Utilidade Pública – Tomadas na Italia

Tempo de leitura: 1 minuto

Preciso falar com vocês sobre um item importantíssimo: a diferença entre as tomadas brasileiras e as tomadas italianas.

No Brasil estamos acostumados com as tomadas com os tais 3 pinos, como podemos ver abaixo:

Tomada no Brasil

 

Geralmente os carregadores de celular no Brasil utilizam os dois pinos chatos, assim como a maioria dos aparelhos eletricos.

Como aqui as coisas são diferentes, muita gente encontra dificuldades pra utilizar os aparelhos trazidos do Brasil: os rapazes sofrem com os carregadores de celular, as mocinhas sofrem com os apetrechos femininos, como secadores, depiladores e outros “ores”.

Chapinha

E ambos sofrem com os carregadores das maquinas fotograficas, filmadoras, etc.

Se vocês tiverem algum tipo de aparelho que queiram trazer à Italia, aproveitem e tragam também um adaptador como mostrado abaixo:


Vejam abaixo o padrão das tomadas italianas. Na verdade existem dois tipos de tomadas, aquelas com dois pinos:

E também aquelas com três pinos, que são as mais comuns e mais seguras:

Este é um modelo italiano bastante popular de “T” popularmente chamado no Brasil de “Benjamim”

Outra coisa bastante curiosa é a tomada para conectar o telefone, vejam que diferente:

 

Por aqui também é possivel encontrar adaptarores como este da imagem abaixo, são um pouco mais caros, custam em torno de 10 euros mas valem muito a pena!

Tomadas na Italia

Porém, sei que um adaptador no Brasil dificilmente custa mais do que dez reais, o que compensa bastante. Por isso já anotem na lista e não esqueçam de colocar o seu na mala, ok?

Abraços e uma ótima viagem a todos 🙂

24 Comentários


  1. Bom dia Fábio, você sabe me dizer onde encontro esse tipo de adaptador no Brasil? Pois nunca vi nada parecido nas lojas de materiais elétricos ou eletrônicos!
    Desde já obrigada, suas dicas são ótimas e mega úteis!

    Responder

  2. Fabio, por favor, meu bisavô era italiano (Giovanni Marcolan), nascido antes de 1860 em Padova, e veio para o Brasil por volta de 1880, trazendo consigo minha avó Maria, italiana de 1883 de Padova ainda criança. Minha mãe é filha desta italiana Maria. Tenho direito à cidadania?

    Responder

  3. Ola Anonimo

    Quem è que te pediu este documento, foi o proprio consulado? Voce è brasileiro que està solicitando a cidadania italiana ou um italiano solicitando a cidadania brasileira?

    Explique melhor que eu te oriento, ok??

    Abraços

    Responder

  4. Ola… preciso de uma informaçao… preciso de un documento que devo pedir atraves do tribunale di Milano …ou seja ” precedente criminale” … me casei na italia a 4 anos atras…. agora farei o pedido de cidadania aqui no brasil… como poderei obtelos??? qualquer pessoa poderà pegar??? tenho que enviar alguma copia de documento? ou o proprio consulado aki no brasil faz este pedido?

    Responder

  5. Ola Ana

    Eu atè informaria se eu entendesse disso kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Em relaçao a eletrodomesticos eu nao recomendo trazer nada disso, pois como vc mesma disse ai sobre a tal frequencia, tudo aqui è infinitamente mais barato e melhor do que no Brasil, entao è besteira encher a mala com este tipo de coisa.

    Abraços e agradecemos a contribuiçao 😉

    Responder

  6. Oi Fabio! Acho que e importante informar a todos que na Italia, alem de ser 220v, a frequencia da rede eletrica eh 50Hz, enquanto no Brazil temos 60Hz. Pelo que entendo, equipamentos com motor, como geladeiras e maquinas de lavar roupas italianas irao queimar no Brasil e as brasileiras serao menos eficientes no Brasil.
    Gostaria de saber s voce tem alguma orientacao sobre quais eletrodomesticos levar do brasil em uma mudanca para a Italia.

    Abraco

    Responder

  7. Grande Deco

    Acho que voce està se referindo a um kit de tomadas universal, com vàrios plugs nao è mesmo? Se sim, ele è otimo, voce pode levar pra qualquer lugar do mundo, aqui na Itàlia ele custa em média 25 euros, mas vale cada centavo 🙂

    Forte abraço!!!

    Ps. A Argentina foi o 2º maior destino dos emigrantes italianos depois dos EUA – o Brasil foi o 3º 🙂

    Responder

  8. AAhhh, já fiz até um novo blog sobre Buenos Aires… (eu adoro blogs… kkkk) Afinal, lá tbm foi um grande destino de imigrantes italianos.
    Até…

    Responder

  9. E aí Fábio, blz?
    Este ano vou dar um passeio em Buenos Aires e me deparei com esse post seu (antigo, de 2008) sobre as tomadas. Na Argentina usa-se um padrão totalmente diferente de todos, uns pinos chatos e na diagonal… enfim… na dúvida, vou passar num camelô e comprar um adaptador universal, que dizem funcionar em mais de 150 países!!! kkkkkkk Não pretendo visitar tudo isso (quem me dera) mas o bom é que já serve pra Europa, Argentina e qualquer outra tomada louca pelo mundo… Aqui no Brasil já é uma zona, tem tomada de tudo quanto é tipo, padrão novo, antigo, terra, sem terra…hehehee… É isso aê, valeu!!!

    Responder

  10. Ola Hertha seja bem-vinda!!!

    Geralmente os aparelhos aqui na Itàlia sao bi-volt o que significa que funcionam tanto em 110v quanto em 220v, porém muitos deles sò funcionam em 220v que é a voltagem padrao aqui. Salvo alguns lugares, a grande maioria das cidades no Brasil utilizam 110v como voltagem padrao, portanto verifique no manual do seu equipamento qual a vontagem dele para nao ter surpresas desagradàveis ok? rsrs

    Abraços e obrigado pela visita 🙂

    Responder

  11. Olá, Fábio! Achei seu blog uma maravilha! Acabo de voltar da Toscana (morei na Itália 5 meses) e comprei uma cafeteira Gaggia por lá! 🙂
    Estava aqui na net procurando sobre essas questões relacionadas à eletricidade e vim cair de paraquedas aqui no seu blog (muito agradável de ler, por sinal).
    Gostaria de te perguntar se você sabe se é tranquilo plugar um adaptador e depois ligar um aparelho comprado ai na Itália a um estabilizador e sair utilizando!
    Fico super grata pelo espaço e aguardo resposta!
    De antemão, obrigada, Fabio.

    Atenciosamente,

    Hertha Schwartz

    Responder

    1. Oi amigos, fiquei curioso, que cafeteira e essa? Vou para Roma dia 25 e se bom eu quero..rsrs abracos Victor

      Responder

  12. Boa tarde, eu e meu marido vamos passar a lua de mel na italia (toscana) e acredito que precisamos levar um adaptador de tomadas para uso do note e carregar as pilhas da maq fotografica. Nao consegui visualizar a foto do adaptador que tem na pagina, vc pode me mandar a foto pra eu procurar aqui em curitiba ? Me mande por email ([email protected]) Nao estou encontrando esse adaptador. Obrigada. Ale Rosa

    Responder

  13. CidinhaSe seu marido é americano, provavelmente renunciou a cidadania italia ao naturalizar-se americano, nao é isso?Se sim, ele nao é mais italiano e nao transmite a cidadania a ninguemBjsss

    Responder

  14. Ola Fabio, li seu blog…muito legal mesmo…Fabio vou me casar com um homem nascido na Italia e que e cidadao Americano,atualmente ele mora nos Estados Unidos, mas pretende viver por um tempo na Italia, temos planos de nos casarmos no Brasil e depois na Italia…Eu gostaria de saber se este homem podera me dar cidadania Italiana, ou seja poderei adquirir o passaporte Italiano…e os filhos que iremos ter…poderao tambem adquirir os passaporte Italiano..Pois li na Pg do Ministerio de Justica do Brasil que uma vez que um Italiano…ou seja alguem nascido na Italia opte por Naturalizarse Brasileiro, ele perde o Direito de dar a cidadania para os filhos nascidos apos ele ser Naturalizado Brasileiro…e dizem que esta e uma lei da constituicao Italiana….Gostaria de saber o que vc sabe sobre isto..Grande abraco e muita sorte ai…Cidinha

    Responder

  15. Mês que vem eu vou para a Itália e queria saber sobre a voltagem, já que aqui temos as correntes 110v e 220v. É que eu, é claro, vou levar uma máquina de bateria recarregável.Aguardo sua resposta.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.