O que se come pelas ruas na Italia

Tempo de leitura: 3 minutos

Na última vez que estive no Brasil fiquei abismado com a imensa quantidade de barracas, lanchonetes, carrinhos, barraquinhas e outros muquifinhos vendendo comidas e quitutes.

Encontrei desde jaca em pedaços (centro de SP, próximo ao fórum João Mendes) até as conhecidas coxinhas, risoles, quibes, pastéis e caldo de cana…

Então pensei em escrever este artigo mostrando a vocês o que se come pelas ruas na Italia.

Porém existe um detalhe que vocês precisam saber: é dificílimo encontrar carrinhos e quiosquer de comida aqui na Italia!

O principal motivo é que para vender na rua é necessário ter uma licença específica e quando o assunto é comida, o titular do negócio deve ter algumas certificações e autorizações especiais.

Mesmo que não encontremos muita coisa pelas calçadas italianas, podemos encontrar muitas guloseimas em pequenos negócios espalhados pelo país, vejamos quais os mais comuns:

KEBAB – KEBAP

kebab-2

Sabem o famoso churrasco grego? Então, aqui na Italia está cheio de negócios que os vendem, porém em sua versão original (que não é grega, mas sim turca ou paquistanesa) e ao contrário do que muita gente pensa é DELICIOSO!

Feito com carne de carneiro, vaca ou frango (comer porco é proibido pela religião do povo turco), os negócios de kebab invadiram literalmente a Italia, chegando a competir com as pizzarias, pois eles custam pouco e valem como uma refeição.

Existem duas formas principais de pedir o seu kebab:

NA PIADINA

PIADINA-KEBAB-OK

NO PÃO SÍRIO

kebab

 DICA DE POBRE DO SAGA

Se você quer comer mais por menos, peça sempre o “kebab no piatto”, geralmente custa 1 ou 2 euros mais caro, mas vem muito mais carne 😉

kebabpiatto

 PIZZA A TAGLIO

Claro que na Italia o prato principal é a pizza! Praticamente a cada esquina podemos encontrar as famosas pizza a taglio, ou traduzindo ao velho português pizza em pedaços (ou fatias)

pizzataglio

Geralmente cada pedaço custa entre 1 e 1,50 euros e o preço depende do sabor. A famosa marguerita (apenas molho e queijo) é a mais barata e uma curiosidade é que aqui na Italia não encontramos apenas pizzas fatiadas tal qual conhecemos no Brasil, é muito comum encontrar a pizza exatamente assim:

pizzaquadrada

Não sei como ninguém ainda pensou nisso no Brasil, vender pedaços de pizza quadrada pelas ruas, vamos combinar que é muito mais fácil cortar e cada assadeira cabem muito mais do que o normal, aumentando o rendimento do vendedor 😉

FRIGGITORIA

friggitoria

Também encontramos com muita frequência as chamadas friggitoria, onde é possível comprar guloseimas italianas fritas, vejam as mais comuns:

Patate Fritte
patatine fritte (dispensa tradução rs)
Olive Ascolana
olive all'ascolana (bolinho recheado de azeitona e carne moída)
Mozzarelle
mozzarelline (pedaços de queijo frito)
Fritto Mare
fritto misto mare (vários frutos do mar empanados e fritos)
Polenta
polenta (não poderia ficar de fora do cardápio italiano de frituras)
Arancini
arancini (não, aquilo não é coxinha e sequer o gosto é parecido: é um bolinho feito de arroz e geralmente recheado de carne moída)

Obviamente existem muito mais coisas que vocês encontrarão por aqui, pois cada cidade, cada região tem suas próprias comilanças e produtos típicos, como por exemplo andando em Parma vocês vão encontrar vários negócios vendendo panini all prosciutto (pão com o famoso presunto de Parma).

Aqui na Toscana encontrarão muitos negócios que vendem a torta di ceci (torna fina feita com grão de bico), em Bologna e região muitos negócios de piadina (aquela mesma do kebab, porém com centenas de recheios diferentes), em Venezia encontrarão muitos negócios de doces para comprar o tradicional merengue (suspiro), etc.

Neste artigo listei apenas os negócios tradicionais que, independente da tradição local, vocês poderão encontrar em qualquer região italiana de norte a sul.

E a partir de agora pelo menos fome vocês não vão mais passar por aqui 😉

8 Comentários


  1. Opa Fábio tudo bem,
    então.. o problema (a meu ver) do Kebab em SP é que ali se tu não tomar o suquinho (antídoto) que vem junto kkk, nesses de rua, o teu fígado explode literalmente kkkk (tudo que é tipo de carne).

    E da Pizza, em Porto Alegre a alguns anos (muitos) atrás, tinha a Pizza a Metro, justamente o que comentaste ai, tinha uns 20cm de largura e tu comprava por medida de comprimento, 40/50/60 tinha um limite mas não lembro. Bem legal

    Abraços

    Responder

  2. Gostei da pizza al taglio quando estive no Sul da Itália. Mas os pratos com frutos do mar são melhores e o preço é justo.

    Responder

  3. Bom dia Fábio!
    Estou pra dar entrada no meu processo no consulado do país em que estou morando, enquanto não chega a data estava em contato com o comune do meu trisnonno(no norte), pedindo certificato storico de residenza, como meu italiano voltou pra Itália com meu primeiro brasileiro acabei perguntando se ele estava registrado (fiz errado??) e sim ele foi registrado mas como MASSIMO(itália) e não MAXIMO(brasil), mas o oficial do comune me disse que eu teria que retificar o casamento e o óbito para MASSIMO e um certificado pra provar que os dois eram a mesma pessoa :O , posso escrever que como ele nasceu no brasil e foi registrado MAXIMO eu não posso mudar seu nome. (ainda mais que já passei por um longo processo de retificação) e que traduções de nomes deveriam ser aceitas?
    Engraçado é que está registrado MASSIMO nato na cidade x – brasile e na mesma data de nascimento do documento que tenho ( o oficial deveria mesmo estar com dúvidas?)
    Muito obrigado e abraço!

    Responder

  4. Essa pizza fatiada assim vende na Il Pezzo de Campos do Jordão/SP. Só o preço que não é de street food.

    Responder

  5. Vixe, desse jeito a engorda ta garantida, e eu se não me cuidar volto pros 145kg… ta loco… Melhor focar na dica da bike!

    Responder

  6. pow fábio, mas nem os “tiuzinho”, que vendem picolé e algodão doce?
    #xatiado huahuahau

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.