Pesquisar Óbitos no Brasil

Recentemente recebi uma dica bem interessante de um leitor, que está “caçando” no Brasil a certidão de óbito do seu antenato italiano.

Trata-se do Cadastro Nacional de Falecidos, um site que nos ajuda nesta saga.

ENCONTRANDO ÓBITOS NO BRASIL

Óbitos no Brasil

Através do site Cadastro Nacional de Falecidos é possível preencher os dados e então solicitar um orçamento, mais ou menos como funciona o Cartório 24 Horas e o Cartório Online

A diferença destes outros é que este site é focado especificamente nas certidões de óbitos no Brasil.

Existe no início da página uma pesquisa rápida de falecidos, porém pude perceber que ali constam apenas o registro de falecidos recentes, o que não nos ajuda quando queremos encontrar o registro do antenato italiano.

Além desta pesquisa, é possível pesquisar e solicitar a certidão diretamente em um determinado cartório, neste caso utilizando o formulário específico.

Basta inserir nome, telefone e email do requerente e pelo menos o nome e ano de morte do pessoa pesquisada e o próprio sistema te informa os valores do orçamento.

Fiz uma simulação de uma busca, vejam abaixo:

Óbitos no Brasil

Utilizei os dados do meu antenato que morreu em 1940, podemos perceber na imagem acima que o valor inicial dos serviços é de R$ 89,00, pra mim um preço razoável.

Antigamente, o site cobrava R$ 3,25 por ano anterior a 15 anos atrás.

Se o antenato morreu em 1900, só de taxa adicional seriam R$ 325,00 e somados aos R$ 90,00 dariam a bagatela de R$ 415,00 – um valor extremamente alto por um único documento que ainda deverá ser traduzido e apostilado.

Porém confesso que agora que entrei novamente no site, não vi mais esta opção de valores por ano pesquisado.

A primeira vez que escrevi este artigo foi em 2015, então se passaram muitos anos e provavelmente não estava funcionando da forma anterior.

De qualquer forma a dica é interessante e pode servir de parâmetro para outras consultas.

Se algum leitor já tiver utilizado os serviços deste site e quiser compartilhar conosco a sua experiência, ficaremos extremamente agradecidos 😉

Um grande abraço a todos e até o próximo post!

23 Comentários


  1. Não consigo localizar a certidão de óbito do meu antenato no Brasil. Em certidão de casamento de um dos filhos dele, ele aparece como “desaparecido”. Nesses casos tenho alguma alternativa para prosseguir sem esse documento? Posso pedir ao cartório algum documento que substitua o de obito?

    Responder

  2. Ciao!

    Alguém procura informações sobre Fortunato Binatti, filho de Antonio Binatti?
    Ele é meu tataravô e estou buscando dados dele o que está difícil.
    Caso mais alguém esteja neste busca me procure para trocarmos ideias.

    Abraço e boa sorte a Todos

    Responder

  3. Ola Fabio. Não encontrei uma forma de falar contigo. Resolvi escrever aqui e torcer por uma dica. Tenho todos os documentos de nascimento e casamento desde o ante-nato italiano até minha geração. Tenho todos os óbitos também com a unica exceção do óbito do italiano, que morreu em uma cidade muito pequena no interior do Parana, onde na época não havia cartório e os documentos que haviam na igreja foram perdidos. Outra situação é quanto ao nome, que teve tradução para o português. Você acha que seria possível fazer o processo nestas condições ? Recomenda algum comune que aceite traduções e não requeira o óbito do italiano ? Ouvi que alguns comunes aceitam, mas não tenho ideia de quais. Existe uma forma mais recomendada para falar com comunes para tirar essas duvidas ?
    Não quero enviar um monte de emails para comunes. Aí encontrando um, eu planejo a ida já com o local definido. Obrigado pela ajuda.

    Responder

    1. Boa tarde ,
      Meu nome é Fernando ,
      vc buscou sua cidadania pelo sobrenome Rocha ?
      Se puder me add no WhatsApp
      (062) 98156-8232

      Responder

    2. Olá, Leandro. Qual é sobrenome italiano que pesquisas? Sou do Paraná.

      Responder

  4. Tenho ainda uma dúvida quanto aquela partícula usada nas certidões italianas: “di” e “fu”. Em algum ponto do manual anterior do Minha Saga eu li que significam a mesma coisa. No entanto também eu vi em uma tradução que a pessoa fez a tradução como “falecido”. Mas no caso não é verdade, pois inclusive essa pessoa veio para o Brasil com toda a família e após longa data….

    Responder

  5. Olá ! Existe alguma dispensa para Certidão de Óbito do antenado italiano caso ele tenha falecido no Brasil?

    Responder

  6. Não funcionou nem com o nome de meu pai….quem dirá com o do bisnonno?

    Responder

  7. Salve galera, preciso muito localizar a certidão de óbito do meu bisavô italiano. Segundo familiares ele faleceu em 31/12. Não sabemos o ano exato mas foi na decada de 60 em SP Capital.
    O problema é que SP tem muitos cartórios e serviços como Cartorio24Horas exigem o cartorio exato onde está a certidão. Ou seja, não fazem pesquisa. Alguem tem alguma dica de como posso localizar?

    Responder

  8. boa noite, não consigo achar a certidao de obito de meu avo ele era portugues, faleceu em sao paulo ja procurei nos cartorios pelo nome e nao acham, alguem pode me ajudar como alguma dica? obrigada

    Responder

  9. olá como faço para localizar documentos de nascimento, casamento e óbitos de meus tataravós no estado do rio de Janeiro, alguém tem alguma indicação?

    Responder

  10. Para quem tem antepassados enterrados em Sorocaba, a prefeitura de Sorocaba disponibiliza no site uma consulta de sepultados. Você entra com o nome do falecido e escolhe um período de tempo para o sepultamento. Você consegue consultar desde 01/01/1900 até a data atual. A busca retorna a data de sepultamento, número da quadra, sepultura, nº do livro, nº da folha e o cemitério. Com os dados conhecidos (principalmente a data, pois muitas vezes não sabemos), fica mais fácil ir ao cartório e solicitar a 2a via da certidão de óbito. Se não conseguir localizar o seu parente com o nome correto, uma dica é tentar o nome com ligeiras variações. Segue o link para busca:
    http://servicos.sorocaba.sp.gov.br/consulta-sepultados/

    Responder

  11. Esse site também me ajudou, Cris! Consegui a certidão de casamento dos meus bisavós e mandei a foto para o arquivo da Igreja que também disse não ter achado antes.

    Responder

  12. Oi Fábio!
    No meu caso, liguei para o cemitério das cidades em que eu achava que meus antepassados estavam enterrados e depois de confirmar, pedi a certidão direto no cartório da cidade, por e-mail. Funcionou para mim, as certidões chegaram direitinho pelos Correios. Também pedi certidões pelo site http://www.cartorio24horas.com.br. O problema desse site é que não dá pra pedir certidão em inteiro teor (cada cartório tem uma burocracia).

    Responder

  13. eu já tenho todas as certidões de óbito, falata as de matrimônio. Alguma dica de como localizar?

    Responder

  14. A pesquisa de microfilmes foi o que me salvou!! Eu pedi pro Cartório a certidão de inteiro teor do antenato do meu esposo e o cartório disse que não tinha. Então um primo mandou a foto do próprio livro. Enviei pro Cartório que me questionou a obtenção de tal foto, mas “resolveu achar”a certidão, uma vez que eu tinha provas de que estava lá. Agora vai o segredo: https://familysearch.org/ Sao milhares de fotos autorizadas tiradas pelo mórmons e é super barato e simples. http://www.imigrantesitalianos.com.br/Microfilmes_LDS.html

    Responder

    1. Cris Gran, achei fantástica tua indicação. Já mandei e-mail ao Cartório de Registro Civil solicitando a busca pela certidão de óbito de meu trisavô, e caso eles não encontrem, com certeza vou recorrer à tua dica.

      Parabéns e obrigada.

      Responder

    2. Esse comentário fez com que eu conseguisse a certidão de casamento do meu bisavô italiano! Eu não fazia ideia da data do casamento dele (ele se casou no Brasil com uma brasileira). Busquei nos microfilmes o registro na igreja da cidade do nascimento da esposa dele (1898), minha bisavó que nasceu no Brasil, esta era a única informação que tinha. No registro de nascimento dela havia a observação do casamento (quase inelegível, mas funcionou). Fui até o cartório falei a data e estava lá a certidão do casamento dos dois! Com esta certidão em mãos consegui algumas informações a mais a respeito dele, como a data de nascimento e o nome dos pais deles, ainda não consegui o comune. Mas tenho fé que ainda conseguirei!

      Responder

    3. oi! tentei no link mas não obtive sucesso, será que não soube procurar?

      Responder

  15. Não conheço, mas preciso muito fechar a minha documentação e só falta o óbito do meu antenato, não sei mais onde procurar, alguém tem alguma indicação?

    Responder

      1. Olá Juliane, desculpa a intromissão, mas estou tentando encontrar as documentações…já pedi ajuda aos meus avós, só que eles dizem que “não lembram de nada”, então resolvi procurar sozinha, porém, simplesmente não sei como fazer, e diante do seu comentário aqui, será que você teria alguma dica que possa me ajudar? Agradeço desde já…

        P/S: Se não puder tudo bem, eu que abusei da sua boa vontade para com o Gabriel…

        Responder

        1. Olá Lidiane, eu segui as dicas do Fábio,peguei nos nomes e na cidade que nasceu a neta, e daí fui buscando outras informações, me manda um e-mail com os dados das pessoas que busca eu te falo onde encontrei, o meu foco foram os cartórios, ligações perguntando sobre a filiação, e aí fui buscando, comecei no Oeste do Rs, serra gaúcha, oeste do Pr e por aí vai, mas consegui, meu e-mail é [email protected], eu vou te ajudando por lá.

          Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.