Malas e Bagagens – Utilidade Publica

Ciao a tutti

Nestes anos todos vivendo aqui na Italia percebi que uma das grandes dificuldades que o povo encontra é em relação a malas e bagagens.

Pois é um tema que interessa não somente aqueles que pretendem vir à Italia para o reconhecimento da cidadania italiana mas também a todos aqueles que vem a turismo e trabalho.

Eu por exemplo vim à Itália de mochileiro, com minha super hiper mega power mochila de 70 litros, onde cabiam exatamente tudo aquilo que um homem precisa pra sobreviver.

Claro que as meninas não conseguem colocar tudo aquilo que elas precisam numa simples mochila, e talvez por isso são as que mais sofrem quando aqui chegam, vamos la:

PESO DA BAGAGEM

Uma viagem iniciando-se no Brasil rumo à Itália ou qualquer outro pais da Europa dá direito ao passageiro trazer 2 (DUAS) bagagens de 32 quilos cada uma.

Porém, vejam o meu caso: eu vivo na Itália e quando compro uma passagem para ir ao Brasil, as regras mudam.

Uma viagem iniciando-se na Europa dá direito ao passageiro a levar 2 (DUAS) bagagens de apenas 23 quilos cada uma.

Portanto fiquem atentos, é muito comum ouvir amigos que vivem aqui há muitos anos confundir-se com estas regras e quando decidem viajar ao Brasil descobrem apenas chegando no aeroporto que o máximo são 23 quilos em cada mala…

VOOS INTERNOS NA EUROPA

Aqui na Europa existem duas possibilidade de viajar internamente: com companhias tradicionais ou com as companhias baratas -conhecidas como lowcost.

O que acontece frequentemente é que a galera que vem com duas malas com 32 quilos, ao terminar seus respectivos processos de reconhecimento decidem morar em outro pais e descobrem que voos internos tem uma terceira regra:

Cias tradicionais como BritishAir FranceLufthansa entre outras permitem ao passageiro 1 (UMA) bagagem de 23 quilos voando dentro da Europa

Cias low-cost como RyanairEasyjetWizzAir, AirOne permitem que o passageiro leve apenas 1 bagagem de 15 ou 20 quilos (dependendo da cia) e aqui está o truque: cada quilo adicional destas cias costumam custar 15 euros o quilo!!!!

Portanto muita atenção na hora de escolher a cia aérea pois neste caso o barato pode sair caríssimo.

BAGAGENS X TRENS

Outra dica importante é em relação aos trens – aqui na Itália os trens não tem porta-bagagens e muitos deles são mais altos que as plataformas.

Luciana chegou saltitante e contente na Itália, vindo de TAM e portanto chegando no aeroporto de Milano Malpensa. Toda feliz pegou o ônibus que deixou-a na frente da estação Centrale.

O que a Luciana não sabia é que a grande maioria dos trens são mais altos do que a plataforma e ela – com suas malas pesadíssimas – não conseguia colocá-las dentro do trem, pois os trens regionais por exemplo tem dois degraus, e fica complicadíssimo subir as malas:

Contando com a ajuda de alguns italianos, depois de estar com suas malas dentro do trem outra surpresa – os trens não contam como porta-bagagem, geralmente as malas são deixadas nos corredores ou entre os dois vagões.

Como Luciana tinha acabado de chegar do Brasil, ainda ressabiada de deixar as coisas à toa (aqui é normal deixar as coisas e sair, um dia contarei a vocês como é na praia) chegou num determinado momento que tinha que decidir:

a) ir ao banheiro fazer pipi e deixar as coisas ali ou
b) fazer seu pipi nas calças em solo italiano, mas protegendo suas coisas.

Como a bexiga dela falou mais alto, num determinado momento ela largou tudo e saiu em disparada ao banheiro do trem!!!

E ao retornar ao seu assento descobriu que as duas malas ainda estavam ali, firmes e fortes!

O QUE FAZER COM A BAGAGEM EXCEDENTE?

Ok, seu processo terminou e você pretende ir para Inglaterra, Alemanha ou outro pais da Europa e não saber o que fazer com aquele monte de roupas que trouxe, não é mesmo?

Simples: doe para a Caritas!

Caritas é um órgão que tem por objetivo ajudar os pobres e necessitados.

Em todo território nacional existem diversos “cassonetti” que são locais apropriados para a doação de roupas, vejam a imagem abaixo:


Eu mesmo utilizei os serviços da Caritas, pois eu meu primeiro inverno europeu ainda não tinha condições de comprar blusas e fui até uma das sedes Caritas, onde recebi roupas novíssimas do pessoal.

Portanto se puderem sempre doem aquilo que não é necessário, pois vocês vão descobrir que aqui na Itália tudo é muito barato – não é necessário trazer muita coisa do Brasil, pois a maioria das coisas podem ser compradas aqui mesmo.

Ufa, espero ter contribuído um pouco mais com vocês, pois bem sei que na hora que estamos planejando nossa viagem, por mais que pensemos em tudo sempre acaba escapando algo, e nada melhor do que quem vive aqui para dar algumas dicas 🙂

Abbracci a tutti e até o próximo post!!!