galileo Galileo.

Leonardo Fibonacci
Galileo Galilei

Em seguida, perguntou: – Quem aqui já foi ao Giardino Scotto? Repararam que por lá temos uma estátua do grande matemático Fibonacci?

-E na casa do Galileo, quem já passou na frente? Pois bem, estes dois mestres viveram exatamente aqui, na mesma cidade onde estamos hoje…

São estas pequenas coisas que nos fazem perceber o quanto somos realmente abençoados – poder viver diante de tanta história e de tanta beleza…

6 Comentários


  1. Que ótimo poder estar inserido nesta cultura maravilhosa!!!
    Cada dia que passa tenho mais certeza do que quero. Não vejo a hora de estar aí.
    E Fábio, quero saber da continuação de sua saga nos estudos!
    Até

    Responder

  2. É realmente um lugar incrivel! Berço de muitos grandes artistas, musicos, cientistas e pensadores… tão antigo e rico em cultura quanto a propria historia da humanidade!

    Responder

  3. Sem conhecer a Italia…ja sou apaixonada! Nos filmes..livros..fotos…lugar maravilhoso que em breve voi conhecer se Deus quiser

    Responder

  4. Ai Fabio, eu fico aqui suspirando…
    E o fato de voltar pra escola é a melhor notícia. Abraços

    Responder

  5. Que texto bacana! 🙂
    Quando for fazer meu reconhecimento, quero fazer um cursinho de italiano e algum curso sobre a cultura local, seja de gastronomia, história ou algo similar.
    É, com certeza, um dos países mais bonitos e ricos de história!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.